Os “esquemas” continuam no Departamento de Registros da CBF

sestario-2.pngAlan-Belaciano

Recentemente, a CBF demitiu o ex-diretor de registros da entidade, Luis Gustavo, braço de Ricardo Teixeira, facilitador de onze entre dez “anormalidades” nos dados de jogadores na entidade.

Junior do Vitória, Sheik que se chama Marcio, entre outros casos foram revelados por aqui.

Porém, pelo que se vê na nova composição do local, os “esquemas” continuarão a todo vapor.

Reinaldo Buzzoni é o novo diretor de Registros da CBF.

Mas o perigo, segundo informações, estaria representado por seu assessor.

Dr. Amilar, que passou do departamento jurídico para o de registros, seria um dos “cabeças” na Conexão de grupos que se locupletam com a intermediação, através de informações privilegiadas, dos recebíveis em Mecanismo de Solidariedade, direito dos clubes formadores de jogadores.

Na prática, impedem que advogados atuem nos negócios, distribuindo os processos a “parceiros”, numa espécie de “cartel”, que, antes mesmo dos clubes serem notificados já procuram seus dirigentes para “acertos” sobre a questão.

São advogados do “esquema”, Osvaldo Sestario (famoso pelo caso Portuguesa) e Alan Belaciano (fotos).

Para não se comprometer, Dr. Amilar utilizaria-se dos funcionários da CBF, Duda e Cristina, no repasse privilegiado das documentações.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.