Advertisements
Anúncios

Imprensa ucraniana acusa Franck Henouda de facilitar desvio de jogadores do Shakhtar por Kia Joorabchian

bernard-kia-bmg.jpgfranck-henouda

Há anos nosso espaço vem desvendando as ligações de empresários do esporte, alguns deles tratados até como mafiosos, em parcerias nunca assumidas, mas sempre atuantes.

Uma das mais conhecidas envolve o trio Kia Joorabchian, Franck Henouda e Carlos Leite.

O iraniano, espécie de gestor de dinheiro com difícil comprovação de origem, atua em todo o Planeta, encontrando em Henouda sua ligação com equipes do leste Europeu, principalmente o Shakhtar Donetsk, e Carlos Leite, o que facilita as ações em clubes brasileiros, proporcionando, por exemplo, a convocação de atletas das equipe ucraniana, sequenciais, enquanto Mano Menezes, um de seus agenciados, era treinador da Seleção Brasileira.

Porém, desta vez a situação de Henouda parece ter se complicado na Ucrânia, com os próprios dirigentes locais acreditando que sua participação foi decisiva para convencer os atletas “desertores”, que se recusaram a voltar ao país, quase todos brasileiros, a utilizarem a guerra como desculpa e fecharem negócio com Joorabchian.

O plano é utilizar uma regulamentação da FIFA que permitiria o rompimento do contrato de todos, sem pagamento de rescisão, alegando risco de vida, beneficiando os empresários por trás do negócio, que teriam 60 milhões de Euros em suas mãos – valor pago pelos ucranianos para adquirir os atletas – sem precisar gastar um centavo sequer, podendo, ainda, revendê-los no vasto mercado mundial.

Um golpe que, se confirmado, deixaria a todos ainda mais milionários, faria Henouda sair da Ucrânia sem dor na consciência, e nos remeteria a outra situação protagonizada por Kia Joorabchian, e testemunhada por dirigentes do Corinthians, nomeada a época como “Golpe de Lyon”, quando, em atitude semelhante, o iraniano tentou liberar o atacante Nilmar sem pagar por seus direitos federativos.

A ação somente foi descoberta, e punida, com o clube paulista tendo que pagar duas vezes o valor do atleta para a FIFA, após denúncia do Blog do Paulinho, que detalhou todo o esquema, comprovado, posteriormente, em investigações da entidade.

CONFIRA ABAIXO NOTA DA IMPRENSA UCRANIANA QUE DÁ CONTA DA PARCERIA ENTRE FRANCK HENOUDA E KIA JOORABCHIAN NO EPISÓDIO QUE VEM SENDO TRATADO COMO SEQUESTRO PELOS DIRIGENTES DO SHAKHTAR DONETSK

Por KIRILL KRYZHANOVSKY

Пообщался с бразильским менеджером (агентом). Он напрямую обвиняет в похищении игроков Шахтера сладкую парочку своих коллег.

Киа Джурабчана все хорошо знают, а его партнером из Бразилии является некий Franck Henouda. Менеджер в открытую называет этого парня “пиратом”, а методы их действий “работой в тени”.

Считает, что Тейшейру будут пристраивать в какой-то бразильский клуб, но п¾ка без конкретики.

По Дугласу Косте, по моему, все очевидно. Он останется в Европе. Если ситуация с Шахтером не разъясниться, то Коста явно всплывает в одном из топ-чемпионатов.

Такая вот петрушка…

EM TEMPO: recentemente, Kia Joorabchian esteve no Mineirão ao lado de seu sócio, Ricardo Guimarães, dono do BMG – o banco do Mensalão – e um dos “ucranianos”, o jogador Bernard, todos no mesmo camarote.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: