Água que Camelo não bebe

A tradicional pizzaria Camelo foi palco, dias atrás, de vexame protagonizado por conselheiros e dirigentes do Corinthians que reuniram-se a pretexto de arrecadar fundos à caridade no jantar mensal da “Confraria dos Churumelas”.

Aproximava-se das 02h da madrugada quando garçons e a direção da casa tiveram que se desdobrar para frear o ímpeto de endinheirados sem postura, alguns absolutamente alcoolizados.

Não é o primeiro desconforto ocasionado por gente do Corinthians em restaurante de São Paulo: três anos atrás, a “Cantina dos Marinheiros” recebeu calote após uma desta reuniões.

Já teve confusão, também, na cantina do Gigio.

Não fosse a educação dos funcionários do restaurante, que, mesmo destratados, souberam lidar com os que ultrapassaram limites, teríamos um incidente complicado num ambiente que deveria ser absolutamente familiar.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Esta entrada foi publicada em Sem-categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.