Vice-presidente da FPF diz que agir com falta de ética será “Modus Operandi” da nova diretoria do São Paulo

fran

Por FRAN PAPAIORDANOU JR.*

Acho uma tremenda falta de ética e um precedente perigoso a atitude do São Paulo em entrar na negociação de um coirmão e tirá-lo sem nenhum constrangimento .

E óbvio que tanto o Palmeiras como outros clubes devem encarar isso como modus operandi da nova diretoria do São Paulo e isso deve a médio e longo prazo se voltar contra o próprio São Paulo .

Quanto a atitude do Paulo Nobre a torcida do Palmeiras deveria estar orgulhosa pois tem um presidente que zela pelo patrimônio do clube não fazendo loucuras , e assim no futuro deve manter a saúde financeira do Palmeiras e com isso contratar ou fazer outros grandes centroavantes.

Diferente do meu glorioso Corinthians onde qualquer contratação desde que bem recomendada não interessa o preço nem se vai jogar, o negócio e contratar se não der certo empresta que o clube paga o salário .

*FRAN PAPAIORDANOU JR. é vice-presidente da Federação Paulista de Futebol e conselheiro vitalício do Corinthians

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.