O vexame brasileiro na Libertadores

Não há dúvida de que o nível técnico das equipes que disputam a Copa Libertadores da América é dos mais rasos, há tempos.

Noutros tempos, os brasileiros se aproveitariam, fazendo a festa, goleando e classificando-se com os pés nas costas.

Porém, o futebol por aqui, apesar de melhor do que noutros países sul-americanos, também não anda lá estas coisas.

O nivelamento é por baixo, e a diferença das ruindades nunca foi tão próxima.

Razão pela qual Flamengo, Botafogo e Atlético/PR deixaram de enganar seus torcedores logo na primeira fase, em vexames que, ao menos, podem servir para mostrar a a seus torcedores o quão ruim são suas equipes.

Uma dose de verdade que talvez mude o rumo das coisas nesses clubes, daqui por diante.

Seguem no torneio, ainda que aos trancos e barrancos, embora, pela tristeza do futebol da concorrência, até com alguma chance de título, Atlético/MG, Cruzeiro e Grêmio.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.