Advertisements

Dia 2 de fevereiro, o Centenário do Papão

paysandu100

Por JOSE RENATO SATIRO SANTIAGO

O primeiro campeonato estadual do Pará começou em 1913, quando o Remo conquistou o título, após o empate por 1 a 1 entre Norte Club e Guarany.

Devido a uma briga generalizada nessa partida, os jogadores do Norte, que precisavam da vitória para provocar um jogo extra, contra o Remo, solicitaram à federação a anulação do duelo.

Inconformados com a decisão contrária, resolveram criar uma instituição mais forte, que envolvesse membros de outras agremiações que, uma vez unidos, poderiam fazer frente àqueles que controlavam o futebol local.

Eles “precisavam” do Paysandu.

Nasceria em 2 de junho de 1914, o Paysandu  Sport Club, que recebeu este nome como uma homenagem a transposição do Passo do Paysandú, um importante feito da Marinha Brasileira durante a Guerra do Paraguai.

Logo se tornaria Papão, uma alusão ao bicho-papão, por conta de seu grande domínio no futebol do estado.

Em seu distintivo um inusitado pé alado, pois seus jogadores não corriam, “voavam”.

E voavam mesmo.

Em 18 de julho de 1965, o Peñarol, base da seleção uruguaia da época, e que conquistaria o tricampeonato da Libertadores no ano seguinte, levou um sonoro 3 a 0 do Papão.

Feito que virou parte do hino, na verdade do frevo do Paysandu escrito pelo astro Pinduca: “…O nosso time joga pra valer, até o Peñarol veio aqui pra padecer…”

O maior campeão da Região Norte, com 45 títulos estaduais também contaminou o Brasil.

Após duas conquista nacionais da Segunda Divisão em 1991 e 2001, 2002 foi um divisor de águas.

Conquistou a Copa do Norte no começo do ano.

E depois de alguns meses a Copa dos Campeões de 2002, ao passar por cima do Cruzeiro.

Ainda era pouco.

No ano seguinte, um feito raro para qualquer equipe, derrotar o Boca Juniors em pleno La Bombonera, não para o Paysandu.

Parabéns para todos nós, somos felizes por sermos contemporâneos, do grande Papão.

Advertisements

Facebook Comments

11 Responses to “Dia 2 de fevereiro, o Centenário do Papão”

  1. Jog Says:

    Paulinho, até agora você não comentou nada sobre a invasão do CT do Corinthians, orquestrada pela turma do Andres com intuito de desestabilizar a Gestão de Gobbi.

  2. SANTOS 5 X 1 .. RELAXARAM DE VEZ O INSIGNIFICANTE ESPORTE CLUBE PUTEIRO PAULISTA Says:

    PARABENS, E Á SUA TORCIDA TAMBÉM, UMA DAS MAIS FANÁTICAS DONBRASIL….

  3. MOSQUETEIRO Says:

    Quando eu digo que é time pequeno, taí a prova, ganharam um jogo do Corinthians e o cara ta achando o maior feito do seculo, mas é assim mesmo, QUEM NUNCA COMEU MELADO QUANDO VAI AO POTE SE LAMBUZA.

  4. Carlos SP Says:

    mosquera não se refez ate hoje dos 5×1,tomaram um baile e ainda tá chorando pelos cantos dizendo que foi roubado,que cara de pau.

    tá revoltada santa?

    hahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahah

    Deixa o cara,ele ta dando parabéns a torcida do Paysandu,realmente uma das mais fanaticas do Brasil.
    Pena que não são ajudados pela Globo,pelo governo como certos times por ai…

  5. MOSQUETEIRO Says:

    Carlos…va fazer o teu troca troca e nao encha o saco kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  6. Marcus Says:

    Parabéns Paulinho pela lembrança, o Paysandú foi um time grande e tem uma imensa torcida, muito apaixonada, tão grande quanto a dos principais clubes do país, mas infelizmente carece de dirigentes a altura de suas torcidas, infelizmente os dirigentes de Remo e Paysandú são amadores demais o que fará com que suas torcidas padeçam um bom tempo. Acordem dirigentes se liguem, chega de amadorismo, a prova é essa, um gigante, o Remo ainda sem série e outro igualmente gigante, o Paysandú jogando a série C, lamentável.
    Mesmo assim parabéns pela lembrança do aniversário desse gigante do norte, parabéns torcida bicolor e parabéns a um dos melhores senão o melhor jornalista investigativo(esportivo), Paulinho, que vc seja sempre imparcial e nos mostre os bastidores do maior esporte mundial e tudo que tem de podre, parabéns.

  7. Taradão Says:

    Tolima Day…. KKKKKKKKKK

  8. Carlos SP Says:

    olha só os argumentos do jumento….sem comentários

    mosquera sem cérebro disse:

    va fazer o teu troca troca e nao encha o saco kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    coitado…e ainda ri,tst,tst

  9. John Cena Says:

    sou PALMEIRAS e felicito o Paysandu por seu centenário!

  10. Guilherme Says:

    O Paysandu deixou de ser respeitado em 2002 quando entregou o resultado do jogo contra o Inter-RS para que o time gaucho não fosse rebaixado para a Série B do Brasileirão. Agindo assim ele prejudicou terceiros que, como ele, sempre deveriam lutaram com honra e dignidade contra os Clubes poderosos do futebol.
    Inadmissível que Dirigentes e atletas profissionais do Paysandu puderam se ‘vender’, maculando a história do Clube.
    Gente poderosa agiu nos bastidores, inclusive políticos famosos tanto do Pará quanto do RS para orquestração da tramóia.
    Porque a CBF e STJD nunca foram ouvir os responsáveis (Fernando Carvalho, ex-Presidente do Inter-RS, entre outros) já que a denúncia partiu do próprio ex-Presidente do Papão, em jornais e tvs pelo Brasil afora? E porque a mídia não fez ‘barulho’ para que essa investigação fosse levada a efeito? Não era esse um motivo forte para a CBF suspender o Paysandu e o Inter? Pensem bem: um Clube foi rebaixado indevidamente por culpa dessa safadeza.

  11. LEANDRO Says:

    A TORCIDA MAIS FANÁTICA DO PARÁ COM TODA CERTEZA É A DO CLUBE DO REMO,POIS QUANDO MOREI EM BELÉM EU PUDE PRESENCIAR ISSO!

Deixe uma resposta


%d blogueiros gostam disto: