Advertisements

MP-SP peita CBF e pode garantir Lusa na Série A

lusa

A entrada do MP-SP no caso envolvendo o rebaixamento da Portuguesa à Série B do Brasileirão pode ser, talvez, o maior reforço da equipe paulista no intuito de reverter a situação.

O promotor da Justiça do Consumidor, Roberto Senise Lisboa, garante que as punições do tribunal esportivo são inválidas pois a CBF as publicou em seu site depois da realização dos jogos, o que contraria o Estatuto do Torcedor.

Nos próximos dias a CBF será convocada a assinar um Termo de Ajustamento de Conduta, que implica em desconsiderar a decisão do STJD – ilegal, na essência – e devolver à Lusa o direito de disputar a Série A.

Se a entidade relutar, além das sanções cabíveis, o fato de ser o MP-SP o autor da contenda judicial que será aberta, e não torcedores, colocará por terra as alegações de alguns juízes que estão indeferindo ações sob argumento que as partes autoras não possuem legitimidade para tal.

É a Lei se sobrepondo a uma regulamentação esportiva, que, por razões óbvias, não pode contrariá-la.

Advertisements

Facebook Comments

25 Responses to “MP-SP peita CBF e pode garantir Lusa na Série A”

  1. Nuno Says:

    Paulinho, como ficaria a situação do Corinthians, que teve o mesmo problema?
    Emerson foi julgado na sexta, condenado, não atuou no final de semana, só no outro. A CBF também demorou a divulgar a punição. Ele seria punido? Pois se for, neste caso, o Corinthians passaria a ser rebaixado.

  2. Rafael Says:

    Nesse caso, o mesmo valeria para o Flamengo?

  3. Fabio Mourão Says:

    Paulinho, o MP será considerado parte ilegitima tb. Ele não poderá representar uma torcida, como a da Lusa ou qualquer outra. Onde está a “relevância social” disso? Quer apostar???

  4. Osvaldo SEP Says:

    Nuno. pelo que eu entendo a punição deve ser cumprida depois de anunciada, mas como o pessoal da CBF tem os critérios deles, a coisa fica bem complicada

  5. Osvaldo SEP Says:

    Fabio Mourão, o torcedor é consumidor do produto futebol, porque ele gasta dinheiro para assistir um jogo, uma relação de consumo, isso é inegavel, nenhum juiz pode negar, e o Roberto Senise sendo promotor da Justiça do Consumidor ele tem todo direito de peitar esse circo que armaram.

  6. Rica Mello Says:

    Paulinho, o MP-SP tb disse ter fortes indícios de que a Lusa sabia que o Heverton estava irregular, nem uma linha sobre o assunto?

  7. FABRICIOSEP Says:

    Vem aí: COPA JOÃO HAVELLANGE 2

  8. Fred - Corinthians Gaivotas Fiéis. A única torcida Gay do Brasil. Says:

    De um jeito ou de outro, o FluminenC estará na Serie A em 2014, pois pagou mto por isso

    Mesmo q o campeonato tenha 24 participantes

    Uma vergonha!!

    E, a covardia da Lusa é como ter assinado um atestado de culpa no episódio

    Claro….. se alguém comprou é pq teve alguém q vendeu a vaga do clube na 1ª divisão

    E, o MP-SP deveria investigar o ex-presidente da Lusa

    Gaivotaram a CBFlu

  9. Guilherme Oliveira Says:

    Se conseguirem efetivamente provar que houve maracutaia, devolver ou não os pontos torna-se uma questão menor. Já que acredito ser necessária uma punição bem mais rigorosa que essa para um caso desses.

  10. Felipe Furtado Says:

    Só faltou falar que o MP-SP não manda em porra nenhuma e que vai ter um julgamento. E não houve desrespeito ao Estatuto do Torcedor como bem disse o próprio relator da Lei, que inclusive criou também a Lei Pelé e o CBJD. Notícia essa que você “esqueceu” de comentar nas inúmeras postagens sobre o assunto.

  11. Daniel Cordeiro Says:

    Ao quite parece vão entrar com ação no dia 18 , o regulamento tem que sair dia 20 não dará tempo de cassar

  12. PEGA ESSA RECUADA!! MP-SP peita CBF e pode garantir Lusa na Série A Says:

    […] Blog do Paulinho […]

  13. Jesus Says:

    Quer dizer, a Portuguesa coloca um jogador sem condições legais de participar do jogo e a culpada é a CBF, Fluminense etc. É imoral o que estão fazendo para tentar justificar o não cumprimento das regras pela Lusa.

  14. Renato Mateus Silva Says:

    Não se sabe é o porque de ainda levarem a público essa coisa de ET valer mais que o STJD. É piada sua isso, né não Paulinho? Já mostraram que o ET fala é de outra coisa e não do que alegam dessa parada de publicar ou não a sentença. O lance do ET é para o torcedor ficar sabendo, não o clube. Cada um tinha representantes e inclusive o Sestário já provou pela relação de ligações telefônicas que ele avisou a Lusa. Para de defender o time da Lussa que aceitou na maior cara dura, o pedido da Globo para escalar o Heverton e salvar não só o Flamengo, mas o ano de Copa da Emissora.

  15. marcelo Says:

    Só que se o torcedor do Flu fosse honesto ia achar que o correto era o campeonato ser com 19 times… pois o time dele nem tinha como passar a Lusa.
    Essa mania de carioca querer sempre se dar bem é muito irritante…. e desonesto…

  16. John Says:

    Abaixo um link do site do principal grupo político do Fluminense, que tem 80 dos 150 conselheiros do clube. Prestem atenção na data:

    http://www.flusocio.com.br/em-nome-da-honra/

  17. Solano Star Says:

    Incrível como esse seu ranço Robin Hoodiano lhe cega … sim, pq inexpressivo e sem IBOPE como vc é, descarto a hipótese de alguem estar lhe pagando p/ deturpar informações, como suspeito ser o caso do Renato Mauricio Prado e outros.

    Pq vc omitiu esses trechos importantíssimos (pinçados de matéria publicada hj no site da ESPN) do depoimento do Promotor ???

    “Segundo o promotor de Defesa do Consumidor, Roberto Senise, a hipótese de a Lusa ter cometido um erro sem querer está praticamente descartada”

    “a promotoria estadual já tem pelo menos uma resposta: o time paulista sabia que não poderia ter colocado o meia em campo naquele dia.”

  18. rizzo SEP Says:

    Paulinho, vi um comentário uma vez em algum blog dizendo e PROVANDO que o fluminense tambem escalou jogador irregular. Era, se não me engano, a 5 ou 6 rodada do BR e um jogador foi expulso e escalado no jogo seguinte. A pessoa que fez o post colocou dois links do globoesporte com a linha do tempo da partida e mostrava o jogador recebendo o vermelho e no jogo seguinte entrando em campo substituindo outro jogador.
    Consegue averiguar isso? Vou tentar procurar também…

  19. rizzo SEP Says:

    Olha aqui Paulinho…

    esse link mostra a 5ª rodada, onde Rhayner foi expulso:

    http://esportes.terra.com.br/fluminense/com-um-a-menos-fluminense-vira-contra-goias-e-parte-em-busca-da-lideranca,bacbef991ea2f310VgnVCM3000009acceb0aRCRD.html

    e nesse link mostra a 6ª rodada, onde ele começou jogando e foi substituido por Biro Biro:

    http://esportes.terra.com.br/futebol/brasileiro-serie-a/botafogo-x-fluminense,9fde79b334bbf310VgnVCM20000099cceb0aRCRD.html

    E ai, como fica?

  20. rizzo SEP Says:

    já vi

    http://blogdopaulinho.wordpress.com/2013/12/12/jogador-do-fluminense-que-teria-jogado-irregular-contra-botafogo-ja-havia-cumprido-suspensao-contra-a-portuguesa/

  21. Beto - Grus Says:

    A questão é, porque mesmo ao que tudo indica a Direção da Portuguesa sabendo colocou um jogador sem condições de jogo???
    Não vale como resposta, incompetência, burrice.
    Quem pagou e quem recebeu, resposta que o MP-SP está apurando.
    Agora o torcedor tem todo o direito de não concordar com a venda da vaga e procurar seus direitos, nisso dou os parabéns aos poucos mas corajosos torcedores Lusos.

  22. luiz Says:

    Esse promotor só quer aparecer, a Lusa tem que ser rebaixada, descumpriu o regulamento que ela assinou.

  23. Luiz Says:

    Nuno Disse:
    janeiro 23, 2014 às 9:27 am

    Entraria no mesmo caso. Porém, após 60 dias, ele prescreve…

  24. Odilon Silva = RJ Says:

    Portuguesa na primeira divisão, o BRASIL carece disso, justiça. Futuramente vamos vê, um chamado grande club cometer erros gritantes, e jamais serão penalizados, se correrem o risco de rebaixamento. Jamais um chamado grande club, será penalizado com perda de quatro pontos, se esse chamado grande club, estiver correndo risco de rebaixamento. A Portuguesa sobreviveu dentro de campo, além do mais, para que serve o tal estatuto do torcedor. Na verdade, parece a lei do mais forte.

  25. Jesus Says:

    E os hipócritas vão continuar a defender um clube amador, e que ainda pode ter causado seu próprio rebaixamento por dinheiro? Até onde irão os defensores da ilegalidade?

    Virou caso de polícia. Ministério Público tem provas que a Portuguesa sabia que Héverton não poderia jogar. Há a certeza que alguém no Canindé o liberou para receber dinheiro. Mas mesmo assim, o MP exigirá na Justiça Comum o clube na Série A…

    Com todas as letras o Ministério Público de São Paulo garante.

    Alguém da direção da Portuguesa sabia que Héverton estava suspenso.

    Não poderia nem ter sido relacionado para a partida contra o Grêmio.

    Foi e entrou em campo por 14 minutos.

    O promotor Roberto Senise investiga o caso.

    Principalmente o período entre 6 e 10 de dezembro de 2013.

    E já tem uma certeza.

    Um e-mail chegou escritório do ex-presidente Manuel da Lupa.

    Detalhando a punição.

    Ou seja, ele ou quem lia seus e-mails sabia.

    Assim como outras pessoas.

    Até porque o MP apurou.

    O e-mail foi repassado para o departamento jurídico do clube.

    Heverton precisava ficar de fora da partida contra o Grêmio.

    Tinha mais um jogo de suspensão a cumprir.

    Sua presença poderia provocar o rebaixamento da Portuguesa.

    E salvar outro clube de tradição.

    Foi o que aconteceu.

    Graças ao ‘erro’ da Portuguesa, o STJD confirmou o Fluminense na A.

    O promotor também tem outra certeza.

    A que o advogado Osvaldo Sestário falou a verdade.

    Que realmente telefonou para a Portuguesa.

    E informou sobre a impossibilidade de Héverton atuar.

    Sestário é claro: garante saber muito bem com quem falou.

    “Foi com o ex-vice jurídico Valdir Rocha.”

    O Ministério Público investiga Valdir e Manuel da Lupa.

    E outras pessoas da antiga diretoria.

    Roberto Senise quer os seus sigilos bancários quebrados.

    Assim como os telefônicos.

    A desconfiança é que alguém levou vantagem econômica com a escalação.

    Ou seja: ganhou dinheiro para rebaixar juridicamente a Portuguesa.

    Os ex-dirigentes do clube estão incomunicáveis.

    Não atendem seus celulares.

    Não falam com outros membros de diretoria do clube.

    O presidente Ilídio Lico também se cala.

    Não se pronuncia mesmo com o promotor espalhando suas acusações.

    A Portuguesa passou de vítima para suspeita.

    Se ficar provado, será um escândalo.

    Com até a possibilidade de punições além das esportivas.

    Talvez até prisão.

    A acusação é gravíssima.

    O promotor Roberto Senise é conhecido por sua conduta firme no MP.

    A revolta já chega aos conselheiros e torcedores da Portuguesa.

    Eles querem logo a definição do promotor.

    Que ele identifique a pessoa ou as pessoas que ganharam esse dinheiro ilícito.

    E de quem.

Deixe uma resposta


%d blogueiros gostam disto: