Advertisements
Anúncios

Audax e Bragantino chamam a atenção num paulistinha sem nenhuma empolgação

vampeta

O início do paulistinha vem apresentando o que, de fato, se esperava de um torneio absolutamente desinteressante, com regulamento estapafúrdio, em que uma equipe pode se sagrar campeã sem vencer um jogo sequer, e ainda com maior número de derrotas do que empate: baixíssima média de público e futebol indigno de ser assistido.

Porém, dois clubes merecem atenção especial.

De toda a mesmice que se vê por ai, apesar das limitações financeiras, e de elenco, o Audax, do presidente Vampeta, vem apresentando uma maneira ousada de se portar dentro de campo, com toques de bola curtos, e alguma flexibilidade no posicionamento de jogadores.

Evidentemente, não é o Barcelona, mas procura se inspirar, corajosamente, na equipe espanhola.

A outra é o Bragantino, com estilo diferente, baseado no trabalho físico, elogiadíssimo por quem conhece do assunto nos bastidores do futebol.

Nenhuma equipe correu como o Braga no início do campeonato.

Seu preparador físico é Sandro Sargentim, profissional absolutamente qualificado e diferenciado no mercado, que estava no Corinthians e foi dispensado por razões políticas, para dar vaga ao filho adotivo de Joaquim Grava, Flavio Furlan, vulgo “monstrinho”.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: