Advertisements
Anúncios

Audax e Bragantino chamam a atenção num paulistinha sem nenhuma empolgação

vampeta

O início do paulistinha vem apresentando o que, de fato, se esperava de um torneio absolutamente desinteressante, com regulamento estapafúrdio, em que uma equipe pode se sagrar campeã sem vencer um jogo sequer, e ainda com maior número de derrotas do que empate: baixíssima média de público e futebol indigno de ser assistido.

Porém, dois clubes merecem atenção especial.

De toda a mesmice que se vê por ai, apesar das limitações financeiras, e de elenco, o Audax, do presidente Vampeta, vem apresentando uma maneira ousada de se portar dentro de campo, com toques de bola curtos, e alguma flexibilidade no posicionamento de jogadores.

Evidentemente, não é o Barcelona, mas procura se inspirar, corajosamente, na equipe espanhola.

A outra é o Bragantino, com estilo diferente, baseado no trabalho físico, elogiadíssimo por quem conhece do assunto nos bastidores do futebol.

Nenhuma equipe correu como o Braga no início do campeonato.

Seu preparador físico é Sandro Sargentim, profissional absolutamente qualificado e diferenciado no mercado, que estava no Corinthians e foi dispensado por razões políticas, para dar vaga ao filho adotivo de Joaquim Grava, Flavio Furlan, vulgo “monstrinho”.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: