Advertisements
Anúncios

MP-SC tem razão. Segurança em estádio não é tarefa da Polícia

torcida policia

Criou-se infundada polêmica de ataques ao MP-SC, após a confusão ocasionada por marginais que se dizem torcedores de Vasco da Gama e Atlético/PR, no último final de semana, em Joinville.

É absolutamente correta a decisão do MP de proibir policiamento dentro dos estádios, em eventos particulares, que devem ter sua segurança garantida por empresas privadas.

O que não é correto, e estimulou a violência, é permitir jogos de futebol sem a venda prévia de ingressos numerados, em setores demarcados de maneira aleatória, com a impressão do nome do comprador demarcada no bilhete.

Essa simples ação impediria a aglomeração da bandidagem.

Cabe a polícia fazer seu trabalho nas cercanias do espetáculo, em locais públicos, evitando intercorrências no “ir e vir” dos torcedores.

Os culpados pela tragédia de Joinville são facilmente identificáveis, e não se trata apenas dos lixos humanos travestidos de torcedores, mas, principalmente, a cartolagem, que, além de não fazer valer a Lei na venda de ingressos, os distribui, gratuitamente, além de subsidiar viagens, aos bandidos flagrados em atos violentos pela televisão.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: