Advertisements
Anúncios

MP-SC tem razão. Segurança em estádio não é tarefa da Polícia

torcida policia

Criou-se infundada polêmica de ataques ao MP-SC, após a confusão ocasionada por marginais que se dizem torcedores de Vasco da Gama e Atlético/PR, no último final de semana, em Joinville.

É absolutamente correta a decisão do MP de proibir policiamento dentro dos estádios, em eventos particulares, que devem ter sua segurança garantida por empresas privadas.

O que não é correto, e estimulou a violência, é permitir jogos de futebol sem a venda prévia de ingressos numerados, em setores demarcados de maneira aleatória, com a impressão do nome do comprador demarcada no bilhete.

Essa simples ação impediria a aglomeração da bandidagem.

Cabe a polícia fazer seu trabalho nas cercanias do espetáculo, em locais públicos, evitando intercorrências no “ir e vir” dos torcedores.

Os culpados pela tragédia de Joinville são facilmente identificáveis, e não se trata apenas dos lixos humanos travestidos de torcedores, mas, principalmente, a cartolagem, que, além de não fazer valer a Lei na venda de ingressos, os distribui, gratuitamente, além de subsidiar viagens, aos bandidos flagrados em atos violentos pela televisão.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: