Advertisements
Anúncios

Fundo que negocia “naming rights” do Corinthians tem entre seus membros a “nata” dos acusados por lavagem de dinheiro

franck-henoudaSTJ mantém ação de Lavagem de Dinheiro contra Kia Joorabchian e iraniano não pode mais entrar no Brasil

Os árabes não estão nem ai, mas o agente de jogadores Franck Henouda, ligado a ucranianos acusados de comandar organizações mafiosas, insiste em conversar com a Emirates Airlines para que a empresa aceite dar nome ao “Fielzão”.

Henouda representa um Fundo de negociadores que reúne a “nata” dos empresários de futebol que já foram – ou estão sendo – acusados de lavarem dinheiro, entre outros crimes, no mundo do futebol.

A proposta é R$ 400 milhões para o Corinthians, R$ 50 milhões para o Fundo, além de 10% sobre a intermediação.

Vale lembrar que o negócio teria que passar pelo aval Andres Sanches, indicado pela atual gestão alvinegra para tratar das coisas do estádio.

O que lhe garante total controle sobre as tratativas.

A atual situação é a seguinte: os árabes não querem o negócio, Henouda tem insistido, e, numa reunião – a única, segundo informações – valor e comissões foram amplamente descartados, mas o “grupo” de empresários aceita diminuir a pedida do Corinthians, não a parte que caberia ao Fundo.

Outra situação interessante no negócio é que, enquanto a parte do Timão poderia ser paga em “suaves” parcelas, que sequer atenderiam a demanda de juros existentes pelo atraso dos pagamentos à Odebrecht, os empresários exigem receber à vista as suas partes no acordo.

Desnecessário explicar as rezões pelas quais as conversas não evoluem, e porque, também, Andres Sanches demonstra tanto desanimo ao falar sobre o assunto, esperançoso que deve estar por sua fatia de pizza, na dependência total do desfecho cada vez mais complicado do negocio.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: