Por que “organizados” podem transitar de ônibus na Rodovia dos Imigrantes, em São Paulo ?

A Rodovia dos Imigrantes, uma das mais modernas do país, é a principal via de acesso para a Baixada Santista, em São Paulo.

Nela, o trafego de ônibus é frequentemente proibido, e desviado para a Rodovia Anchieta, utilizada também por caminhões e veículos mais pesados.

Porém, de maneira inexplicável, a regra não vale para as facções criminosas “organizadas”, que se travestem de torcedores, que, além de descerem a Serra de ônibus, pela Imigrantes, são escoltados pela Polícia em todo o trajeto.

Na ida e na volta.

Como explicar ?

Ninguém conseguiu, pelo menos na última sessão da Câmara dos Vereadores, em que o assunto foi abordado, em meio a discussões sobre como melhorar a segurança das estradas paulistas.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

16 Replies to “Por que “organizados” podem transitar de ônibus na Rodovia dos Imigrantes, em São Paulo ?”

  1. Vai ver q a polícia rodoviária permite o transporte de “cargas perigosas” por ali

  2. Paulinho, vc esqueceu que essas torcidas sao fontes de votos para esses vereadores canalhas?

  3. Vereadores discutindo segurança nas estradas? O turma de inúteis sem ter o que fazer, pois as estradas não pertencem à jurisdição municipal. Como tanto assunto importante na cidade, eles estão preocupados com o que não lhes pertence.
    E Paulinho só a título de informação, não que eu concorde, a utilização da Imigrantes para o transporte de torcedores por meio de comboio se deve ao fato de ser uma estrada mais segura, mais ampla e com possibilidade de rotas de apoio, diferente da Anchieta com seus perigosos ‘bairros cotas’, o que evita (ou ajuda em) possíveis emboscadas de outros torcedores e até dos próprios contra outros torcedores ou motoristas.

    Paulinho: Essa gente deveria ir pela estrada velha de Santos…. de preferencia, a pé

  4. Isso mesmo paulinho vamos desmascarar esses bandidos organizados,quero lhe convidar para irmos eu e vc lá filmar esse ato ilicito que vc relatou e denunciar (com filmagem e tudo)no ministerio publico.Topas?

  5. Paulinho, concordo com você. Mas deveriam ir a pé e com aquelas correntes presas pelos pés, uns aos outros.

  6. Paulinho, uma pequena correção. O trânsito de ônibus não é “frequentemente” proibido na Imigrantes. Ele é “completamente” proibido. Viajo diariamente no sistema Anchieta/Imigrantes, de ônibus, e sou forçado a conviver com centenas de caminhões enormes e cargas perigosas, sujeito a acidentes e imprudência de motoristas.
    Alberto, esses mesmos riscos de assaltos e emboscadas a que os “organizados” estariam sujeitos, sendo, por isso, protegidos pela Polícia Rodoviária, são os que ocorrem com os usuários “comuns” da Anchieta nos enormes congestionamentos causados pela incompetência da Ecovias e pela inércia da Polícia Militar.

  7. no brasil bandido é tratado como rei e as pessoas de bem como bandidos ou seja inversao de valores.

  8. Orlando, a história da polícia dizer que acompanha os organizados para protegê-los é apenas uma desculpa, pois o real objetivo da policia nessa operação é (tentar) NOS proteger deles e, principalmente, favorecer o trabalho deles, policiais, pois quanto mais rápido eles se livrarem desses marginais, menos trabalho e problemas eles terão.
    Quanto ao problema dos usuários comuns na Anchieta, lamento que isso só tende a piorar, como já foi objeto de alerta lá por parte de autoridades de segurança no fim lá dos anos 70 quando da criação dos tais bairros cota, pois hoje esses bairros crescem desenfreadamente a cada ano e servem de esconderijos para muitos criminosos. Se você viaja constantemente da baixada para SP pela Imigrantes verá no começo da subida da serra que de apenas dois ou três bairros cotas do passado hoje temos praticamente uma cidade encravada na encosta da serra do mar (e tem gente que diz ter medo dos morros do RJ).
    Enquanto isso, o Ministério Público de SP se preocupa com possíveis bloqueios irregulares de ruas na cidade, mas deixa um problema enorme como a ocupação irregular da serra do mar embaixo do tapete.

  9. O problema e o seguinte:
    Imaginem 15 ou 20 ônibus de TO. descendo a serra pela Anchieta em comboio, quantas paradas irão ser assaltadas, quantos carros de outros torcedores irão ser depredados ou roubados, basta lembrar que o transito estará parado e será difícil da policia deixar esta turma dentro do ônibus. Acho que não e privilegio mas sim segurança dos estarão na estrada neste dia. Quem já esteve no transito com ônibus das TO. sabe do que estou falando

  10. percebe q essse viadutos e estradas sao sempre em forma de buce.. tudo maçonico sao cara de pau e povo é cego nao percebe

  11. O Brasil é o país da inversão de valores. Tem gente justificando que bandido pode descer pela Imigrantes, por eles podem fazer baderna e prejudicar outros. Enquanto os trabalhadores de ônibus descem pela Anchieta sofrendo com todos os atrasos. Servimos o bandido e restringimos o trabalhador, porque temos preguiça de enquadrar o bandido e de servir o trabalhador. Veja, a Ecovias alega que é inseguro descer de ônibus pela Imigrantes. Oras, porque há exceções então? Prestem atenção, ninguém esta negando ou apoiando a descida de torcedores pela Imigrantes, o problema é outro. É a dona Ecovias a dona Artesp que são má gestores do sistema Anchieta-Imigrantes. Faz sentido construir uma estrada dita como “ultra-moderna” onde ônibus não podem descer? Só para carros? Mais uma inversão de valores.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.