Advertisements
Anúncios

Melancolia pós-presidência: dona de imóvel não consegue citar ex-presidente do Palmeiras para cobrar calote de aluguel

A triste realidade do Palmeiras: Mancha Verde manda Tirone desistir de Richarlysson

O ex-presidente do Palmeiras, Arnaldo Tirone, não consegue se desvencilhar de problemas ocasionados por sua própria incompetência, seja na vida pessoal, quanto no período em que infelicitou o clube com sua desastrosa gestão.

Vendido aos associados palestrinos como grande empresário, Tirone era um simples dono de lanchonete, que, por sinal, havia sido leiloada mais de uma dezena de vezes para quitar as mais diversas dívidas.

Não deu outra.

Sua tendência de realizar negócios ruins foi transferida ao Palmeiras, que, ainda por cima, caiu para a segunda divisão no curto período em que foi administrado pelo grupo tratado como “Os três Patetas”, encabeçado não apenas pelo ex-presidente, mas também por Roberto Frizzo – louco para voltar, e Piraci Oliveira.

Agora, sem o clube para ajudar no rendimento particular, a situação pessoal de Tirone ficou ainda mais desesperadora.

No final de 2012, a Sra. Laura Baptista Antonio Kutchukian, dona do imóvel em que estava instalada sua lanchonete, a Prato Principal Comercio de Alimentos Ltda., ingressou com ação de Despejo e Cobrança de Aluguel atrasado contra Tirone.

O calote, em números não corrigidos, atingia R$ 154,7 mil.

Despejar a empresa não foi difícil, mas o pagamento da pendência vai sobrar para os fiadores, já que os Oficiais de Justiça, após diversas tentativas, não conseguiram citar o ex-mandatário palestrino.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: