Advertisements
Anúncios

Reunião da ARENA ITAQUERA S/A decide que Corinthians terá que cobrir dívida de R$ 400 milhões até 26 de setembro

rosenbergcamisa

Dentre as dívidas assumidas, mas ainda não pagas, pelo Corinthians na construção do “Fielzão” estão os dois empréstimos “ponte” realizados pela ODEBRECHT e supostamente utilizados na execução da obra.

R$ 100 milhões e R$ 150 milhões, com Santander e Banco do Brasil.

Acrescidos a estes valores estão mais R$ 120 milhões referentes a duas multas de R$ 60 milhões pelo fato do Corinthians não ter honrado clausula contratual que dava prazo ao clube de cobrir o montante emprestado em até 30 dias.

Um total de R$ 370 milhões que, com o acréscimo de juros e correções ultrapassam os R$ 400 milhões.

O prazo máximo para o Corinthians quitar a pendência, sob pena das obras serem paralisadas, findava em 31 de agosto, último, razão pela qual o clube solicitou adiamento, contando, claro, com a entrada do dinheiro do BNDES.

Ou seja, se o empréstimo saísse, o discurso de que metade dos custos da obra estaria garantido cai por terra, com os valores sendo utilizados apenas para quitar um percentual mínimo do empreendimento.

Para piorar a situação, o empréstimo do BNDES parece ter subido no telhado, e a nova data de pagamento, 26 de setembro, definida em Assembleia Geral Extraordinária da Arena Itaquera S/A, do último dia 31 de julho, está há duas semanas de ser findada.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: