Advertisements
Anúncios

Flamengo e Ponte Preta batem palmas para Marin e Del Nero

Num evento marcado pela hipocrisia, bajulação e imoralidade, políticos, cartolas e até “arapongadas”, no bar do Alemão, de propriedade do não menos indecente Celso Russomano, da IURD, não se furtaram a saudar os líderes da CBF como se fossem os “salvadores” do futebol nacional.

Até Ricardo Teixeira, que nem lá estava, foi tratado como pessoa de bem.

Agnelo Queiroz tentou ser “emocionante”: “A ordem do mérito é para pessoas dignas da gratidão de Brasília. E esses dois prestaram notáveis serviços ao Brasil e a Brasília”, falando não de Jesus Cristo e Gandhi, mas de Marin e Del Nero.

Segundo diz ainda a matéria da FOLHA, mesmo convidados, os presidente de clube evitaram comparecer.

Porém, dois deles, Eduardo Bandeira de Mello, pelo Flamengo, e Marcio Della Volpe, da Ponte Preta, trataram de envergonhar seus torcedores e associados com a presença no evento.

Porém, a cena em que todos pensaram, não puderam falar, mas certamente sorriram por dentro e se entreolharam foi a declaração de amor feita por Marco Polo Del Nero a sua “namoradinha”, Carolina Galan, certamente a mais “esperta” entre os presentes:

“Obrigado por vivermos há três anos juntos”.

Sinal de que nada foi constatado pelo “araponga” que o próprio dirigente contratou para persegui-la, ou de perdão por algum eventual deslize.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: