Advertisements

Até quando Andres Sanches seguirá, sem punição, mentindo para o Conselho e o torcedor do Corinthians

Na última segunda-feira (12), o presidente do Corinthians, Andres Sanches, ousou, em reunião do Conselho, mentir para mais de uma centena de pessoas ao dizer que havia fechado acordo com a Odebrecht, ‘reduzindo’ a dívida do clube com a construtora para, no máximo, R$ 160 milhões.

Assim que o assunto tomou as mídias sociais e a imprensa, a lorota passou a ser tratada como verdade por milhões de pessoas.

Sempre bem informado, o leitor do Blog do Paulinho recebeu, no dia seguinte, o choque de realidade, que pode ser assim sintetizado:

Redução de dívida do Corinthians com a Odebrecht é obra de ficção com atores canastrões

  • a dívida principal com a Odebrecht (pouco mais de R$ 300 milhões) foi quitada com o repasse de CIDs;
  • a Odebrecht deve outros R$ 300 milhões ao Corinthians em obras não realizadas ou, quando efetivadas, construídas em desacordo com o previsto em contrato;
  • o Corinthians, apesar disso, nunca acionou a construtora na justiça para fazer valer seu direito, foro que, através de perícia, constaria as irregularidades;
  • o que levaria um clube que, nos últimos doze anos, tem pagado todas as suas pendências relevantes somente após acionado em processo – as vezes nem assim, a quitar com tamanha rapidez valores que, aparentemente, não mais devia (por conta das irregularidades nas obras) e pelo qual tinha ainda mais alguns anos de prazo para honrar parceladamente ?
  • se Sanches estivesse falando a verdade, sobre o acordo com a Odebrecht, porque o Corinthians teria ainda que pagar mais R$ 160 milhões além dos valores quitados com os CIDs ?
  • faz cinco anos que o Timão destina 100% de sua arrecadação no estádio de Itaquera para o Arena Fundo, que tem a obrigação de quitar a dívida com a Odebrecht e a pendência com a CAIXA/BNDES. Segundo Andres, além de seguir devendo à construtora, a dívida com os bancos subiu de patamar, para R$ 460 milhões. Onde foi utilizado o dinheiro ?
  • a Odebrecht diz que o clube deve outros R$ 300 milhões em empréstimos ‘pontes’ tomados para erguer setores provisórios do estádio durante a Copa do Mundo, mas nunca apresentou, devidamente, o extrato dessa fatura. Ainda assim, diante do que já foi pago ao longo dos anos e das obras inacabadas, faltaria ainda alguma coisa ?

Todas essas questões serviriam para, se, verdadeiramente, o Corinthians tivesse selado acordo com a Odebrecht.

Porém, ontem (14) a construtora tratou de, em Nota Oficial, desmentir qualquer acerto.

O que falta para o Conselho Deliberativo do Timão, tratado como público de circo (mais uma vez aplaudiu o palhaço), cobrar respeito e punir aquele que, sistematicamente, mente em assuntos de tamanha relevância ?

Vale lembrar que, na reunião que definiu a construção do estádio, Sanches afirmou, ao lado do escudeiro Rosenberg, que o custo da obra não seria bancado pelo clube.

Triste também a situação do torcedor alvinegro, alguns poucos que ainda insistem em dar credibilidade ao presidente, que vibrou com a ‘boa nova’ como se fosse um título, nas mídias sociais, e agora terá que correr para apagar todas as postagens.

Sem acordo real com a Odebrecht e, conforme soubemos ontem, no aguardo de mais uma renegociação da dívida com o BNDES (por conta da recuperação judicial da construtora), o Corinthians seguirá, por longos anos, sem poder embolsar um centavo sequer do arrecadado na Arena, com o agravante de conselheiros, associados e torcedores não possuírem, há cinco anos, uma única comprovação sequer do que vem sendo feito com o dinheiro.

A única planilha de custos que se tornou pública, desde então, foi a do setor estruturado da Odebrecht, que indicou pagamentos de propinas a dirigentes do clube, para que trabalhassem pelos interesses da fornecedora.

Pelo que se viu na última reunião dos conselheiros do Timão, ao menos esse acordo Andres Sanches parece estar cumprindo regularmente.

Advertisements

Facebook Comments

5 comentários em “Até quando Andres Sanches seguirá, sem punição, mentindo para o Conselho e o torcedor do Corinthians”

  1. si o Corinthians deve 300 milhóés para Odebrecht mais Odebrecht deve 300 milhões em obras não realizadas estão fica elas por elas eu vi que cids estão valendo 556 milhões o Corinthians deve para caixa 470 milhões já pagando 150 milhões estão porque nâo pegar o cids pagar a caixa ainda sobra 86 milhóes

  2. Como assim o estádio tem 300 milhões em obras inacabadas. Tô vendo o estádio lá, bonitinho e funcionando sem problemas.

  3. é o que diz o relatório da empresa que Corinthians mandou contratar 150 milhões em obras que Odebrecht não fez com mais 60 milhões que fez mal feitas ainda costa no contrato uma multa de 22 milhões em caso de atraso na obra o Corinthians calculou ainda 100 milhões de prejuízo como estacionamento não estava pronto nem camarote restaurante tudo isso o Corinthians deixou de fatura 100 milhões por isso os 300 milhões do relatório.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: