Advertisements

Brasil vence a França após vinte e um anos

A Seleção Brasileira venceu a França, por três a zero, no triste gramado da Arena do Grêmio, interrompendo um período com mais de vinte e um anos de insucessos contra o adversário.

Gols de Oscar, que jogou bem, Hernanes, em homenagem a Mano Menezes, que o afastou do grupo após uma expulsão contra o mesmo adversário e Lucas, de pênalti.

Neymar, novamente, teve atuação discreta.

O primeiro tempo começou com o goleiro francês querendo fazer graça, aos 37 segundos, e Neymar quase se aproveitando para fazer o gol, dando boa impressão ao torcedor brasileiro.

Ledo engano.

A França se portou melhor, tocando melhor a bola, contra um Brasil que demonstrava claramente, até em jogadas ríspidas, seu nervosismo.

David Luiz chegou até a levar amarelo.

Gullavogui, aos 19 minutos, quase marcou de cabeça após cruzamento pela direita.

O jogo caiu um pouco após os 30 minutos, e só levou razoável emoção ao torcedor em duas tentativas da Seleção Brasileira, com Fred, aos 42 minutos, de cabeça, e Neymar, dois minutos depois, se jogando de carrinho em cruzamento rasteiro de Marcelo.

A Seleção Brasileira voltou um pouco melhor do meio para frente da etapa final e, logo aos 8 minutos, Luis Gustavo tomou a bola no meio-campo, aparentemente com falta, que sobrou para Fred na esquerda cruzar e Oscar, com categoria, abrir o marcador.

Dois minutos depois, o mesmo Oscar tentou de letra após cruzamento de Hulk, e a bola saiu à direita.

A França demonstrava algum cansaço e assustou apenas aos 14 minutos, quando David Luiz tentou cortar cruzamento e quase marcou contra, motivando ótima defesa de Julio Cesar.

Aos 19 minutos, Felipão tentando fechar um pouco mais a defesa, colocou Fernando no lugar de Oscar e Lucas no do sempre esforçado Hulk.

Um minuto depois, Fred quase marcou dentro da área, mas Lloris defendeu bem.

Jô substituiu o artilheiro do Fluminense, aos 25 minutos, que ainda se recupera de contusão.

Hernanes no de Luis Gustavo, aos 35.

E foi dele o segundo gol, batendo de primeira na entrada da área, após boa trama do Brasil no contra-ataque, ao 39 minutos.

Deu tempo ainda para Dante entrar no lugar de Paulinho e Bernard na vaga de Neymar.

E para Marcelo realizar grande jogada, aos 46 minutos, e ser derrubado dentro da área, em penalidade convertida por Lucas, com enorme categoria.

No final, a vitória serviu para dar um pouco mais de confiança a uma Seleção Brasileira que, pela primeira vez em sua história, disputará uma competição importante da FIFA sem grandes perspectivas de vitória.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: