Advertisements
Anúncios

A gestão de pessoas no Santos: e Muricy foi mandado embora por telefone

muricyramalho

Por JOSE RENATO SATIRO SANTIAGO

Pois é.

Não tem jeito, por mais que se venda o profissionalismo no futebol, as atitudes de alguns dirigentes acabam por explicitar a sua plena ausência.

Na última sexta-feira, o Santos decidiu pela demissão do técnico Muricy Ramalho.

Certamente os dirigentes alvinegros têm todo o direito de tomar tal atitude.

Durante o período que lá esteve Muricy desenvolveu um bom trabalho que resultou muitas conquistas para a equipe santista.

Teve sua dose de responsabilidade nas conquistas.

Assim como tiveram todos os jogadores e demais funcionários do Santos.

Gostaria de repetir, os dirigentes santistas têm total direito de decidir pela demissão de seu funcionário.

Independentemente do motivo que tenha provocado tal ato.

No entanto, a questão é o como?

E isto faz toda a diferença.

Uma vez confirmado o ato que a demissão do técnico ocorreu por telefone, cabe considerar algumas coisas.

A maior está relacionada com o total falta de respeito a um funcionário.

Injustificável.

Irresponsável.

Mais do que amadora, tal tipo de atitude permite abrir uma discussão.

Se um técnico consagrado como Muricy teve este tipo de tratamento, imaginem outros funcionários e jogadores.

Será que mandam uma carta?

Um telegrama?

Ou, ao menos, até mesmo um sinal de fumaça?

Não quero nem imaginar o que deve acontecer com os inúmeros jovens que acabam sendo submetidos de forma similar a este tipo de constrangimento, que pode se chamar, até mesmo de violência.

Mas o pior de tudo é que muito possivelmente este tipo de atitude não é exclusividade de apenas um clube.

Infelizmente trata-se de uma prática comum do meio do futebol.

Que infelizmente, por estas e muitos outras, ainda sofre pela falta de profissionalismo.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

15 comentários sobre “A gestão de pessoas no Santos: e Muricy foi mandado embora por telefone

  1. Não é novidade, essas atitudes desses Fanfarrões, tipo LAOR, que fala manso, agrada a imprensa, mas é igual aos outros. O que ele fez com a permanência do Neymar, foi um Roubo aos cofres do Santos. E agora, em nome do corte de despesas, manda embora o Muricy. Estranho né? Afinal o Santos deverá pagar um alta multa por quebra de Contrato, além de gastar pra contratar um novo treinador. Que economia é essa? O LAOR deve ter feito um intensivo com o Belluzo, que fez e desfez no Porco.
    Outro ponto, é triste ver o que a mídia faz pelo Neymar, que precisar suar muito, pra ser o que imaginam que é.
    Um título da Copa do Brasil, 3 Paulista e uma libertadores, é muito pouco para um “gênio”. O timão conquistou coisas mais importantes, sem ter um gênio no elenco.
    Agora Santos, e Neymar, vão ter que explicar, o pagamento antecipado. Acordo que prejudicou muito o santos, haja vista que esse papo de amor ao barça, já estava pago, e a Grana do Real, era maior para o clube.

  2. Ele também não respeitou o Santos ao toda hora em entrevistas reclamar de falta de jogadores (como se fosse técnico da seleção brasileira), que se fosse demitido tinha mercado. Falta de respeito com falta de respeito se paga…

  3. a ponte da baixada (by FIFA no mundial) do “gestor moderno”, só não vai jogar contra a bugrinada na SEGUNDINHA, por quê o guarani da capital estará dando um rolê na TERCEIRONA.

  4. E o Muricy respeita alguém por acaso?? Não chega seus R$ 700mil mensais, moradia num hotel 5 Estrelas, comida farta e ainda querem um visitinha para mandar embora?? Ahhh, quanta hipocrisia…!!! Se preocupa com situações mais importantes Paulinho.

  5. O que seria BI CONSECUTIVO?

    PODERIA TENTAR EXPLICAR ?

    Se for da Libertadores , o SANTOS É !
    SE for MUNDIAL, o SANTOS É !
    Se for Paulista , putz…O SANTOS É !

    se for brasileiro , o SANTOS É !

    TSC TSC TSC…coitado…deve torcer para o small ou para a penapolense do morumbiba…

  6. OK, o clube deveria ter sido mais “solidário” com o profissional, mas e quando os profissionais negociam com outros clubes sem avisar ao atual empregador? O próprio Muricy estava no Fluminense e já negociava seu contrato com o Santos (basta procurar nas reportagens da época para encontrar estas informações). A falta de profissionalismo atinge os dois lados.

  7. Esses sonhadores são engraçados..Sátiro, Alberto Murray..continuem a sonhar no mundo de vcs..e a sonhar que o PT vai sair do poder.

  8. Bem feito para esse técnico mau caráter…é um vencedor sim mas depois do que ele fez no Fluminense merecia ser tratado dessa forma. Saiu falando um monte de besteiras das Laranjeiras e foi para o Santos alegando que lá tinha a “estrutura”. O mundo dá muitas voltas!

  9. Paulinho, admiro seu trabalho, mas o vice-presidente do Santos ligou para Muricy para marcar uma reunião. Muricy, talvez sentindo a “corda no pescoço”, alegou que tinha compromissos e não seria possível. Querendo saber do assunto, Odílio, corretamente, avisou sobre sua dispensa. Muricy, agiu com calma, conversou pouco e afirmou que iria até o CT para se despedir de todos.Era mais que sabido por todos que os dias de Muricy estavam contados,,,a imprensa e torcida já especulava….ele estava ciente da situação.
    Esta estória de que aqui é trabalho está longe do atual Muricy….e o Santos precisava agir rapidamente, pois havia o jogo contra o Grêmio na Vila….ele iria só fazer um rachão na véspera do jogo

  10. Pois a maneira que o Muricy saiu do Fluminense foi um exemplo de profissionalismo nao êh verdade? Apenas no meio da Libertadores… Péssimo treinador. Nao consegue formar um time com Cícero, Arouca, Montillo, Neymar…

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: