Advertisements
Anúncios

Caso Rafael Ilha – São Paulo tem direito de não aceita-lo como associado

O ex-cantor Rafael Ilha vem recorrendo à mídia para expor publicamente sua insatisfação com o fato do São Paulo não aceita-lo como associado do clube.

Embora pareça mais preocupado em ganhar projeção com o fato do que propriamente em frequentar o clube.

As razões do Tricolor para a negativa, embora não divulgadas publicamente, são absolutamente coerentes.

Ilha não é apenas um ex-viciado (se é que é “ex”) como tenta passar para a opinião pública, mas participou de diversas ações criminosa em sua vida, entre elas uma das mais abomináveis, o sequestro.

Seu comportamento nunca foi coerente com o discurso de “coitadinho”, até porque está bem longe de sê-lo.

Seria ruim se o motivo da recusa do clube ao ex-cantor fosse motivado apenas pela sua condição de ex(?)-drogado, até porque o que não deve faltar entre os associados tricolores é gente nessa mesma condição, assim como em toda a sociedade.

Porém, é plenamente justificável que o São Paulo se recuse a ter entre seus associados alguém com tanta ligação com a criminalidade.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: