Advertisements
Anúncios

Messi e seu amor pelo futebol

messi-4_getty_407

O genial Lionel Messi não foi o primeiro grande jogador a iniciar partidas do banco de reservas após estar consagrado para o futebol.

Já aconteceu algumas vezes, mundo afora, seja pelo motivo de contusão – o do argentino, má-fase técnica ou até opção tática de um ou outro treinador.

Porém, são raras as vezes que se vê tamanha demonstração de vontade, angustia e desejo de estar em campo quanto ontem, no Camp Nou.

A cada vez que era flagrado pelas câmeras, Messi demonstrava sua angustia em olhares, roídas de unhas e no silêncio que gritava mais alto do que todas as 98 mil vozes presentes no estádio.

O gênio desejava, como se sua vida dependesse disso, estar no gramado, ajudar seu amado Barcelona, e fazer o que mais sabe e gosta, que é jogar futebol.

Um espírito de jogador varzeano incrustado naquele que é dos mais perfeitos exemplos de excelência no esporte que já pisaram nesse planeta.

Nada, realmente, acontece por acaso.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: