Chelsea dá show e enfrentará Corinthians na final do Mundial

Numa exibição para não deixar dúvidas, o Chelsea venceu com facilidade a boa equipe do Monterrey, por três a um, e disputará a final do Mundial de Clubes com o Corinthians.

Os ingleses começaram a primeira etapa a todo vapor, com rápidas trocas de passes, quase sem deixar os mexicanos tocarem na bola.

Destaque para David Luiz, o melhor da equipe, jogando, surpreendentemente, no meio de campo.

E foi dele, aos 3 minutos, o primeiro grande lance de perigo ao receber bola de Oscar e arriscar da intermediária, com a bola passando perto do gol adversário.

Dois minutos depois, impossível, David Luiz deixou Hazard de frente para a meta, que bateu cruzado, à esquerda do goleiro mexicano.

Aos 12 minutos, foi a vez de Meza bobear e Oscar, de carrinho, quase marcar.

Depois de tanto pressionar, aos 17 minutos, Oscar fez grande jogada pela esquerda, serviu de calcanhar a Cole que cruzou rasteiro para Mata dominar e, com categoria, abrir o marcador.

Daí por diante, os ingleses, com o placar favorável passaram a se poupar no gramado, sem sofrer grandes riscos.

A única jogada digna de nota do Monterrey ocorreu aos 27 minutos, quando Peter Chech saiu mal do gol num cruzamento e De Nigris, antecipando-se de cabeça, quase marcou.

O Chelsea voltou para a segunda etapa disposto a impedir qualquer surpresa e logo aos 17 segundos, Hazard escapou pela esquerda e cruzou para Fernando Torres ampliar o marcador.

O terceiro não tardou a acontecer, aos 2 minutos, quando Torres cruzou para Mata, que tentou servir a Oscar, mas o zagueiro Chaves, na ânsia de cortar, colocou contra a própria rede.

Dois minutos depois, David Luiz arriscou para grande defesa de Orosco.

Um verdadeiro massacre.

Assustado, o Monterrey tentou reagir, e, aos 9 minutos, Chech fez grande defesa em lance com De Nigris.

Com a facilidade evidente no gramado, os ingleses colocaram Lampard em campo, que se recupera de contusão, e passaram a tocar a bola, administrando o marcador.

Tivessem forçado um pouco mais e certamente teriam aplicado uma histórica goleada, tamanha a diferença de nível das equipes.

Os mexicanos, valentes, até buscavam realizar algumas jogadas ofensivas, mas paravam na ótima formação defensiva do Chelsea.

Conseguiram, apenas no final, através de De Nigris, fazer o justo gol de honra que premiou, ao menos, a força de vontade dos atletas do Monterrey.

Após o apito final, confirmou-se, então, a tão esperada final do Mundial de Clubes da FIFA em 2012, entre Corinthians e Chelsea, numa partida que promete ser das mais equilibradas.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.