Marcos Valério denunciou jornalistas que receberam dinheiro do PT

Um assunto que sempre se torna tabu para boa parte da imprensa é o grande número de profissionais que vendem opiniões.

Verdadeiros criminosos da palavra.

Não podemos esquecer que, em 2004, Marcos Valério denunciou, em seu primeiro depoimento sobre o Mensalão, alguns jornalistas que recebiam dinheiro do PT para beneficiar seus integrantes.

Os nomes, quase todos, foram ocultados pela grande mídia.

Menos um.

Trata-se do apresentador Ratinho, do SBT, que teria recebido R$ 5 milhões para fazer comentários e matérias “agradáveis” com o presidente Lula.

O intermediário do pagamento, por “coincidência”, é o mesmo citado recentemente por Valério à Procuradoria da República, ex-assessor direto do Chefe do Mensalão.

Quem se lembra do ocorrido, sabe que Ratinho chegou até a fazer churrasco com Lula no ar, reprisando diariamente trechos da conversa em seu programa.

É o momento, se realmente as investigações forem aprofundadas, de retomar o assunto, expondo ao público àqueles que tanto enganam a população brasileira.

Tenho certeza que teremos não apenas surpresas, mas também comprovações de gente graúda da imprensa, que há anos vive às custas de esconder a corrupção política de bandidos que frequentam não apenas a sala da presidência, mas também outros setores do legislativo nacional.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.