Diretor de futebol do Corinthians está com bens bloqueados pela Receita Federal

No dia 28 de julho de 2010, Duílio Monteiro Alves, vulgo “Duílio do Bingo”, teve seus bens bloqueados pela Receita Federal após investigação sobre o “Bingo Circus”, de propriedade de sua família.

Já havia, anteriormente, sido indiciado por diversos crimes, entre eles formação de quadrilha, compra de sentença de juízes, etc.

Foi este o motivo de, poucos meses depois, em dezembro do mesmo ano, Andres Sanches, ainda presidente, tê-lo nomeado para o departamento de futebol.

Era a maneira encontrada para que Duílio pudesse recuperar, através de “acertos”, todo o prejuízo acumulado com a ação judicial.

Além disso, Sanches amarraria politicamente, com sucesso, o rabo de toda a família dos Monteiros Alves, que passaram não apenas a votar com seus comparsas, como também a realizar campanha fervorosa pela permanecia de seu grupo no poder.

O tempo passou, o bloqueio permaneceu e Duílio, com a ajuda de seus facilitadores, continua pagando suas despesas com negócios realizados dentro do Corinthians.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.