Russomano mente até nos gastos de campanha

Espantou-me, o que não parece ser inocência da imprensa, a publicação sem questionamentos de que as campanhas de Fernando Haddad (PT) e José Serra (PSDB), teriam gasto muito mais do que a de Celso Russomano (IURD), segundo dados Justiça Eleitoral.

Evidente que não é verdade.

Russomano declarou despesas de R$ 1,3 milhão até o momento, valor absolutamente irreal, e que sequer conseguiria eleger um vereador em São Paulo.

Enquanto isso, Haddad, com R$ 16,5 milhões e Serra, com R$ 8,4 milhões, apresentam, sem dúvida, valores bem próximos da realidade.

Basta observar na cidade, não apenas a paridade nos materiais de campanha dos três candidatos, mas também na produção dos programas de televisão, para constatar que até nisso Russomano não encontra dificuldades em mentir.

Embora seja compreensível a dificuldade encontrada de explicar na Justiça a origem de boa parte de seus recursos, segundo dizem, oriundos de reuniões nas salas da IURD, e que sequer passam por instituições bancárias.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.