Advertisements

‘Jack’, que Aidar levou ao São Paulo, embolsou R$ 49 milhões do Governo da Bahia no ‘golpe dos respiradores’

O Governo da Bahia acaba de ser vítima de um golpe milionário na tentativa de comprar mais de seiscentos respiradores de uma empresa chinesa.

R$ 49 milhões foram pagos adiantados, com o restante, aproximadamente R$ 11 milhões, combinados para quitação após a entrega do material.

O contrato, inicialmente, previa 100% do pagamento após o recebimento, porém, o intermediário do negócio pressionou os baianos, garantindo que os chineses somente liberariam os aparelhos mediante dinheiro antecipado.

Diante da urgência por conta do coronavírus, o Governo adiantou 80% da quantia.

Essa é, pelo menos, a versão oficial.

A empresa que intermediou a operação, a Ocean 26, sediada na Califórnia, sabe-se agora, nunca existiu de fato, apenas em documentos.

O responsável, Jack Banafsheha, apresentando-se como CEO, é o mesmo que o então presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, levou ao clube, através da fajuta Far East Global, sediada em Hong Kong, que recebeu R$ 18 milhões de comissão do acordo com a Under Armour.

Desde então o suposto ‘laranja’ estava sumido, até aparecer na Bahia para aplicação de novo golpe, desta vez ainda mais grave, envolvendo a saúde de milhares de pessoas, impedidas, por sua ação, de utilizarem-se de recursos primordiais para a sobrevivência.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: