Kassab terá que liberar dinheiro antes do prazo para não paralisar obras do “Fielzão”

Com a negativa, até o momento, do BNDES de emprestar dinheiro ao Corinthians, devido à falta de garantias de pagamento, dirigentes do clube estão correndo contra o tempo para evitar a paralisação das obras do “Fielzão”.

O prazo para conseguir nova injeção de dinheiro, dado pelo fundo que administra as obras da Arena, é de dois meses.

Ou seja, se até outubro não entrar dinheiro, as obras param, e o prazo para a abertura do Mundial pode ficar comprometido.

DO BNDES, pouco se espera, até porque, em conseguindo a liberação, o dinheiro só daria as caras do Parque São Jorge, pelos trâmites normais, em 2013.

Por isso a alternativa foi procurar a Prefeitura.

Tenta-se uma liberação, antes do prazo, dos “incentivos” que Gilberto Kassab “gentilmente” prometeu ao Corinthians.

Somente desta maneira o empreendimento prosseguirá, evitando assim um vexame de pá, evitando assim um vexame de proporções históricas na vida do clube.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.