O triste palco da premiação

Já se passaram alguns dias, mas ainda dá tempo de comentar sobre as “ilustres” presenças no palanque de entrega de prêmios da Libertadores da América.

Além do “Sir” Nicholas Leoz, estavam José Maria Marin, Marco Polo Del Nero e o deputado amigo dos integrantes da Máfia Russa, Vicente Cândido (PT).

Só gente de “bens”.

Com esse triste exemplo, fica difícil esperar, a curto prazo, que o futebol brasileiro e sul-americano possam ter qualquer tipo de evolução administrativa nas próximas décadas.

É daí para pior, infelizmente.

Cabe a todos nós tentar fiscalizar as irregularidades, que fatalmente continuarão a ser cometidas, e tentar, com denuncias e relatos, abreviar o sofrimento do esporte mais popular do mundo.

Em tempo: Não se viu, pelo menos nesta ocasião, medalhas sendo embolsadas por dirigentes.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.