Advertisements

Carta a um sobrinho corinthiano

Por JOSE RENATO SATIRO SANTIAGO

Meu querido sobrinho, Felipe.

Sua mãe, minha irmã, é testemunha sobre o quanto a sua chegada foi desejada.

Em 1995, quando ela engravidou pela primeira vez, ganhei de presente ser padrinho de sua irmã, Mariana.

Uma grande alegria e orgulho para mim.

Em 1999, quando sua mãe nos avisou que o meu primeiro sobrinho viria ao mundo, vibrei !!!

Mesmo assumindo, apenas, o papel de tio, me satisfez muito saber que passaria a ter um novo amigo para ir comigo aos jogos do meu tricolor.

Olha que tentei.

Seu primeiro jogo no estádio foi um São Paulo x Juventus no Morumbi.

Escolha estratégica, adversário supostamente tranquilo, tudo convidativo para fazer alguém se tornar são paulino.

Bem, só não avisaram isso ao Juventus que venceu por 1 a 0 naquele dia.

Não foi problema, você era tão pequeno que nem notou a derrota do São Paulo.

Ainda assim, fui tentando de trazer para o meu lado rs rs.

Em uma partida do São Paulo x Rio Claro, conseguiu que você, juntamente com seu irmão, Marcos, entrassem junto com a equipe tricolor, ao lado de Ceni.

Desta vez, vitória tricolor, para mim, o jogo estava ganho.

Ledo engano…

Em 2007, o Corinthians estava muito mal no campeonato brasileiro e acabou rebaixado.

Novamente, achei que estava resolvida esta questão, ainda mais porque o São Paulo tinha sido campeão.

Mas naquele dia, o do rebaixamento, a primeira coisa que você fez foi: vestir a camisa do Corinthians e ficou com ela a semana inteira.

Realmente, o jogo estava ganho, você seria corintiano.

Aliás, foi com você que aprendi a respeitar efetivamente os torcedores rivais.

Não que eu fosse desses torcedores que saem ofendendo os rivais, mas achava, até então, impossível ter um corintiano na minha família (lembrando que cunhado, seu pai, não é parente rs).

Minha torcida contrária ao Corinthians continuou, mas certamente sem a mesma força de antes, graças a você.

Não conseguia realmente torcer de forma contrária da mesma maneira.

Esta Libertadores, torci a favor do Vasco, a favor do Santos e até mesmo a favor do Boca…

Mas, capitulei…

Acompanhei a sua aflição…

Acompanhei a sua alegria…

E mais, é difícil deixar de admitir que a atual equipe corintiana é realmente merecedora da conquista da Libertadores deste ano.

Sendo assim, não irei torcer a favor do seu time, mas sim que você fique feliz com o resultado.

Pois independente do resultado, para você, o Corinthians é sempre Corinthians e isto é o suficiente!

Um grande abraço de seu tio tricolor desde sempre.

José Renato

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: