Advertisements

Ligações suspeitas: Ministro do TST e Delegado do “caso Bruno” são testemunhas de defesa do sócio de V(W)anderlei(y) Luxemburgo

Ângelo Pimentel entra no Fórum de Goiânia

Documento publicado logo abaixo comprova que o empresário de futebol, Angelo Pimentel, sócio do treinador V(W)anderlei(y) Luxemburgo, tem ligações, no mínimo, suspeitas com representantes do Estado.

No processo em que é acusado, com número farto de provas, entre gravações e documentos, não apenas de prejudicar os jogadores agenciados pela dupla, mas também de ameaçar de morte o empresário José Roberto Pereira, que hoje cuida do palmeirense Maikon Leite, três testemunhas foram arroladas para sua defesa.

Duas delas surpreendentes.

O Ministro do TST, Carlos Alberto Reis de Paula e o Delegado de Policia, Edson Moreira da Silva, que cuida do caso do ex-goleiro Bruno.

Ligações no mínimo inadequadas para dois profissionais que deveriam lutar pela Justiça, não estar ao lado de pessoas com histórico tão complicado.

Vale lembrar que Pimentel, recentemente, teve pedido de cassação de seus direitos como empresário FIFA exigido por auditores da CBF, tamanho o número de irregularidades cometidas em suas transações.

Fato que deve, também, ser julgado nos próximos meses.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: