Advertisements

Sabem como Eduardo Paes virou Prefeito do Rio?

Por ALBERTO MURRAY NETO

www.ESPN.com.br/albedrtomurrayneto

Vocês se lembram da CPI dos Correios? Quem não lembra, antes de ler esse post, vá ao Google e ao Youtube.

Pois bem. A certa altura, no curso daquela CPI, os joelhos da máquina governistas começaram a dobrar fortemente.

Os próceres da República estavam acuados, nas cordas. Diariamente surgiam nomes de empresas fantasmas constituídas em Paraísos Fiscais e contas correntes que movimentavam grandes quantias de dinheiro de um lado para o outro.

Como a enorme maioria dos Congressistas é composta por gente ignorante, despreparada, a oposição não sabia o que fazer com tanta informação.

Ficava perdida no meio da papelada, das procurações e mal sabiam pronunciar os nomes das empresas e dos países em que elas eram constituídas. A oposição recebia a munição e não sabia como usá-la, por absoluta falta de competência.

Nesse contexto, havia um ativo Deputado Federal pelo PSDB do Rio, chamado Eduardo Paes que, aproveitando-se da ignorância jurídica daquela plêiade, passou a ser figura fundamental para desatar os nós do emaranhado de papéis comprometedores que pipocavam a cada instante.

Antes de ser político profissional, Eduardo Paes foi um competente advogado militante em um renomado escritório de advocacia do Rio. O Deputado Eduardo Paes era afeito a todo tipo de legislação estrangeira. Assim, começou a esquadrinhar toda a teia de maracutaias que envolvia os líderes da República. Eduardo Paes virou o grande estofo jurídico da oposição. Os holofotes voltaram-se para ele.

Na TV Câmara, o Deputado Eduardo Paes, munido de documentos importantes, esculhambava de cima a baixo o Presidente Lula, o Ministro Dirceu, aquele publicitário, Duda Mendonça (que admitiu ter recebido dinheiro de caixa dois em conta de empresa sediada em Paraíso Fiscal). Eduardo Paes, o Deputado da oposição, era muito mais do que duro em seus pronunciamentos; pegava pesado; era virulento; atingia na mosca.

O estrago que Eduardo Paes fez no governo foi tão grande, que uma ação política rápida era necessária. Foi quando o governo chamou Eduardo Paes para um encontro e perguntou-lhe: “Deputado, V. Exa. quer ser o próximo prefeito do Rio?”.

O jovem Deputado Eduardo Paes interessou-se pela prosa e quis saber mais. “Como assim, eu ser prefeito do Rio?”, perguntou ao seus interlocutores. A resposta veio de bate pronto: “Deputado, deixe essa coisa de CPI de lado, mude de partido que nós vamos apoiá-lo, com toda força que o governo tem”.

Ato contínuo, o Deputado Eduardo Paes trocou o PSDB pelo PMDB, jogou na lata do lixo os seus ímpetos de oposicionista e passou a ser mais um insignificante Deputado daquilo que chamam de “base governista”. Estranho, não acham? Hoje o sujeito bate forte. Amanhã arrefece.

Como em regra políticos são desprovidos de alma,todos aqueles a quem Eduardo Paes atacou em cadeia nacional passaram uma borracha naquilo tudo. A única pessoa que guardou mágoa do antigo Deputado de oposição, Eduardo Paes, foi a Primeira Dama, Marisa Letícia, que relutou em aceitá-lo nas hostes governistas, tamanha a volúpia dos ataques que ele havia desferido contra seu marido presidente, Lula.

O resto da história Vocês já sabem. Eduardo Paes, agora do PMDB foi eleito prefeito do Rio com apoio maciço na máquina estadual e federal, derrotando o colega Fernando Gabeira por margem muito pequena. Evidente que nosso faceiro prefeito carioca negará tudo isso, se perguntado. Mas como palavra de político sem alma não vale nada, ele que fique com suas negativas. A história é essa mesma.

Esse é o prefeito que o Rio tem, um sujeito que muda de lado como se o primeiro tempo tivesse acabado e agora ele, na pelada, tivesse que passar para o time de lá, que estava perdendo, para, sabem como é, dar aquela forcinha. Nada se pode esperar de um cara assim.

Esse é o cara que está preocupadíssimo, junto com outro monte de gente ruim, em construir um maravilhoso Parque Olímpico. E que deixa os prédios da Cidade Maravilhosa desabarem aos olhos do mundo e sobre as cabeças de seus conterrâneos.

Salve, Eduardo Paes, o político do mimetismo.

Facebook Comments
Advertisements

39 comentários sobre “Sabem como Eduardo Paes virou Prefeito do Rio?

  1. Luis Fernando

    O texto é excelente, mas peca na última frase. Acho que os incidentes com prédios não devem ser colocados no colo do prefeito, seria muita sujeira culpá-lo por eles.

  2. VURGO (O ORIGINAL) - SOU IGUAL A CHEVROLET: CONTE COMIGO!)

    AVISO A TODOS OS GAMBÁS CURICANOS E PETRALHAS

    VOCÊS CORINTIANOS SÃO TÃO IDIOTAS QUE VIVEM A FALAR DE TIMÃO…

    TIMÃO ONDE?????

    A REDE CNN (CONHECIDA MUNDIALMENTE) PODEROSA REDE INGLESA E ENORME POR SINAL JÁ DISSE PARA TODO MUNDO QUE QUISER SABER ATÉ EM OUTROS PAÍSES.

    ”CORINTHIANS TIME PEQUENO DO BRASIL”

    VOCÊS FALAM QUE SÃO UMA NAÇÃO, MAS NA SÃO PRATICAMENTE JUDEUS NO PÓS GUERRA… NÃO TEM PATRIA, LOCAL PRA HABITAR, E NEM RELIGIÃO PELO JEITO…..
    É AQUELA COISA….UMA MENTIRA QUANDO DITA DIVERSAS VEZES POR UM BANDO DE BABACA ACABA VIRANDO VERDADE….

    TENHO PENA DE VOCÊS…

    VOCÊS SÃO DEFENSORES DO QUANTO PIOR MELHOR, UM FAVORECIDO PELO PODRE SISTEMA, DO UMA MÃO LAVA A OUTRA, DO TOMA LÁ DÁ CÁ.

  3. Gomes

    Eduardo Paes e Sergio Cabral, só se preocupam com a copa do mundo e com a olimpiadas.

    Estes dois são farinha do mesmo saco!!!!

    Só fazem as coisas para aparecerem nas mídias, e muito do que fazem não passa de ” Faz de Conta”, historinhas da caroxinha.

    O que o povo carioca sofreu com as chuvas no ano de 2010/2011, foi um absurdo. E nãso foi feito nada!!! cadê os quase 300 milhões prometidos para as obras de reconstrução das àreas devastadas.

    Sergio Cabral e Eduardo Paes, farinha do mesmo saco!!!!

  4. MF

    LF,

    com tanto a ser feito antes de Parque Olimpico e Copa do Mundo, que entendo o comentario do desabamento como sendo a cereja do bolo…portanto, pertinente.

  5. marcos antonio

    CONCORDO EM PARTE COM A OPINIÃO DO LUIS FERNADO QUENDO ELE DIZ QUE ” os incidentes com prédios não devem ser colocados no colo do prefeito” . MAS O RESUMO DA SUA ASCENSÃO À PREFEITURA DO RIO DE JANEIRO ESTÁ PERFEITA . REALMENTE ELE É UM ELEMENTO NÃO CONFIAVEL, ASSIM COMO O GOVERNADOR-TURISTA, DESSE ESTADO. SÃO (PREFEITO E GOVERNADOR) LEVIANOS E OPORTUNISTAS . QUE O DIGAM OS MORADORES DO CONDOMÍNIO DO PARQUE DO GABINAL I, AQUI NO RIO DE JANEIRO. PÉLE NA MAIORIA DAS VEZES SÓ DIZ BESTEIRAS (É OUTRO LEVIANO E OPORTUNISTA), MAS NUM MOMENTO DE LUCIDEZ AFIRMOU QUE O POVO NÃO SABE VOTAR . MUITOS NÃO GOSTARAM. MAS ELE FALOU UMA VERDADE DIFICIL DE SER CONSTESTADA QUANDO OLHAMOS E VEMOS COLLOR’S, MALUF´’, BARBALHOS, GENUINOS E TANTOS OUTROS IGUAIS EM NÚMERO, GENERO E ALGUMAS VEZES TAMBEL EM COR. DEUS NOS LIVRE !

  6. MF

    Querido, antes de escrever algo, pesquise. A CNN não é inglesa, e sim amercicana. Apesar de Inglaterra e Estados Unidos terem o Ingles como lingua oficial, uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. Estados Unidos fica na America. Inglaterra fica na Europa. O sistema de governo Americano é Presidencialista, o Ingles, Monarquia Parlamentar….e assim vai.
    A saber, o Corinthians é grande sim. Apesar das mazelas dos dirigentes. E mazela por mazela, todos os times as fazem, inclusive o seu.

  7. Fernando (O original) - CURINTCHIA TUDO VAGABUNDO!!

    Nego vai morar no morro, beirando penhasco, desmata tudo que ve na frente e vem jogar a culpa na prefeitura…assim é facil!!

  8. Luciano Novais

    Luis a culpa é de quem então?? dos ratos dos bueiros.
    A prefeitura cobra milhões em impostos e esse dinheiro tem que voltar em serviços basicos, como por exemplo fiscalização de prédios antigos.

    Brasileiro tem que achar que tudo é obra da vontade de deus e começar a colocar esses caras na parede!

  9. Marcos Álves

    Este texto do Alberto é uma cortina de fumaça. Os tais documentos, que Paes brandia na CPI dos Correios, na verdade, eram provas contra o seu próprio partido na época, o PSDB. Eles vieram a público agora, por intermédio do livro de Amaury Ribeiro Júnior, Privataria Tucana. PT e PSDB, duas faces da mesma moeda.

  10. Thor_Palmeirense

    Quando eu digo que o Lulla ladrão e seus petralhas teleguiados são os maiores patrocinadores da corrupção no Brasil, os vermelhinhos do blog ficam nervosas kkk

    Essa máfia chamada PT e seu messias vigarista Lulla e seu braço direito Zé Dirceu comandam um camatrilha infernal, que estão institucionalizando a corrupção, isto é, normatizando, banalizando a corrupção como uma coisa normal, aceita e até útil para a politica em geral,

    E a marionete Dilma sabendo de tudo que seu padrinho o Lulla faz e desfaz no seu governo inoperante. não tem coragem de romper com essa máfia petista, ela (Dilma) não passa uma fantoche do Lulla, que esta segurando a cadeira presidencial para a volta do sapo barbudo.

    Pobre Brasil que esta dominado por essa malta de bandidos, saqueadores dos recursos dos impostos que brasileiros trabalhadores honesto pagam e ninguém faz nada.

    Está mais que na hora de os militarem intervirem no governo, pois o brasil além da corrupção generalizada comandada pelo PT e outros partidos da base a aliada, e seu pelotão de choque que agem como os facistas da SA de Hitler, realizando vandalismos e terrorismo em SP e outros estados, queimando carros agredindo autoridades, que querem combater o tráfico de drogas.

    Emfim, nós da sociedade honesta e trabalhadora pedimos que os militarem salvem o Brasil desse sanguessugas esquerdistas que estão anarquizando a Nação.

  11. SANFONEIRO DE ZONA

    VURGO FOI UMA CRIANÇA MÁ, QUANDO FAZIA TROCA TROCA, PASSAVA CEROL NA BUNDA PRA ESFOLAR O PAU DA MOLEKADA.

  12. Antonio Rodrigues

    anTHOR enviaremos sua acusacao para o blog do presidente, ja que voce o acusa de ladrao, seria interessante voce provar, ne.
    Eu acho que voce nao copiou esse texto, nao, senao vejamos: o que seria camatrilha. So se usa “m” antes de p e b e nunca antes d “f”.
    Seria interessante que os militares voltassem realmente ao poder e pegassem sua filha e a torturassem, estuprassem, ou que arrancassem as unhas do seu pai, dessem choque no seu orgao genital, tudo isso porque eles lutariam por liberdade que permitiriam que um imbecil, mongoloide e analfabeto como voce vomitasse tanta merda. Obviamente voce nao conhece seu pai (sua mae nao conseguiu identificar ainda), por isso nao conseguiu ter uma educacao e nem consegue fazer filho porque deve ser um impotente que sofre de desiquilibio mental e nao ha escola que conserte isso.
    Ve se arruma um emprego. e om trabalhar de vez em quando.

  13. César Augusto

    Paulinho isso só acontece por conta da buracracia e liguagem jurídica extremamente complicada e desnecessária!

    A prioridade do sistema judicial brasileiro é atender os interesses de seus próprios protagonistas. Em primeiro, segundo e terceiro lugar, vem a conveniência dos operadores do direito. Só depois se observa o interesse da população em geral. A opinião é do promotor de Justiça de Estrela do Sul (MG), André Luís Alves de Melo. Segundo Melo, a discussão do acesso à Justiça é tocada mais pela preocupação de garantir mercado para os profissionais do Direito do que para garantir o direito e a Justiça para o cidadão.

    Para Melo, está instalado no Brasil o “Estado Democrático do Bacharel de Direito” em que o sistema jurídico é o “centro do universo” e os advogados detêm o poder “como os coronéis de antigamente”. Deste ponto de vista, as classes mais baixas ficam excluídas já que prevalece a visão e os interesses da classe média.

    Segundo o promotor, 80% dos problemas da população carente são questões de família, registro público e alvará, e poderiam ser resolvidos de maneira mais simples sem a necessidade de passar por um processo judicial. Uma alternativa seria encaminhar essas questões para serem resolvidas em cartórios ou nos Juizados Especiais. Mas isso não acontece, afirma ele, porque para o tripé do sistema judiciário representaria abrir mão de poder.

    Para o promotor, a inclusão social não se faz apenas pela via judicial e deve passar pela garantia de acesso à Justiça para todo cidadão. “Se o cidadão tiver acesso a seus direitos antes, ele não precisa ir depois buscar o acesso ao Judiciário”. A inclusão social, afirma, se promove franqueando ao cidadão excluído o seu acesso aos instrumentos da cidadania, o que que começa com a documentação — que muitos sequer têm.

    O Ministério Público também sofre com essa espécie de “síndrome da classe média”, de acordo com Melo, e acaba priorizando as ações que beneficiam as classes mais altas em vez de focar as questões sociais. Melo traz também outras idéias e projetos para o que ele chama de “reengenharia jurídica no Brasil”.

    Este é, por sinal, o título de um dos vários livros que Melo escreveu sobre o tema, que, por força de seu trabalho e de seus estudos, acabou se transformando em sua especialidade. Membro do Ministério Público Democrático, movimento que defende maior democratização da instituição, Melo também abriu um site na internet ( http://www.direitomoderno.com) para defender e propagar suas idéias.

    André Luis Alves de Melo se formou em Direito em 1993, trabalhou como defensor publico e depois entrou para o Ministério Público. Fez especialização em processo civil e mestrado onde pesquisou o sistema judiciário em vários países. No mestrado, passou a perceber que existem outras vias de solução de conflito que não precisam passar necessariamente pelo sistema judiciário.

    Participaram da entrevista os jornalistas Márcio Chaer, Maurício Cardoso e Priscyla Costa.

    Leia a íntegra da entrevista:

    ConJur — O que vem a ser a sua proposta de reengenharia do sistema judiciário?

    André de Melo — Atualmente o sistema jurídico não pertence ao povo mas ao advogado. Não temos um Estado Democrático de Direito mas um Estado Democrático do Bacharel de Direito. A democracia para o bacharel em direito é prevalecer a vontade dele e sem participação popular. O diploma em direito tornou-se mera forma de status e poder, sem necessariamente um conhecimento efetivo social, apenas usam a questão processual e sem reflexão. O sistema judicial concebido no Brasil não se destina a resolver os problemas do jurisdicionado. O interesse da população vem depois dos interesses dos operadores do sistema. Toda a arquitetura é voltada para eles próprios. A reengenharia do sistema jurídico passa por um processo cultural de democratização do sistema jurídico. Temos que considerar que o sistema judicial não é o centro do universo jurídico, ele tem que ser uma das galáxias. Pode ser uma galáxia importante, grande, mas apenas uma galáxia. Atualmente tudo se resolve por meio de uma ação, ninguém sugere que se resolva o problema com uma conversa, com negociação. A própria mídia estimula que as pessoas entrem na Justiça. Há uma cultura de demanda ao Judiciário. A discussão em torno do acesso à justiça tem sido tocada mais pela preocupação dos protagonistas de garantir sua reserva de mercado do que em garantir a concretização da justiça social de fato em relação à população carente.

    ConJur — Como modificar essa cultura de demanda ao judiciário no Brasil?

    André de Melo — Nos Estados Unidos, por exemplo, começam a surgir novas alternativas para resolver problemas sem que haja a necessidade de recorrer ao Judiciário em um primeiro momento. Por exemplo, existem máquinas nos aeroportos americanos que oferecem uma solução para o seu problema por 20 dólares. O programa da máquina é alimentado por respostas de advogados que sugerem soluções em casos simples. A informação é rápida e barata. O mesmo não ocorre no Brasil, os advogados retêm as informações e atuam como os coronéis de antigamente porque ficam com o poder concentrado em suas mãos e este só é utilizado ao ajuizar uma ação. O controle é consolidado de forma política sem participação popular no sistema Judiciário.

    Maiores detalhes segue o link abaixo

    http://www.conjur.com.br/2006-jul-23/brasil_estado_democratico_bacharel_direito

  14. V. Campos de Santamariana

    Difícil levar a sério qualquer denúncia de cunho político aqui neste blog, depois do silêncio ensurdecedor do blogueiro a respeito do quase UM TRILHÂO DE REAIS doados nos processos da privatização demo-tucana. E o sr. Murray Neto é um tucano de alta plumagem e do bico bem grande.

  15. Binho

    O seu sem vergonha, o governo faz o que para esta parte da população? Da moradia digna? Não! Da condições de o cara estudar? Tbm não!
    Então acorda pro mundo..

    Futebol é legal, mas é lazer, política deve estar acima de tudo. Pois é dela que nós deveríamos ter empregos/saúde/educação.

    Att
    Mais um louco do bando
    #foraAndresSanches

  16. Wiliam Junior

    Quanto ao prefeito de SP, cujo papel de aliado eterno dos tucanos vem sendo omitido pela grande imprensa, foi eleito graças ao seu voto e aos seus posts elogiando o grande governante

    O blogueiro que tudo sabe e tudo vê, talvez tenha se esquecido de comentar a fantástica atuação da Gestapo Paulista comandada pelo Führer Geraldo Alckmin na expulsão de pobres zumbis de “raça impura” de terreno localizado no Pinheirinho, de propriedade do “ínclito ariano” Naji Nahas.

  17. Hugo

    Boa Binho, vejo que é um corintiano do bem, por falar nisso, bem que poderiam devolver a verba desviada (420 mi) para a construção de moradias populares em SP hein?!

    O terreno de Itaquera também, alias já deveriam ter devolvido…

  18. jose carlos

    do conteudo escrito não quero comentar, mas quero fazer um pequeno acerto, eduardo paes não é e nunca foi advogado, formado em direito, nunca fez o exame da OAB. a candidata denise frossard, logo no inicio da capanha trouxe essa informação e o dudu confirmou, por isso acho estranho o dudu ter sido advogado militante num escritorio de renome. outro fato que mostra essa imprecisão é que ele é politico profissional desde os 21 anos de idade, antes mesmod e se formar, sendo subprefeito do cesar maia, por ser amigo de infancia de filho do cesar maia. por isso acho que as informações dadas perdem um pouco a credibilidade.

  19. Carlitus

    Essa História “edificante” do nobre alcaide do RJ. apenas reforça a tese segundo a qual:

    DEMOCRACIA É A DITADURA DOS ESPERTOS.

  20. Fernando (O original) - CURINTCHIA TUDO VAGABUNDO!!!

    Quem paga imposto são as classes mais altas e as empresas

    Não vem falar que pobre paga imposto, ainda mais em favela que nego só vive de gato de energia, tv e outros.

    Isso que dá o governo acostumar ignorantes como esse Binho na base do assistencialismo.

    Ah, só pra não esquecer, vá se foder!

  21. NERSO BACTÉRIA

    Uai…e quem não sabia disso Paulinho ? PT comprou UNE,SINDICATOS,ASSOCIAÇÕES,OPOSITORES,PARTIDOS DE ALUGUEL,JORNALISTAS E por ai vai…Veja a relação dos que convocaram a manifestação contra o KASSAB ontem em SP.

  22. Fabio Salvador

    Paulinho, sou teu leitor diario. Mas só vou me convencer da tua seriedade de fato o dia q começares a comentar sobre o Livro A Privataria Tucana. Até nao falares das maracutais dos tucanos paulistas, terei profunda duvidas da tua parcialidade e credibilidade.

  23. Hipolito Juarez

    Apesar de palmeirense vc esta de parabens, resumiu bem o que é o brezilll hoje…..estamos cercados por um bando de bandidos….

  24. Luis Fernando

    A culpa é de quem vota. E para quem não sabe, a fiscalização dos bueiros era é de responsabilidade do estado, porém após as explosões a prefeitura começou a monitorá-los.
    Em relação a fiscalização eu concordo. É flaha. Em relação aos culpados, isto sim não pode só ser o prefeito o único responsável, já que envolve órgãos distintos tanto do município, quanto do estado. Porém apenas julgar os governantes é fácil, mas nos julgar como péssimos eleitores, isso ninguém faz.

  25. luisfernando- rio de janeiro

    por muito tempo eduardo paes foi afilhado político do igualmente desclassificado césar maia o homem que construiu a horrenda cidade da música.

  26. William Rodrigues

    Antonio Rodrigues, qual é o planeta no qual vc vive? então é normal institucionalizar a corrupção? Temos então de nos contenta com salário mínimo dentre outras esmolas de um governo do qual bancamos? Ah, lembrei… a culpa pé nossa, sabe porque? vemos muito futebol e big brother….. acordem antes que seja tarde demais (ou já não é?)

  27. Will Henson

    Pode até ter sido assim…Só que Eduardo Paes é cria de César Maia, era sub-prefeito da Barra na época do primeiro mandato de César.
    Fez um bom trabalho, ganhou fama, como todos os sub-prefeitos e viraram deputados e prefeito.
    Depois de brizolas, garotinhos e maias, até que o Rio está melhor…

    PS.NÃO SOU ELEITOR DE E. PAES, ALIÁS, NÃO VOTO EM NINGUÉM!!

  28. Juca Magalhães

    Paulinho, aqui no Rio de Janeiro o Eduardo Paes faz o que bem entende, pois tem total apoio das Organizações Globo, tanto ele como o Sérgio Cabral, alías a grande imprensa do Rio está fechada com essa dupla do inferno.
    Quando a Rede Globo precisa de qualquer licença, eles liberam rapidinho, é um toma lá dá cá.
    Toda segunda-feira o Prefeito Eduardo Paes participa do Programa do Roberto Canazio da Rádio Globo, líder de audiência, na verdade é um palanque para o Prefeito falas as asneiras, impressionante é que a oposição não toma nenhuma posição a respeito, além disso os secretários dele participa da mesa de debates, uma vergonha.
    Esse Canazio é um que gosta de posar de moralista, mas faz propaganda para prefeitura do Rio de Janeiro, grande isenção não? Além da Rádio Globo, tem também a Rádio Tupi fechadinha com os dois.
    A imprensa tá toda dominada, esse ano tem eleição e infelizmente o Eduardo Paes vai ganhar com os pés nas costas, está com a máquina na mão.

  29. Tânia Regina

    Absurdo o que aconteceu com estes prédios! No Globo de hoje, quantas auterações modificando o projeto original, é claro que isto contribuiu para o desmoronamento! Pasmem! Também a Prefeitura cria umas leis ridículas e desumanas, “Mais Valia” autorizando puxadinhos e modificações em prédios que já foram construídos há mais de 60 anos. Deveriam rever urgente estas autorizações. E não acontece mais desmoronamentos aqui na zona Sul/Ipanema e Copacabana porque os prédios estão todos juntos, se estivessem separados estariam todos no chão. A Prefeitura é a única responsável por este desmoronamento porque é omissa e irresponsável! Não fazem vistorias técnicas e autorizam aberrações. Acabem com estas leis tolas e parem de autorizar obras que sobrecarregam as estruturas dos edifícios que não foram construídos para serem modificados por puxadinhos construídos por fora dos edifícios e sem pilares, colocação de banheira de hidromassagem, modificação de coberturas, com banheiras, caixas dágua e etc. etc. Isto é falta de responsabilidade com a vida humana. Em outros paízes não se vê esta falta de responsabilidade… Em copacabana e Ipanema existem verdadeiras aberrações nos prédios com modificações perigosas e também que auteram são só os predios estruturalmente como modificam sua arquitetura original. Pasmem! Quem poderá enchergar isto e tomar uma posição urgente!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: