Advertisements

Coluna do Fiori

fiori4 

FUTEBOL: POLÍTICA, ARBITRAGEM E VERDADE

Fiori é ex-árbitro da Federação Paulista de Futebol, investigador de Polícia e autor do Livro “A República do Apito” onde relata a verdade sobre os bastidores do futebol paulista e nacional.

http://www.navegareditora.com.br   Email: caminhodasideias@superig.com.br

CADÊ A CONFIABILIDADE DO “SORTEIO” ?                        

A muito me posicionei contra os legisladores que impuseram o famigerado sorteio por entender que é obrigação acutilar aquele que tenha melhor condição física e técnica desde que seja realmente independente das pressões ou outras situações do sórdido bastidor futebolístico.

Sou convicto que por esperteza o legislador deixou para CONAF e CEAF de cada estado usar o critério que melhor lhes convir.

A CEAF-SP chefiada pelo homem das mil e uma utilidades divide a rodada de dez jogos em cinco “sorteios” de duas partidas, seleciona dois árbitros, ao final, se apita uma ou outra.

Ao nomearem antecipadamente aqueles que participarão do sorteamento detonam o pouco do credito que tentávamos lhes dar.

TESTES E “SORTEIO”

O árbitro José Henrique de Carvalho que não atua há algum tempo, recentemente executou e passou nos testes promovidos pela diplomática comissão da CEAF-SP.

José Henrique de Carvalho foi “sorteado” para trabalhar na Série A3 do Campeonato Paulista 4ª feira p.p., repentinamente, uma luz iluminou as cabeças intelectualizadas dos componentes da CEAF-SP dizendo:

José Henrique esta escalado para atuar na terça feira pela Copa do Brasil, retire-no da Série A3 do paulista.

Não deu outra, seguiram a voz do além, em seu lugar foi Marcelo Alfieri. 

Coincidência ou não José Henrique foi selecionado e participou do “sorteio” para a partida entre Santos x Corinthians que ocorrera no domingo 28/02/10, surpresa o nome de José Henrique brotou do globo da sorte, será o arbitro do clássico.

CONAF – IDADE LIMITE

Lamentável a decisão de não aceitar árbitros acima de 30 anos, creio ser a idade em que se instala a maturidade vez que se formando entre 21 e 22 anos tendo em média cinco para atuar nas diversas divisões terá o árbitro 27 anos, sou convicto que exatamente aos 30 anos o mesmo se encontra na transição para amarração de seu caminhar, entendo como abuso de poder a decisão do presidente da CONAF.

FALTA DE CRITÉRIO

Citarei dois nomes:

Eduardo Coronado – idade 41 anos – cortado

Elcio Borborema – idade 44 anos – continua.

SOLENIDADE DA AAGSP

Atendendo ao convite da diretoria da AAGSP, sábado 20/02/10 estive na Universidade São Judas, no bairro da Mooca, participando da festividade de congraçamento entre árbitros.

Externo minha alegria pelo gentil mimo, notei a presença de árbitros da antiga, mesmo divergindo fiquei emocionado em revê-los, somos seres humanos movidos por paixão e ideologias cada um escolheu seu caminho, em meu caso continuo na mesma trilha, respeito para ser respeitado, encontrei com Artur Alves Junior que ao usar da palavra louvou a credibilidade do “sorteio”.

Dei tempo ao tempo, na primeira oportunidade cheguei perto dizendo: Artur em minha opinião o “sorteio” é dirigido vez selecionam previamente, aquém deste, coloquei para o Artur que o melhor árbitro deveria ser escalado, nada de sorteio, participei ao Artur que a credibilidade poderia existir se todos os árbitros da mesma divisão participassem, afiancei que meu divergir era com o dirigente não com a pessoa.

RECADO

Ao jornalista e agora dirigente de entidade de classe.

AJUIZAMENTO

Nunca julgue pessoas pensado-as serem espelho da sua baixeza moral, subjetivamente você insinuou que eu possa ser segurança do Paulinho, erraste e feio, seu erro foi premeditado e covarde.

Quando quiserdes saber algo sobre meu comportamento faça-o diretamente, jamais fugi ou fugirei de algo, sou ciente que na ficha que tiveste acesso se encontram os números dos fones que me localizam.

INDICAÇÃO

Penso que devas ter conhecimento da existência de Carlos Alberto Di Franco, doutor em Comunicação pela Universidade de Navarra e professor de Ética em jornalismo.

Acorda Brasil

SP-27/02/10

Advertisements

Facebook Comments

16 comentários em “Coluna do Fiori”

  1. Um fato:

    Existe, na prática, uma arbitragem “brasileira”. Existem “faltas”brasileiras” e “Pênaltis “brasileiros”. Essa arbitragem “brasileira” atende perfeitamente a conveniência e a “incompetência”dos árbitros. Tanto isso é verdade que esses mesmos árbitros , quanto apitam jogos da Copa Libetadores mudam radicalmente seus critérios. Outra coisa, se você prestar bem atenção, com 15 ou 20 minutos de jogo será possível perceber para que lado o árbitro vai “errar”, ou “errar mais”.

    É UMA VERGONHA !!

  2. Fiori, hoje não vamos brigar rsrsrs, brincadeira, entendo que você não tem que dar satisfações a ninguém porque sempre fala o que pensa e respeita a opinião dos outros também, como sempre respeitou a minha, viu.
    Abraços!!!

  3. Só não consigo entender o porquê dele nunca ter me respondido qual o úntimo jogo que ele apitou…

    Vou tentar de novo:
    FIORI, QUAL SUA ÚLTIMA PARTIDA APITADA???

    Paulinho: Eu respondo por ele. Lázio e Portuguesa, no Canindé, amistoso Internacional em que ele foi homenageado dentro de campo. Partida transmitida pea BAND.

  4. Marcos LP

    Após a partida entre corruptos x corruptores quebrei a cara de varios destes covardes que roubam as entranhas dos torcedores e enganam muitos, com certeza você foi um deles.

    zamperetti fiori

  5. Aos senhores

    Carlitus e Ribamar Bianchini,

    meu respeito.

    zamperetti fiori

    cidadão e,
    ex-árbitro de futebol

  6. Pedro, sua pergunta me faz crer que seu nivel cultural é de dar inveja ao + leigo de todos os habitantes deste Brasil, brasileiro.

    Tenha sorte em seu caminhar, apreenda a olhar as pessoas como seu oposto, nunca como espelho.

    zamperetti fiori

  7. Não diga isso… Não tenho nada a ver do futebol…
    Já conversamos civilizadamente outras vezes…
    Creio que o Sr está me confundido…
    Mas, de qualquer forma, o Paulinho já respondeu…
    Não lhe aborrecerei mais, muito embora sempre tinha lido suas ponderações sobre arbitragem e as considerado pertinentes…

  8. Marcos LP,

    Minha respósta foi formatada em virtude da insistência de seu perguntar, varios entram perguntando jocosamente, acredito que devo ter sido precipitado, entenda meu explicar.

    Tenha ótimo domingo

    zamperetti fiori

  9. Sem problemas…
    Tenha certeza de que quando perguntei, não foi para ofender…
    De qualquer forma, se tivesse respondido, ninguém lhe encheria a paciência…
    Uma sugestão: insira comentários sobre algumas das partidas que apitou…

    Abs

    Marcos

  10. Caro senhor

    Cerqueira Borges,

    Em meu entendimento o melhor e o + independente é Godoi.
    Quanto a preparação dos árbitros= fraquissima e ineficiente.

    zamperetti fiori

  11. Senhor Marcos LP,

    Mesmo não entendendo lhe afianço que:

    Comentar as partidas em que atuei não será possivel + tenha absoluta certeza em varias cometi erros ou fui mal interpretado pelo perdedor, porém, em nenhuma houve os malditos erros pré-estabelecidos que servem e serviam como moeda de troca.

    zamperetti fiori
    cidadão e,
    ex-árbitro de futebol

  12. Marcos LP

    Varios usam a facilidade da interpretação figura constante na lei do jogo objetivando favorer e ser favorecido.

    Se acompanhas o futebol podes constatar que dependendo do time ou interesses os criterios punitivos ñ são identicos

    zamperetti fiori

    cidadão e
    ex-árbitro de futebol

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: