Advertisements

Mentira fiel: não houve invasão do Maracanã em 1976

Do JORNAL DO BRASIL

Por MARCELO MIGLIACCIO

http://www.jblog.com.br/rioacima.php?itemid=15545#nucleus_cf

Nunca é tarde para reparar uma injustiça. Já se passaram quase 33 anos, mas a mentira persiste. Uma lenda cruel com os cariocas, porque diz que a Cidade Maravilhosa foi invadida e dominada por paulistas. A mídia contribuiu decisivamente para a perpetuação da cascata. A paixão clubística, que deconhece a razão, jogou a pá de cal sobre a verdade. Falo da semifinal do Campeonato Brasileiro de 1976, quando Fluminense e Corinthians duelaram no Maracanã. Diz a lenda que 80 mil corintianos espremeram os tricolores em sua própria casa. Não foi nada disso.

Era um domingo típico de verão. Aos 13 anos, eu, tricolor de coração, estava excitado e assustado com o estardalhaço que a TV e os jornais faziam em torno do jogo. Todos diziam que sairiam de São Paulo mais de mil ônibus trazendo os gaviões da Fiel. De fato, já no sábado, a Zona Sul do Rio foi tomada por aquele sotaque paulista. Ônibus e mais ônibus aportavam na orla. Bandeiras preto-e-branco eram vistas no Corcovado e no Pão de Açúcar. Na Praia Vermelha, fiquei frente a frente com o inimigo:

– Tem inferninho por aqui? – perguntou-me um paulista com a cara amassada da viagem na janela do ônibus.

Eu não sabia o que queria dizer “inferninho” em paulistês. Anos depois, me toquei que o cara só queria dar uma namoradinha para aliviar as tensões pré-jogo.

Meu amigo Álvaro Marechal conta que estava em Ipanema, no Bar Veloso, já então rebatizado de Garota de Ipanema, quando um grupo de paulistas cheios de areia chegou perguntando onde era o Veloso.

– Pra lá, pra lá – vingou-se o Marechal, aperreado com a algazarra em seu quintal.

Adepto da esportividade acima de tudo, o então presidente do Fluminense, o visionário e genial Francisco Horta, não reduziu a cota de ingressos dos visitantes, como faria um Eurico Miranda da vida. Ao contrário, mandou uma carga fenomenal para ser vendida em São Paulo. E a torcida do Fluminense, famosa por chegar ao Maracanã quase na hora do jogo, simplesmente encontrou milhares de corintianos já com seus tíquetes na mão. Mas daí a dizer que os paulistas eram maioria no Maracanã vai uma distância muito grande.

Naquela época, o Maracanã era de fato o maior estádio do mundo. Naquele mesmo ano, fui a um Fla-Flu com mais de 155 mil pagantes. Cabiam no Maraca 30 mil pessoas em pé nas gerais, 93.500 sentadas nas arquibancadas, 30 mil nas cadeiras de baixo e mais 3.500 nos desconfortáveis camarotes.

Eu estava sentado nas cadeiras debaixo, onde realmente havia muito mais corintianos do que tricolores. Setenta por cento, calculo. Na geral, porém, não havia um só paulista. Nas arquibancadas, divididas ao meio pela Polícia Militar, é que se sentou o xis da questão. A parte corinthiana estava sim tão cheia quanto a tricolor, mas repleta de vascaínos, botafoguenses e rubro-negros. O motivo dessa mobilização dos rivais domésticos contra o Fluminense é simples: éramos bicampeões da cidade. Nosso time, chamado de Máquina, tinha Rivelino, o melhor jogador do mundo na época, Paulo César Caju, Carlos Alberto Torres, Gil, Dirceu, Edinho, Rodrigues Neto, Miguel, Pintinho, todos de Seleção Brasileira, sem falar no argentino Doval. Botafogo, Vasco e Flamengo estavam cansados de perder para o Flu. Apavorados com a possibilidade de serem gozados novamente, foram todos para o Maracanã engordar a torcida corinthiana. Havia até mesmo bandeiras rubro-negras no meio da Fiel.

O público pagante anunciado oficialmente foi de 146.043 pessoas, das quais, no máximo, 40 mil eram corintianos autênticos. O resto era tricolor ou carioca frustrado. Basta lembrar que, no ano anterior, mais de 90 mil tricolores assistiram à semifinal contra o Internacional no mesmo estádio.

Durante o jogo, um temporal encharcou o gramado e impediu que os craques do Flu dominassem os paulistas. No tempo normal, empate de 1 a 1. Na loteria dos pênaltis, Renato não pegou nenhum, mas Tobias, três. Vitória do Corinthians.

O Flu estava eliminado e a lenda, condenada a virar verdade. A reparação, ainda que tardia, se faz necessária num momento em que o Fluminense, agora alugado a uma empresa de planos de saúde, está quase rebaixado para a segunda divisão. Para que todos saibam que um dia o clube foi grande.

* O blog está sendo cobrado para emitir sua opinião sobre o texto acima. Como já havia respondido em um dos comentários, discordo totalmente de seu teor, mas publiquei por considerar interessante observarmos uma versão diferente dos fatos.

Advertisements

Facebook Comments

294 comentários em “Mentira fiel: não houve invasão do Maracanã em 1976”

  1. E alguem ainda acreditava nesta LOROTA???
    E alguem ainda acredita que o Paulista de 77 não foi roubado???
    E alguem ainda acredita que o Sweitão 2005 foi legítimo???

    xiiii, se for falar de LOROTAS do Curincha, este espaço aqui não será suficiente …

    Haja tanta sujeira!!!

  2. O que esperar de um torcedor do fluminense? É muito fácil dizer que no meio dos 70 mil corinthianos no maracanã, 50% eram cariocas, torcedores de outros times do estado.

    Entendo que é difícil reconhecer a maior invasão da história do futebol.

  3. Vixxxiiiii vai começar o chororo das fxxxxxx !!!!
    Pow Paulinho assim não dá, esse é o unico “titulo” importante que as fxxxxxx comemoram e vc faz isso com elas….rsrsrsrs.
    Ahhhh desculpe xxxxxxx, mas eu esqueci do paulistinha de 77 !!!
    Os 2 maiores titulos daquele time ridiculo…..KKKKKKK

    CHUPAAAAAA xxxxxxxxxxxxxxxxx

  4. Putz Paulinho… eu ate gostava desse seu blog.. mas a cada dia que passa comeco a duvidar da sua paixao pelo corinthians..
    Esse post foi lamentavel.. jogar sujeira e levantar polemica inutil num dos episodios mais bonitos do futebol brasileiro foi golpe baixo.. vc poderia passar sem essa..

    Paulinho:Meu caro, não concordo com a versão postada, mas é o outro lado…vale a pena para ser discutido, apenas isso.

  5. queria saber de onde o cara tirou essa conta ai de tantos torcedores de outros times?, fez uma pesquisa com base cientifica? E tem mais o texto diz em mais de 40 mil corinthianos em outro estado, diz ai qdo times como Palmeiras ou SPFC fizeram coisa parecida, ou seja, mesmo sendo lorota, dá de lavada nos outros times

  6. ” – Tem inferninho por aqui? – perguntou-me um paulista com a cara amassada da viagem na janela do ônibus. ”

    Cara amassada pela janela do ônibus… busão.. hahahahaha

    Nada pode ser mais corinthiano que isso. HAHAHAHAHAHAHAHA

  7. Como vc é imbecil e não me canso de afirmar, colocar uma matéria desta, ainda mais escrita por um torcedor do fluminense.
    Sua cara não nega…. Imbecil!

  8. BOA TARDE!

    EU ESTAVA NESTA MAGNÍFICA INVASÃO E SIM, HAVIA FLAMENGUISTAS, VASCAINOS E BOTAFOGUENSES, MAS POR EXPERIENCIA PRÓPRIA POSSO GARANTIR, ERAM A MINORIA, ALIÁS, BEM MINORIA MESMO.

    ENTÃO EU POSSO AFIRMAR QUE REALMENTE O RJ FOI INVADIDO PELA FIELE E QUE INFELIZMENTE NUNCA MAIS VOLTARÁ OCORRER EM LUGAR NENHUM DO MUNDO.

    VALEW FIEL!

  9. Nossa de debil mental, todo corinthiano odeia essa cara, com esse post ainda, passa a ser unanimidade,

    Que imbecil…

    Pq nao abandona logo o time e vai fazer algo de útil… postar uma imbecilidade dessas.. lamentavel

  10. Daqui a pouco o cara vai dizer que o Fluminense desceu para a 2a e 3a divisões e subiu em campo. O Flu desta vez desce e não volta. Pode escrever. Tão certo como foi a maior mobilização humana de uma torcida de futebol. A torcida do Flu sempre chega atrasada. Quando chegou deu com o estádio cheio. Fazer o quê? Voltar para casa e ver a torcida do timão dominar o Maracanã. Quem comprou e pagou os ingressos à vista foi o Vicente Matheus com dinheiro próprio. Depois ele revendeu. Para o Flu quem descobriu o Brasil foi Cristovão Colombo. Fazer o quê? Eles tem a própria história.

  11. Meu pai estava lá!!!
    A quantidade é sim discutível, mas a invasão em si existiu …

  12. EU ESTAVA LÁ, E POSSO DIZER QUE NAO É VERDADE O QUE ELE DIZ, O ESTADIO ESTAVA DIVIDIDO, CLARO QUE TINHA VASCAINO,FLAMENGUISTA MAS QUE TINHA SESSENTA MIL PAULISTAS TINHA.

  13. TUDO QUE VEM DESSE CLUBE OU E MENTIRA OU COISA INVENTADA PELA IMPRENSA CURINTIANA .
    MAIS UMA VEZ A VERDADE VEM A TONA .

  14. Gol do Barcelona!
    Mas impossível ter acontecido essa invasão. Obvia e naturamente teriam muitos mais fluminenses……. E mesmo se aconteceu, depois nunca mais aconteceu pq? Paia das brabas! Corintiano só invade e lota cadeia!

  15. É o outro lado? vale a pena ser discutido?
    33 anos depois o carioca frustrado quer vir encher o saco só pq o timinho dele está pra acabar!

  16. Tem exageros sim, mas o cara fala uma verdade incontestável: os corintianos invadiram o Rio de Janeiro.

  17. Eu estive lá. E assisti o jogo ao lado de um amigo tricolor.
    Existiam cariocas (principalmente flamenguistas) infiltrados sim, mas foi em termos de números de torcedores, um massacre corinthiano.
    E o próprio articulista relata o que aconteceu na cidade do Rio: pura e simplesmente uma invasão. Em Copacabana, Ipanema, Flamengo…pra o lado que se olhasse, tinha um bandeirão preto e branco sendo agitado.
    Um dos mais famosos tricolores, Nelson Rodrigues, relatou o que chamou de invasão.
    E quem viu a Dutra com sua fila de ônibus não vai esquecer jamais.

  18. Essas informações de que a maioria era feita de torcedores rivais, é tão velha…

    Ou vai dizer que quando tem Corinthians x São Paulo, a maioria do povão que lota o bar é são paulino? ¬¬

  19. Ah Paulinho…Quer dizer que se um jornalista são paulino resolver escrever: “Corinthiano é tudo maloqueiro e ladrão. Não sobra um honesto”.
    Só por ser esta a versão dele vc vai resolver postar no blog!!??
    Vergonhoso! Sendo 40, 70, 80 mil… É um número sem precedentes. E é histórico. Se na verdade tivessem ido somente 10 mil e os outro 70 mil fossem de outras torcidas, ok, mas foram no mínimo 50 mil (claro que o tricolor está puxando sardinha pro lado dele).

  20. Lorota?

    Nunca mais vai acontecer isso, um dos espetaculos mais bonitos da história do futebol brasileiro.
    Houve sim um desafio do presidente do Fluminense e ele duvidou da torcida do Corinthians, e o efeito foi devastador.

    Agora, esse torcedor do Fluminense precisa escrever sobre a realidade do Tricolor das laranjeiras hoje: caminhando a passos largos para 2ª divisão.

  21. O nome desse texto deveria ser “Ração para as Focas Anti-Corinthianas”.

    O dia que qualquer outro time levar 70 ou 40 mil torcedores a outro estado e ajudar o time a derrotar um rival notadamente superior, vocês voltam aqui para se gabar. Enquanto isso, fiquem quietos envoltos em sua mediocridade local.

    Abraços alvinegros do campeão da Copa do Brasil e Invicto do Paulista, ambos em 2009 e rumo a tríplice coroa.

    Chupa, cambada de otário.

  22. vanessa.. por que achou ridículo o post do cara?
    tem argumentos?
    eu achei um texto muito legal!

    ou você disse achar ridículo porque NÃO CONCORDA com ele?

    aí, ridícula foi você por querer discordar, não ter conseguido rebater e resolveu tentar diminuir ou desmerecer as idéias de uma pessoa.. mas, sem ter argumento, apenas o atacou de “ridículo”!

  23. Escrito em um Jornalzinho do Rio, por um carioquinha, vocês queriam mais o que ? Afinal de contas qual o assunto que a mídia esportiva caioca tem pra uma grande matéria de futebol ????? O futebol carioca acabou e está enterrado junto com esta malandragem que o carioca pensa que tem ………………..

  24. xxxxxx morram de inveja!

    A torcidinha de tricoloooucos de vcs nunca será tão grande quanto a do Timão!

  25. incrível como os corinthianos ficaram revoltados com esse texto!

    os caras não admitem qualquer discordância ou qualquer palavra que questione seus “símbolos incontestáveis” e já ficam histéricos, xingando a tudo e a todos…

    pior é que o telhado é frágil, mesmo…
    quaia as maiores glórias desse clube?

    – título mundial.. rsrs nem precisa comentar sobre esse campeonato de verão.. rsrsrs
    – ganhar o paulista depois de 30 anos de fila.. rsrsrs.. por si só, já é uma piada.. ainda mais subornando o principal jogador adversário
    – a invasão do Maracanã… meso sendo bem menor do que os corinthianos apregoam (a maioria dos não-fluminenses era de torcedores de outros times do Rio). mesmo assim, é um evento a ser reverenciado, mesmo.. não importam se foram 20 mil ou 30 mil torcedores que viajaram se SP até lá!
    – brasileiro de 2005.. o maior escândalo do futebol brasileiro! compra de juízes, jogos que o Corinthians perdeu e mandaram voltar, etc.. e anda a “falha” no jogo contra o Inter quando o juizão preferiu não dar um pênalti claro sobre o Tinga e ainda expulsou o cara!
    – segunda divisão.. ao que parece, foi conquistado de maneira limpa.. mas será que é caso para se comemorar tanto assim???

  26. Paulinho. olhe o comentário abaixo e tire vc mesmo suas conclusões.

    Esta foi boa, e ainda por cima vindo de um torcedor do Fluminense…

    Vamos aos fatos…

    PRIMEIRO; se tivessem só 40 mil corinthianos como diz o MARCELO MIGLIACCIO já seria uma invazão, visto que nunca um time deslocou por mais de 400 km de distancia tamanha quantidade de TORCEDORES.

    SEGUNDO; o próprio Rivelino disse que ao entrar em campo tomou um susto ao ver o Maracanã lotado e dividido meio a meio entre a torcida do Corinthians e do Fluminense. Logo 140 mil divididos por 2 = 70 mil. não se pode brigar com a matemática.

    TERCEIRO; nas imagens de tv feitas na época (e que podem ser facilmente constatadas no link do Youtube abaixo para quem tiver dúvida) podemos ver claramente uma enorme quantidade de bandeiras corinthianas no anel superior da arquibancada. Sendo assim como pode o MARCELO MIGLIACCIO brigar com as imagens e dizer que não existia corinthiano no anel superior do Maracanã.

    Link: http://www.youtube.com/watch?v=Jm7b6P1f6ck&feature=related

    Obs: Como o MARCELO MIGLIACCIO pode falar que não existiam corinthinos no anel superior, olhem no link acima do Youtube a quantidade de bandeiras e torcedores no anel superior. SIMPLISMENTE NÃO DA PARA ENGOLIR ESSE PATÉTICO ARGUMENTO. Outro ponto que comprova a invasão (no link acima) é anarração do OSMAR SANTOS. Ela diz tudo!!!!

    Daqui a pouco alguem frustrado com a má fase do seu time vai falar que o Rivelino foi revelado no Fluminense, que o Gilmar dos Santos Neves não foi ídolo da Fiel, que o Sócrates era sãopaulino, ou ainda que o Luizinho o Pequeno Polegar era um olograma, e o pior de tudo é que a imprensa divulga estas barbaridades como se fosse uma verdade.

    Em tempo; Claro que entre os torcedores do lado Corinthiano do Maracanã deveriam ter torcedores de outros times do Rio, porem é de se duvidar que 30 mil torcedores de outros times cariocas deixariam de lado seus compromissos pessoais para se unirem e irem ao Maracanã para torcer por um outro time e ainda mais de São Paulo.

    NÃO DA PARA NEGAR, INVASÃO AO MARACANÃ É FATO CONSUMADO E A FIEL FEZ HISTÓRIA. O LINK DO YOUTUBE MAIS A ANALISE DOS TÓPICOS ACIMA COMPROVA O QUE MUITOS ATÉ HOJE QUEREM QUE SEJA APAGADO DA HISTÓRIA!

  27. “mediocridade local”??????

    esse deu um tiro no pé, agora..
    rsrsrssr

    justamente um torcedor do time que não consegue ganhar um título internacional sequer!
    rsrsrsrs

  28. A PRIMEIRA VEZ QUE VEM A TONA ESSA MENTIRA ………QUEM SERÁ QUE ESTÁ CERTO , 1 TORCEDOR DO FLUMINENSE CHORÃO OU MILHARES DE PESSOAS QUE VIVERAM ESSE MOMENTO CONFIRMANDO A INVASÃO CORINTHIANA?

    TRIPLICE COROA GARANTIDA , A NOVA ERA CORINTHIANA!!!!

    PAPA TITULOS!!!!

  29. Eu sempre achei que quando citavam 70 ou 80 mil, achava um certo EXAGERO da parte da mídia da época(principalmente a paulista), mas ADMITO que o “exodo” dos corintianos ÁVIDOS por títulos que nunca vinham após mais de duas décadas, FOI grandioso, sim… Mas de fato foi também grande a ADESÃO de outras torcidas cariocas, mais os corintianos LOCAIS, contra a propalada “Máquina tricolor”, principalmente a do Fla, segundo um rubro-negro amigo meu, carioca da gema, presente àquele jogo. Digamos que das quase 150 mil pessoas, pelo menos 45-50 mil eram corintianas. O que também NÃO seria POUCO, pela distancia superior à 400 km…o que causa um IMPACTO tão grande que a torcida visitante fica parecendo que é maioria num Maracanã lotado, na base do OLHOMETRO…
    O Palmeiras de Telê em 79 na vitória de 4 a 1 sobre o Fla de Zico e cia. na qual estive presente, levou pouco mais de 15 mil alviverdes, que com a adesão de outras torcidas cariocas mais os palmeirenses LOCAIS, talvez beirasse os 20 mil(também na base do OLHOMETRO), num público de 112 mil pagantes, contra a maior torcida do Brasil…talvez esse sendo o segundo maior “exodo” paulista após a semi de 1976, juntamente com a final do Mundial da FIFA(ou da Traffic???Brincadeira…rsrs) entre Vasco e Corinthians em 2000, onde calculou-se cerca de 15 a 20 mil corintianos.
    Não quero aqui desfazer do feito dos alvinegros, mas somente comentar com os olhos da razão…mas daí, se a MÍDIA em geral, prefere levar mais em conta a visão da EMOÇÃO e da PAIXÃO, fazer o que né???? EXAGERAR é PERMITIDO… rsrsrs

  30. O certo mesmo é que a oportunidade em que o Maracanã presenciou a maior torcida para um time que não fosse carioca foi na finalíssima da Copa Rio 1951, o primeiro campeonato mundial de clubes.

    Naquele histórico jogo ( Palmeiras 2×2 Juventus ) em que o Palmeiras se sagrou campeão mundial, recuperando a auto-estima do futebol brasileiro, abalada pelo ” Marcanazzo ” do ano anterior, foram mais de 100000 pessoas no Maracanã, torcendo pelo Campeão do Século.

    Isso é incrível: CEM MIL pessoas no Maracanã, torcendo pelo Palmeiras e comemorando o título mundial!!!!

  31. Realmente lamentável esse post, Paulinho.

    Criticar a atual gestão do Corinthians e apontar os problemas do clube é até aceitável (mesmo vc exagerando, e muito, em alguns pontos).

    Mas colocar a opinião de um carioca recalcado acerca de um acontecimento notadamente histórico, é pura sacanagem.

    OBS: Ao carioca recalcado, apenas um conselho: faz um DVD!

  32. Impressionante a gigantesca torcida palmeirense em Salvador – e no Nordeste, de forma geral – mais de 500 palmeirenses foram receber o time no aeroporto da cidade. Vejam o vídeo abaixo:

    [youtube=http://www.youtube.com/watch?v=1qnbaF5ewgM&hl=pt-br&fs=1&]

  33. Isso faz mais de 30 anos, e os anticorintianos ainda se incomodam com isso? Hehehe, como é bom ser corintiano… show!

    Mas, deixa esse tal Marcelo falar, é apenas a opinião dele, ele não é o dono da verdade. Até me estranha que vc Paulinho, um cara bem informado, dê espaço para uma discussão sem fundamento como essa.

    Entre acreditar na opinião de um mero desconhecido, e a versão constatada por TODOS OS CRONISTAS, HISTORIADORES, E ATÉ PESSOAS QUE CONHEÇO E QUE ESTIVERAM LÁ, fico com a segunda opção.

  34. Qualquer pessoa sabe que não tinham 80 mil corinthianos lá, mas é a mídia que insiste e criou isso!!!

    Isso mesmo a mídia!!!

  35. Belo texto!

    Podemos então dizer, baseado nos corinthianos e a “mídia”, que a nossa invasão foi a maior já vista!!!

    Concordam?

  36. Carlos, a MIM nunca incomodou…só acho que houve um certo exagero nos números, por parte da MÍDIA…e também é apenas uma OPINIÃO particular.

  37. 5 mil torcedores no estádio???
    Vc sabe muito bem o que é isso.
    Nós, Corinthianos, não sabemos não.

  38. Fotos mostram que o lado dos Curintia era BEM maior que o lado de torcedores do time carioca. Ele nao viu pq a arquibancada fica em cima heheehe

    Ele é torcedor e NUNCA vai admitir que um time de outro estado leve mais torcida do que o próprio time dele em um jogo em casa. O que é mais uma chacota p lista dos torcedores desse time

    Agora algumas obs:

    – O que é um torcedor autêntico ? Se vc me disser que autentico é aquele que só tem 1 time ou que mora no estado do time, a torcida do flamengo cai pra 5a colocacao no ranking das maiores, por motívos obvios

    – “90mil” contra o inter no ano anterior. Ai sim ele falou sério pq provavelmente NAO existiam 150mil fluminenses naquele ano (qtde p lotar o estádio)

  39. Corinthians, a maior paixão deste país.

    Nada é mais bonito!!

    Parabéns ao time de 76 e aos 70 mil corintianos que lá estiveram.

  40. Somente um imbecil pode achar que 25 km de onibus entraram no RJ em um único dia. Segundo consta, a polícia rodoviária estimou em 300 onibus sairam da capital-SP para o RJ mais uns 50 de cidades do interior – aproximadamente 15 mil sofredores.

    Mais um mito que a imprensa sustentou para afogar a magoa da falta de títulos da galinhada.

    Consta também, que a imprensa carioca acusa a torcida galinácia de poluir a lagoa Rodrigo de Freitas. Acho que é lenda!

  41. Mais um mito que caiu hoje. Meu tio esteve nessa invasão e me disse que 90% eram cariocas que na época queriam torcer contra o S.C.C.P.
    Meu tio também me disse que após a vitória houveram comemorações nos maiores risca-facas do Rio de Janeiro.

    FRANCISCO TERRA. BRAÇO FORTE. MÃO AMIGA.

  42. A torcida palmeirense no Nordeste pode não ser a maior, mas é uma das
    mais REPRESENTATIVAS por lá…

  43. Veja o comentário que copiei do blog do autor


    jose ricardo enviou em 13/09/2009 as 20:59:
    na época eu tinha 14 anos e também fui ao jogo. Sou rubro-negro e assisti ao jogo junto com meu pai, também rubro-negro, na torcida do flu. A verdade é a seguinte: arquibancada estava dividida, as cadeiras tinham mais corintianos e a geral tinha somente tricolores. Houve realmente uma invasão corintiana. Uma vergonha para o flu e para o rio. No final do jogo, estava no carro do meu tio segurando uma bandeira tricolor e corintianos aproveitando o congestionamento foram até nós e tomaram a bandeira. O maraca estava dividido. É esta a história verdadeira.

    Esclarecedor.

  44. É a tal da mentira repetida mil vezes que acaba virando verdade.

    Basta fazer contas simples. Hoje, cada ônibus de transporte interestadual possui capacidade para levar 44 pessoas sentadas.

    Ainda que seja considerado que naquele ano de 77 cada ônibus que partiu de São Paulo levou 60 pessoas (para arredondar), quantos ônibus seriam necessários para levar, digamos 50 mil pessoas para o Rio?

    Bem, seriam necessário 833 ônibus e lembrem-se, cada um abarrotado com 60 corinthianos. Considerando que a viagem de ônibus entre São Paulo e Rio leva hoje em torno de 7 horas, é pouco provável que os ônibus estivessem tão lotados assim.

    Pergunto: Onde caberiam mais de 800 ônibus no entorno do Maracanã?

    Só a partir desses cálculos, é possível constatar que não saíram nem 40 mil pessoas de São Paulo para ver aquele jogo.

    Bem se vê que um mito repetido infinitas vezes acaba virando verdade.

    Parece a estória do gol mais bonito que o Pelé marcou no estádio do Juventus. Tem muita gente com mais de 50 anos que jura que estava no estádio naquela tarde. Se buscar os números oficiais da época, o público não chegou a 10 mil pessoas.

  45. E eu, na minha inocência, achando que o cara teve acesso aos números de bilhetes vendidos, aos Registro de Nascimento e Carteirinha de torcedores do pessoal que compareceu ao estádio…

    Puro achismo!

    Eu acho que o Corinthians era maioria sim, naquele ano, em número de torcedores no Maracanã…

    E olha que eu nem tinha nascido!

    Agora posta meu comentário como sendo verdadeiro…

    Afinal, foi oque você fez!

  46. Sou corinthiano e estou muito chocado, chateado com essa notícia! Quem sabe eu consiga dormir hoje…
    Grande fluminense, que pulou da terceira para primeira, hj em dia é tri ou tetra rebaixado!

  47. NELSON E A INVASÃO CORINTIANA

    Nelson Rodrigues

    1—Uma coisa é certa: — não se improvisa uma vitória. Vocês entendem? Uma vitória tem que ser o lento trabalho das gerações. Até que, lá um dia, acontece a grande vitória. Ainda digo mais: — já estava escrito há seis mil anos, que em um certo domingo, de 1976, teríamos um empate. Sim, quarenta dias antes do Paraíso estava decidida a batalha entre o Fluminense e o Corinthians.

    2—Ninguém sabia, ninguém desconfiava. O jogo começou na véspera, quando a Fiel explodiu na cidade. Durante toda a madrugada, os fanáticos do timão faziam uma festa no Leme, em Copacabana, Leblon, Ipanema. E as bandeiras do Corinthians ventavam em procela. Ali, chegavam os corinthianos, aos borbotões. Ônibus, aviação, carros particulares, táxis, a pé, a bicicleta.

    3—A coisa era terrível. Nunca uma torcida invadiu outro estado, com tamanha euforia. Um turista que, por aqui passasse, havia de anotar no seu caderninho: — “O Rio é uma cidade ocupada”. Os corinthianos passavam a toda hora e em toda parte.

    4—Dizem os idiotas da objetividade que torcida não ganha jogo. Pois ganha. Na véspera da partida, a Fiel estava fazendo força em favor do seu time. Durmo tarde e tive ocasião de testemunhar a vigília da Fiel. Um amigo me perguntou: — “E se o Corinthians perder?” O Fluminense era mais time. Portanto, estavam certos, e maravilhosamente certos os corinthianos, quando faziam um prévio carnaval. Esse carnaval não parou. De manhã, acordei num clima paulista. Nas ruas, as pessoas não entendiam e até se assustavam. Expliquei tudo a uma senhora, gorda e patusca. Expliquei-lhe que o Tricolor era no final do Brasileiro, o único carioca.

    5—Não cabe aqui falar em técnico. O que influi e decidiu o jogo foi a torcida. A torcida empurrou o time para o empate.

    6—A torcida não parou de incitar. Vocês percebem? Houve um momento em que me senti estrangeiro na doce terra carioca. Os corinthianos estavam tão certos de que ganhariam que apelaram para o já ganhou. Veio de São Paulo, a pé, um corinthiano. Eu imaginava que a antecipação do carnaval ia potencializar o Corinthians. O Fluminense jogou mal? Não, não jogou mal. Teve sorte? Para o gol, nem o Fluminense, nem o Corinthians. Onde o Corinthians teve sorte foi na cobrança dos pênaltis. A partir dos pênaltis, a competição passa a ser um cara e coroa. O Fluminense perdeu três, não, dois pênaltis, e o Corinthians não perdeu nenhum. Eis regulamento de rara estupidez. Tem que se descobrir uma outra solução. A mais simples, e mais certa, é fazer um novo jogo. Imaginem que beleza se os dois partissem para outro jogo.

    7—Futebol é futebol e não tem nada de futebol quando a vitória se vai decidir no puro azar. Ouvi ontem uma pergunta: “O que vai fazer agora o Fluminense?” Realmente, meu time não pode parar. O nosso próximo objetivo é o tricampeonato carioca. Vejam vocês:

    — empatamos uma partida e realmente um empate não derruba o Fluminense. Francisco Horta já está tratando do tricampeonato. Estivemos juntos um momento. Perguntei: — “E agora?” Disse — amanhã vou tomar as primeiras providências para o tricampeonato. Como eu, ele não estava deprimido. O bom guerreiro conhece tudo, menos a capitulação. Aprende-se com uma vitória, um empate, uma derrota. Só a ociosidade não ensina coisa nenhuma.

    ( Publicado no GLOBO em 6/12/76)

    Nelson Rodrigues foi um dos maiores dramaturgos brasileiros da história. Além disso, era tricolor doente.

  48. Faltou vc dar credibilidade para comentários do tipo:

    Papai Noel existe.
    Coelhinho da Pascoa q bota ovo de chocolate.
    São paulino é macho.
    Futebol carioca é importante.
    etc…

  49. ah!ah!ah!ah!ah!ah!ah!ah!ah!ah!ah!ah!

    Esse crioca da gema, goroto “isperto”, cadeira-cativa na praia, demorou 33 anos pra vir falar isso? Conversa mole de malandro do morro, camisa listrada de carteirinha. E justamente por torcedor do fluminense, que está numa tanga danada? Brincou “mermão”. Então estamos todos miopes, pois aquele mar de bandeiras alvinegras não dizia nada? E olha que na época nem se falava em computação gráfica, os efeitos especiais eram modestos ,para se maquiar imagens. Quer dizer que 30 mil bairristas cariocas gastaram o seu suado dinheiro, ganho a ferro e fogo numa conjuntura social perversa, que é a brasileira, só para ir torcer contra o Fluminense? Fácil assim, “cumpadi”. Isso chega a ser megalomaniaco. Aí, malandragem, vai dar um “rolê”em Ipanema, Copacabana, “certo” ,diria Gerson; levar vantagem em tudo…? Com essas e outras, os rivais tentam, a todo custo, diluir todas as nossas mais suadas conquistas. Daqui a pouco irão descobrir que o Corinthians ganhou o título de 1914 – o primeiro – roubado, que o de 54 estava na gaveta, que a quebra do tabu de 68 foi inválida, que Vicente Matheus mandou matar o presidente Kennedy… Sugestão: que tal fecharmos as portas, hein? Aí a inveja acaba. Acho….

    PS – vá ler a revista Manchete de 76, carioca da gema como você, e constate o depoimento dos jornalistas que cobriram o jogo. Se você não tiver te mando uma cópia, cumpadi…

  50. História do cúrintia. Só foi ganhar um 1o título brasileiro na decada de 90, enquanto isso SPFC já tinha 2!
    30 anos de fila no paulista. Torneio de verão não jogando com nenhum time europeu e empatando com o vasco na final….torneio do patrocinador, por isso estava lá. Sveitão 2005, mas sujo que o fluminense pular da 3o para a 1o divisão. Máfia russa !Rebaixamento! e Pelo que o paulinho noticia diariamente, tem muito mais lama ai como PT, máfia russa de novo , dividas e mais dividas.
    História do SPFC. Recordista títulos brasileiros, recordista títulos sul americanos, recordista títulos mundiais e de quebra tem mias títulos paulistas considerando a idade do clube, aproximadamente 30 anos a menos que os “rivais”(Aspas pq SPFC não tem ríval, rival é para time pequeno que precisa se confrontar constantamente para ver quem manda na favela).
    Abração podres

  51. Acho que voçê so esta querendo desviar o foco de que o fluminense esta muito próximo da segundona, alias de onde nunca teria saido se não fosse a invenção da copa joão avelange e o fluminense ser convidado da terceira divisão do campeonato brasileiro para participar isso vc não escreve ai….

  52. Então aquelas imagens que a gente ve em vídeos da época a gente realmente não ve, é isso? Não entendi nada, o que vejo, eu vejo ou não vejo, to louco então???? Des daquele tempo???? Nossa tinha que ser corinthiano mesmo…….o cara deve ser torcedor do flumin… e não tem o que falar do time dele.

  53. “Quando subi as escadas e dei de cara com a torcida do Corinthians, pensei que tivesse errado de estádio.”

    (Renato, goleiro do Fluminense, falando da Invasão Corinthiana de 1976)

  54. Como diria o Sergio:

    Uiiii falar do Curintcha num pode, viu Paulinho, seu bobo, feio! o Corintcha é time “onestio”! viu chatinho.

  55. Mexeu com a torcida e todo curintiano fica bravo…. Afinal é a unica coisa que eles comemoram… A super mega ultra torcida deles…. Dane-se os titulos o que vale é ter torcida grande….

  56. Como diria o Sergio:

    Uiiii falar do Curintcha num pode, viu Paulinho, seu bobo, feio! o Corintcha é time “onestio”! viu chatinho!

  57. Como diria o Sergio:

    Uiiii falar do Curintcha num pode, viu Paulinho, seu bobo, feio! o Corintcha é time “onestio”! viu chatinho;

  58. Chora time falido, Fluminense é um lixo da escória, caiu 3 vezes só não tá na série d hoje, por que o Ricardo Teixeira não quis! Time MEDIOCRE!!

  59. Poxa Paulinho…agora o babaca conseguiu o oba-oba que ele precisava pra animar o blog dele.

    Falar do FLU é realmente meio chato…

    Só o timão mesmo, o time do momento, pra gerar assunto!

    O cara devia te agradecer.

    Mas é esquisito sua postura de postar o texto do cara sem sequer apontar tua opinião antes…
    Poxa…vc aponta tudo qto é podre que vê no nosso time…. É bom defender nossas verdades com a mesma dedicação.

    Teu parabéns pro CORINTHIANS 99 anos teve poucas linhas…E todo dia vc gasta muito mais energia e texto apontando os podres. O que é bacana, visto pelo lado de vigiar e defender a imagem do timão dos corruptos etc…Mas na hora de mostrar teu amor vc deve ser corinthiano tb.

    Abração.

  60. Não é o primeiro que estava lá que afirma isso. É simplesmente impossivel 60.000 pessoas viajarem de SP para o Rio para assistir a um jogo de futebol, ainda mais na década de 70, onde praticamente só poderia ir pela Dutra. (passagem aérea era fora da realidade)

    Como tudo que envolve o Corinthians, a mídia super valorizou o feito de vários paulistas terem ido ao Rio.

    Nenhuma novidade neste post. Fato já comentado várias vezes no passado, por diversas pessoas que estiveram lá no Maracanã.

  61. “Havia até mesmo bandeiras rubro-negras no meio da Fiel”, disse o inconformado e recalcado autor do texto que serviu de base para a presente postagem.

    Existe farta quantidade de fotos e filmes sobre a Invasão Corinthiana.

    Não se encontram bandeiras ou faixas rubronegras nessas imagens.

  62. Paulinho,
    Quanto a invasão corintiana, que vc e seu timeco jamais vai nos devolver (nós corintianos), só vc é o certo. Todos os demais veiculos de comunicação, inclusive com imagens da época estão errados. Não distorça a história, Paulinho, afinal vc é jornalista. Seja uma vez, pelo menos, imparcial e CONFORMADO

  63. Pra refrescar um pouco a memória de vcs. Nenhum clube foi mais virado do avesso que o Corinthians na gestão Dualibi. Até a PF investigou as ligações do Kia Jorabishian com a máfia russa, que transformou o clube em instrumento de lavagem de dinheiro em 2005, e ganhou um campeonato suspeitíssimo A mídia foi conivente com todos os absurdos que ocorreram em 2005, sem escrever ou dizer uma só palavra contra toda aquela mutretagem internacional que levou os xxxxxx ao título.Hj, vejo um monte de corinthiano aparecendo por aqui, vestindo a carapuça de ético pra cobrar uma dívida que temos por conta de uma virada de mesa … quer dizer … na lógica de vcs utilizar o dinheiro da máfia russa, ganho na base da venda de armas e drogas POOOOOOOODE, já virar a mesa num campeonato de futebol NUM POOOOOOOODE …

  64. hahahahahhahahhahaha, vc é engraçada…

    será que a torcida do seu time, formada 95% por simpatizantes não pegam onibus pra irem em jogos???

    ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhh, eu esqueci… o time da torcida de simpatizantes NUNCA fez isso em estádio nenhum do brasil.

    amiguinha, seja racional…

    não sou corintiano, mas a história ninguem apaga, assim como ninguem apaga a queda do seu timeco pra segundona do paulista de 1990, lembra-se?

  65. kkkkkkkkkkk. e ai Paulinho, eu não te entendo kra… vc parece aquelas pessoas que são antimidia… tudo que é constatado vc fica do lado contrário… “Mentira”, até parece q eu vou acreditar em um desconhecido…

  66. O inconformado e recalcado autor do texto que serviu de base para a presente postagem disse que boa parte das pessoas presentes no Maracanã no dia da Invasão Corinthiana era de torcedores dos rivais cariocas do Fluminense, que foram secar o inimigo…

    Se foi assim, por que é que não se repetiu semelhante fenômeno na final do Brasileirão de 1974, entre Vasco e Cruzeiro, configurando uma “Invasão Cruzeirense”?

    Idem para a final do Brasileirão de 1980, entre Flamengo e Atlético Mineiro, configurando uma “Invasão Atleticana”?

    Dói, caro MARCELO MIGLIACCIO… Mas NADA se compara ao Corinthians no futebol brasileiro.

  67. o idiota….

    nunca mais aconteceu de o homem tambem pisar na lua né???

    acontecimentos historicos acontecem apenas uma vez…

    ou vc acha que algum time vai conseguir trazer toda a torcida brasileira pra torcer como o Santos fez em 1963 no bi-mundial contra o Milan???

    como tu é mané.

  68. Só pra complementar, em 2000, o Datafolha realizou a mais completa pesquisa de torcidas do Brasil, em todos os tempos. Cerca de 12 mil pessoas pesquisadas, em quase 300 cidades, em todos os Estados brasileiros.

    A conclusão foi que o Palmeiras tinha a 3ª maior torcida do Brasil, com 8% do total.

    Um dado notável daquela pesquisa era que se considerássemos apenas as Regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, o Palmeiras tinha a 2ª maior torcida, com 12%, ficando atrás apenas do Flamengo, que tinha 25%.

    Pelo visto, depois de quase 10 anos, o PALMEIRAS continua tendo uma das maiores torcidas no Nordeste, provavelmente, a segunda maior daquela região.

  69. Ou Paulinho, calma! amanhã o Corinthians joga e você volta a ter assunto! Ta feia a coisa, hein?! Pelo amor…

  70. Estou espantado com o snúmeros que leio aqui: 70, 80 mil. Até hoje, o máximo que tinha ouvido eram 30 mil corintinos vindos de São Paulo. De qualquer forma, mesmo que fossem 15 mil já seria um feito notável. Agora, falar que milhares de vascaínos estavam no maracnão torcendo pro corinthians só pode ser piada. Só algum alienado que tivesse pousado no planeta terra na véspera. Seguramente, 99% dos cariocas eram burro-negros.

    Quanto a dividir o maracanã, passou longe, basta olhar a capacidade do estádio na época. De qualquer forma, como já disse, um feito notável.

    Sempre tive curiosidade de saber se existe alguma estimativa de quantos iam de Santos pra assistir àqeula máquina jogando as finais de mundial no maraca. Alguém sabe?

  71. pois é marcos…

    como também é incrivel o santos ter levado ao maracana na terceira partida da final do mundial interclubes de 1963 simplesmente 200 mil pessoas…

    coisas de uma época que não volta mais.

    infelizmente hj quando vemos o morumbi com 30 mil ou o maracanã com 60 mil ja achamos um feito histórico.

    que pena.

  72. Valeu, Felipe!!! Concordo, pois, apesar de que, provavelmente, a maioria dos mais de cem mil presentes no Maraca fosse carioca, o certo é que todos eles, por um dia, ao menos, foram palmeirenses.

    Abaixo, a ficha técnica desta memorável passagem da história do futebol brasileiro:

    PALMEIRAS CAMPEÃO MUNDIAL DE CLUBES 1951 – PALMEIRAS 2X2 JUVENTUS

    Data: 22 de julho de 1951

    Local: Estádio do Maracanã

    Placar: Palmeiras 2 x 2 Juventus

    Árbitro: Gaby Tordjman – França

    Renda: Cr$ 2.783.190,00

    Público: 100.093 (82.892 pagantes)

    Palmeiras: Fábio, Salvador, Juvenal, Túlio, Luiz Villa, Dema, Lima, Ponce de León (Canhotinho), Liminha, Jair e Rodrigues. Téc. Ventura Cambon.

    Gols: Rodrigues e Liminha

    Juventus: Viola, Bertucelli, Manente, Mari Jacomo, Parola, Bizzoto, Muccinelli, Karl Hansen, Bonipertti, John Hansen, Praest. Téc. Carver.

    Gols: Praest e Boniperti.

  73. “qualquer pessoa”???

    como vc pode afirmar isso, cara pálida???

    vc viu???

    vc estava lá???

    conhece alguem que esteve lá???

    se respondeu não em alguma das perguntas… limite-se a dizer sua opinião e não colocar a GERAL na conversa… ok?

  74. A invasão do Maracanã – A resposta de um amigo torcedor do Bangu

    Esta passagem me fez reviver mais uma das inesquecíveis tardes que
    vivencieino Maracanã. A imprensa carioca badalou este jogo durante toda a semana,
    conclamando a torcida não só do Fluminense, mas a carioca para impedir a
    anunciada invasão Corintiana no nosso templo sagrado do futebol. Creio que
    não havia muita crença de que o fato acontecesse e, caríssimo amigo,
    aconteceu! Foi um dos mais belos e inacreditáveis espetáculos que tive o
    privilégio de presenciar.

    Grande parte da caravana Corinthiana chegou ao R.J. ainda na parte da manhã
    e antes da ida para o Maracanã fizeram um tour pela cidade. O espetáculo
    despertou entre toda a imprensa um frenesi pelo ineditismo do acontecimento.
    Ainda assim havia certa incredulidade se realmente a torcida ocuparia metade
    das arquibancadas, e aconteceu! Um fato histórico deste quilate,
    só poderia acontecer no Maracanã. Desculpe-me, mais em nenhum outro lugar,
    seria tão apropriado. A alegria da torcida contagiou e emocionou a todos os
    presentes. Acredite que talvez tenha sido um dos jogos em que concentrei as
    minhas atenções muito mais nas monumentais arquibancadas do que no gramado,
    e
    olha que o FLU tinha um timaço, conhecido por aqui como a máquina tricolor.
    Foi simplesmente deslumbrante! Até hoje não sei como classificaria a
    qualidade do jogo, porque o grande espetáculo nos foi proporcionado pela
    fiel torcida do Corinthians. Foi a mais bela demonstração a que assisti de
    amor de uma torcida pelo seu clube. Metade do Maracanã transformou-se, para
    nossa surpresa, em um mar de bandeiras branco e preto. Nos penaltis
    realmente o grande herói foi o Tobias.

    Comentário a parte do jogo: Mais tarde quando o Bangu anunciou a contratação
    do Tobias eu nem acreditava que teríamos entre nós aquela figura mitológica.
    Como na época ainda a TV era muito circunscrita aos jogos locais,
    desligamo-nos do desempenho do referido goleiro. Que decepção! Que
    goleiro limitado! Ele era realmente fraco ou ocorreu como com tantos
    jogadores, o comprometimento da carreira, por fatores extra campo? Teve pelo
    Bangu passagem curtíssima e discreta e nem sei que fim levou. Enfim, são os
    mistérios do futebol.

    Retornando ao tema: Tendo as imagens ainda bem vivas na memória sobre o
    belíssimo espetáculo proporcionado pela torcida do seu amado clube, aqui no
    R.J, com 32 anos anos de atraso, eu o felicito. Um abraço,

    Jairo

    http://blog.soccerlogos.com.br/2008/02/05/a-invasao-do-maracana-a-resposta-de-um-amigo-torcedor-do-bangu/

  75. O tempo, o inexoravel da vida, e lá se vão 46 anos, e por falta de novas histórias as antigas se renovam…

    Lamentável.

  76. Ingredientes:
    1 kg de salmão
    1 colher (chá) de sal
    1 cebola ralada e 1 cebola picadinha
    3 colheres (sopa) de manteiga
    60 g de bacon
    1 colher (sopa) rasa de páprica
    1 colher (sopa) de farinha de trigo
    1 xícara (chá) de vinho branco
    2 colheres (sopa) de creme de leite azedo
    * Para azedar o creme de leite, basta deixá-lo fora da geladeira no dia anterior

    Acompanhamento:

    2 kg de batata
    1 colher (chá) cheia de sal
    2 colheres (sopa) de manteiga

    Modo de Preparo:
    Limpar o salmão, retirando a pele e as espinhas, cortar em pedaços de cerca de 3 cm, temperar com o sal e a cebola ralada e reservar.
    Numa frigideira colocar 2 colheres de manteiga, o bacon, a cebola picadinha e refogar.
    Juntar os pedaços de peixe e fritar por 2 a 3 minutos.
    Salpicar sobre o salmão a páprica, a farinha de trigo e deixar tostar por 2 minutos.
    Acrescentar o vinho branco e o creme de leite e cozinhar, em fogo brando, por 5 minutos.
    Retirar, com cuidado, os pedaços de peixe e reduzir o molho, deixando-o ferver por mais uns 5 minutos; acrescentar a manteiga restante.
    Arrumar o salmão no centro de uma travesssa, regar com molho e enfeitar com batatas.

    Acompanhamento:
    Descascar as batatas e tirar pedaços em forma de bolas (existe uma colher própria para isso), do tamanho de nozes. Cozinhar em água e sal, sem deixar desmanchar.
    Escorrer e regar com a manteiga derretida.

  77. Celso Ricardo, é VERDADE…cheguei a ver vários jogos do Palmeiras
    no Pacaembu que beirava os 70 mil torcedores, nos anos 70…
    Eu vi um jogo contra o SEU Santos(Palmeiras 2 a 0, rsrs) no Morumbi, com mais de 123 mil torcedores em 1978…
    Tempos que não voltam mais.

  78. PRIMEIRO que o texto é de um TORCEDOR do Fluminense.
    O que faz o teor do mesmo ser no mínimo SUSPEITO.

    SEGUNDO, outras considerações…

    No You tube, e em um documentário do TV CULTURA, as imagens
    NÃO mentem.

    A torcida do Corinthians, pelas imagens, na minha opinião não era MAIOR que a do Fluminense. Era IGUAL. Tanto é que pelas imagens da pra ver também a grande quantidade de bandeiras corinthianas e MUITO poucas bandeiras de outros clubes. Aliás, muito POUCAS mesmo.

    TESTEMUNHO DE QUEM ESTEVE LÁ.
    Um amigo meu, o Maurício(palmeirense), esteve neste jogo em 1976. Ele tinha 14 anos e estava com o tio dele que torcia pro Fluminense.

    Segundo o Maurício, tinha mais corinthianos. Ele torce pro Palmeiras, ele é um fanático, e diz que tinha muito mais alvinegros no estádio.

    FINALIZANDO…

    Faz mais de trinta anos que os corinthians se orgulham desta “invasão”. Se tinha mais corinthianos, se a quantidade foi a mesma ou se a torcida do Flu era maior, realmente, podemos discutir, mas o que não tem discussão é que NUNCA houve, e possivelmente, nunca mais haverá um outro jogo DECISIVO entre dois grande clubes brasileiros, onde uma torcida de fora tenha colocado tantos torcedores na casa do adversário.

    E os torcedores do Flu e jornalistas torcedores do Flu CONTINUARÃO a NEGAR até mesmo as IMAGENS que registraram o tal fato.

  79. Mas você é corinthiano agora ?

    Ou não tem nada pra dizer e quer se valer da maioria do post ?

    Pô cara, coisa feia usar o pxx dos outros !!!

    Fica na tua !!!

  80. É vc tem razão, e motivos não faltam pra invejar esse clube magnifico: estádio, titulos, libertadores, diretoria, camisa preservada de patrocinadores, escândalo do apito, empréstimos, ligação com a máfia russa, injeção de dinheiro de origem duvidosa, jogadores desviados pra clubes do interior do estado, caso nilmar, agressão a diretores por parte da torcida organizada, etc, etc e etc.

    É um orgulho.
    Bota inveja nisso.

  81. Post lamentável, Paulinho.

    Vc ta cada vez mais parecido com aquela raça de jornalistas que apenas gosta de ser do contra.

  82. Imbecis só existem porque existem quem ouça e repercuta o que falam. Lamentável o Jornal que esse cidadão escreve não demití-lo. Lamentável blogs “darem cartaz” a esse tipo de coisa. Pior do que ser torcedor de um time que já está rebaixado pra segunda divisão, morador de um estado onde o futebol acabou faz tempo é rasgar as páginas da história. Infelizmente, na raça humana existem seres desprezíveis que negam o holocausto, negam os avançoes da ciência, negam a escravidão, etc.. Por quê não negariam a invasão de 76, relatada até pelo maior torcedor do fluminense que foi Nelson Rodrigues? Quanta mer.. somos obrigados a ler e a ouvir não?

  83. Interessante. Mas se eu fosse torcedor do tricolor carioca teria outras preocupações no momento. E como eu tinha 4 anos em 1976 e nem morava no Brasil, prefiro acreditar no relato do Juca a respeito do episódio.

  84. Depois os caras te chamam de sãopaulino e vc não sabe por que, né Paulinho? Texto de um torcedor “doente” do fluminense dizendo que não houve invasão? Puro recalque de quem não engole até hj perder dentro e fora de campo pra um time de guerreiros, vai ver o cara foi buscar alguma coisa no passado que o alegrasse já que o presente vai mal, muito mal.

    Para os palmeirenses que acham que o que é deles é sempre melhor que o dos outros: o Santos levou 132 mil pagantes ao Maracanã no jogo da Intercontinental contra o Milan em 1963. Melhor dizendo, Pelé levou 132 mil.

  85. Este néscio deve ter esquecido os óculos nesse dia. Eu estava lá! No anel superior, a massa corinthiana era de cerca de 60% do espaço. E neste espaço, a ocupação por metro quadrado era maior do que nos 40% dos tricolores, onde havia áreas rarefeitas. Nas numeradas (anel inferior), a maioria corinthiana era brutal! Afirmar que havia um grande número de outros torcedores, é uma grande falácia. Alguma centenas de fanáticos com a camisa do Flamengo e nada mais. O resto era só camisa corinthiana. Qual torcedor de outra equipe, em sã consciência, iria gastar dinheiro com entrada e camisas do Timão e torcer contra um time poderoso e favorito na ocasião, como o Flu? De onde iriam brotar, da noite para o dia, dezenas de milhares de camisas alvi-negras? Das areias de Copacabana? Dos braços do Cristo Redentor, milagrosamente? Tenha a santa paciência, caro blogueiro. Confirme os fatos, antes de publicar besteiras como essa.

  86. Torcedor São Paulino (xxxxxxx) é nojento… não sabem nem a história do próprio clube, cheia de falências e rasteiras, clube nojento mesmo, de torcida ridícula, que só aparece em épocas boas. Como sujestão, gostaria que o BLOGUEIRO, relatasse a verdadeira história do São Paulo.

  87. Na verdade a invasão foi também de santistas, palmeirenses e são paulinos, que ajudaram a compor a pequena (minúscula) torcida fluminense. Os rivais paulistas do Corinthians queriam que o jejum continuasse e foram para o Rio secar o rival. Coincidentemente, vascaínos, rubro-negros e botafoguenses estavam no lado do timão…No fim das contas tinham uns 15 mil de cada torcida na maior festa dos 8 grandes do eixo Rio-SP…Ah…o pontapé inicial foi dado pelo Papai Noel…

    Lamentável o texto…Avisem o Marcelo que se nunca é tarde para reparar injustiça, em 2011 o Flu estará na Série C!

  88. Ainda o blogueiro tem a idéia ridicula de postar essa besteira aqui, dá nisso, só aparece xxxxx pra ridicularizar.

  89. Copa Rio 1951 = mundial de clubes?????????????

    HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!

    HIHIHIHIHIHIHIHIHIHIHIHIHIHIHIHIHIHIHIHIHIHIHIHIHIHIHIHIHIHIHIHIH!

    HEHEHEHEHEHEHEHEHEHEHEHEHEHEHEHEHEHEHEHEHEHEHEHEHEHEHEHE!

  90. Tudo isso pra potencializar sua já gigantesca audiência, Paulo? Bom, cada um com suas neuroses. Mas pra confrontar este texto carregado de bairrismo, relembro um outro de um tal Nelson Rodrigues, publicado n’O Globo um dia após esta “farsa”.

    1—Uma coisa é certa: — não se improvisa uma vitória. Vocês entendem? Uma vitória tem que ser o lento trabalho das gerações. Até que, lá um dia, acontece a grande vitória. Ainda digo mais: — já estava escrito há seis mil anos, que em um certo domingo, de 1976, teríamos um empate. Sim, quarenta dias antes do Paraíso estava decidida a batalha entre o Fluminense e o Corinthians.

    2—Ninguém sabia, ninguém desconfiava. O jogo começou na véspera, quando a Fiel explodiu na cidade. Durante toda a madrugada, os fanáticos do timão faziam uma festa no Leme, em Copacabana, Leblon, Ipanema. E as bandeiras do Corinthians ventavam em procela. Ali, chegavam os corinthianos, aos borbotões. Ônibus, aviação, carros particulares, táxis, a pé, a bicicleta.

    3—A coisa era terrível. Nunca uma torcida invadiu outro estado, com tamanha euforia. Um turista que, por aqui passasse, havia de anotar no seu caderninho: — “O Rio é uma cidade ocupada”. Os corinthianos passavam a toda hora e em toda parte.

    4—Dizem os idiotas da objetividade que torcida não ganha jogo. Pois ganha. Na véspera da partida, a Fiel estava fazendo força em favor do seu time. Durmo tarde e tive ocasião de testemunhar a vigília da Fiel. Um amigo me perguntou: — “E se o Corinthians perder?” O Fluminense era mais time. Portanto, estavam certos, e maravilhosamente certos os corinthianos, quando faziam um prévio carnaval. Esse carnaval não parou. De manhã, acordei num clima paulista. Nas ruas, as pessoas não entendiam e até se assustavam. Expliquei tudo a uma senhora, gorda e patusca. Expliquei-lhe que o Tricolor era no final do Brasileiro, o único carioca.

    5—Não cabe aqui falar em técnico. O que influi e decidiu o jogo foi a torcida. A torcida empurrou o time para o empate.

    6—A torcida não parou de incitar. Vocês percebem? Houve um momento em que me senti estrangeiro na doce terra carioca. Os corinthianos estavam tão certos de que ganhariam que apelaram para o já ganhou. Veio de São Paulo, a pé, um corinthiano. Eu imaginava que a antecipação do carnaval ia potencializar o Corinthians. O Fluminense jogou mal? Não, não jogou mal. Teve sorte? Para o gol, nem o Fluminense, nem o Corinthians. Onde o Corinthians teve sorte foi na cobrança dos pênaltis. A partir dos pênaltis, a competição passa a ser um cara e coroa. O Fluminense perdeu três, não, dois pênaltis, e o Corinthians não perdeu nenhum. Eis regulamento de rara estupidez. Tem que se descobrir uma outra solução. A mais simples, e mais certa, é fazer um novo jogo. Imaginem que beleza se os dois partissem para outro jogo.

    7—Futebol é futebol e não tem nada de futebol quando a vitória se vai decidir no puro azar. Ouvi ontem uma pergunta: “O que vai fazer agora o Fluminense?” Realmente, meu time não pode parar. O nosso próximo objetivo é o tricampeonato carioca. Vejam vocês:

    — empatamos uma partida e realmente um empate não derruba o Fluminense. Francisco Horta já está tratando do tricampeonato. Estivemos juntos um momento. Perguntei: — “E agora?” Disse — amanhã vou tomar as primeiras providências para o tricampeonato. Como eu, ele não estava deprimido. O bom guerreiro conhece tudo, menos a capitulação. Aprende-se com uma vitória, um empate, uma derrota. Só a ociosidade não ensina coisa nenhuma.

    No seguinte jogo, vocês verão o Fluminense em seu máximo esplendor.

    NELSON RODRIGUES

  91. Vamos supor que o cálculo do autor do texto seja real e cada

    Corinthiano tenha sido contado, inclusive os que moravam no Rio, parte nunca abordada. 40 MIL TORCEDORES oriundos de outro estado é gente bagarai! Representa 1/3 do publico presente, fato provavelmente tão importante qto os ditos 80 mil.

    Blog do Paulinho, o maior nº de page views entre os sãopaulinos.

  92. É verdade… não houve mesmo a invasão, isso é uma invenção, claro… e digo mais: o homem não pisou na Lua, foi tudo armação também… assim como nunca houve o holocausto, é tudo invenção do povo Judeu… aproveitando, não houve também ditadura miltar no Brasil, isso foi invenção do Estadão… aliás, é bom que saibam também que não houve a guerra do Vietnan, isso foi invenção da mídia sensacionalista americana… e outra, Michael Jackson nunca vendeu mais de 30 milhões de cópias do álbum Thriller, isso nunca foi provado, é invenção também… e, finalizando, é bom também que se discuta a existência de Jesus Cristo, pois pode ser tudo invenção da Bíblia…

    É isso aí, a moda agora é discutir fatos históricos que ocorreram comprovadamente no passado, e tentar mudar a história!

    É… pelo jeito o Palmeiras fez escola quando tentou mudar a história e transformar um título inexpressivo de 1000 anos atrás em mundial… hehehe!

  93. Olá queridos.

    Venho convidar a todos pro nosso mais novo empreendimento na Turiassu.

    Nós somos uma empresa que cuida do entretenimento masculino com muito carinho. Temos um open bar com várias bebidas e petiscos.

    Um cardápio recheado de beldades para seu bel-prazer.

    Além disso temos o prazer de anunciar que estamos vendendo a nova camisa azzurra calçolinha de quenga com um super preço comemorativo:
    R$ 10,00, pra festejar os 10 anos do nosso último caneco.

    Faz tempo, mas parece que foi ontem.

    Estamos no aguardo de uma visita.
    Rua Turiassú 1840, Água Branca, São Paulo
    Telefone: (11) 3873 2111

    Beijos
    Mãe Joana

  94. O individuo que escreve esse texto torce pra os xxxxxxxdo Rio.
    Nada mais justo , na visão dele , achar que os rivais deles contabilizassem na nossa torcida….

    Série B merecida para o sujeito e para o time dele, é a minha visão…

    Morra de inveja timinho bambineiro do Rio !

  95. Maior número de page views entre São Paulinho.

    Claro, tem coisa melhor que ver notícias diárias da merda que o cúrintia é? E de quanto a torcida do cúrintia se gaba do clube podre? tem que ser fiel mesmo!

  96. Com a palavra, o gerente da Máquina Tricolor.

    ”De início, 20 mil. Depois, a pedido do presidente Vicente Matheus, mais dez mil, todos pagos por ele à Federação Carioca”.

    Trinta mil, portanto, ou um quinto do total de presentes ao Maracanã.

    Eis a verdade nua e crua. O resto é devaneio de fanáticos.

  97. o blues…

    desde quando eu preciso ser torcedor de time xou y pra dar minha opinião???

    não sei se vc sabe, mas estamos num pais DEMOCRÁTICO, embora as vezes não pareça.

  98. Paulinho. Por que você postou aquilo que não acredita em seu blog? No final, ele falou, falou e não mudou nada dos fatos, que foram todos documentados em arquivos de mídia e papel! Entre os arquivos de mídia e de papel e a opinião de um ser que até hoje eu nunca tinha ouvido falar, eu fico com a verdade, com aquilo que EU VI!

    Ele falou que tinha torcedores de outros times no meio, claro que tinha, mas acredito que eles não seriam capazes de lotar as gigantescas praias do Rio, “quebrar” o comercio da cidade e por ai vai, se diminuir 10 ou até 80 mil, no final, os que “sobraram” fizeram a diferença e colocaram a fiel na história do futebol MUNDIAL!

  99. Paulinho, má idéia sua divulgar esse texto, o cara está negando o holocausto e defendendo o criacionismo. É um tolinho, deixa sua paixão e inveja dominarem sua razão… há muitas imagens desse jogo, a arquibancada estava coberta de bandeiras enormes do Corinthians, como os tais vascainos e menguistas iam ter todas aquelas bandeiras…? Claro que tinha muito carioca anti flu misturado mas querer negar a invasão… só internando.

  100. Não sei o q esse texto mediocre acrescentou, ao blog, qual foi seu intuito Paulinho ao postar essa baboseira criar polemica boba, ta parecendo aqueles pessimos programas de esporte da hora do almoça criando polemica sobre o nada.

  101. nÃO SEI O QUE É MAIS ENGRAÇADO. O CARA DIZER QUE NÃO HOUVE INVASÃO, BRIGANDO COM FOTOS E VIDEOS DO JOGO, OU DIZER QUE “O FLUMINENSE UM DIA FOI GRANDE”….QUANDO??? O FLU É UM TIME NTIME DE MÉDIO PARA PEQUENO. COMO UM TIME QUE FOI REBAIXADO UMA VEZ, VOLTOU NO TAPETÃO. TORNOU A SER REBAIXADO, DESCEU A TERCERONA E SÓ SUBIU NO TAPETÃO E AGORA ESTÁ PRESTE A CAIR NOVAMENTE, PODE SER CONSIDERADO “GRANDE”????

  102. Jasolina, agora me diga…o que tem a ver o BIFE ALI NA MESA, com o
    BIFE A MILANESA????????? Saberia responder essa???? RSRSRSRSRS

  103. -3-3-13 rumo à 14a Disse:

    Setembro 15, 2009 às 3:32 pm | Responder
    E alguém acredita em torcedor do fluminense???

    DIFÍCIL É ACREDITAR EM CURINTIANO!
    VAMOS RACIOCINAR UM POUQUINHO SEM RECORRER A INFORMAÇÕES MENTIROSAS DA IMPRENSA.
    DIGAMOS QUE SAIRAM DE SP 1000 ONIBUS, CADA UM TRANSPORTANDO 40 PASSAGEIROS MAIS ALGUNS GATOS (xxxxxxx)PINGADOS DE AVIÃO E TREM. NEM MORTO CHEGA A 45 MIL.
    LEMBRO QUE NO DIA DO JOGO TORCEDORES DOS OUTROS CLUBES DO RIO FORAM AJUDAR O CURINTIA POIS O FLU TINHA UM ESQUADRÃO E PAPAVA QUASE TODOS OS TÍTULOS NO RIO.
    É A MESMA COISA DIZER QUE O MILAN, BARCELONA E LIVERPOOL TEM NO BRASIL MAIORES TORCIDAS QUE O SÃO PAULO.
    É LÓGICO QUE NAS FINAIS DOS MUNDIAIS AS INVEJOSAS COM COTOVELOS INCHADOS E CHEIOS DE GELOL TORCERAM CONTRA O GLORIOSO TRÍ-MUNDIAL.

    Fluminense 1 x 1 Corinthians
    Campeonato Brasileiro de 1976
    Data: 05/12/1976
    Estádio: Maracanã
    Público: 146.043
    Renda: Cr$4.027.250,00

    PARA MIM MATEMÁTICA E UMA CIÊNCIA EXATA E 76.043 TORCEDORES DO FLU É MAIOR QUE 70 MIL DE CURINTIANOS E AGREGADOS.
    PARA DERRUBAR ESSA LOROTA PERGUNTO: ENTÃO PORQUE NÃO INVADIRAM O BEIRA RIO NO DOMINGO SEGUINTE PELA FINAL DO CAMPEONATO?
    AH, JÁ ENTENDI, SEMI-FINAL E MAIS IMPORTANTE QUE FINAL.
    CURINTIANO TEM UMA CABECINHA!!!!!!!

    LEMBRO DE UM FATO MUITO IMPORTANTE NA 2ª FEIRA APÓS O JOGO DO MARACA, O PREFEITO RECLAMOU MUITO DA SUJEIRA QUE OS CURINTIANOS DEIXARAM EM TODA ORLA E ENTORNOS DO ESTÁDIO.
    NUNCA FOI VISTO TANTA COCÔ BOIANDO NAS PRAIAS CARIOCAS TAMBÉM PUDERA, PÃO VELHO+MORTANDELA+BANANA AMASSADA+K-SUCO SEM GELO+FAROFA SÓ PODIA PRODUZIR SUBMARINO MESMO.
    NAQUELE FINAL DE SEMANA O QUE MAIS TINHA NAS PRAIAS ERAM MALOQUEIROS SUJOS DE AREIA NOS BARZINHOS, PARECIA QUE ESTAVAM A MILANESA.
    EM PORTO ALEGRE QUANDO OS SUGISMUNDOS LÁ CHEGARAM A POLÍCIA METEU A BORRACHA, PORCARIA AQUI NÃO, GRITAVA O COMANDANTE DA BRIGADA.

  104. REESCREVER A HISTÓRIA PARA TENTAR SER GRANDES NOVAMENTE. É ESSA A PATÉTICA TENTATIVA DOS CARIOCAS… ANDRADE NETO SE COLOCA NESTA CONTENDA EM SOLIDARIEDADE AO SPORT CLUB CORINTHIANS PAULISTA, PATRIMÔNIO DA CIDADE DE SÃO PAULO E DO POVO PAULISTA- A DESPEITO DE SUA CORRUPTA DIRETORIA. ANDRADE NETO. DVCOR, NON DVCO.

  105. TAH BRIGANDO COM A GRANJA SUA VAGABA ??!?!!?
    MAS VOCES NAO ERAM AMIGUINHAS ???

    POR FAVOR, MANTENHAM O NIVEL.
    NAO SE ESQUECAM QUE VOCES TEM QUE SE UNIR CONTRA O SOBERANO NEH ???

    EU PRA FALAR A VERDADE, ACHO BOM.
    PORQUE CADA UM POR SI NAO TAH DANDO NEM PRO CHEIRO.

    TRICOLOR TRI-HEXA UNICO E RUMO AO TETRA-HEPTA.
    PRO DESESPERO DAS AMIGUINHAS DE GRANJA E CASA DE TOLERANCIA.

    8)

    ***(*) ******(*)

  106. Ninguém tá revoltado com nada.

    Ou você e os demais que contrariam querem brigar com as imagens?!

  107. Meu deus do céu, eu não estou lendo isso.

    Vou atualizar a página aqui com a esperança de que estes comentários sobre a torcida do bugre lapense sumam.

  108. TUDO MUITO BONITO, MAS VAMOS POR OS PINGOS NOS IS. A MAIOR TORCIDA DO BRASIL EH A DO FLAMENGO COM 18% DA PREFERENCIA NACIONAL, SEGUIDA POR GRANJA COM 13% E PELA PARTE MAIS VENCEDORA QUE OPTOU PELO SOBERANO COM 10%.

    PORTANTO, O FLAMENGO PODERIA MUITO BEM FAZER ALGO PARECIDO OU MAIOR.

    UMA INVASAO COMO ESSA ( QUE ACONTECEU DE FATO ), SOH NAO VAI ACONTECER NOVAMENTE PORQUE OS TEMPOS SAO OUTROS, NENHUM PRESIDENTE DE CLUBE VAI DAR TAL CARGA DE INGRESSOS PRO ADVERSARIO.

    NAO EH A TORCIDA DA GRANJA QUE EH ESSA FALACAO TODA.

    COMO DIZ O DITADO, QUE ALIAS CAI BEM NESTE CASO:
    “A OCASIAO FAZ O LADRAO”.

    DE QUALQUER MANEIRA PARABENS A GRANJA.

    AGORA UMA PERGUNTA:
    QUEM FOI O CAMPEAO BRASILEIRO EM 1976 ???

    ***(*) ******(*)

  109. ATENÇÃO PARA O QUE DIZ O GOLEIRO RENATO DO FLUMINENSE AOS 53 SEGUNDOS DO VÍDEO ACIMA.

  110. ESSE MARCELO MOGLIACCIO NÃO É UM FANFARRÃO.

    É UM SIMPLES DÉBIL MENTAL.

  111. A INVASÃO CORINTHIANA NAS PALAVRAS DE OSMAR SANTOS (VÍDEO ACIMA):

    “CORINTHIANS, VOCÊ É ALEGRIA, VOCÊ É FESTA, VOCÊ É PARTE DESSE POVO!”

    “CORINTHIANS, NÃO HÁ NADA IGUAL NO MUNDO! ESTREMECEM OS ALICERCES DO MARACANÃ!”

  112. Tá, Tá, Tá….
    Foi invasão sim…
    MASSSSSSSSSSSSSSSS…
    Perderam o título na sequencia, para o Inter…
    kkkkkkk

    Eita mediocridade…

  113. (2) PRIMEIRO que o texto é de um TORCEDOR do Fluminense.
    O que faz o teor do mesmo ser no mínimo SUSPEITO.

    SEGUNDO, outras considerações…

    No You tube, e em um documentário do TV CULTURA, as imagens
    NÃO mentem.

    A torcida do Corinthians, pelas imagens, na minha opinião não era MAIOR que a do Fluminense. Era IGUAL. Tanto é que pelas imagens da pra ver também a grande quantidade de bandeiras corinthianas e MUITO poucas bandeiras de outros clubes. Aliás, muito POUCAS mesmo.

    TESTEMUNHO DE QUEM ESTEVE LÁ.
    Um amigo meu, o Maurício(palmeirense), esteve neste jogo em 1976. Ele tinha 14 anos e estava com o tio dele que torcia pro Fluminense.

    Segundo o Maurício, tinha mais corinthianos. Ele torce pro Palmeiras, ele é um fanático, e diz que tinha muito mais alvinegros no estádio.

    FINALIZANDO…

    Faz mais de trinta anos que os corinthians se orgulham desta “invasão”. Se tinha mais corinthianos, se a quantidade foi a mesma ou se a torcida do Flu era maior, realmente, podemos discutir, mas o que não tem discussão é que NUNCA houve, e possivelmente, nunca mais haverá um outro jogo DECISIVO entre dois grande clubes brasileiros, onde uma torcida de fora tenha colocado tantos torcedores na casa do adversário.

    E os torcedores do Flu e jornalistas torcedores do Flu CONTINUARÃO a NEGAR até mesmo as IMAGENS que registraram o tal fato.

  114. Cara, que vergonha voce publicar isso. Primeiro porque foi escrito por um torcedor. Depois tentar “passar um pano” falando que não acredita nele. Se não acredita, é fácil. Não poste. Vou te mandar a historia do dia em que eu peguei a Daniela Cicarelli. Será que voce vai postar?

    Mas já que o estrago esta feito, o minimo que deveria ser feito, é postar a entrevista do presidente francisco Horta concedida ao Juca Kfouri dizendo que trouxe pessoalmente 70 mil ingressos para o Parque São Jorge e saiu com um cheque do Vicente Matheus. estou tentando achar pra postar aqui. Se puder, pede pro Juca te mandar.

    Não entrando no merito da questão, esse tipo de topico me faz duvidar se voce não realmente leva pro lado pessoal suas diferenças com a diretoria corinthiana. Eu acredito na maioria das coisas que voce escreve, mas postar uma mentira só pra tumultuar, desmerecendo o inigualavel feito da Fiel foi feio demais.

  115. O autor desse texto diz coisas sem conhecimento de causa e com certa lamuria.

    1º- O próprio presidente do Fluminense disponibilizou uma carga de 80.000 ingressos para o Glorioso Vicente Matheus que por sua vez pagou essa carga adiantado.

    2º – Dizer que foi a Gaviões da Fiél invadiu o Rio de Janeiro e dar créditos é no minimo uma herezia, Na época a Gaviões da Fiel não tinha 500 afiliados.

    Vicente Matheus colocou SIM 80.000 Corinthianos no Maracanã.

    Essa invasão foi a maior jogada de marketing que dois Presidentes de clubes brasileiro já promoveram, eles tinham a visão de integração e não essa visão mesquinha dos atuais dirigentes.

    O resto da conversa é uma tremenda dor de cotovelo dos adversários.

  116. SÓ PARA ACABAR COM A ILUSÃO DOS CURINTIANOS VOU MOSTRAR OS BORDERÔS DOS JOGOS DO FLUMINENSE EM 76 CONTRA OS CARIOCAS, DEPOIS ME DIGAM SE OS INVEJOOS DA ÉPOCA NÃO QUERIAM VER A DESGRAÇA DO FLUSÃO?

    FLUMINENSE 2X2 VASCO, 127.123, C. CARIOCA, 29/08/1976, MARACANÃ.

    16) FLUMINENSE 1X0 VASCO, 127.052, C. CARIOCA, 03/10/1976, MARACANÃ.

    Flamengo 0 a 0 Fluminense, 155.116, C. Estadual, 16/05/1976

    ENTÃO O FLU NÃO TINHA TORCIDA EM 76?
    A IMPRENSA PAULISTA PREGOU UMA PEÇA NA CURINTIANADA E ELES ACREDITARAM.

  117. Eu estava lá. Toda a corinthianada do nosso bairro naquela época se juntou, alugou um ônibus e fomos para o Rio. Uma loucura. Foi um dos momentos mais emocionantes da minha vida de torcedor. Esse rapaz tricolor não enxergou direito. Ok. Existiam uns gatos pingados da torcida flamenguista em nosso meio. Eram minoria. A cidade foi invadida pela torcida corinthiana. O Maracanã espetacular, dividido ao meio. Eles não acreditavam no que viam. Foi uma dos momentos mais gloriosos da nossa história. O resto é inveja e despeito.

  118. Tópico absurdo.

    A invasão ocorreu de fato!!!! Só os idiotas de torcidas provincianas dividam disso.

    O torcedor tricolor tem que se preocupar com a segundona, isso im

  119. Pô…e eu continuo aguardando a receita de paella.
    Silvio, por favor…em nome das lembranças dos seu TL e do TC do meu pai…

  120. Danilo, não se preocupe. Vcs já estão a caminho de fazer justiça, a caminho da série C.
    Isso POOOOOOOODDDEEEE.
    Tchau, babaca.

  121. O que adiantou? O time não ganhou o campeonato, o “maior” time do estado (como a imprensa quer que os outros pensem) só foi ganhar o campeonato na década de 90.

  122. Verdade mesmo foi o Campeonato João Havelange….tem algum conto sobre esse fato tb? Paulinho, o que vc acha dos jornalistas que dizem mostrar os dois lados da moeda, porem em um destes lados ele cita o fato com maior veemencia?

  123. Mané, não ia me meter nessa conversa porque não me diz respeito. Mas, como você, ao invés de simplesmente responder ao mané do outro lado da Dutra, se achou no direito de citar o Palestra, te digo, vá se informar.

    Paga mais 15 minutos na Lan e aprenda (na Internet mesmo) que a primeira vez em que aconteceu de uma torcida viajar em massa para outro estado foi em 1951 durante a Copa Rio para assistir a Palmeiras x Juventus de Turim. E naquela época as dificuldades eram muito maiores.
    Peça ajuda aí na Lan, existem muitas imagens da época.

    Aliás, fala-se que a primeira pizzaria do RJ foi fundada por um Palmeirense que por lá ficou após o título.

    Mas, o que eu mais gosto desse blog são das notícias da marg s/ número. E os nomes dos personagens então, parece historinhas da Disney, Irmãos Metralha, João Bafo de Onça, etc. Que clube, que freguês!

  124. CABECINHA DE OURO, ESSE NICK É VONTADE DE SER CORINTIANO? OU VOCE É REALMENTE O FINADO BALTAZAR, MAIOR ARTILHEIRO DA HISTORIA DO CORINTHIANS!

  125. HAHAHAHAHA ÓTIMA PIADA!
    A GRANDEZA DO FLUMINENSE ESTÁ SUSPENSA ENQUANTO NÃO CAIR E VOLTAR PRA PRIMEIRA DIVISÃO DENTRO DO GRAMADO!
    ISSO SIM PRECISA SER REPARADO!

  126. POW VELHO, QUAL EH A TUA MANEH ?

    PORQUE VOCE QUER TRETAR COM TODO MUNDO QUE TORCE PRO SAO PAULO FC NO BLOG ?

    QUAL A RAZAO ?

    QUE EU SAIBA NAO EXISTE ESSA RIVALIDADE ENTRE SAO PAULO FC E SANTOS. A NAO SER DA SUA PARTE.

    SERAH QUE VOCE EH MAIS UM DOS MEMBROS DO BLOCO DA INVEJA DO SAO PAULO FC ?

    ***(*) ******(*)

  127. Sou paulista, mas moro no Rj.
    Mais precisamente em Arraial do Cabo.
    E esse papo de não invasão é novidade por aqui.
    Quer saber ?
    Nunca tinha ouvido falar sobre isso.
    O autor ?
    Nunca vi mais feio.
    Até entendo sua intenção, Paulinho.
    Só que foi uma tremenda varada n´agua.
    Penso que o minimo que o Senhor deveria fazer agora é dar o direito de resposta prá centenas, se não, milhares de jornalistas que sempre disseram o contrário.
    Tá se perdendo por besteira, cara !!!
    Abcs.

  128. Se não fosse a ‘empresa de saúde’ para a qual o torcedor diz que o Fluminense está alugado; e que, a bem da verdade tem a maior parte do seu faturamento em S.Paulo; esse time já estaria de volta à terceira divisão. E sem direito e voltar ‘pelos fundos’; como já ocorreu em ‘tempos sombrios’

  129. lina, meu parceiro…

    vc sabe muito bem que não tenho inveja de time algum, o que não da pra suportar é algumas pessoas que torcem pro seu time serem tão trouxas…

    te digo e repito, eu não me importo com time algum, apenas com o meu, mas ler certas coisas me embrulha o estomago e não consigo ficar com os dedos parados… tenho que digitar algo.

    ossos do oficio.

  130. Foi tudo mentira mesmo.

    Colocaram Corinthianos na praia e no Maracanã por computação gráfica. Os ônibus e carros também foram colocados na Dutra dessa forma.

    O Florminense também nunca foi e nunca será rebaixado. Foi tudo computação gráfica também.

    Aliás, quem escreveu essa besteira não foi o famoso (?) Marcelo Migliaccio. Foi o Morpheus, personagem do filme Matrix.

  131. Existem dois tipos de engrandecimento:
    Aquele pelos seus próprios feitos, os verdadeiros grandes, e os que tentam se tornar grandes diminuindo os outros.
    O articulista infelizmente faz parte do segundo grupo e seu clube nunca se tornará (ou voltará a ser) grande diminuindo o feito dos outros clubes.
    Até por falta de concorrência, o futebol carioca como um todo infelizmente está uma lástima. Uma pena, pois é a torcida mais simpatica e irreverente do país.
    Saudações corinthianas

  132. Não se esqueça de São Paulo x Goiás no ano passado, ok: Estádio lotado, só sãopaulinos, recorde de renda do campeonato(mais de 2000000 de reais).
    Ainda q for verdade o q ele diz, obviamente com certeza tinham torcedores d outras equipes cariocas no estadio, obviamente a imprensa q defende o clube q dá dinheiro a ela tb(corinthians), 40000 torcedores corinthianos ainda caracteriza uma invasão.

  133. Nelson Rodrigues – E A INVASÃO CORINTHIANA

    1—Uma coisa é certa: — não se improvisa uma vitória. Vocês entendem? Uma vitória tem que ser o lento trabalho das gerações. Até que, lá um dia, acontece a grande vitória. Ainda digo mais: — já estava escrito há seis mil anos, que em um certo domingo, de 1976, teríamos um empate. Sim, quarenta dias antes do Paraíso estava decidida a batalha entre o Fluminense e o Corinthians.

    2—Ninguém sabia, ninguém desconfiava. O jogo começou na véspera, quando a Fiel explodiu na cidade. Durante toda a madrugada, os fanáticos do timão faziam uma festa no Leme, em Copacabana, Leblon, Ipanema. E as bandeiras do Corinthians ventavam em procela. Ali, chegavam os corinthianos, aos borbotões. Ônibus, aviação, carros particulares, táxis, a pé, a bicicleta.

    3—A coisa era terrível. Nunca uma torcida invadiu outro estado, com tamanha euforia. Um turista que, por aqui passasse, havia de anotar no seu caderninho: — “O Rio é uma cidade ocupada”. Os corinthianos passavam a toda hora e em toda parte.

    4—Dizem os idiotas da objetividade que torcida não ganha jogo. Pois ganha. Na véspera da partida, a Fiel estava fazendo força em favor do seu time. Durmo tarde e tive ocasião de testemunhar a vigília da Fiel. Um amigo me perguntou: — “E se o Corinthians perder?” O Fluminense era mais time. Portanto, estavam certos, e maravilhosamente certos os corinthianos, quando faziam um prévio carnaval. Esse carnaval não parou. De manhã, acordei num clima paulista. Nas ruas, as pessoas não entendiam e até se assustavam. Expliquei tudo a uma senhora, gorda e patusca. Expliquei-lhe que o Tricolor era no final do Brasileiro, o único carioca.

    5—Não cabe aqui falar em técnico. O que influi e decidiu o jogo foi a torcida. A torcida empurrou o time para o empate.

    6—A torcida não parou de incitar. Vocês percebem? Houve um momento em que me senti estrangeiro na doce terra carioca. Os corinthianos estavam tão certos de que ganhariam que apelaram para o já ganhou. Veio de São Paulo, a pé, um corinthiano. Eu imaginava que a antecipação do carnaval ia potencializar o Corinthians. O Fluminense jogou mal? Não, não jogou mal. Teve sorte? Para o gol, nem o Fluminense, nem o Corinthians. Onde o Corinthians teve sorte foi na cobrança dos pênaltis. A partir dos pênaltis, a competição passa a ser um cara e coroa. O Fluminense perdeu três, não, dois pênaltis, e o Corinthians não perdeu nenhum. Eis regulamento de rara estupidez. Tem que se descobrir uma outra solução. A mais simples, e mais certa, é fazer um novo jogo. Imaginem que beleza se os dois partissem para outro jogo.

    7—Futebol é futebol e não tem nada de futebol quando a vitória se vai decidir no puro azar. Ouvi ontem uma pergunta: “O que vai fazer agora o Fluminense?” Realmente, meu time não pode parar. O nosso próximo objetivo é o tricampeonato carioca. Vejam vocês:

    — empatamos uma partida e realmente um empate não derruba o Fluminense. Francisco Horta já está tratando do tricampeonato. Estivemos juntos um momento. Perguntei: — “E agora?” Disse — amanhã vou tomar as primeiras providências para o tricampeonato. Como eu, ele não estava deprimido. O bom guerreiro conhece tudo, menos a capitulação. Aprende-se com uma vitória, um empate, uma derrota. Só a ociosidade não ensina coisa nenhuma.

    No seguinte jogo, vocês verão o Fluminense em seu máximo esplendor.

    NELSON RODRIGUES era tricolor e publicou este texto no GLOBO em 6/12/76, no dia seguinte ao jogo Fluminense x Corinthians.

  134. Paulinho, seu blog tem sempre a credibilidade questionada na midia e ate por meus amigos……agora vc publicar essa babaquice de um carioca que nao sei como escreve no JB e lamentavel, contra fatos imagens depoimentos de diversos cariocas vc me publica um absurdo desse………….esse sujeito ta ta tentando ibope provocando a massa alvinegra……..

  135. Andrade Neto vc é um idiota energumeno além de preconceituoso não é por minha opção sexual que seja homens que pode julgar meu caracter ou minha pessoa garanto que tenho mais coragem que vc
    E se as vias de fato resolvessem lhe dava uma surra mas creio que vc é um imbecil que se morasse nos EUA seria inclusive da Klu Klux Klan
    Não acho que seja vergonha pois pago meus impostos sou honesto e cultuo meu DEUS se me observar na rua nunca perceberia inclusive se sua esposa me visse me cobiçaria devido ao meu fisico bem delineado além de possuir intelecto e não ser como vc que colhe palavras em um dicionário para suas respostas mal elocubradas.
    Jamais sakientei que o Morumbi não pode abrigar um jogo da Copa acho que o único estádio do País a frente é a Arena da Baixada aonde já vencemos uma batalha de libertadores
    O Geraldo apesar de Folclorico em suas respostas tenho amigos que conseguiram se alojar de maneira tranquila contra o Cruzeiro chegaram as 19:00 também mas as coisas não estavam mil maravilhas
    Agora o que diminui um ser humano em ter preferencia por alguém do proprio sexo
    Mas vamos parar com esta infantilidade de denominar o São Paulo como clube Gay , Palmeiras facista Curinthians marginais existem todos tipos em qualquer clube

    Agora concordo com o Geraldo Lina vamos fazer um encontro quero ver que ao vivo e a cores tem coragem de me insultar o insultar qualquer outro vamos festejar como apreciadores do futebol que curte sua cerveja que a consuma e que curte sua Erva também mas com civilidade alegria e descontração o único que me faria perder a cabeça e partir as vias de fato seria este limitado do Andrade Netto (com certeza é enrustido)

    Luis Carlos Gazolla Cidadão PSDbista e Homossexual assumido

  136. Não acredito que estão brigando por um fato acontecido há 33 anos atras…..Quanta mediocridade….E sou corinthiano e tenho 33 anos…
    Pelo amor de Deus!!!

  137. SPFC – Salão Para Festas Corinthianas
    1982
    1983
    1990
    1997
    2002
    2003
    2009 (humilhação na semifinal)
    Isso tb é mentira?

  138. Eu prefiro acreditar no Nelson Rodrigues, que se rendeu a torcida corintiana, do que nesse ai que eu nunca tinha ouvido falar…

  139. Carlos Disse:

    Setembro 15, 2009 às 8:58 pm | Responder
    Pô…e eu continuo aguardando a receita de paella.
    Silvio, por favor…em nome das lembranças dos seu TL e do TC

    do meu pai…Ingredientes:
    Caldo de peixe para cozinhar o arroz
    – 1½ litro de água
    – 1 colher (chá) de açafrão
    – 4 camarões grandes inteiros
    – 4 lagostins
    – 1 cabeça de robalo ou pescada pequena
    Paella
    – 1 xícara (chá) de pernil de porco (cortado em cubos)
    – 1 colher (chá) de páprica
    – 1 xícara (chá) de carne de frango (cortada em cubos)
    – 1 colher (chá) de curry
    – ½ xícara (chá) de azeite
    – 1 xícara (chá) de lingüiça defumada (cortada em rodelas)
    – 1 cebola grande picada
    – 1 talo de alho poró cortado em rodelas
    – 1 pimentão verde grande picado
    – 1 xícara (chá) de vagem picada
    – 1 xícara (chá) de ervilha fresca
    – 3 dentes de alho picados
    – ½ pimenta dedo de moça picada
    – 2 tomates picados sem sementes
    – Sal a gosto
    – 1 xícara (chá) de lula cortada em rodelas
    – 1 xícara (chá) de camarão médio sem casca
    – 1 xícara (chá) de vieiras
    – 1 xícara (chá) de peixe cortado em cubos
    – 3 xícaras (chá) de arroz
    – Caldo de peixe

    Decoração
    – 1 pimentão vermelho cortado em tiras refogado no azeite e no alho espremido
    – 12 unidades de mariscos na concha
    – Os camarões cozidos e os lagostins
    – ½ xícara (chá) de salsinha

    Modo de preparo:

    Caldo de peixe para cozinhar o arroz

    Num caldeirão com a água e o açafrão, coloque os camarões, os lagostins e a cabeça do peixe. Após 5 minutos de fervura, retire os camarões e os lagostins e deixe o peixe em fogo baixo, para cozinhar o arroz.

    Paella

    Refogue o pernil de porco numa panela com a páprica por 15 minutos e reserve. Refogue o frango com curry por 15 minutos e reserve. Em panela própria para paella, já aquecida, coloque o azeite e em seguida os ingredientes na seguinte ordem: lingüiça, frango, lombo, cebola, alho poró, pimentão verde, vagem , ervilha, alho, tomate , lula, camarão, vieiras, peixe e arroz. Coloque os ingredientes um a um, começando pela parte central da paellera, ou seja, a parte mais quente da panela e distribuindo pelas laterais. Após colocar o arroz, acrescente o caldo de peixe aos poucos, mexendo sempre. Com o arroz quase cozido, pare de mexer e decore com os camarões, os lagostins, o pimentão vermelho refogado, os mariscos, a salsinha e abafe até a hora de servir.

    Agora se voce naão quiser ter este trabalho todo na Sexta feira no restaurante do club estara sendo servida uma paella por apenas 35 pelas por persona. Sexta feira dia 25 as 20 hs

  140. Eu morava em Jacarei e trabalhava em Santo André em 1976 , no dia do Jogo sai de S.André as 04:00 hs juntamente com 03 amigos e fomos ver o jogo no Rio de Janeiro , quando faltava uns 10 km para chegar a fila de onibus , carros , era interminavel, chegamos na porta do Maracanã as 15:00 hs.
    Foi a mais linda festa do futebol que vi,nunca irá se repetir.
    Meus irmãos tb corinthianos moram em taubaté , tinham ido de onibus fretados , chegaram atrasados no jogo, pois ainda tinha muita gente na Dutra quando começou o jogo historico.
    Tal qual os bambis de SP , os Bambis do RJ tb gostam de chorar!!!!

  141. Realmente, Real Madrid é time Asiático, ou seria Australiano?

    Quanta balela!

    Vejamos, neste ano, 4 jogos, 1 empate e 3 vitórias pro Corinthians.

    Torneio de Verão elaborado pela Fifa, entra lá no site dos caras, você verá que clube brasileiro com título mundial é o Corinthians, São Paulo e Internacional.

  142. só tinha flamenguista botafoguense e vascaino ai .kkkk
    curintiano desceu a serra 15 combi e duas brasila véia ..kkkkkkkkkkkkk

  143. Honesto mesmo é o seu time, que ganhou um estádio de “presente” das autoridades públicas.

    Vai cuidar da roupa na máquina de lavar e não esqueça o arroz no fogo…

  144. Um colega meu esteve la.

    Ele conta que viu um negrao corinthiano no Maracana, dois metros de altura, poucos dentes na boca, mais de cem quilos, chorando como uma crianca abracado na bandeira alvi negra.

    Ele contando qualquer um se arrepia…

    Detalhe – ele eh palmeirense.

  145. E porque essa é a verdade? Porque o ex-presidente falou?

    Então também é verdade que o título de 2005 do Corinthians foi roubado, né? Também foi um ex-presidente do clube quem disse…

  146. Cade esses 90.000 corinthianos? Não vão mais aos estádios? Porque a média de pagantes é menor do que times SOBERANOS, mas com sabidamente menos torcida? Medo??????

  147. Querendo ou não, acreditando ou não, o Maracanã foi dividido ao meio.Metade Fluminense a outra do time visitante, portanto…

  148. o HOLOCAUSTO TB NÃO EXISTIU NÉ MARCELO SEI LÁ QUEM…

    SÓ O PAULINHO PRA PUBLICAR ISSO VISANDO POLEMICA…

    VCS SE MERECEM

  149. Quanta dor de cotovelo, nós invadimos aquela bosta do Rio sim! Quanto a aqueles que perguntam ou duvidam de nossa torcida vai aqui mais uma informação: Dos 10 maiores públicos do Morumbi 8 são do Corinthians, perdemos apenas para um jogo sa seleção Brasileira e um evento religiso das testemunhas de Jeosá que aliás foi de portões abertos viu. Podem morrer de inveja que o Morumbi é, foi e sempre será nosso salão de festas, aliás construído com dinheiro publico de todos os Paulistas, é nosso e pronto.

  150. Já nos unimos uma vez e foi salvar seu time da falência, o famoso jogo das barricas.

    muita calma nessa hora tricôloco.

  151. Vocês têm que se lembrar da gente né?

    Acho que seria mais legal vocês discutirem o vosso time, pois invasão por invasão, é muito mais fácil levar 40 mil, 80 mil ou quantos mais mil banhistas para o Rio de Janeiro de busão ou pau de arara do que 5 mil para o Japão.

    Mas no final comemoramos mesmo os títulos, não a presença de torcida.

    Internacional Campeão Brasileiro de 1976

  152. Prezado Otário de Ouro

    * Mundial de Clubes da FIFA (Brasil, 2000)
    * Troféu Rámon de Carranza (Espanha, 1996)
    * Torneio Internacional de Verão (Brasil, 1986 e 1987)
    * Copa dos Campeões (Argentina, 1986)
    * Copa das Nações (Estados Unidos, 1985)
    * Copa Internacional de Hildalgo (México, 1981)
    * Torneio Internacional de Nova York (Estados Unidos, 1969)
    * Torneio da Costa do Sol (Espanha, 1969)
    * Troféu Apolo V (Estados Unidos, 1969)
    * Torneio de Torino (Itália, 1966 e 1969)
    * Copa Cidade de Turim (Itália, 1956)
    * Copa do Atlântico (1956)
    * Torneio Internacional Charles Müller (1955)
    * Pequena Taça do Mundo (Venezuela, 1953)

    http://www.fifa.com

  153. “Babaca” ? “Babaca” !?!??

    Mas ser valente atrás de birô, no anonimato, é fácil demais … aí é mole … gostaria de ter a oportunidade divina de escutar isso vindo de vc, falado assim pessoalmente … cara a cara … pra deixar a sua irremediavelmente deformada. Vamos combinar isso melhor ? Tem coragem de sair de trás do computador ?

  154. Em quem acreditar? No “desconhecido” NELSON RODRIGUES ou num insano querendo aparecer?
    E porque só agora, 33 anos depois alguem vem com essa história idiota?
    Pra mim, seria o mesmo que alguém querer invalidar a indepêndencia do Brasil porque D. Pedro não gritou independência ou morte.
    ridículo. As vezes um carioca se supera.

  155. marcos.. conheço vem a história do futebol e sei quem foi Baltazar… o primeiro deles.. não o até mais famoso “artilheiro de deus”.

    como também sei que, antes desse do corinthians, já havia outro, bem mais famoso com esse apelido.. um atacante chamado Sandor Kocsis, que jogou junto com Puskas e era um exímio cabeceador

    mas, no meu caso, não foi nem por um nem por outro que ganhei o apelido.. foi por fazer muitos gols de cabeça na várzea e no futebol universitário.

    pois, na verdade, mais legal do que assistir e torcer, é jogar bola!!!!

    abraço!!!!

  156. Quem teria inveja de mentirosos?

    Essa é uma daquelas mentiras que os corintianos adoram ouvir… e se gabar!

    Parece que precisa dessas mentiras para continuar torcendo…

  157. Seu bobo, menino feio! Não podefalar mal do curintia viu… se vc continuar não vou assistir à novela hoje. Uiu ui uiui

  158. 1 – Os estádios não permitem mais invasões como aquela, aliás, depois do feito histórico da torcida corinthiana é que foram instituídas as cotas de ingressos p/ torcidas visitantes.

    2 – A média não é mais baixa que a do São Paulo, pq isso é impossível. Agora o número abaixo do normal (para a torcida do Corinthians) se deve ao fato de ser o ingresso mais caro do Brasil. Eu pago R$100 por jogo, por exemplo. E talvez ao fato da dona Globo necessitar desesperadamente de audiência e transferir todos os jogs do time para as quartas-feiras, tarde da noite, qdo não se tem nem metrô para voltar após a partida.

    Informe-se!

  159. É isso mesmo, é nois, adoro sair com aquela camisa roxinha e lotar os bares. Adoro beber minha Ama”roula” antes do timão.

  160. Na real, esse texto bizarro foi escrito há uns 3 anos, não sei pq o Paulinho ressuscitou essa aberração agora, mas há 3 anos ele já nos fez dar muitas risadas, já foi alvo de muito sarro e de torcedores de vários clubes, inclusive.

  161. Alguem viu o Marcao por ai ?
    Tenho um brinde da Midia Palestrina e dos Ostras Virtuais pra entregar pra ele.
    E tem que ser hoje !!!

  162. Já disse, Nitto…PARE com os “CACHIMBOS”, já estão lhe afetando o sistema nervoso…RSRSRSRSRSRSRS

  163. Agressão ao companheiro de profissão, objetos atirados no campo.

    Gostaria de entender o porque nada acontece com o clube dos bastidores ?

    Quanto tempo mais teremos que conviver com essa falta de justiça ?

  164. Meu amigo Geraldo,

    “A OCASIAO FAZ O LADRAO” tambem aconteceu em 89 quando a torcida do vasco pegou 40% do morumbi na final do Brasileio…

    Na final do Brasileirão de 90, fiel 90% do estadio…

    Ninguem melhor que um sãopaulino para falar sobre “A OCASIAO FAZ O LADRAO”.

  165. Paulinho, cade vez mais patético… aonde q a opinião de um torcedor do fluminense pesa nessa história? ele mesmo disse, tinha mais de 145 mil pessoas, e vc publica a opinião de apenas 1? procure os outros para darem suas versões!!!!
    e vc se diz corinthiano…

  166. Se procurar o video do dualib, vera que ele estava falando do penalt no tinga, que eu tambem acho que foi. O dualib não disse que ELE ou o CORINTHIANS fizeram nada, O Horta disse que trouxe os ingressos.

  167. MLM
    Merda Lama Mundana
    Voce deve ser uma daquelas torcedoras `HIPOPOTAMUS CRUZIS”
    Sai para la Jaburu
    vai frequentar blog do seu time…ou sera que existe algum blog que fale a respeito de seu time???

  168. HUMMM que fofa
    Meu tio me disse…
    Vira homem rapaz
    Seu Slogan , é bem boiolinha..hein!!!!!!
    Voce deve sentar na terra para ver se entra um minhoca

  169. O Fregues sempre tem razão…
    Pior que nosso primeiro Brasileiro, foi em cima de voces..
    Ah, e ao primeiro Brasileiro que voces ganharam , tava cheio de Milico no estadio, até proibiram o Reinaldo de jogar a final
    Vai estudar a historia podre de seu time, seu mané
    Alias, ganhar na mão grande, sempre foi e sempre será o lema do time dos Orlandinhos
    Que o diga , mais reentemente o Atletico Paranaense, que foi obrigado a jogar a final de libertadores ontra o SFFW longe do estadio deles
    Vai se catar cambada de gazelas
    Aquele lixo que voces torcem , tem historia sim…..historia de roubalheira
    Até o estadio das Pink Porks, voces quiseram afanar na segunda gerra mundial

  170. Acorda otário, segunda divisão é para time pequeno, como cair em um campeonato que não haveria rebaixamento, aprende história, SPFC campeão paulista de 91 onde tem segunda????, amigo trouxinha, 2ª divisão é coisa de time pequeno.

  171. Tinha dez anos de idade e fui levado ao Maracnã por meu pai. O estádio estava dividido, sim. E só alguém muito tolinho para acreditar que botafoguense, flamenguista e vascaíno, “cansados” do bi-campeão Fluminense ajudaram a estufar a torcida corintiana. FOI UMA INVASÂO, SIM. Havia muito mais do que os supostos e chutados 40.000 “legítimos” corintianos. Algumas mentiras podem ser perpetuadas, mas este é um fato: o Corinthians dividiu o Maracanã em 1976, sim. O resto é dor de cotovelo de quem tenta diminuir a história.

  172. Concordo, Raul, um dia sem rir do time de varzea com grife é um dia perdido.. hahahahahahaa

  173. não sou corintiano, mas esse carioca é uma cretino, que escreve pra um jornal que pode não existir em dezembro(o dono está pedindo dinheiro pra deus e o mundo).
    acompanho alguns jornalistas cariocas e eles iludem os torcedores, dizem que se o vasco estivesse na serie A estaria brigando pelo titulo.

  174. MAS O QUE MAIS ME ENCHE O SACO É O PAULINHO DAR ESPAÇO PRA ESSE TIPO DE ESTÓRIA DA CAROCHINHA.

    QUE FOI PAULINHO, TAVA PRECISANDO DE AUDIÊNCIA NESSE BLOG?

  175. Que bonita (hi)estória hein, só não contaram o final… QUEM FOI CAMPEÃO AQUELE ANO… ahm oq ???… nenhum dos dois?????…. ehehehe
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!

    heehe legal Paulinho, conta ae também a história do maior título da história de vcs…. em 1977….

    heeh vcs são muito engraçados!…… muito engraçados!!!!!!!!!

  176. Vamos admitir: realmente houve a invasão da torcida corinthiana.

    O problema é que essa torcida parece dar mais importância para Invasão e IBOPE, do que títulos.

    Vamos discutir títulos, e não tamanho de torcida, pois tamanho de torcida e quanto o jogo dá de IBOPE na TV não garante título.

    []’s

  177. o Palmeiras e o Curintias se uniram uma vez sim , caro Lininha , foi p salvar seu time da falência … disso vc não fala , né ?

  178. Mito essa invasão, mas uma falacéia desvairada, mas uma das mentiras que a cronica esportiva bobinha, caiu, torcedores flamenguistas ja confidenciaram que tudo foi um grande complô para fazer barulho, 80% do estádio era carioca.

  179. Mito essa invasão, mas uma falacéia desvairada, mas uma das mentiras que a cronica esportistas bobinha caiu, 80% do estádio eram torcedores cariocas.

  180. Você esquece de 1999 (4 a 0 na semi do Paulista e o Raí perdeu 2 pênaltis na semi do brasileiro)

  181. eu nao sou fluminense nao
    eu nao sou chorao, nao sou chorao
    haha huhu o maraca foi nosso
    pequenininha, a torcida do flu cabe num fusquinha
    ao ao ao 2 divisao de onde vcs nao deveriam ter saido
    ou sera q vao enventar outra joao avelanche???

  182. Pergunto, quem foi mais jornalista Nelson Rodrigues ou Marcelo sei-lá-o-quê? Vejam o texto tirado do Nelson Rodrigues. Espero que ele aprenda a escrever com quem esteve no fato, não quem imaginava estar nele.

    NELSON E A INVASÃO CORINTIANA

    Nelson Rodrigues

    1-Uma coisa é certa: – não se improvisa uma vitória. Vocês entendem? Uma vitória tem que ser o lento trabalho das gerações. Até que, lá um dia, acontece a grande vitória. Ainda digo mais: – já estava escrito há seis mil anos, que em um certo domingo, de 1976, teríamos um empate. Sim, quarenta dias antes do Paraíso estava decidida a batalha entre o Fluminense e o Corinthians.

    2-Ninguém sabia, ninguém desconfiava. O jogo começou na véspera, quando a Fiel explodiu na cidade. Durante toda a madrugada, os fanáticos do timão faziam uma festa no Leme, em Copacabana, Leblon, Ipanema. E as bandeiras do Corinthians ventavam em procela. Ali, chegavam os corinthianos, aos borbotões. Ônibus, aviação, carros particulares, táxis, a pé, a bicicleta.

    3-A coisa era terrível. Nunca uma torcida invadiu outro estado, com tamanha euforia. Um turista que, por aqui passasse, havia de anotar no seu caderninho: – “O Rio é uma cidade ocupada”. Os corinthianos passavam a toda hora e em toda parte.

    4-Dizem os idiotas da objetividade que torcida não ganha jogo. Pois ganha. Na véspera da partida, a Fiel estava fazendo força em favor do seu time. Durmo tarde e tive ocasião de testemunhar a vigília da Fiel. Um amigo me perguntou: – “E se o Corinthians perder?” O Fluminense era mais time. Portanto, estavam certos, e maravilhosamente certos os corinthianos, quando faziam um prévio carnaval. Esse carnaval não parou. De manhã, acordei num clima paulista. Nas ruas, as pessoas não entendiam e até se assustavam. Expliquei tudo a uma senhora, gorda e patusca. Expliquei-lhe que o Tricolor era no final do Brasileiro, o único carioca.

    5-Não cabe aqui falar em técnico. O que influi e decidiu o jogo foi a torcida. A torcida empurrou o time para o empate.

    6-A torcida não parou de incitar. Vocês percebem? Houve um momento em que me senti estrangeiro na doce terra carioca. Os corinthianos estavam tão certos de que ganhariam que apelaram para o já ganhou. Veio de São Paulo, a pé, um corinthiano. Eu imaginava que a antecipação do carnaval ia potencializar o Corinthians. O Fluminense jogou mal? Não, não jogou mal. Teve sorte? Para o gol, nem o Fluminense, nem o Corinthians. Onde o Corinthians teve sorte foi na cobrança dos pênaltis. A partir dos pênaltis, a competição passa a ser um cara e coroa. O Fluminense perdeu três, não, dois pênaltis, e o Corinthians não perdeu nenhum. Eis regulamento de rara estupidez. Tem que se descobrir uma outra solução. A mais simples, e mais certa, é fazer um novo jogo. Imaginem que beleza se os dois partissem para outro jogo.

    7-Futebol é futebol e não tem nada de futebol quando a vitória se vai decidir no puro azar. Ouvi ontem uma pergunta: “O que vai fazer agora o Fluminense?” Realmente, meu time não pode parar. O nosso próximo objetivo é o tricampeonato carioca. Vejam vocês:

    – empatamos uma partida e realmente um empate não derruba o Fluminense. Francisco Horta já está tratando do tricampeonato. Estivemos juntos um momento. Perguntei: – “E agora?” Disse – amanhã vou tomar as primeiras providências para o tricampeonato. Como eu, ele não estava deprimido. O bom guerreiro conhece tudo, menos a capitulação. Aprende-se com uma vitória, um empate, uma derrota. Só a ociosidade não ensina coisa nenhuma.

    No seguinte jogo, vocês verão o Fluminense em seu máximo esplendor.

    NELSON RODRIGUES era tricolor e publicou este texto no GLOBO em 6/12/76, no dia seguinte ao jogo Fluminense x Corinthians.

  183. LARISSA MEU AMOR.

    EH TUDO MUITO BONITO E COISA E TAL.

    MAS QUEM CONQUISTOU O TITULO DE 1976 ?

    ISSO AE NAO VALE NADA, EH IGUAL DESFILE DE 7 DE SETEMBRO…

    ***(*) ******(*)

  184. Pior que foi! Não existiram as duas faltas que originaram os gols do Inter e o Wladimir anotou um gol legal quando a partida ainda estava empatada em 0 a 0, mas José Roberto Wright invalidou o tento.

    Isso sem falar nos bastidores da partida. Tem um vídeo excelente, que mostra a praça de guerra que virou o Beira-Rio, por conta do medo dos colorados, que apelaram até para inseticida nos vestiários, fato relatado na biogradia do Basílio:

  185. Cara Larissa,
    Deixe de desculpinhas, e olhe o Ranking de 28 de Agosto

    O ranking de público da Série A 2009

    Publicada em 25/08/2009 às 09h49m
    O Globo

    1 – 38.776 Atlético/MG

    2 – 27.549 Flamengo/RJ

    3 – 23.799 Grêmio/RS

    4 – 19.650 São Paulo/SP

    5 – 18.499 Sport/PE

    6 – 18.234 Corinthians/SP

    7 – 16.445 Palmeiras/SP
    Então minha querida, informe-se!!!

  186. E aí Larissa, já conseguiu dar uma atualizada no seu Ranking? Quer apostar um jantar em quem terá maior média de público ao fim do Campeonato? Por que não vão mais aos estádios? Será medo??? Ou o campeão ultimamente é sempre o mesmo, e não adianta torcer contra??????

  187. Lembro

    Lembro que o São Paulo não se classificou para a quarta fase.

    Mas como você é só mais um torcedor ignorante e que só solta o que os outros falam você não sabe nada.

    Saiba ignorante, QUE NÃO HAVIA DESCENSO EM 1990.

    SAIBA LER. SAIBA INTERPRETAR UM TEXTO. SAIBA A HISTÓRIA DO TEU CLUBE E DOS OUTROS PRA NÃO PASSAR VEXAME.

    TAÇA DA SÉRIE B SÓ TEM NA GRANJA E NO CHIQUEIRO Q

  188. Foi bonito.

    Pena que não adiantou porra nenhuma!

    Pra superar o Inter de Falcão, Dadá, Carpegiani tinha que jogar muita bola.

    E as galinhas tinham Russão.

    Não dava né? rssss

  189. ñ s preocupem c/ essa bobagem vampetianos. Melhor ser a mentira da década do q a Mentira do Século como é a Sociedade Esportiva Seo Cruz!

  190. uau, Rafael!

    quanto título importante!!

    rsrsr

    agora, deixa de ficar nervosinho e procurar briga na internet (na internet, fica machão, hein? dá até uma parafrase do Bezerrão: você na internet é bicho feroz.. sem ela fica rebolando e até muda de voz” rsrsrs) e vai lá no metrô comprar o passaporte de corintiano.. UM BILHETE ÚNICO para ônibus e metrô

    RSRSRSRSRSRS

    depois, dá um pulinho no maravilhoso estádio que seu time conseguiu construir nesses 100 anos de história, com a grana que levantou com a conquista de tanto torneio internacional importante!

    RSRSRS
    RSRSRSRSRS
    RSRSRSRSRSRSRSRS

  191. Ao Rodolfo que disse acima que ” em 89 quando a torcida do vasco pegou 40% do morumbi na final do Brasileio…”

    Pegou não, amigo.

    Estava lá bem ao lado da merreca de vascaínos que comemorou o gol $%$& de Sorato, num jogo onde o Mario Tilico foi anulado pelo Mazinho, à época lateral direito, e que jogou um partidaço.

    Quanto aos Frangas-Travecos lembro-me bem da massa tricolor abafar a fielzinha nos 3 golaços de Raí na final do Paulistão.

  192. o marcio stufa

    chega a ser indecente vc fazer uma aposta dessas… afinal de contas, quem tem o maior estádio de sp e um dos maiores do brasil? o sp, certo? e quem deixou de mandar jogos no morumbi? o corinthians, certo? amigo… não precisa ser muito inteligente pra saber que – por obrigação – a torcida do sp tem que ter a maior média.

    chega a ser cômico tb essa sua aposta.

    agora, será que vc diria isso se o corinthians ainda tivesse jogando no morumbi??? acho que não, né?

    vc deve ser inteligente a ponto de saber disso… ou não?

    tenso!

  193. rubens toledo e marcia miranda…

    a pior coisa que pode acontecer a uma pessoa é ela brigar com os fatos…

    seus dois asnos… procurem no google que vcs verão a versão do jornal da época com diretores se lamentando da queda no PAULISTA de 1990, entenderam quadrupedes??? eu disse PAULISTA.

    caraca, como vcs são dificeis… parece que só desenhando vcs entendem.

  194. Tá não foram 70 mil corinthianos,mais pelo que o autor escreveu desses 70 mil, tinha 40 mil corinthianos natos não deixa de ser uma invasão certo?

  195. QUEM E FLUMINENSE TIMINHO DE MERDA O FUTEBOL BRASILEIRO E RECONHECIDO APENAS PELOS PAULISTAS VASCO NA SEGUNDA FLUMINENSE CAINDO CARA QUAL FOI A ULTIMA VEZ QUE UM CLUBE CARIOCA GANHOU UM BRASILEIRO AFFF

  196. ahahahahaha…
    Não adianta vocês cariocas quererem apagar isso da historia do maracana,do rio, do futebol e do mundo do esporte.
    o rio foi invadido pela fiel e nunca precisamos de torcida de nenhum time do brasil e lugar algum, ao contrario de vocês que quando jogam fora só ve torcedores que se dizem “sipatizantes” do flamengo,fluminense,botafogo e vasco…corintiano é apenas corintiano e nada mais, nao se simpatiza por outro time e nao aceitamos torcedores de outro time nas arquibancadas.
    invadimos sim o maracana e me diz um caso parecido na época já que como vc disse era mais facil pois nao era dividivo como é hoje.
    somos os mais fieis e vamos em qualquer lugar e vamos de monte e tanto que permitirem.
    ah…e quem espalhou a noticia da invasao foi a propia imprensa carioca
    é só voce ler ou assistir os jornais da epoca.

  197. So pra mostra como o corinhians é pequeno hahahaha

    “Joguei um ano e dez meses no Corinthians e foi a fase mais bonita que já vivi em minha carreira. Foi o melhor momento de minha vida. Antes de acertar com o Flamengo cheguei a pensar sim que o Corinthians ia me buscar novamente. Isso não aconteceu e me frustrou um pouco” (Gamarra, ao ser contratado pelo Flamengo)

    “Saio do Corinthians para dirigir o meu país. Não trocaria esse time por nenhum outro do mundo, e olha que tive propostas” (Carlos Alberto Parreira, em entrevista coletiva quando comunicou seu desligamento do Timão pra dirigir a Seleção Brasileira)

    O grande problema de São Paulo é não se chamar Corinthians.” (Juca Kfouri, no livro Corinthians Paixão e Glória)

    Nunca comemorarei um gol contra o Corinthians, não importa em que clube estiver. Lá ganhei tudo o que uma pessoa poderia sonhar, e, mais que isso, a torcida me ganhou pra toda a vida. Era flamenguista desde criança, e hoje posso dizer que sou corinthiano.” (Oswaldo de Oliveira, depois de Fluminense X Corinthians pelo Brasileiro de 2001, ao ser questionado pelos repórteres porque não havia comemorado os 2 gols do Fluminense naquela partida)

    “Meu Deus, amo mais isso aqui que qualquer outra coisa no mundo.” (Neto, após marcar um gol de bicicleta contra o Guarani no Campeonato Paulista e ser expulso por tirar a camisa e comemorar com a Fiel)

    “O Corinthians não é só um time e uma torcida. É um estado de espírito.” (Sócrates, ao se sagrar Campeão Paulista em 1982)

    Isso aqui já se tornou minha segunda pele. Mesmo que eu queira, nunca vai sair de mim.” (Marcelinho, após o título da Copa do Brasil de 1995, referindo-se à camisa do Timão)

    “É diferente, sim. Nem a do Flamengo é igual. Todos sabem o que essa torcida representa. Parece que Deus deu uma paradinha lá no Parque e transformou o time e a torcida no que eles são.” (Sócrates, sobre a torcida corinthiana)

    “Nunca tive nada contra o Corinthians. Apenas precisava calar logo aquela massa incrível. Se não calasse, a torcida ganharia o jogo.” (Pelé, em entrevista a Juca Kfouri)

    “Minha maior frustração na vida foi nunca ter jogado pelo Corinthians.” (Dario, o Dadá Maravilha, em entrevista à revista Placar)

    “Se tivesse noção de que seria tão gostoso teria chegado antes. Nos outros clubes, a torcida grita apenas quando o time está vencendo e hoje o apoio aconteceu durante o tempo inteiro.” (Fábio Costa)

    O Corinthians não teve começo, ele brotou; não teve meio, tem um presente que é uma lição; e, tão certo como a eternidade, jamais chegará ao fim.” (Juca Kfouri, ibidem)

    “O Corinthians é mais importante que a seleção.” (Wladimir, jogador que mais atuou pelo Timão)

    “Já vi o Corinthians vencer, já vi o Corinthians perder, mas eu nunca vi o Corinthians se entregar” (Mário Sérgio)

    “Eles perderam a Copa do Brasil, perderam o Rio-São Paulo e vão perder esse Paulistão de novo” (VAMPETA, em 2003, minutos antes da partida final do Paulistão contra os bambis. O jogo acabou 3 X 2 pra nós e fomos campeões de novo em cima da freguesia..).

    Dinei, visitando o terrão onde começou no Corinthians, para se despedir, após a entrevista, sem saber que o microfone estava ligado: “Meu Deus, isto aqui é a minha vida…vou sentir tanta falta”

    “Gostaria de ficar mais uns cinco anos pela Europa e depois jogar no Brasil no Corinthians de preferência,acho que nesse time jogaria até de graça…” (Deco – Jogador do Barcelona)

    “Ser Palmeirense, Santista ou São Paulino é uma escolha pessoal. Respeite-se…
    Mas para ser Corinthiano, é preciso ser ELEITO por Deus.”
    Autor: Durval Arantes.

    “Quando cheguei ao Parque São Jorge eu disse, com absoluta frieza, que não era corinthiano, que era até anticorinthiano. Hoje, com a carreira encerrada, digo com a mesma tranqüilidade que sou corinthiano até morrer. Eu, que sempre digo que não mudaria nada em minha carreira, se pudesse começar tudo outra vez, talvez, na verdade, mudasse uma coisa, algo totalmente inviável, mas enfim: se pudesse, eu gostaria de ter nascido no Parque São Jorge. Porque a torcida faz isso com você. Já vi moleque mudar de time só com a visão do que a torcida corinthiana é capaz de fazer num estádio.” (Sócrates, em entrevista a Juca Kfouri no livro Corinthians Paixão e Glória)

    “Todos os times têm uma torcida. O Corinthians é uma torcida que tem um time.” (José Roberto de Aquino, jornalista)

    “Ser campeão não é fundamental. Fundamental é ser corinthiano.” (Juca Kfouri, ibidem)

    ““Era muito feliz no Corinthians. Até hoje eu vivo o clube. E, pode escrever aí: ainda vou ser treinador do Corinthians” (Neto)”

    “Não vou negar, deu vontade de estar do outro lado.” (Casagrande, entre lágrimas,jogando pelo Flamengo contra o Corinthians no Pacaembu pelo Brasileiro de 1993, após ouvir o coro da Fiel “Volta Casão, você é do Timão”, e “Casão, eu não me engano, seu coração é corinthiano”. Por ironia do destino, ele marcou um gol contra nesse jogo)

    “A grande força do Corinthians é a emoção que a torcida passa para o time, algo numa dimensão que nenhuma outra passa.” (Sócrates, ibidem)

    “Se dependesse de mim, nunca sairia daqui. Aqui realizei o maior sonho da minha vida, que era jogar pelo Corinthians. E pode ter certeza de que encerrarei aqui minha carreira.” (Zé Elias, ao ser vendido para a Inter de Milão, em entrevista à rádio Jovem Pan)

    “Eu fui infeliz na minha cobrança, mas o Edmundo deu uma forcinha. Valeu, Ed!”
    MARCELINHO CARIOCA, após a conquista do Mundial de Clubes da FIFA, em 2000, decidido nos pênaltis.

    Repórter:
    – “Silvinho, você jogou no Arsenal e agora joga no Barcelona. Dá pra sentir falta do CORINTHIANS depois disso???”

    Silvinho:
    – “Eu sonho com a Fiel torcida todos os dias. Os torcedores daqui cantam o jogo inteiro, a FIEL muda resultado de jogo. Nunca vi nada igual!”

    “Não houve traição na sua ida para o São Paulo. Ele quis viver novas emoções. Viveu: não ganhou nenhum título.” (Citadini – sempre ele – , em entrevista ao Estadão, ao comentar que não tem raiva de Ricardinho)

  198. O FLAMENGO VEIO DISPUTAR A FINAL COM O SANTOS EM 1981 OU82, NÃO TINHA LIMITES PARA INGRESSOS NA ÉPOCA, E POUCO MAIS DE 15 MIL FLAMENGUISTAS ESTAVAM NO MORUMBI, INCLUSIVE EU QUE SOU CORINTHIANO.
    SÓ GOSTARIA DE SABER QUE JORNALISTA É VC, NUNCA TE VI MAIS GORDO, NÃO TEM MORAL E NEMRENOME PRA ESCREVER TANTAS BESTEIRAS.
    A ONU AFIRMA, O MAIOR DESLOCAMENTO HUMANO EM TEMPOS DE PAZ NA HISTÓRIA MUNDIAL FOI A INVASÃO DA FIEL TORCIDA AO RIO DE JANEIRO EM 1976.
    VOCÊ É UM COITADO QUE ESTÁ PREGANDO NO DESERTO.

  199. “Houve um momento em que me senti estrangeiro na doce terra carioca.”

    Pelo o fanático corinthiano…. Nélson Rodrigues.

  200. aaff claro qui é verdade eu estavo la i vi pode parar é mentira ai teve invasao sim i quem é pequeno é o flamengo quer ser a maior i nunca invadio aqui em sao paulo io resto cala a boca

  201. Ah ta…e as imagens mostram o q?? Vai dizer que plantamos pessoas lá como figurantes pra dizer que era uma invasão??

    kkkkk Como vc é idiota Paulinho e ainda diz que faz jornalismo com credibilidade. Vc é totalmente anti-Corinthiano e deixa isso claro, totalmente parcial.

    Como vc pode ter credibilidade sendo assim?

    Me poupe

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: