Advertisements

WTorre protocola alterações no projeto de Estádio

Após sofrer pressão da diretoria palmeirense, a WTorre protocolou junto à Prefeitura de São Paulo as novas alterações do projeto Arena Palestra Itália.

O prazo de aprovação é de até 60 dias.

Isto não quer dizer que as obras terão início após esta data.

Pelo contrário.

Será necessário novo trabalho de captação de investidores.

Sozinha, sem dinheiro e com nome queimado no mercado, a empresa nada conseguirá.

O Conselho do clube precisa ficar atento.

Facebook Comments
Advertisements

23 comentários sobre “WTorre protocola alterações no projeto de Estádio

  1. Paulo Roberto

    Toda essa burocracia nao sera resolvido enquanto nao liberar o Morumbi
    como sede de SP p/ a Copa ou de um novo estadio.

  2. palmeiras sempre

    depende da prefeitura e o prefeito e são paulino sem palavras pra falar

  3. Alviverde/SP

    And the “ENRROLATION” continues…rsrs
    Melhor ir procurando outra parceria mais SÉRIA…

  4. Luís Carlos

    E o Fronhab vai dizer não mais uma vez, como faz com o Corinthians.

  5. Muffin

    Pela PRIMEIRA VEZ a WTorre protocolou projeto para aprovação na prefeitura. E significa também que:
    1. WTorre e diretoria MENTIRAM ao clube quando disseram que o projeto já estava aprovado há um ano atrás,
    2. Não havia projeto executivo e memorial descritivo até esse momento, caso contrário, já o teriam protocolado na prefeitura.

    Quem ainda acredita nesse conto de carochinha chamado Arena Palestra Itália?

  6. Palestrino

    Tô cansado dessa conversa!!!!
    Eles sabem que não conseguirão construir um estadio só que não querem dar o braço a torcer!!!
    Paulinho só queria dizer que ja começo o meu dia vendo o seu blog depois vejo os saites de esporte!!!Valeu e sucesso!!!!

  7. Marcelo

    Paulinho, segundo o professor Belluzzo o principal investidor será o Santander. Ele garantiu que os investimentos foram mantidos.

  8. Luiz Henrique(S.E.PALMEIRAS)

    Paulinho eu que moro em SP e andando pela cidade posso citar pelo menos 3 obras de grande porte na cidade, a maior seria um conjunto de predios do lado da DASLU na marginal pinheiros. Sendo que no mundo corporativo ninguém comenta que a WTORRE está quebrada, digo isso por conhecer pessoas que trabalham no meio.

    Ai vai minha pergunta como uma empresa que de acordo com suas palavras “Sozinha, sem dinheiro e com nome queimado no mercado, a empresa nada conseguirá.”

    Consegue financiar 3 obras de grande porte na cidade de SP?

  9. Bruno Vicchi

    Vc se supera a cada post. Nunca vi uma pessoa com tantas fontes! Parabéns Paulinho e obrigado por nos informar com tão precisos dados, que só vc tem.

    O mundo da construção civil precisava mesmo ficar sabendo que a WTorre está sozinha e sem investidores. Isso que é fazer um blog com responsabilidade!

    Admiro vc cada vez mais! Isso que q é coragem de colocar o nome numa informação bombástica como essa. Uma aula de jornalismo!!!

  10. Gabriel

    Esse assunto outra vez, é só a fifa definir qual estádio irá sediar os jogos da cidade de São Paulo que esse papo de arena palestra acaba, n minha opinião vai ser no Morumbi com o projeto totalmente alterado, ou a nova arena que será doada ao Corinthians…..como foi no Rio com o engenhão, ou seja, dinheiro público injetado em algo que beneficiará não o povo mas sim um time de futebol…..isso é Brasil….infelizmente.

  11. Torcedor

    O Banco Santander reafirmou essa semana o investimento na arena, se voce tiver contato com o professor Belluzzo pode se informar.
    Abraços.

  12. valdir teodoro

    Ao invez de criticar sem conhecer profundamente o assunto vc deveria apoiar, pois ete sim é um projeto com dinheiro privado, ao contrario do que vem por ai, aposto que seu time vai ganhar um estadio com o dinheiro publico e o SPFC também com a reforma, isto sim tem que ser criticado, agora acreditar no Belluzo ou em suas informações que provalmente vem da oposição ai é sacagem, é mesma coisa que pedir para o Serra elogiar o Lula, e por falar nele, é um mal nescessario, se depender do PSDB e PFL(DEM) os pobres do norte e nordeste estão ferrados vão morrrer de fome e de sede se quer saber mais visita o site do Azenha, governo paulista e prefeitura está tudo debaixo dos panos assim como a era FHC.

  13. Washington

    Sou engenheiro civil, trabalho numa construtora concorrente da WTorre e te assegura q nunca ouvi dizer que ela esta sem dinheiro e mto menos queimada no mercado!

  14. Cássio

    Gabriel,
    se vão torrar dinheiro público para Manaus sediar 5 jogos da copa e depois ser palco para São Raimundo e Rio Negro, que se faça uma Arena multi-uso decente em Sampa, com capacidade para receber grandes eventos, bem localizada, com teto retrátil, acesso fácil, estacionamentos, praças de alimentação e banheiros. Fui no show do Oasis naquela droga de sambodromo (aliás, belo exemplo de desperdício de dinheiro público, local usado 2 dias por ano) e se houvesse uma Arena bacana em SP, não teria ficado 5 horas tomando chuva. Pô, o Estado de SP gera 40% do PIB nacional, aí Cuiabá ganha arena nova e aqui vão ficar remendando estádio? Absurdo! Se alguém merece uma obra monumental pra Copa é São Paulo que sustenta essa pátria atrasada. Quando vc estiver vendo as arenas espetaculares sendo erguidas com dinheiro público por todos os cantos do país, onde de cada cinco reais investidos, dois terão saído do Estado de SP, você olhará com raiva para o Remendão Arena (Morumbi), mesmo que vc seja são-paulino.
    Valeu!

  15. Cássio

    Em tempo.
    Sou corinthiano e torço para que a Arena do Palmeiras saia.
    O Brasil precisa de estádios à altura de seu futebol.
    Que o Corinthians se mobilize para ter o seu lugar também, é questão de vontade política para mobilizar a nação alvi-negra para esse objetivo.
    Se fosse construída uma Arena do Governo multi-uso de grande capacidade em nossa cidade, como proponho no meu post anterior, para uso de todos os clubes, então o Corinthians deveria ampliar o Parque São Jorge para umas 30 mil pessoas.

  16. Fabio M

    O Banco Santander e o Banco Votorantin passaram a compor o capital da WTorre, que por ser uma SA tem a obrigatoriedade de publicar seus demonstrativos financeiros e de passar por auditorias.

    Pesquisei nesta semana sobre a WTorre no Google, no arquivo da Folha, na Gazeta Mercantil e no Valor Econômico.

    Não existe nenhum indício de que a empresa esteja em dificuldades financeiras, nem com crise de credibilidade, muito menos com problemas de liquidez.

    O valor que a WTorre irá investir somente neste ano chega a quase R$ 350.000.000,00 o que seria o suficiente para concluir a Arena, sendo que a construção da Arena Palestra Itália irá até próximo de 2012, portanto com uma diluição desse investimento ao longo do tempo. E a WTorre diminuiu 50% o investimento programado por causa da crise mundial, que é basicamente uma crise de crédito.

    No site da WTorre é possível ver, além da WTorre JK, outros quatro empreendimentos em fase de projeto/início.

    A Arena sai do papel. Será construída e o lucro da WTorre virá da exploração do Centro de Convenções e da Arena em eventos não-esportivos, além da negociação de camarotes e cadeiras cativas. O Palmeiras continuará recebendo a renda de seus jogos e uma parcela crescente da participação nos lucros do uso da arena, até essa parcela chegar a 100% após vinte anos.

    O Centro de Convenções da Arena será uma alternativa ao Complexo do Anhembi na realização de eventos corporativos, e a localização estratégica do Palestra Itália, com três linhas do metrô (linha verde – Sumaré, linha vermelha-Barra Funda e a nova linha 6 que sairá da Freguesia do Ó e irá até a estação São Joaquim) e a proximidade das marginais tornará a Arena um empreendimento extremamente lucrativo para os parceiros Palmeiras e WTorre.

  17. Palmeiras!

    Tem muita gente citando a Arena Palestra Itália aqui.

    As pessoas talvez não entendam os fundamentos do empreendimento do Palmeiras.

    O Palmeiras está fazendo um estádio exclusivamente para o clube.

    Estudos econômicos indicaram que o estádio só tem condições de dar lucro com a capacidade de, no máximo, 42 mil pessoas. Mais que isso, o imóvel torna-se deficitário, em razão da manutenção e do ticket médio.

    O Palmeiras não está construindo seu estádio com objetivo na Copa do Mundo. Uma coisa não tem nada a ver com a outra.

    O São Paulo Futebol Clube PRECISA da Copa do Mundo para conseguir reformar o Morumbi. A diretoria daquele clube, muito corretamente, diga-se de passagem, está engajada em conseguir trazer a abertura da Copa para o Morumbi, para conseguir investidores.

    Conseguir investidores é algo muito difícil. Quem tem hoje 300 milhões de reais para investir em uma obra?

    Para o Palmeiras conseguir levantar este capital, está cedendo o uso de superfície de seu estádio por 30 anos à WTorre.

    Para o Internacional conseguir reformar o Beira-Rio, terá que vender parte de seu patrimônio histórico, o estádio dos Eucaliptos.

    Para o Grêmio construir sua Arena, teve que ceder o Estádio Olímpico, situado em região valiosíssima de Porto Alegre.

    A saída que o São Paulo encontrou foi a abertura da Copa do Mundo. Fez lobby junto ao governo, fez os contatos que teve que fazer, e está conseguindo a abertura. Um evento dessa magnitude atrai muitos investidores em patrocínio, pois é algo que roda o mundo todo.

    Além disso, após a confirmação da cidade como sede da abertura, não dá mais pra voltar atrás.

    Hoje a cidade de São Paulo é a única no Brasil que tem infra-estrutura para receber uma abertura de Copa do Mundo, com rede hoteleira e demais comodidades. A abertura é muito maior que o encerramento, pois é lá que acontece o Congresso da Fifa.

    Se São Paulo for confirmada como sede da abertura, Brasília e Belo Horizonte (as duas principais concorrentes pela abertura) não investirão em uma infra estrutura tão grande a ponto de ser capaz de sediar a abertura do torneio.

    Assim, mesmo que o SPFC não consiga investidores suficientes para reformar o Morumbi, a abertura terá que ser obrigatoriamente lá, por falta de prazo. O Brasil não vai perder a Copa do Mundo por conta disso, e, provavelmente, o governo terá que complementar o orçamento para reforma do estádio.

    Eu não creio que a diretoria do São Paulo esteja planejando isso, mas é o mais provável de acontecer.

    E a diretoria do clube está corretíssima. Está indo atrás de seus interesses, como deve ser mesmo.

    Quem TEM que acordar é o governo da cidade e do estado de São Paulo – o comitê organizador da cidade, no geral. Ninguém vai aceitar que o Morumbi seja reformado com dinheiro público, nem que um estádio seja construído e tenha sua administração tranferida para o Corinthians.

    O que fazer???

    O que o Estado de São Paulo absurdamente não tem?

    UM ESTÁDIO OLÍMPICO!

    São Paulo, o estado mais rico do Brasil, não tem um estádio olímpico decente. Tem o Ibirapuera, mas convenhamos… Está MUITO AQUÉM para o estado.

    São Paulo precisa de um bom estádio olímpico, para a prática de esportes olímpicos. O Brasil precisa muito evoluir neste quesito. Toda olimpíada é a mesma balela de falta de estrutura, e blá blá blá… mas ninguém faz nada.

    Mas o que fazer?

    Londres 2012 dá o exemplo:

    http://www.youtube.com/watch?v=bQ85HkWwYCw

    Que se faça um estádio de futebol temporário, que, após a Copa do Mundo, passe a ser Olímpico!

    No local onde será instalada a pista de atletismo e até parte do campo de lançamento de dardo, ficam as arquibancadas temporárias para a Copa. No anel superior também coloca-se arquibancadas temporárias.

    Para a Copa, o estádio pode ter capacidade para 70 mil pessoas. Após o evento, retira-se 30 mil lugares temporários, e ficamos com um estádio de 40 mil pessoas, muito moderno, voltado ao atletismo e outros esportes.

    E a cidade não precisa ficar com MAIS UM estádio.

    O Corinthians não considera o Pacaembu a sua casa?

    Façam a concessão para o clube, oras!

    O Corinthians apresenta um plano de ampliação e modernização do Pacaembu, facilmente arruma parceiros para isso, e fica com um estádio lucrativo, com tamanho ideal (para o Corinthians algo em torno de 50 mil espectadores é lucrativo) e onde a torcida já tem enorme identificação.

    Aqui mesmo neste Thread tivemos ótimas sugestões de modernização do Pacaembu…

    Acho que essa seria a melhor saída.

  18. geraldo lina

    SUJO IMUNDO !!!!
    TU EH PALMEIRENSE PORRA NENHUMA SEU FILHO DA PATRIA !!!!

    EU SEI BEM QUEM EH VOCE LIXO HUMANO.

    ESTADIO E REFORMA COM DINHEIRO PUBLICO EH O BARALHO !!!

    PELA COMPENTENCIA E SEM DINHEIRO PUBLICO ZEH MANEH !!!

    ***(*) ******(*)

  19. geraldo lina

    O SEU SONHO EH MUITO BONITO.
    MAS VC PODE ME RESPONDER UMA PERGUNTA ?
    QUEM VAI PAGAR POR ELE ?

    ***(*) ******(*)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: