Advertisements

PC do B envergonha o Brasil

O Ministério do Esporte continua exagerando na arte de se locupletar de dinheiro público.

Poucos conseguem ter a criatividade que eles possuem.

Desde Tapiocas pagas com cartão corporativo até pacotes superfaturados, tudo é motivo para justificar a gastança.

No último mês, Ricardo Leyser Gonçalves (PC do B), Secretário Nacional de Esporte de Alto Rendimento, subordinado ao Ministério do Esporte, apresentou um relatório de gastos, realizados em uma viagem representando a entidade, que é uma afronta à inteligência do contribuinte.

Apenas para percorrer o trecho entre Lisboa (Portugal) e Denver (USA), o custo apresentado foi próximo de R$ 33 mil.

Os indícios de superfaturamento são evidentes.

Confira abaixo a prestação de contas do homem de confiança de Orlando Silva Junior.

E tente, se conseguir, não ficar indignado.

Servidor: RICARDO LEYSER GONCALVES Período: 19/03/2009 a 28/03/2009 Detalhes da Viagem Órgão Superior: MINISTERIO DO ESPORTE
Órgão Subordinado: SECRETARIA DE PLANEJ.,ORCAM.E ADM.­SPOA/ME
Unidade Gestora: SUBSECRET. DE PLANEJ. OR€AM. E ADMINISTRA€AO – 180002

——————————————————————————–

Cargo: Cargo Superior
Motivo: 19/03 – Embarque em viagem internacional no Aeroporto de Brasília. Representar o Sr. Ministro de Estado do Esporte na Reunião da Conferência de Ministros Responsáveis pela Juventude e pelo Desporto de Comunidades dos Países de Língua Portuguesa (CMRID-CPLP) em Lisboa/Portugal de 20 a 22/03/2009. 22/03 – Deslocamento de Lisboa para Denver. Participar do Evento Esportivo SportAccord 09 em Denver, Colorado, EUA que acontecerá de 24 a 26/03/2009. 27/03 – Retorno ao Brasil. 28/03 – Chegada em São Paulo e deslocamento para Brasília.
Valor total da viagem*: R$ 83.624,25

——————————————————————————–

Data Origem Destino Nº diárias Total das diárias Meio de transporte Categoria passagem Valor passagem
19/03/2009 Brasília / DF Lisboa / EX 2 R$ 2.760,00 Aéreo Classe Executiva R$ 19.918,85
22/03/2009 Lisboa / EX Denver / EX 6 R$ 7.176,00 Aéreo Classe Executiva R$ 32.285,98
27/03/2009 Denver / EX São Paulo / SP 0 R$ 0,00 Aéreo Classe Executiva R$ 21.602,42
28/03/2009 São Paulo / SP Brasília / DF 0 R$ 0,00 Aéreo Classe Econômica R$ 198,62
* Conforme previsto na legislação diárias e passagens, aos valores das viagens podem ser adicionados valores, tais como adicional de embarque e desembarque, e podem ser deduzidos valores referentes ao auxílio-alimentação e auxílio-transporte.
Voltar
O endereço de contato para solicitação de íntegra do edital, atas e informações adicionais ainda não foi disponibilizado.

Extraído do Link:
http://portal.esporte.gov.br/transparencia

Facebook Comments
Advertisements

26 comentários sobre “PC do B envergonha o Brasil

  1. Mr. albert

    KD o MInistério Publico?? ninguem vai denunciar isso… queremos o dinheiro de volta aos cofres públicos..

    O que o Tal Orlando Silva fazia na festa do título paulista..?/ se ele é baiano pq nao estava na celebraçao doVitoria da BAhia?? Pq não no RJ.. euheim….

    ESTE É O PC DO B… O LUIS CARLOS PRESTES E TANTOS OUTROS DEVEM ESTAR REVIRANDO NOS TUMULOS….
    QUE ABSURDO..!!!

  2. silvio

    Paulinho,

    Não houve superfaturamento. O cara viajou de classe executiva e o preço é esse mesmo.
    Na verdade houve um desperdício de dinheiro público, mas superfaturamento não. Corrija-se.

    Abs

    Paulinho: Verique os preços e verá que está enganado

  3. José Américo

    Paulinho, mais uma imoralidade patente. Os valores dessas passagens aéreas são criminosos. Um verdadeiro achaque ao bolso do contribuinte. 32 mil reais só de PASSAGENS? Mais 19 mil e 21 mil? Dá um total de 72 mil reais só de passagens aéreas!!! Esse valor dá para rodar o mundo e ainda levar um comboio de gente!! Isso tem de ser esclarecido e os excessos DEVOLVIDOS.

  4. LUIZ/CTBA

    Paulinho: Fora a perseguição gratuita ao PC do B, que eventualmente pode ter membros incorretos, como em qualquer partido, acredito que exista alguma versão para este fato. A “esculhambação é grande” mas não acredito que seja tanto. Deve ter sido mais de uma pessoa ou coisa parecida. Espero que vc. informe o desenrolar deste fato, que se verdadeiro, é gravíssimo e terá que haver consequencias sérias.
    A poucos dias ocorreu um fato semelhante, o Senador Magno Malta foi a um congresso na India, acompanhado pelo seu “secretário” e na volta ficou 4 dias em Dubai, evidentemente às expensas do Senado. Descoberto, disse que a culpa foi do secretário, o qual disse que teve dificuldades de passagens para retornar e teve que ficar em Dubai. (da coluna do Josias de Souza) kkkkkkkkkkkkkkkk Um abraço.

    Paulinh: Eventualmente ? Ministro Orlando Silva, Aldo Rebelo…todos peixes grandes…porque o partido não os expulsa ? Porque quer o poder “a todo custo”. Dane-se a ideologia. Quem compactua com a corrupção, sem se indignar, corrupto é.

  5. LUIZ/CTBA

    Paulinho: Concordo plenamente, quem compactua com a corrupção é tão corrupto quanto. Que eu tenha conhecimento, não vi ou li qualquer acusação séria de corrupção, processo ou condenação de nenhum dos citados. Um abraço.

    Paulinho: Leia o blog e encontrará centenas. Com documentos.

  6. LUIZ/CTBA

    Paulinho: Com o respeito que vc. me merece, queira reler o que eu escrevi no meu primeiro comentário. Como vc. tem acesso a informações que eu não tenho, pedi a gentileza de acompanhar o assunto, se verdadeiro, é uma vergonha Nacional. E o Malta? Um abraço.

  7. euclydes zamperetti fiori

    O autodenominado polemico, não sai de cima muro, ascende Vela para todos.
    Acorda, Brasil
    zamperetti fiori

  8. LUIZ/CTBA

    Prezado Paulinho: Toda verdade tem dois lados……O Ex- Deputado Roberto Jefferson diz que o Presidente Lula NÃO SABIA DO “MENSALÃO”, que aliás, nunca existiu da forma que é repercutido, mas em alguns comentários de desinformados aparecem quase diariamente no seu espaço. Veja o linck.
    http://www1.folha.uol.com.br/folha/videocasts/ult10038u563978.shtml
    Reitero minha posição, sou apartidário, só defendo a verdade.

  9. Dunha

    A corrupção esta enraizada. Não da mais para matar as ervas daninhas. Infelizmente. Em Brasilia, na sua cidade, na minha cidade, na cidade de seus país tem corrupção. Tem que cair uma bomba em Brasilia com todos os políticos dentro e tentar começar de novo.

  10. Cauê Gonçalves

    Paulinho, fiz uma pesquisa no site da American Airlines que o preço da passagem executiva ficaria em torno de:

    Partida: Quarta-feira, Junho 10
    Retorno: Quarta-feira, Junho 17
    12.379,36 BRL.

    ida e volta.

    só a ida dele custou muito mais que isso…

    Sem comentários!

    PS: diviam ir é de econômica!

  11. Alexandre

    Olá Paulinho,

    Legal, que vc. abriu uma sessão só para este caso, afinal de contas me sinto um pouco “pai da criança”.Observei, que há internautas achando que esse gasto se refere a mais de uma pessoa, mas não, são gastos individuais do citado secretario, pois a prestação de contas é feita de maneira individual por cada ladrão – ops servidor.
    Após, pesquisa no site da American Arlines, constatei que o preço do trecho LISBOA – DENVER na classe executiva é de aproximadamente R$ 9.700 e R$ 12.400 na primeira classe,ok.
    Se, vc. tiver tempo de “fuçar” naquele link que eu postei, vc. encontrará inúmeras falcatruas, essa eu encontrei em menos de 10 minutos, e ainda tinha várias páginas para abrir.
    Se precisar de ajuda, estamos à disposição.

    abraço

    Alexandre

  12. sidneih

    http://www.diegocasagrande.com.br/index.php?flavor=lerArtigo&id=1136

    08.05.2009
    JUVENTUDE DESTROÇADA
    por Rodrigo Constantino
    “A Revolução Cultural tomou minha juventude, de mim e de toda minha geração.” (Zhu Xiao-Mei)

    Muitos são os que decretaram a morte do comunismo, e consideram a disputa entre esquerda e direita ultrapassada. No entanto, creio que o perigo comunista ainda existe, apesar de trazer nomes diferentes. No fundo, acredito que o grande combate se dá entre individualismo e coletivismo. Nas suas diferentes formas, o coletivismo é uma praga que transforma o indivíduo em meio sacrificável, que pretende anular o que há de individual em cada um de nós. Para os coletivistas, desejar seguir os próprios sonhos é algo “egoísta”, um pecado. Nesse contexto, recomendo a leitura do livro O Rio e seu Segredo, de Zhu Xiao-Mei, a pianista chinesa que desafiou o regime totalitário de Mao para poder tocar piano, sua grande paixão.

    O relato biográfico de Xiao-Mei é comovente. Aos 3 anos de idade, ela viu chegar à sua casa o piano que sua mãe comprara. Nascia ali uma verdadeira paixão, que infelizmente encontraria um enorme obstáculo: o regime comunista. Para os revolucionários chineses, o piano era um instrumento burguês, e a própria origem burguesa de Xiao-Mei seria um constante fardo que iria acompanhá-la; ela tinha uma “má origem”. Xiao-Mei era apenas uma criança quando Mao lançou sua Revolução Cultural. Ali começava a destruição de sua juventude. É preciso lembrar que toda a desgraça vivida por Xiao-Mei pode ser multiplicada por centenas de milhões para se compreender a dimensão do estrago causado pelo comunismo na China. Isso sem falar que, como ela mesma reconhece, seu caso está longe de ser o pior. Dezenas de milhões não tiveram tanta “sorte” e foram mortos como ratos pelos revolucionários, além dos que não suportaram a humilhação e se suicidaram.

    A essência do problema não escapa à atenção da autora: “Nossa vida gira em torno desta palavra: a coletividade. Aprendemos dia após dia que ela é mais importante do que tudo, mais do que a família”. E continua: “O princípio é simples: nossos pensamentos não pertencem somente a nós, mas também ao Partido. É preciso entregá-los a ele, mesmo os mais íntimos, e se submeter a seu julgamento, pois só ele sabe o que é bom ou ruim, justo ou falso”. No coletivismo chinês, o indivíduo precisa ser destruído, assim como o grande pilar que sustenta a individualidade: a família. As pequenas crianças são pressionadas para renegarem seus próprios pais, especialmente as de “má origem”. Elas devem ver seus pais como traidores da causa comum, da luta pelo “bem-geral”. O estrago que isso faz na cabeça de uma criança que idolatra seus pais pode ser imaginado. Xiao-Mei lamenta: “A Revolução Cultural me corrompeu, fez de mim uma culpada. Em um determinado momento, chegou a matar em mim o senso moral”.

    Perdendo apoio após O Grande Salto para Frente (reformas coletivistas que mataram de fome milhões de chineses), Mao encontrou na doutrinação de crianças sua nova e poderosa arma. Um forte culto à personalidade, típico dos regimes totalitários, teve início. Mao era o substituto da imagem de pai perfeito que crianças pequenas normalmente criam. Como Xiao-Mei diz, “é preciso confiar em Mao, ele tem razão, ele tem necessariamente razão, não é imaginável que possa ser diferente”. A luta de classes é usada como meio de manipulação: de um lado estão os oprimidos, representados por Mao; do outro estão os exploradores pequeno-burgueses. É preciso escolher um lado. O sangue começa a jorrar nas ruas, mas as crianças aprendem que este é o preço necessário para libertar a China, para garantir um futuro maravilhoso para todos. Os fins justificam os meios: eis a máxima central de todo regime que pratica infindáveis atrocidades.

    Todos são “reeducados”, ou seja, precisam aprender que nada são perto do todo, do coletivo. Xiao-Mei reconhece que naqueles tempos era apenas “uma criatura sem cérebro, concebida para um único objetivo, ser como as outras”. O ideal coletivista é uma colônia de insetos gregários, onde as diferenças que incomodam os invejosos desaparecem, restando apenas a igualdade forçada, uma massa de medíocres. O grande pecado de Xiao-Mei? Sentir uma compulsão pela música, um desejo incontrolável de tocar, de se expressar, de interpretar grandes gênios da música clássica. Para piorar, ela adorava músicos ocidentais, como Bach e Beethoven, um crime ainda mais grave para xenófobos com ”complexo de vira-lata”. Por esse terrível crime, ela deve ir para o campo praticar trabalhos forçados sob condições desumanas, para ser “reeducada”. O regime vai transformá-la numa boa revolucionária. Com vários outros artistas, Xiao-Mei acaba passando cinco anos de sua vida em campos de trabalho forçado.

    O resultado dessa experiência, ela mesmo conta: “A vida no campo não é feita para nos educar; ela é feita para nos embrutecer”. Até mesmo o banho era dificultado, pois era “uma maneira entre outras de minar nosso sentimento de dignidade”. “Não há nenhum lugar para qualquer espécie de intimidade aqui. A própria idéia decorre de sentimentos burgueses”. O único meio que resta para a defesa é a agressão. Todos se tornam brutos, estimulados pelo próprio regime a entregar qualquer falha revolucionária nos colegas. Um bando de espiões dedos-duros é formado, e ninguém pode mais confiar em ninguém.

    Um caso extremo era relatado com orgulho pelos coletivistas, pela prova de fidelidade à revolução: uma mãe recebeu dois telegramas avisando que seu filho pequeno estava gravemente doente e precisava dela em Pequim, mas ela recusou ir, pois precisava cuidar de um porquinho doente, do qual ela era encarregada. O filho morreu e ela não derramou lágrima alguma. Pouco depois, o porco morreu, e ela chorou. Eis a mensagem: “um porco nutre a coletividade, o apego que se tem a um filho é um sentimento individualista e burguês”. Na essência, esse é o ideal coletivista.

    A “reeducação” nada mais era do que uma intensa doutrinação ideológica, uma verdadeira lavagem cerebral. As crianças eram obrigadas a decorar o Pequeno Livro Vermelho, de Mao. Depois de tantos anos com apenas essa leitura disponível, pois livros “burgueses” foram queimados, as crianças tinham duas novas leituras: Lênin e Marx! Ainda hoje, muitas pessoas, incluindo famosos “intelectuais”, repetem que o regime comunista cubano acabou com o analfabetismo e tem como ponto forte a educação. É isso que chamam de educação? Proibir livros e obrigar a leitura de lixo ideológico? Xiao-Mei afirma: “Tínhamos sido todos transformados em marionetes, em máquinas prontas para obedecer cegamente a todas as injunções do regime”. Como Mário Quintana disse muito bem, “os verdadeiros analfabetos são os que aprenderam a ler e não lêem”. A Revolução Cultural de Mao, assim como a “educação” cubana, não passava de uma máquina de criar analfabetos!

    Após a visita de Richard Nixon, o regime chinês permite alguma abertura, ainda que tímida. Xiao-Mei pode, então, ter acesso ao filme de Richard Bach, Fernão Capelo Gaivota, que conta a história de um pássaro que não quer viver como todo mundo, que sonha em voar mais alto, em desafiar seus próprios limites. Esse filme perturba bastante a autora. Os Estados Unidos representam o país da liberdade. Ela deseja fugir para lá o quanto antes. Para sua sorte, ela consegue fugir para Hong Kong, e depois embarca para a América. Uma nova fase começa. Ela finalmente pode se dedicar ao piano, apesar das privações que enfrenta no começo. Com o tempo, ela acaba em Paris, vira professora e faz concertos em vários países. Sua vida começa tarde, pois sua juventude fora roubada, destroçada pelo regime comunista, pelo coletivismo insano de uma época.

    A trajetória dramática e verídica da autora, relatada no livro, representa a luta de um indivíduo pela liberdade. Essa luta encontra muitas barreiras, pois não há nada que os coletivistas detestem mais do que isso: alguém que não aceita ser transformado em meio sacrificável pelo “bem-geral”. O comunismo, até mesmo na China, está praticamente morto, apesar de ainda haver fortes resquícios de totalitarismo por lá, sem falar de Cuba ou Coréia do Norte. Mas o coletivismo não morreu. Pelo contrário: parece cada vez mais forte. E ele representa o maior inimigo da liberdade individual. É justamente a mentalidade coletivista que permite atrocidades como a Revolução Cultural de Mao, responsável pela juventude destroçada de toda uma geração.

    http://rodrigoconstantino.blogspot.com

  13. euclydes zamperetti fiori

    O muro é subterfugio de covardes.
    Se vivo, Freud ficaria vermelho ao ver tantos defensores do: Toma Lá Dá Cá, e, abominaria algumas de suas teorias.
    Não existe nenhum ser vivo no planeta terra com tanta sabedoria quanto a sua.
    zamperetti fiori
    cidadão e,
    ex-árbitro de futebol

  14. LUIZ/CTBA

    Alexandre: Acho super legal uma pessoa se interessar como vc. pelo zêlo da coisa pública. Eu li e não consegui entender, é óbvio que os preços são absurdos, o valor das passagens não chega nem perto do supostamente apresentado. Continuo achando que existe alguma explicação para esse absurdo. Afinal temos o Tribunal de Contas da União e se houve uma fraude dessas haverá consequencias. Se não houver, feche-se a República……Um abraço.

  15. LUIZ/CTBA

    Rodrigo: Acho interessante uma pessoa fundamentar seu ponto de vista sobre um assunto. Seu relato é baseado num livro. Não se pode estabelecer uma verdade pelo fato de alguém expor sua opinião num livro, senão bastaria qualquer um escrever uma asneira que ache e se torna verdade “porque está num livro”. A China é um País de cultura milenar, são dogmas de milhares de anos, um em cada 5 habitantes da terra são Chineses, é muito complexo. Independente de qualquer discussão de modelo político, é impossivel não reconhecer que a Revolução de Mao, transformou a China. Hoje a China é umas das maiores economias do mundo, tanto que qualquer movimento economico, positivo ou negativo, mexe no exato momento na economia mundial. Não se pode estabelecer que a Democracia dos EUA seja o melhor modelo do mundo, como eles querem impingir na humanidade, existem culturas milenares, tribais, etc. etc. Um abraço.

  16. euclydes zamperetti fiori

    Quanto saber, acredito q. sejas o + culto de todos os seres humanos.
    Mureteiro, se defina, pare com divagações, respeite para ser respeitado.
    zamperetti fiori
    cidadão e,
    ex-árbitro de futebol

  17. Jair Pedro

    Quando eu era jovem eu era comunista e achava que se esses caras chegassem ao poder, o Brasil ia começar a andar.
    Cinco anos de faculdade economia me indicaram como eu poderia estar enganado. Muito enganado.
    Mas esses últimos 6 anos têm me deixado envergonhado de um dia ter acreditado nesses caras.

  18. Pingback: Ministério do Esporte e PC do B estão assaltando o Brasil « Blog do Paulinho

  19. euclydes zamperetti fiori

    Freud deve explicar q. covardes se escondem no anonimato, eq. tds q. correm com ou apoiam ladrões e corruptos, talves sejam tão ou iguais.
    zamperetti fiori
    cidadão e,
    ex-árbitro de futebol

  20. euclydes zamperetti fiori

    O Brasil esta dominado por varias ditaduras, dentre esta as Pms.
    Em meu entender, militarismo é Exercito, Marinha e Aereonautica, este papo de PMs serem militar foi imposto pelo lobby das mesmas quando da Constituição.
    No hj as Pms, principalmente de São Paulo, manda em tds os setores, estamos em uma veradadeira ditadura de força camuflada e o denominado poder civil, onde se encontra?
    zamperetti fiori
    cidadão e,
    ex-árbitro de futebol

  21. carlos

    http://www.rumbo.com pesquise o valor das passagens.
    Não esqueça de colocar na classe executiva.
    O TCU não deixa passar esse tipo de coisa. Isso aí é a maior viagem desse blog.
    Em tempo: destesto o pessoal da esquerda, mas não acho que eles iriam roubar em algo tão óbvio. Muita ingenuidade de vocês.

  22. Waldemar Martins

    2010 VEM AI, “ELEJA, NÃO REELEJA”, VAMOS LIMPAR O CONGRESSO, AQUELE SHOW DE HORRORES, COM CPIS TERMINANDO EM PIZZA, DEPUTADOS E SENADORES ARROGANTES, ACOBERTANDO UNS AOS OUTROS. OS ATUAIS DEPUTADOS E SENADORES SABEM O QUE ALI OCORRE, POREM SÃO CONIVENTES! ALGUNS CRITICAM SEUS PARES, MAS FALTA CORAGEM. LAMENTÁVEL PORQUE PRECISAMOS DE HOMENS QUE MORALIZEM AQUELAS INSTITUIÇÕES. CARANOVANOCONGRESSO.BLOGSPOT.COM

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: