Advertisements

Desastre financeiro no Corinthians

 

A Folha de São Paulo divulga hoje a situação de caos nas finanças corinthianas.

Andres Sanches, o presidente que tem medo, quebrou o clube em sua gestão.

A dívida aumentou muito e é manipulada nos balanços por Raul Corrêa da Silva.

No início de seu mandato o Corinthians tinha R$ 13,1 milhões em dívidas de empréstimos bancários.

Hoje esse valor triplicou e já chega a R$ 36,1 milhões em setembro. (Há informações de que atualmente já ultrapassaram a casa dos R$ 45 milhões.)

Um escândalo.

Tirando a enorme dívida a ser paga, Dualib deixou em caixa, disponível para saque, aproximadamente R$ 25 milhões.

Hoje esse valor não ultrapassa os R$ 600 mil.

O blog noticiou recentemente que Andres Sanches fechou um contrato leonino com a BWA, que vem lesando diariamente os cofres do clube.

A empresa recebe 11% da renda bruta dos jogos do Timão, cerca de 24 % do valor líquido.

O motivo dessa transação absurda teria sido o empréstimo realizado pela empresa, no valor de R$ 1,5 milhão, no meio do ano.

http://blogdopaulinho.com.br/2008/10/08/acordo-com-a-bwa-lesa-os-cofres-do-corinthians/

A reportagem da Folha de São Paulo comprova a informação e trás um dado ainda mais alarmante.

O débito com a BWA já atinge R$ 3,1 milhões.

Eles pegaram o clube em situação difícil.

Conseguiram, em apenas um ano de administração, piora-la ainda mais.

Incompetência ou má fé ?

A resposta é evidente.

 

Crise mundial faz Corinthians voltar aos cofres do C13

Com aumento de gastos do futebol, clube atrasa parcela de dívida de Passarela mesmo após empréstimo da entidade

Diretoria corintiana diz que recorre à entidade e à BWA, produtora de ingressos, porque aperto econômico gera escassez de crédito

RICARDO PERRONE

DO PAINEL FC

RODRIGO MATTOS

DA REPORTAGEM LOCAL

No campo, festejos pelo título da Série B. Nos gabinetes, corrida a empréstimos de parceiros para fechar as contas do futebol. É a realidade de fim de ano do Corinthians.

Para pagar a conta até o final de 2008, incluindo salários e o 13º, o clube recorreu a novo empréstimo do Clube dos 13, em setembro. Foram liberados R$ 4 milhões, com as cotas de TV da Série A como garantia.

Assim, o Corinthians já aumentou sua dívida com a entidade em R$ 9,3 milhões só neste ano, elevando para R$ 15,6 milhões o débito total. Ou seja, foram as antecipações e os empréstimos do C13 que pagaram quase um sexto das despesas do futebol corintiano no ano.

Outro parceiro que virou credor do Corinthians durante o ano foi a BWA, empresa que controla a bilheteria do clube. Até agora, já foram dois empréstimos, que somaram R$ 3,1 milhões no débito do clube.

Ao assumir o Corinthians, o presidente Andres Sanchez pregou uma política de total independência em relação às entidades poderosas do futebol, como o C13 e a CBF.

Na última negociação de renovação de contrato de TV do Campeonato Brasileiro, com a Globo, o Corinthians ensaiou se aproximar de São Paulo e Flamengo para reivindicar incrementos nas cotas para os clubes com maiores torcidas.

Ao final, os três clubes aceitaram assinar o novo compromisso com a Globo, defendido pelo C13, depois de apenas uma alteração nas regras de distribuição do pay-per-view.

Os pedidos do Corinthians ao Clube dos 13 intensificaram-se com a crise financeira mundial. Um empréstimo bancário já aprovado, por exemplo, foi retido e deixou o clube dependente de outras fontes de dinheiro.

“Com a crise mundial, todos os bancos se resguardaram e somente agora estão voltando a operar. Não devemos ter dificuldades, lógico, talvez de alguns dias”, reconheceu o vice-presidente de finanças do Corinthians, Raul Corrêa e Silva.

Segundo ele, o clube tem uma vantagem por ter a dívida “alongada”. Tradução: renegociações aumentaram os prazos.

Mas pelo menos um débito importante o Corinthians teve que atrasar com a crise mundial. Em setembro, não foi paga parcela da dívida com o ex-técnico Passarela. Esse débito poderia gerar punição ao clube na Fifa, já que o técnico entrara com ação na entidade, antes de fazer acordo com o clube.

“Em setembro, o mercado financeiro mundial parou, e nós precisamos administrar os recursos. Foi pago, de comum acordo com eles, em outubro”, explicou Corrêa e Silva.

Além da crise, as dificuldades financeiras devem-se ao alto custo do seu time de futebol. Até setembro, as contas com pessoal e serviços de terceiros (que também inclui contratos de atletas e técnico) somavam R$ 41,9 milhões. Ou seja, despesa de R$ 4,7 milhões por mês.

É um patamar de um clube do Brasileiro da Série A. Folhas salariais de grandes clubes, como o São Paulo, giram em torno de R$ 4 milhões, incluídos os contratos terceirizados.

Antes da crise, o Corinthians vinha recorrendo aos bancos para cobrir esse déficit. No total, as dívidas por empréstimos têm crescido durante o ano.

Atingiram R$ 36,1 milhões ao final de setembro. Ou seja, foram multiplicadas quase por três em relação aos R$ 13,1 milhões do final do ano passado.

Facebook Comments
Advertisements

12 comentários sobre “Desastre financeiro no Corinthians

  1. Ramon

    Eu, como corintiano q sou fiquei um pouco assustado e temeroso com o futuro do Corinthians.
    Torço para q o time realize grandes proezas no ano q vem, mas com a iminente quebra fica dificil se manter entre os grandes de São Paulo.

  2. RICADONI

    Paulinho, como são paulino tô gostando do Andres, a cara é “bom”, torço que continue assim, boto fé.

  3. Carlos

    rs, Uma pergurta pra você Paulinho, como você faria para quitar as dividas do clube sem receitas para pagar as contas?

  4. fernando

    essa administração é uma vergonha , como já havia escrito em outro post, eles aumentaram a dívida em um ano de gestão, devem aumentar mais a dívida para tentar se reeleger, fazendo obras eleitoreiras e contratações absurdas, o clube esta com dificuldade de arrumar empréstimo, o pinóquio não tem mais de onde tirar recursos, para o bem do corinthians esta chegando ao fim esta gestão nefasta e comprometida com a torcida onde faltam a verdade,o carater e a dignidade

  5. valdir teodoro

    Cade a TV Timão, o turismo, e outras maracutaias que a midia tanto falou, falaram em milhoes de arrecadações, coitados Neto e Dr. Osmar é uma pena falam sem pensar.

  6. Marquinhos

    Eu como São Paulino ja sou fã do Andreas, é o Dualib só que com rabo mais preso. Ainda mais com um titulo da série B vai camuflar ainda mais a incopetencia dele.

  7. Wilson

    R$ 4.000.000,00 por mês para jogar a série B ? E ainda tem torcedor que está comemorando.

    Quero ver o ano que vem.

    Apelo à oposição e ao Cori (se é que eles existem) que tomem alguma providência, pois se nada for feito, a série B pode virar realidade outra vez.

    Parabéns pelo trabalho.

    Abraçço.

  8. Carlos Almeida

    Imagine Paulinho o que vai acontecer no ano que vem. O crédito vai continuar apertado. Os clubes conseguem um ou no máximo dois empréstimos e depois? Hoje os clubes pagam R$ 50 mil de impostos atrasados para o governo no programa Timemania. No ano que vem li que os maiores devedores vão pagar r$ 850 mil, mais o imposto do mês. Os clubes com patrocínio no fim, não conseguirão renovar. O São Paulo já fala em ficar uns quatro meses sem patrocínio esperando a coisa melhorar. É tenho dó dos jogadores de futebol profissionais do Brasil. Os tribunais do trabalho vão ter muito trabalho em 2009.

  9. Célia Regina

    Então…
    Cadê o lucro das ações de marketing? As “trocentas” lojas inauguradas, as camisetas paraguaias da Poá – cada mês lançava uma, a TIMÃO TV, Timão Tur, Alô Timão, Cartão Corinthians Visa, a Agência Corinthians, os royalties de mais de 300 produtos licenciados, os milhões arrecadados da camisa “o Timão é a sua cara”, o Fiel Torcedor, o lucro das escolinhas Chute Inicial????????????????????????????????????????????????????????

    NADA DISSO GERA RECEITA?

    Porque se paga tanta ação trabalhista, se tem um andar inteiro cheio de advogados? Estão enganando os funcionários? Perdem todas as ações!

    Porque fizeram acordos compensatórios para funcionários dispensados por roubo, inclusive dando “carta de apresentação”?

    Porque se paga tanto juros por atraso, se havia dinheiro em caixa para encargos, conforme foi mostrado neste blog?

    Porque, porque e porque, continua no cargo o INCOMPETENTE DO RAUL, que sequer sabe fazer conta, ou o Rosenberg que só usufrui da marca Corinthians para sua empresa e não traz grana nenhuma para o clube?

    Todos sabem que o Andrés é um BOÇAL, mas ninguém imaginava que ele era tão BURRO e CANASTRÃO.

    Fora CORJA de corruptos! Diretas neles!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  10. Bruno

    Caro Paulinho,
    Torço pelo Corinthians e não tomo partido por nenhuma administração, porém vale ressaltar que a dívida não aumentou, ela simplesmente mudou de credor, uma vez que o Corinthians pagou um absurdo ao Lyon (+ de R$ 10 milhões) para não sofrer sanções da FIFA, pagou também o Leão, iniciou o pagamento do Passarela, entre outros. O Corinthians não recebeu os R$ 11 milhões de reais do Werder, referente ao Carlos Alberto.
    Dessa forma o Corinthians deixou de receber 11 milhões e pagou outros 16 milhões, gerando um saldo negativo de 27 milhões.
    Além do fato das cotas de TV de 2007 da FPF terem sido adiantadas pelo Dualib em 2006.
    A diretoria atual pode ter enormes erros, mas temos de dar o crédito que merecem por estarem de forma democrática no poder.
    Um abraço

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: