Advertisements

CBF faz chantagem para rebaixar Portuguesa. Clubes, covardes, aceitam

porcosesgoto

É absolutamente indecente o acordo, proposto pela CBF, com anuência da Rede Globo, e assinado pelos vinte clubes, “oficialmente”, da Série A do Brasileirão, indicando que qualquer agremiação que recorrer à Justiça Comum, ou se beneficiar, mesmo que indiretamente, de suas decisões, não receberá os valores referentes a cotas de televisão.

Pura chantagem, imoral, diria, criminosa, até.

Ou seja, a CBF, sordidamente, não atira no campeonato, mas estrangula o clube financeiramente, inviabilizando a participação da agremiação no torneio.

Tudo pode se esperar dos atuais dirigentes da entidade máxima do futebol brasileiro, basta observar suas histórias de vida, mas, a submissão dos presidentes de clube, covardes, assinando deliberações que, se não agora, podem prejudicá-los no futuro, é absolutamente inaceitável.

Assim como o silêncio conivente da Globo, que tinha representante na reunião, assistiu a chantagem, deu de ombros e não a noticiou.

Por essa decisão, a situação da Lusa se complica, e muito.

O clube, tudo indica, será, daqui algum tempo, beneficiado pela decisão da Justiça Comum, que deverá dar parecer favorável à Ação do MP-SP, mas, terá coragem, e recursos, para peitar a CBF e participar do Brasileirão ?

Advertisements

Facebook Comments

72 Responses to “CBF faz chantagem para rebaixar Portuguesa. Clubes, covardes, aceitam”

  1. Jose Says:

    Concordo, CBF e clubes são vergonhosos!

  2. Jesus Says:

    Não tem conversa, colocou atleta irregular para jogar, tem que ser rebaixado sim, caso contrário o futebol perderia toda credibilidade. Se foi fluminense, flamengo, spfc, beneficiados é outra conversa. Se tem gente dentro da portuguesa que levou grana pra isso, é outra conversa. Querer justificar a permanência da portuguesa na 1a divisão, por erros da CBF, STJD, advogados, não tem nada a ver com o uso de jogador irregular. Seria a mesma coisa que justificar a atitude do ladrão, assassino, traficante, por não termos leis, por existirem policiais corruptos, políticos safados.

  3. Antoni Morosi Says:

    Não seria só em caso de antecipação de quotas?

    Se for é simples, só não pedir.

  4. edu Says:

    concordo com a frieza e nojera da cbf, mas a globo obviamente esta nessa junto. como a cbf pode mandar no dinheiro da televisao sendo que ela nao paga nada?

  5. Nelson Says:

    Olá Paulinho e Blogueiros!
    O que esperar da bandidagem?
    Abraços a todos!

  6. Antonio das Couves Says:

    Paulinho, concordo, mas esta estratégia é muito perigosa para a CBF também. Parece um blefe. Simples: como os contratos de TV são individuais, o que impediria a Lusa de vender os seus jogos como mandante para outra emissora? E provavelmente iria conseguir mais dinheiro do que na fonte oficial…

  7. RAFAEL OTAVIO SERRA Says:

    Sr. Paulinho , ta na cara que houve conivencia do ex presidente da lusa na maracutaia , portanto , mais que merecida a punição

  8. jadergn Says:

    Concordo com o Jesus.
    Eu acho que é uma sacanagem com os atletas e com a torcida, mas regras são regras. Não importa quem foi beneficiado, importa que houve irregularidade e quem a cometeu deve ser punido. Simples assim.
    E como o Antoni Morosi disse, deve ser somente antecipação, pois não haveria como transmitir uma partida de um clube sem pagar seu direito de imagem. A Globo perderia mais em não poder transmitir os 19 jogos da Portuguesa, do que a Portuguesa deixaria de ganhar. Afinal, a cota dela na série B será de apenas R$4 mi.

  9. Carlos Napolis Says:

    Pela imagem acima pensei que era algum assunto relacionado ao Chiqueiro do Matarazzo – Suínos Róseos.

    Paulinho, todos os 20 clubes se renderam covardemente.

  10. José Oliveira Says:

    Ué, mas cadê o MP que não investiga isso? Para mim, isso é uma coação à desobediência jurídica.

    Agora, duvido que fizessem uma proposta dessa ao Euricão.

  11. Dodô da Bahia Says:

    SOMENTE UM, ENTRE TODOS, NESSAS 4 (QUATRO) ULTIMAS DÉCADAS, BATEU DE FRENTE CONTRA O PODERIO DA REDE DO MAL E DA CASA BANDIDA DO FUTEBOL!

    FOI MASSACRADO PELA MÍDIA CORRUPTA, HOJE DEPOIS DA PÉSSIMA ADMINISTRAÇÃO DO DINAMITE E SUA GANGUE VOLTOU A SER UMA QUASE UNANIMIDADE ENTRE OS VASCAÍNOS.

    EU QUE SEMPRE ACREDITEI, SINTO-ME RECOMPENSADO
    PELA CONFIANÇA NELE DEPOSITADA!

    VOLTA MARECHAL EURICO. O VASCO TE ESPERA DE BRAÇOS ABERTOS

    atp: peço desculpas por usar cx. alta, não deu pra segurar EXPLODE CORAÇÃO !

  12. Edison Says:

    Pior é que tem precedente, a CBF fez covardia similar com o Coritiba em 1989. O time entrou na Justiça comum para ter o mesmo direito concedido pela CBF ao Vasco de postergar seu jogo (os 2 clubes disputavam a mesma vaga, então quem jogasse depois teria a vantagem de saber o resultado do outro com antecedência), Conseguiu uma liminar e não entrou em campo no dia estipulado pela CBF. O Ricardo Teixeira mandou então que o Coxa fosse expulso da CBF e de competições oficiais por 2 anos, e ao final do período tivesse de voltar na série C. O clube continuou lutando na Justiça e teve vitórias na primeira instância, mas por causa da punição da CBF perdeu todo dinheiro de patrocínio e acabou tendo de penhorar passes de jogadores e até o estádio. No final o estrangulamento financeiro venceu e a nova diretoria do Coritiba pediu à CBF para cancelar a punição, em troca da retirada de todas as ações na Justiça. O máximo que clube conseguiu foi jogar a série B no ano seguinte, mas o estrago foi tão grande que há quem diga que o Coxa nunca mais se recuperou depois do baque nas finanças. Enfim, isso explica o receio dos clubes em buscar a Justiça comum: estamos lidando com mafiosos encastelados na CBF, e mafiosos sabem como “convencer” os outros a se calarem. Mas ainda penso que a Lusa deve lutar na Justiça comum. Os tempos são outros, temos uma Constituição Federal e um Estatuto do Torcedor, um Ministério Público atuante, e o Brasil inteiro está assistindo e apoia a luta do clube paulista. Além disso as ameaças da CBF hoje se mostram bem mais frágeis que em 1989. O compromisso assinado pelos 20 clubes não tem importância alguma para a Lusa, pois ela não assinou e não existe regra no estatuto da CBF que exija a assinatura deste documento para assegurar a filiação do clube. Se tentar expulsar a Lusa a Justiça será célere em reintegrá-la, pois não há fundamento jurídico para tal. E para estrangula-la financeiramente a CBF precisa se assegurar que a Lusa não dispute a série A, o que também será bastante difícil considerando que várias liminares podem lhe manter na série A, tanto do Ministério Público de SP quanto do próprio clube.

  13. Leandro Says:

    Se todos os clubes aceitaram, então significa que não existe nenhum clube santo, ao contrário do que alguns torcedores fanáticos pensam.

  14. Dodô da Bahia Says:

    Todos com a Lusa, pela moralização do nosso futebol!

    Fora CBF/REDE GrOUBO

  15. Dodô da Bahia Says:

    Quem deve teme, amigo!

    Só pode ser isso!

  16. Junior DF Says:

    Paulinho, pelo que sei o presidente do Flamengo não aceitou o pacto (chantagem) .
    -“Se a gente conseguir cobrir todas as distorções que existem nas normas e nos regulamentos para que esse tipo de problema não volte a ocorrer, aí sim o Flamengo apoia esse pacto ou que quer que seja chamado. Mas primeiros vamos ter de mexer nas normas para que os resultados de campo não seja subvertido por uma manobra burocrática”, completou o presidente do Flamengo.

    http://espn.uol.com.br/noticia/387539_presidente-do-fla-nega-pacto-dos-clubes-e-cobra-mudancas-para-entrar-em-acordo

  17. Andres Sem Chances Says:

    Paulinho, mas a CBF não tem esse poder. Os direitos televisivos são negociados diretamente entre clube e Globo, sem qualquer tipo de intermediação ou algo do tipo da CBF.

  18. Rodrigo Correia Dos Santos Says:

    No Brasil meu amigo, não tem nenhum Clube Grande (atitude grande) , se tivesse peitaria Globo,CBF,FPF com essa força toda e os “caras” ficam com o pires na mão, ou esmolando na porta da igreja. São todos desgraçados.

  19. O CAPETA DISSE Says:

    Verdade DODO DA BAHIA… foi por essa razão que Eurico passou a ser tratado como tudo de mal, teve sua devassada pela Globo que não conseguiu provar nada e o fez como um ser NOCIVO ao futebol.
    TUDO ISSO PORQUE BATEU DE FRENTE COM A GLOBO E CBF

  20. Luís Says:

    A mesma Justiça que pode colocar a Portuguesa na Série A, pode perfeitamente obrigar a GLOBO pagar o que é devido ao time do Canindé.

  21. andromax Says:

    Não tem conversa, colocou atleta irregular para jogar, tem que ser rebaixado sim, caso contrário o futebol perderia toda credibilidade. Se foi fluminense.. flamengo, spfc, beneficiados é outra conversa. Se tem gente dentro da portuguesa que levou grana pra isso., é outra conversa. Querer justificar a permanência da portuguesa na 1a divisão, por erros da CBF., STJD, advogados, não tem nada a ver com o uso de jogador irregular. Seria a mesma coisa que justificar a atitude do ladrão., assassino, traficante, por não termos leis, por existirem policiais corruptos, políticos safados.

  22. Márci Says:

    Tadinhos desses porcos, não precisava ofendê-los, sempre assim, comparar porcos com seres humanoides, na próxima vez coloque fotos de ratos e baratas no meio das sujeiras, fica mais d acordo.

  23. Beto - Grus Says:

    “Colocou atleta irregular tem de ser punido, porque o futebol perderia toda credibilidade”. Pergunto que credibilidade??? Clubes se vendem por $$ não existe santo nesse meio, todo clube tem seu preço infelizmente. Leis e regras criadas por mafiosos para mim nunca deverá ser obedecida e terá credibilidade, são leis furadas para atender de acordo com a cara do freguês.

  24. jesus Says:

    Peraí, eu conheço esse porcão chafurdento ali. É o quiumba que frequenta este blog aqui, o boca de aluguel da tucanalha tal de osvaldo sep kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  25. anti_corru_PT_os Says:

    Paulinho, pq colocou a foto da pequenina bugrinada neste post? Não entendi! Ou é uma mensagem subliminar indicando o óbvio: Lusa é MAIOR que a Portumeiras.

  26. Fred - Corinthians Gaivotas Fiéis. A única torcida Gay do Brasil Says:

    Na vdd ninguém está nem ai pra Lusa….Ela q se foda

    Nem a direção do proprio clube está….Venderam a sua vaga na serie A para o FluminenC

    Então, dane-se!!

  27. Roberto Says:

    os jogadores faz tempo que vem ameaçando fazer greve certo? então que façamos nós a greve de não assistir aos jogos e muito menos assinar o premier ai quero ver continuar essa palhaçada que vem tendo no nosso futebol.

  28. Guilherme Oliveira Says:

    Imagina se não teria anuência da Bobo. Duvido que não queiram ver o circo pegar mais fogo ainda.
    Capaz até de apoiar a Lusa a entrar na justiça comum e com isso, resultar em um campeonato com a fórmula que tanto deseja, já que não é de hoje que a Bobo está desesperada em busca de audiência.
    Nem o Big Bosta tá rendendo a boa audiência que ela esperava, como em outros tempos. Tanto que já tem gente como o Boninho falando em pular fora do barco após essa edição.

  29. Luli Says:

    Paulinho, tem certeza que o Flamengo assinou?

  30. Dodô da Bahia Says:

    De acordo com o anti_corr_PT_os

    Ratos, escorpiões e baratas se assemelham aos citados no seu poster, porem um grau bem mais acima na hierarquia moral!

  31. Dodô da Bahia Says:

    As mudanças que o “outro” espera é receber cota idêntica aquela que o Corinyhians recebe da Rede do mal!

  32. Dodô da Bahia Says:

    Corinthians, com minhas escusas.

  33. Dodô da Bahia Says:

    Quem conhece o Mendes Campo e a turma da Rede do Mal sabe que eles possuem algo que vai muito além do que simples poderes!

  34. Dodô da Bahia Says:

    Correto Rodrigo!

  35. Dodô da Bahia Says:

    Sem dúvida amigo, acompanhei bem de perto todas aquelas manobras de bastidores! Uma vergonha e na época não tinhamos espaço para manifestar a verdade. O Paulinho e o seu blog foi o primeiro no Brasil, eu reafirmo, NO BRASIL, a comprar a nossa briga e a publicar as nossa opiniões!

  36. Dodô da Bahia Says:

    Mais JOAQUINS BARBOSAS por favor SENHOR!!!

  37. Dodô da Bahia Says:

    O torcedor não pode ser prejudicado e se existe um Estatuto Federal para faze-lo, não haverá nenhum, Juiz ou turma recursal estadual ou de classe que poderá ofendê-lo!

    O TJD ou outro qualquer, não podê costurar acordos!

    É LEI!!!

  38. Dodô da Bahia Says:

    Hoje é com a Lusa, amanhã será com o seu Timão amigo. Falo isso como apaixonado pelo futebol e pela prazer de uma vitória conseguida com esforço e técnica e não de qualquer forma, mas entendo a sua opinião. Na verdade não defendemos a “turma que vendeu a Lusa” ou mesmo quem a comprou. O assunto é muito mais grave e quem sabe o futebol, não virá a ser o começo de um novo país, pelo menos bem menos corrupto. Um abraço

  39. EU - ABSOLUTIS VERITAS Says:

    Dodô da Bahia Disse:
    fevereiro 8, 2014 às 1:18 pm

    Em qual jogo do campeonato brasileiro ou estadual você viu ser cumprido o Estatuto do Torcedor em 100%?

    NENHUM. Só no caso das cadeiras numeradas o desrespeito ao Estatuto é claro.

    Não é defesa de ninguém, apenas uma coisa que precisa ser cumprida com urgência, pois seria uma ótima oportunidade para separarmos as tais “organizadas”.

    Que se respeite o Estatuto, mas que não se façam safadezas em outros setores.

    COM RELAÇÃO AO POST:

    Não confio em dirigente esportivo, político ou religioso, por isso não me surpreendo com esta “pressão”.

    O mais santo dos dirigentes esportivos é soldado do capeta.

  40. Dodô da Bahia Says:

    Bertold Brecht escreveu:

    Primeiro levaram os negros Mas não me importei com isso Eu não era negro Em seguida levaram alguns operários Mas não me importei com isso Eu também não era operário Depois prenderam os miseráveis Mas não me importei com isso Porque eu não sou miserável Depois agarraram uns desempregados Mas como tenho meu emprego Também não me importei Agora estão me levando Mas já é tarde. Como eu não me importei com ninguém Ninguém se importa comigo.

  41. marcelo Says:

    nem acho que tem muita chantagem… Eu acho que os clubes nao concordam com a lusa… Queira ou nao ela errou.. Só vai ser salva se for por uma brecha e nao por nao ter errado

  42. Jonny Santista Says:

    Os clubes é que são culpados de tudo. Essa história da Portuguesa ter “errado” na escalação do jogador já tinha cheiro de coisa errada desde o começo, foi armação dos “grandes” – seus dirigentes não merecem esse adjetivo – então está tudo dentro do “plano”.
    Não adianta mudar CBF e não mudar quem faz tudo que ela “manda”…

  43. fabio vieira Says:

    Não foi determinação da CBF esta situação. O dono do dinheiro é a emissora de televisão, que é a verdadeira dona do campeonato. Ela faz o que quiser. E se peitarem acontecerá o mesmo que aconteceu com o Eurico Miranda.

  44. ITAQUERENSE Says:

    Concerteza esse clube aliado do Marin, são Paulo fc foi o mais conivente com isso, ajudando o fluminenC e prejudicando a lusa.
    bambis que a tempos são carne e unha com a CBF e o velho ladrão de medalhas! a prova esta na escancarada ajuda dele pro timinho não ser rebaixado em 2013.

  45. Marcelo Says:

    Acho que não tem chantagem não… acho que a Lusa esta sozinha… acho que nenhum clube concorda com a LUsa. Todo mundo fala se fosse ao contrario se o Flu perderia o julgamento… acontece que todo mundo esta dando razão a Lusa por não gostar do Flu e por ser a terceira vez…
    Mas queira ou não… teve o julgamento, o jogador pegou 2 jogos e a Lusa mesmo assim escalou ele… Garanto que se fosse o Flu a escalar esse jogador todo mundo taria criticando…

  46. ailton Says:

    Se eu sou presidente de um time grande, depois dessa papagaiada toda, eu não jogava uma segundona de jeito nenhum. Quero ver nos próximos anos se cair um time como Corinthians, São paulo ou Flamengo se vão aceitar disputar uma segundona, depois de o FluminenC ser rebaixado 3x e não cair.

  47. AIRTON ( CORUMBÁ MS ) Says:

    Que elite é essa que forja campeões com escandalos atrás de scandalos??!!

    2005 – Um dos mais vergonhosos esquemas de corrupção – CORINTIANS onquistou o campeonato brasileiro após 11 jogos anulados que o favoreceram claramente. Pedidos de desculpas de Márcio Rezende após erro vital no jogo contra o Inter no Pacaembu em um pênalti absurdo não marcado. Esse foi o Zveitão 2005 vencido escandalosamente

    http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas/2007/09/24/ult59u131531.jhtm

    2009 – Jogadores vieram a publico e vomitaram que iriam entregar como entegaram o titulo de 2009, acompanhado pelo Gremio que retirou 11 titulares do jogo e mesmo após estar vencendo por 1 X 0m facilitaram as coisas…

    OBS.: Me lembro que na semana anterior a midia nacional e CBF se travestiram de arrogancia e “SERIEDADE” e puniram impiedosamente sob o nome da JUSTIÇA o CHAPADINHA DO MARANHÃO que ENTREGOU UM JOGO,

    2010 – Na sede de vingança o São Paulo se deixa golear em pleno morumbi por 4 X 1 par o fluCCCCCCC e ENTREGA O TITULO..

    2011 – Vimos impiedosamente 12 GOLS LEGITIMOS NOSSOS SEREM ANULADOS sem perdão nenhum, fora a sacanagem de 2 jogos ROUBADOS PELOS PERICLES BASSOLS nos tirar um titulo e os MANDATARIOS DO FUTEBOL JOGARAM NO COLO DO CORINTIANS UM TITULO SUJO E FORJADO.

    2012 – Vimos o Nautico, Ponte Preta, Vasco, Bahia, Botafogo e Portuguesa SER VIOLENTAMENTE ROUBADOS EM PROL DA UNIMED…

    QUE ELITE PORRA NENHUMA!! NÃO EXISTE ELITE E SIM UM CAMPEONATO DE CARTAS MARCADAS ONDE PREVIAMENTE JÁ SE SABE QUEM SERÁ O CAMPEÃO NESSA MERDA TODA!!!!

    A sujeira que impediu a queda do framerda por DOLO, MÁ FÉ, 171 E CORRUPÇÃO desse ano que passou ultrapassou as raias da SERIEDADE E MORAL DE UM CAMPEONATO FALIDO.

    Pois se houvesse moral deveria ser rebaixado ou punido com o mais extremo rigor da lei essas duas equipes que meteram 2 jogadores irregulares afim de obter vantagem e subir outros 2 da segunda…

    NÃO EXISTE ELITE NENHUMA E ESSE ANO A COISA SERÁ MAIS AVACALHADA AINDA E SÉRIE B TERÁ MAIS SERIEDADE NISSO TUDO.

    O FUTEBOL NACIONAL ACABOU

  48. Alessandro Says:

    ITAQUERENSE Disse:
    fevereiro 8, 2014 às 6:32 pm

    ô ingenuidade!!! se fosse assim o SPFC tinha feito questão de ganhar do coritiba na ultima rodada!

    é mais fácil o Flamengo q é o maior rival do Fluminense ter se aliado à eles por serem cariocas e ter mais em comum.

    Não duvido se aconteceu uma união entre Fla-Flu nos bastidores do STJD pra ENCOBRIR oq de fato aconteceu, talvez nunca iremos saber a verdade.

  49. Fabiano Says:

    Se a Lusa se vendeu para a Unimed, como alguns querem que nós acreditamos, porque os clubes tem que ser solidários a ela? Que enfie o dinheiro no bolso e jogue a série B.

    Agora a mídia precisa tomar uma posição, ou a Lusa está sendo roubada e os clubes tem que se unir contra isso ou a Lusa se vendeu e que se dane sozinha.

  50. Renato Says:

    Fabiano, eu coloco uma terceira opção: os envolvidos, tanto o(s) corruptor(es) e o corrompido sejam condenados.

    É a cara das pessoas hoje em dia onde aquele(s) que corrompem tenham ainda a imagem endeusada.

  51. Lima Says:

    ISTO É PARA APRENDEREM QUE DEVEM RESPEITAR O REGULAMENTO DA COMPETIÇÃO, ACATAR O JULGAMENTO PELO S T J D, CERTO OU ERRADO, DEVEMOS CONTRIBUIR PARA MELHORAR E NÃO IR A JUSTIÇA COMUM, Todos os clubes aceitaram e concordaram, se não vira bagunça e só os jornalistas irresponsáveis ficam felizes com esta bagunça. A Portuguesa errou, foi negligente, infelizmente o clube pagará pela sua diretoria incompetente. Regra é regra, e tem que ser cumprida doa a quem doer, não pode na ultima hora recorrer a justiça comum para se livrar da sua própria safadeza. isto sim é coisa de marginal, criminoso, sem sem-vergonhice. A Globo tem planejamento, patrocinadores, paga uma fortuna pelo futebol e não pode ficar a merce de IRRESPONSÁVEIS, MEDÍOCRES.

  52. DEVANIR Says:

    A LUSA SE VENDEU PARA A MULAMBADA SIM, POIS QUANDO VIU A MERDA QUE TINHA FEITO NO SABADO TRATOU DE DE FUDER COM OS OUTROS

    A mulambada tem um historico rico em falcatruas, papeletas amarelas, ladrilheiros, Jose roberto right, marcelos henriques e bassols,,,,

    A mulambada é esperta quando se trata de corromper e há fatos que virão a tona que só não ira explodir por conta da copa

    FRAMERDA E FLUMINENSE VERGONHA DO FUTEBOL BRASILEIRO

  53. Edison Says:

    Tem gente que ainda não entendeu o caso da Lusa. Pela última vez: juridicamente são 2 delitos distintos, ainda que relacionados. Um é a escalação irregular do jogador, outro é o conchavo dos dirigentes para ajudar outro clube. Os 2 delitos devem ser investigados e punidos, mas não se pode misturar as coisas. Mesmo que se comprove que a Lusa escalou propositalmente o jogador Heverton para favorecer a outrem, não é isso que torna sua escalação irregular e sim o julgamento do STJD E a PUBLICAÇÃO no site da CBF, como manda o Estatuto do Torcedor. As 2 condições são necessárias, mas uma delas não foi cumprida e por isso o jogador NÃO ESTAVA IRREGULAR quando foi escalado. Isso não anula a denúncia de corrupção, que deve ser investigada e se comprovada pode custar à Lusa muito mais do que uma série B: as penalidades possíveis são suspensão por alguns anos ou até mesmo expulsão permanente dos quadros da CBF, além de multa pesadíssima. Mas para aplicar estas penalidades é preciso haver investigação e depois JULGAMENTO dos acusados, o que ainda não aconteceu. O único julgamento que houve até agora foi o da escalação irregular, e este julgamento resultou numa punição ilegal por causa do erro grosseiro da CBF (para não dizer descaso com a lei, pois a entidade até hoje ainda se recusa a publicar suas decisões em tempo real na internet como manda a lei federal); É um absurdo pretender rebaixar a Lusa causa da suspeita de favorecimento, por 2 razões que deveriam ser óbvias para qualquer cidadão que conhece minimamente a lei: primeiro, o jogador NÃO estava irregular (culpem a CBF pelo vacilo, pois se a entidade não for cobrada isso vai acontecer de novo no futuro); e segundo, o crime de corrupção NÃO foi julgado – diga-se de passagem, é crime que deve ser julgado na Justiça criminal e não no STJD, pois atenta contra a sociedade – não é só violação de regras de desporto. Não se pode atropelar a democracia pra pretender fazer justiça. A punição aos jogadores da Lusa e do Flamengo deve ser anulada não para beneficiar esses times, mas para ENSINAR a CBF a cumprir a lei, de modo que casos como esse não se repitam no futuro. Por tudo isso senhores, até agora a Lusa merece sim senhor estar na série A: pois não cometeu irregularidade na Justiça Desportiva e não foi denunciada nem sentenciada pelo suposto delito de corrupção. Então cumpra-se a lei e devolvam o clube ao seu lugar de direito. Isso é justiça, não impunidade, e não por acaso é o entendimento do Procurador Senise. Como eu já ressaltei antes, a denúncia de corrupção pode e deve ser investigada, e se comprovada poderá resultar numa penalidade muito maior para a Lusa, além é claro do corruptor. Mas para isso é preciso haver antes investigação, julgamento e condenação. Saltar estas etapas e condenar a Lusa pelo que ela não fez não é democracia, é pura arbitrariedade. E seu precedente poderá nos custar muito caro no futuro.

  54. Jackson Says:

    Por isso que o Brasil não sabe eleger bem seus representantes…

    Têm muito inocente útil achando o Eurico um semideus.

    É bom lembrar que este senhor era o cartola mais poderoso do futebol brasileiro nas décadas de 80 e 90,amigão da Vênus Platinada,beijava as mãos do Marinho e tudo mais.Muitos vascaínos apontam o dedo para o Flamengo,mas se esquecem que o Eurico arranjou(não poucos) títulos para o CRVG de forma suspeita.O poder desse cara era tanto que até criou e organizou a Copa do Brasil,impôs a virada de mesa a Fluminense e Botafogo modificando o regulamento de 99,não escondia sua amizade com o Caixa D’água e quando este partiu dessa para outra,tratou de colocar o Rubens Lopes no lugar.Muitas vendas de jogadores não foram bem explicadas,como no caso do Bebeto.Boa parte das dívidas e do caos financeiro do Vasco devem-se à ele.

    Em suma:Eurico era amigaço de Teixeira e os Marinho.A Rede Lôdo passou a perseguí-lo após a Copa JH 2000,com aquele logo do SBT nas costas do uniforme do Vasco.Ele também fazia parte do tal Império do Mal.Não se esqueçam disso,vascaínos.

    Perceberam que depois desse episódio,o clube de vocês nunca mais foi o mesmo?

  55. Dodô da Bahia Says:

    Os adormecidos e poucos esclarecidos, tentam divulgar a história por incidentes avulsos que uma vez desprendido do contexto, podem dar margem a avaliações eivadas de erros.
    Não gosto de conjecturas. O MEU PAPO É RETO!

    Vou tentar enumerar por aqui,contando sempre com a gentileza do Blog do Paulinho, algumas das realizações do Dr. Eurico de Angelo Miranda, durante o tempo em que foi responsável pelos departamentos, de chefe de cadastro social até a presidência do Club de Regatas Vasco da Gama.

  56. Dodô da Bahia Says:

    Breve histórico de Eurico Miranda – Parte 1 –
    Trajetória – 1967 a 1985
    Resumo cronológico da trajetória de Eurico Miranda no Vasco até 1982

    1964 – Sócio patrimonial do Club de Regatas Vasco da Gama.

    1967 – Iniciou seu trabalho no Departamento de Cadastros do Club de Regatas Vasco da Gama.

    1969 – Diretor de Cadastros do Club de Regatas Vasco da Gama.

    1969 – Vice-Presidente de Patrimônio do Club de Regatas Vasco da Gama.

    1970 a 1985 – Conselheiro do Club de Regatas Vasco da Gama.

    1970 a 1974 – Diretor de Basquete do Club de Regatas Vasco da Gama.

    1979 – Sócio Emérito do Club de Regatas Vasco da Gama.

    1980 a 1982 – Assessor Especial da Presidência do Club de Regatas Vasco da Gama.
    ____________

    Vida política no clube e ações em prol do Vasco neste período (1967 a 1985)

    Eurico Miranda teve uma vida ligada ao esporte, sempre na condição de dirigente, e voltada para sua maior paixão: o Club de Regatas Vasco da Gama. Paixão esta de garoto, desde os tempos em que era levado ao estádio de São Januário pelas mãos de sua mãe, até efetivamente ser indicado por Amadeu Pinto da Rocha – que o conhecia do Club Ginástico Português e se impressionava com a forma efusiva e contagiante de Eurico quando o assunto era Vasco – e incentivado pelo Diretor de Comunicações da época, Nelson Gonçalves a assumir o departamento de cadastros do clube. Eurico fez naquele setor um trabalho exemplar que impressionou pela organização e sensibilidade. Ao final daquele ano (1967) mensagens natalinas foram passadas aos sócios do clube, com os mais variados dizeres e o setor já se encontrava devidamente atualizado.

    Com 25 anos de idade incompletos, Eurico Miranda já era chamado a ocupar a Vice-Presidência de Patrimônio, cargo que deixou após a saída do presidente Reynaldo Reis no final de 1969, numa transição tranquila, quando foi substituído por Vasco Ribeiro dos Santos, o “Vasquinho”.

    No ano seguinte, após aclamação de Agathyrno da Silva Gomes como presidente do Club de Regatas Vasco da Gama, Eurico Miranda foi eleito conselheiro não mais deixando de exercer essa função no clube, desde aquele momento.

  57. Dodô da Bahia Says:

    Entre 1970 e 1974, Eurico Miranda foi diretor de basquete do Vasco e já em 1976 fez campanha a favor de Medrado Dias para presidente do Club de Regatas Vasco da Gama, contra Agathyrno da Silva Gomes que pleiteava o terceiro mandato na ocasião.

    Novamente em 1979, ainda como oposição, seria o artífice de uma composição que ensejaria na criação da União Vascaína. A chapa venceria as eleições do clube de forma surpreendentemente avassaladora.

    Entre 1980 e 1982 Eurico Miranda atuou como Assessor Especial da Presidência na gestão de Alberto Pires Ribeiro e começou o período de representação do Vasco nas mais variadas entidades. Desde chefe de delegação até representante do clube na FERJ e Conmebol. Naquela gestão descobriu-se que o clube vinha de uma década com inadimplência fiscal contínua e nela própria foi realizada uma reforma no estádio de São Januário, tendo sido este fechado para tal durante boa parte do ano de 1981. Também naquele período o Vasco voltaria a disputar o Campeonato Carioca de Remo com pretensões de conquistá-lo, o que efetivamente ocorreria em 1982. Isto após o quase total abandono do esporte pelo clube entre os anos de 1972 a 1979.

    1980
    – Foi o responsável direto pelo retorno de Roberto Dinamite, maior ídolo do clube à época, da Espanha para o Vasco, após declaração do artilheiro falando do prazer em poder atuar pelo Flamengo e anúncio do rubro-negro de que já possuía até um pré-contrato assinado pelo atleta com o clube.

    1981
    – Próximo ao feriado dos comerciários, dia 19 de outubro, o Vasco, de olho numa melhor arrecadação, pretendeu adiar para a segunda-feira à tarde (data do feriado) a partida que disputaria contra o Olaria, marcada para o fim de semana. O clube foi impedido pelo CND de promover tal mudança em função de estar presente na Loteria Esportiva daquela semana.

    Eurico Miranda exigiu que fosse dado por escrito o motivo do impedimento. De posse do documento entrou na Justiça pleiteando que os clubes em situações similares, ou seja, participando da loteria semanal tivessem algum ganho, pois até ali estavam simplesmente cedendo suas marcas de forma gratuita. O Presidente da República, João Batista Figueiredo decretou então um valor percentual para as equipes que fizessem parte da Loteria Esportiva a cada semana. A ação proposta pelo Vasco beneficiaria a clubes de norte a sul do país.

    Foi de Eurico Miranda a insistência para que ocorresse o famoso jogo da chuva, segunda partida da final do Campeonato Carioca em que o Vasco com um gol de Roberto Dinamite a três minutos do fim conseguiu adiar a decisão para a terceira partida. Na ocasião, Eurico, como representante do Vasco na FERJ ainda garantiu as escalações do lateral João Luís e do meia Marquinho através de liminar, mesmo com ambos inicialmente suspensos para aquele jogo.

    1982
    – Ao final de 1982 , depois de em votação interna de diretoria ter-se chegado à conclusão de que o candidato a presidente pela chapa de situação seria Eurico Miranda, uma manobra nos bastidores dos partidários de Antônio Soares Calçada possibilitou também lançar este a candidato de situação. No pleito ganhou Calçada e perdeu o Vasco. Eurico Miranda voltou a ser oposição no clube e o Gigante da Colina institucionalmente degringolou.

  58. Dodô da Bahia Says:

    Em 1985, novo pleito com os dois principais nomes da política vascaína da época: Eurico Miranda e Antônio Soares Calçada. Após uma eleição das mais concorridas e confusas da história do Vasco – na qual o candidato de situação saiu antes da apuração por achar-se perdedor e dizer-se traído por seus correligionários, partidários de Eurico foram impedidos de votar por fechamento dos portões antes da hora marcada e ainda em função de operação “tartaruga” nas filas para votação decorrente do trabalho moroso dos funcionários, entre outras irregularidades denunciadas pela chapa oposicionista – Calçada conseguiu se reeleger de forma surpreendente ante a perplexidade do quadro social vascaíno transformando o clube de vez num caldeirão próximo à ebulição.

    Diante de tal quadro e com a perspectiva de não conseguir gerir o clube sem a presença de Eurico Miranda, Calçada convidou seu adversário para assumir a Vice-Presidência de futebol, após o próprio Eurico ter sido chamado a opinar a respeito do futuro vascaíno, semanas antes e discordar da opinião emitida por Arthur Sendas que afirmara ser o Vasco, àquela altura, inviável. Para Eurico Miranda o clube era não só viável como merecedor de um lugar destacado, muito acima do que ostentava naquele momento. Assim, em 1986 assumia a Vice-Presidência de Futebol do clube um vascaíno com a percepção clara da grandeza e possibilidade de crescimento da instituição no cenário esportivo estadual, nacional e internacional.

  59. Dodô da Bahia Says:

    Parte 2 – Divisões de base em todos os esportes

    Títulos nas Categorias de Base do Futebol – Juniores ao Pré-Mirim (sub-11) [1986 a 2008]

    – 5 títulos internacionais
    – 48 títulos nacionais e interestaduais
    – 32 títulos estaduais
    – 3 títulos do Torneio Octávio Pinto Guimarães (OPG)
    TOTAL: 88 títulos

    Títulos nas Categorias de Base no Futsal – Juniores ao Fraldinha (sub-9) [1992 a 2008], período no qual Eurico Miranda formalmente participou da administração direta do clube:

    – 4 títulos brasileiros
    – 13 títulos estaduais
    – 22 títulos metropolitanos
    TOTAL: 39 títulos

  60. Dodô da Bahia Says:

    Títulos estaduais, nacionais e sul-americanos nos esportes olímpicos e pan-americanos de base [1992 a 2008], período no qual Eurico Miranda formalmente participou da administração direta do clube:

    Atletismo (masculino e feminino) – 15 títulos (Juvenil a Infantil) *Apenas títulos por equipe
    Basquete (masculino e feminino) – 30 títulos (Juniores a Pré-Mirim)
    Futebol Feminino – 1 título – categoria SUB 19
    Ginástica Rítmica – 3 títulos – categoria Juvenil
    Handebol (feminino) – 2 títulos – categoria Cadete
    Hipismo (feminino) – 1 título – categoria Juvenil
    Judô (masculino e feminino) – 3 títulos – (Juvenil e Pré-Juvenil)
    Karatê (masculino e feminino) – 45 títulos (Juniores a Mirim)
    Natação (masculino e feminino) – 19 títulos (Juniores a Infantil)
    Pólo Aquático (masculino) – 4 títulos (Juvenil e Infanto-Juvenil)
    Remo (masculino e feminino) – 18 títulos (Juniores a Estreantes)
    Saltos Ornamentais (masculino e feminino) – 1 título – categoria Juvenil
    Tênis (masculino e feminino) – 23 títulos (12 a 18 anos) – *Torneios conquistados
    Tênis de Mesa (masculino e feminino) – 13 títulos (Juvenil a Pré-Mirim) *Apenas títulos por equipes
    Tiro com Arco (masculino) – 4 títulos – categoria Infantil
    Vôlei (masculino) – 3 títulos (Juvenil a Infantil)
    TOTAL: 185 títulos

    “Enquanto houver um coração infantil o Vasco será imortal!”

  61. Dodô da Bahia Says:

    Parte 3 – Títulos nos chamados “esportes amadores”

    Destaques e Títulos nos Esportes Amadores [1992 a 2008], período no qual Eurico Miranda formalmente participou da administração direta do clube:

    Títulos no Futsal

    1992
    – Bicampeão Carioca Feminino

    1993
    – Campeão Brasileiro Feminino
    – Tricampeão Carioca Feminino

    1994
    – Tetracampeão Carioca Feminino

    1999
    – Campeão Municipal

    2000
    – Campeão Brasileiro
    – Campeão da Taça Brasil
    – Campeão do Torneio RJ/SP/MG
    – Campeão Estadual
    – Bicampeão Municipal

    2001
    – Bicampeão Carioca
    – Tricampeão Municipal
    __________________________

  62. Dodô da Bahia Says:

    Títulos nos Esportes Olímpicos e Pan-Americanos

    1992

    Basquete
    – Campeão carioca

    1993

    Atletismo
    – Campeão Carioca Feminino

    Futebol Feminino
    – Campeão Carioca

    1994

    Futebol Feminino
    – Campeão Brasileiro

    Saltos Ornamentais
    – Campeão Carioca Feminino

    1995

    Futebol Feminino
    – Campeão Carioca
    – Bicampeão Brasileiro

    Saltos Ornamentais
    – Bicampeão Carioca Feminino

    1996

    Futebol Feminino
    – Bicampeão Carioca

    Handebol
    – Campeão carioca

    Saltos Ornamentais
    – Tricampeão Carioca Feminino

    1997

    Basquete
    – Campeão Carioca

    Futebol Feminino
    – Tricampeão Carioca

    Handebol
    – Bicampeão Carioca

    1998

    Basquete
    – Campeão Sul-Americano

    Futebol Feminino
    – Campeão Brasileiro
    – Tetracampeão Carioca

    Handebol
    – Tricampeão Carioca

    Remo
    – Campeão Carioca
    – Campeão Brasileiro

    Tênis de Mesa
    – Campeão Estadual Masculino
    – Campeão Estadual Feminino

    Tiro com Arco
    – Campeão Brasileiro Recurvo com Mira
    – Campeão Estadual Recurvo com Mira
    – Campeão Estadual Arco Composto

    1999

    Atletismo
    – Jogos Pan-Americanos – 1 Medalha de Ouro e 3 de Prata
    – Campeão Carioca Masculino
    – Campeão Carioca Feminino

    Basquete
    – Jogos Pan-Americanos – 5 Medalhas de Ouro
    – Campeão do Mundo (FIBA)
    – Campeão da Liga Sul-Americana
    – Bicampeão Sul-Americano

    Esgrima
    – Campeão Carioca Masculino
    – Campeão Carioca Feminino.

    Futebol Feminino
    – Pentacampeão Carioca

    Handebol
    – Jogos Pan-Americanos – 2 Medalhas de Prata
    – Tetracampeão Carioca

    Judô
    – Jogos Pan-Americanos – 1 Medalha de Bronze

    Karatê
    – Jogos Pan-Americanos – 1 Medalha de Ouro, 4 de Prata e 2 de Bronze
    – Campeão Brasileiro
    – Campeão Estadual

    Natação
    – Jogos Pan-Americanos – 6 Medalhas de Ouro, 3 de Prata e 9 de Bronze
    – Campeão Brasileiro
    – Campeão do Troféu José Finkel
    – Campeão Estadual

    Remo
    – Jogos Pan-Americanos – 2 Medalhas de Prata
    – Campeão da Regata Internacional de Gondomar (Portugal)
    – Campeão da Regata Internacional de San Diego – SUB 17 (EUA)
    – Bicampeão Carioca
    – Bicampeão Brasileiro

    Saltos Ornamentais
    – Campeão Carioca Masculino
    – Campeão Carioca Feminino

    Taekwondo
    – Campeão Brasileiro Individual Feminino

    Tênis de Mesa
    – Jogos Pan-Americanos – 4 Medalhas de Bronze
    – Bicampeão Estadual Masculino
    – Bicampeão Estadual Feminino

    Tiro com Arco
    – Bicampeão Brasileiro Recurvo com Mira
    – Bicampeão Estadual Recurvo com Mira
    – Bicampeão Estadual Arco Composto

    Vela
    – Jogos Pan-Americanos – 1 Medalha de Ouro, 2 de Prata e 1 de Bronze

    Vôlei de Praia
    – Jogos Pan-Americanos – 2 Medalhas de Ouro
    – Campeão do Circuito Mundial Feminino
    – Campeão do Mundo Feminino
    – Campeão do Circuito Banco do Brasil Feminino

    * OBS: Nos Jogos Pan-Americanos de Winnipeg, 39 atletas do Vasco receberam ao menos uma medalha.

    2000

    Atletismo
    Olimpíadas – 4 Medalhas de Prata
    – Campeão do Troféu Brasil
    – Bicampeão carioca Masculino
    – Bicampeão carioca Feminino

    Basquete
    Olimpíadas – 2 Medalhas de Bronze
    – Bicampeão da Liga Sul-Americana Masculino
    – Campeão Brasileiro Masculino
    – Campeão Carioca Masculino
    – Campeão Carioca Feminino

    Futebol Feminino
    – Hexacampeão Carioca

    Handebol
    – Pentacampeão Carioca

    Hipismo
    Olimpíadas – 1 Medalha de Prata
    – Campeão da Copa do Mundo (individual)
    – Campeão de 6 (SEIS) Torneios Grand Prix (Individual)

    Judô
    – Campeão Carioca

    Karatê
    – Bicampeão Brasileiro
    – Bicampeão Estadual

    Nado Sincronizado
    – Campeão Estadual

    Natação
    Olimpíadas – 5 Medalhas de Ouro, 2 de Prata e 3 de Bronze
    – Bicampeão do Troféu Brasil
    – Bicampeão do Troféu José Finkel
    – Bicampeão Estadual

    Polo Aquático
    – Campeão Brasileiro
    – Campeão Estadual
    – Campeão Municipal

    Remo
    – Bicampeão da Regata de Gondomar (Portugal)
    – Tricampeão Carioca
    – Tricampeão Brasileiro

    Saltos Ornamentais
    – Campeão do Troféu Brasil
    – Bicampeão Carioca Masculino

    Taekwondo
    – Campeão Pan-Americano Individual Masculino
    – Campeão Brasileiro Individual Masculino
    – Campeão da Copa Brasil Individual Masculino

    Tênis
    – Campeão de 2 (DOIS) Torneios ITF
    – Campeão Brasileiro Feminino

    Tênis de Mesa
    – Campeão da Copa Latino Americana de Clubes Campeões
    – Campeão Brasileiro Masculino
    – Campeão Brasileiro Feminino
    – Tricampeão Estadual Masculino
    – Tricampeão Estadual Feminino

    Vela
    Olimpíadas – 1 Medalha de Prata e 2 de Bronze

    Vôlei
    Olimpíadas – 1 Medalha de Bronze

    Vôlei de Praia
    Olimpíadas – 4 Medalhas de Prata
    – Campeão do Circuito Mundial Masculino
    – Bicampeão do Circuito Mundial Feminino
    – Bicampeão do Circuito Banco do Brasil Feminino

    * OBS: Nas Olimpíadas de Sidney 20 atletas do Vasco receberam ao menos uma medalha olímpica.

  63. Dodô da Bahia Says:

    2001

    Atletismo
    – Tricampeão Estadual Masculino
    – Tricampeão Estadual Feminino

    Basquete
    – Bicampeão Brasileiro Masculino
    – Bicampeão Carioca Masculino
    – Campeão da Liga Sul-Americana Feminino
    – Campeão Brasileiro Feminino
    – Bicampeão Carioca Feminino

    Handebol
    – Hexacampeão Carioca

    Hipismo
    – Campeão do Grand Prix de Milão (Itália) Individual

    Judô
    – Bicampeão Carioca

    Karatê
    – Tricampeão Estadual

    Natação
    – Tricampeão do Troféu Brasil
    – Tricampeão Estadual

    Remo
    – Tetra Campeão Carioca
    – Tetra Campeão Brasileiro

    Saltos Ornamentais
    – Tricampeão Carioca Masculino

    Tênis
    – Campeão de 3 (TRÊS) Torneios ITF

    Tênis de Mesa
    – Tetracampeão Estadual Masculino
    – Tetracampeão Estadual Feminino

    Vôlei de Praia
    – Tricampeão do Circuito Mundial Feminino
    – Campeão do Mundo Feminino
    – Tricampeão do Circuito Banco do Brasil Feminino

    2002

    Karatê
    – Tetracampeão Estadual

    Natação
    Jogos Sul-Americanos – 2 Medalhas de Ouro

    Remo
    Jogos Sul-Americanos – 5 Medalhas de Ouro
    – Pentacampeão Carioca
    – Pentacampeão Brasileiro

    Tênis
    – Campeão de 1 (UM) Torneio ITF Feminino

    Tênis de Mesa
    – Pentacampeão Estadual Masculino

    Vôlei de Praia
    Tetracampeão do Circuito Banco do Brasil Feminino

    2003

    Atletismo
    – Jogos Pan-Americanos – 1 Medalha de Ouro e 1 de Bronze

    Basquete Feminino
    – Campeão Estadual

    Karatê
    – Pentacampeão Estadual

    Remo
    – Jogos Pan-Americanos – 3 Medalhas de Prata e 2 de Bronze

    Tênis
    – Jogos Pan-Americanos – 1 Medalha de Ouro
    – Campeão de 3 (TRÊS) Torneios ITF

    Tênis de Mesa
    – Hexacampeão Estadual Masculino

    Vôlei de Praia
    – Pentacampeão do circuito Banco do Brasil Feminino

    2004

    Karatê
    – Hexacampeão Estadual

    Tênis
    – Campeão de 2 (DOIS) Torneios ITF

    Vôlei de Praia
    Olimpíadas – 2 Medalhas de Prata
    – Campeão do Circuito Mundial Feminino
    – Hexacampeão do Circuito Banco do Brasil Feminino

    2005

    Esgrima
    – Campeão Carioca de Florete Masculino

    Judô
    – Campeão Sul-Americano Individual
    – Campeão Estadual Individual
    – Campeão Carioca Individual

    Karatê
    – Heptacampeão Estadual

    Remo
    – Campeão Carioca

    Tênis
    – Campeão de 4 (QUATRO) Torneios ITF

    2006

    Atletismo
    Jogos Sul-Americanos – 1 Medalha de Ouro

    Esgrima
    – Bicampeão carioca de Florete Masculino
    – Campeão Carioca Feminino

    Judô
    – Campeão Carioca Individual

    Karatê
    Jogos Sul-Americanos – 2 Medalhas de Ouro
    – Octacampeão Estadual

    Remo
    Jogos Sul-Americanos – 1 Medalha de Ouro

    2007

    Esgrima
    – Bicampeão Carioca Feminino

    Judô
    – Campeão Sul-Americano Individual
    – Campeão Brasileiro Individual
    – Campeão Carioca Individual

    Karatê
    – Jogos Pan-Americanos – 1 Medalha de Ouro, 1 de Prata e 1 de Bronze
    – Eneacampeão Estadual

    Remo
    – Jogos Pan-Americanos – 1 Medalha de Prata e 2 de Bronze
    – Campeão Brasileiro

    2008 (Primeiro Semestre)

    Judô
    – Campeão Brasileiro Individual

    Remo
    – Campeão Carioca
    * OBS: Embora o título se ratificasse apenas no segundo semestre, o clube seguiu para as últimas regatas após o mês de junho com 49 pontos de vantagem para o seu adversário mais próximo, o Flamengo, diferença que garantiria com sobras o título mesmo com a reação rubro-negra nas regatas subsequentes.

    Títulos em Outros Esportes

    1998

    Ginástica de Trampolim
    – Campeão Brasileiro

    1999

    Bodyboard
    – Campeão Brasileiro Masculino.

    Boliche:
    – Campeão Brasileiro Individual Masculino
    – Campeão Brasileiro Individual Feminino
    – Campeão Estadual Masculino
    – Campeão Estadual Feminino

    Futebol de Areia:
    – Campeão Estadual Masculino
    – Campeão Estadual Feminino

    Ginástica de Trampolim
    – Bicampeão Brasileiro
    – Campeão Carioca

    2000

    Bodyboard
    – Bicampeão Brasileiro Masculino
    – Campeão Brasileiro Feminino
    – Campeão Estadual Feminino

    Boliche
    – Campeão Brasileiro por Equipes

    Ginástica de Trampolim
    – Tricampeão Brasileiro

    Hoquei In-Line
    – Campeão Estadual

    Jiu-Jitsu
    – Campeão Mundial Absoluto
    – Campeão Mundial Meio Pesado
    – Campeão Mundial Peso Leve
    – Campeão Mundial Peso Pluma

    Kickboxing
    – Campeão do IV Grand Prix

    Vale-Tudo
    – Campeão do Rings – King of the Kings
    – Campeão do Pride 9
    – Campeão do Pride 10

    2001

    Bodyboard
    – Campeão Mundial

    Vale-Tudo
    – Campeão do Pride 13
    – Campeão do Pride 14

    2002

    Futebol de Mesa
    – Campeão Carioca Master Individual (12 Toques)

    2003

    Futebol de Areia
    – Campeão Estadual

    Futebol de Mesa
    – Campeão Carioca por Equipes (12 Toques)

    2004

    Futebol de Mesa
    – Campeão Carioca Individual (12 Toques)
    – Campeão Carioca Master Individual (12 Toques)
    – Campeão Carioca por Equipes (Pastilha)

    2005

    Futebol de Mesa
    – Campeão Carioca por Equipes (3 Toques)
    – Campeão Carioca Individual (3 Toques)
    – Bicampeão Carioca Individual (12 Toques)
    – Bicampeão Carioca Master Individual (12 Toques)
    – Campeão Carioca Individual (Pastilha)

    2006

    Futebol de Mesa
    – Campeão Brasileiro por Equipes (3 Toques)
    – Campeão Brasileiro por Equipes (12 Toques)
    – Campeão Brasileiro Individual (12 Toques)
    – Campeão Brasileiro Individual (Disco Liso)
    – Campeão da Copa Brasil Individual (3 Toques)
    – Campeão Carioca por Equipes (12 Toques)
    – Campeão Carioca por Equipes (Pastilha)

    2007

    Futebol de Mesa
    – Campeão Brasileiro Individual (12 Toques)
    – Campeão da Copa do Brasil Master Individual (12 Toques)
    – Torneio Rio-SP Individual (12 Toques)
    – Torneio Rio-SP Master Individual (12 Toques)
    – Bicampeão Carioca por Equipes (12 Toques)
    – Campeão Carioca Individual (12 Toques)
    – Campeão Carioca Master Individual (12 Toques)
    – Campeão Carioca Individual (Disco Liso)
    – Campeão Carioca Master Individual (Disco Livre)
    – Bicampeão Carioca por Equipes (Pastilha)
    – Campeão Carioca Individual (Pastilha)

    2008 (Primeiro Semestre)

    Futebol de Mesa
    – Campeão Brasileiro Individual (12 Toques)

  64. Dodô da Bahia Says:

    Parte 4 – Futebol

    Futebol:

    1986 a junho de 2008

    Destaques e títulos no Futebol do Vasco sob o comando de Eurico Miranda (ano a ano):

    1986
    – O Vasco conquistou, após nove anos, a Taça Guanabara, derrotando na final o Flamengo por 2 x 0, gols de Romário.

    – Durante a disputa da Taça Rio o time cruzmaltino conquistou o Troféu Cidade de Juiz de Fora, após passar por Portuguesa-SP (2 x 0) e Tupi-MG (4 x 1).

    – Naquele mesmo ano Eurico Miranda dava força para o início do futebol feminino no Vasco que já seria em pouco tempo o segundo principal clube do estado na modalidade, atrás apenas do Radar, famoso esquadrão no futebol feminino durante toda a década de 80. O futebol feminino viria com toda a força, a partir da segunda metade dos anos 90 para conquistar vários títulos em nível estadual e nacional.

    – Revelações lançadas naquele ano: Mazinho (armador), Lira (lateral esquerdo).

    – Principais contratações: Paulo Roberto (lateral direito), Pedrinho (lateral esquerdo), Vivinho (ponta direita).

    1987
    – Durante a disputa da Taça Guanabara o Vasco finalmente voltou a derrotar o Bangu, após cinco anos de tabu, pelo placar de 3 x 0.

    – Em abril o Vasco se sagrou Bicampeão da Taça Guanabara, fato que não ocorria há exatos dez anos, ao empatar com o Flamengo (já eliminado) na última rodada em 0 x 0.

    – Durante a disputa do segundo turno (Taça Rio) o Vasco obteve o Bicampeonato do Troféu Cidade de Juiz de Fora, após derrotar Cruzeiro-MG (2 x 1) e Sport, de Juiz de Fora-MG (1 x 0).

    – Em excursão aos EUA o clube conquistou a Copa Ouro (competição que contou com a presença de América e Chivas, do México, Vasco, Rosario Central-ARG, Roma-ITA e Dundee United-ESC). Na final a equipe cruzmaltina derrotou o Rosário Central-ARG por 2 x 1.

    – Ainda nos EUA o clube conquistou o Troféu Tap Air Portugal vencendo a equipe portuguesa do Benfica em jogo único por 3 x 0.

    – No triangular final que decidiria o Campeonato Estadual, o clube passou pelo Bangu (4 x 0) e derrotou o Flamengo na decisão por 1 x 0, gol de Tita. O título estadual foi conquistado após cinco anos.

    – Já na Europa foi obtido o Troféu Ramon de Carranza, um dos mais tradicionais da Espanha , assim considerado junto ao Teresa Herrera, ganho pelo clube em 1957. Na partida final o Gigante da Colina derrotou o Cadiz-ESP por 2 x 0.

    – Ao final daquele ano o Vasco representou a Seleção Carioca de futebol chegando à final da competição que seria vencida pelos cariocas derrotando os paulistas no início do ano seguinte.

    – Revelações lançadas naquele ano: William (armador), Bismarck (ponta de lança).

    – Principais contratações Dunga (volante), Luís Carlos (volante), Tita (ponta de lança).

    1988
    – O Vasco, ainda na Taça Guanabara, obteve uma vitória sobre o Fluminense após três anos de jejum (1 x 0) e terminou o turno atrás do Flamengo discutindo a validade de uma partida interrompida entre ambos logo na primeira rodada.

    – O clube conquistou o segundo turno (Taça Rio) com uma peculiaridade que chamou a atenção de todos os vascaínos: derrotou seu algoz de longa data, o Fluminense, na decisão, de virada, com dois gols em dois minutos (36 e 38 do segundo tempo) por 2 x 1, consagrando o jovem Bismarck de apenas 18 anos, autor do gol que deu o título aos cruzmaltinos (Vivinho havia feito o gol de empate).

    O Vasco perdera exatas sete decisões seguidas para o Flu (1948, 1973(2), 1976, 1980(2), 1984). A última (e única) conquista do Vasco contra o tricolor, até então, havia ocorrido no distante ano de 1946, portanto, há 42 anos naquela oportunidade.

    – Na decisão do terceiro turno, Troféu Brigadeiro Jerônimo Bastos, o Vasco derrotou o Flamengo na final por 3 x 1. Foi a estréia do jovem Sorato na equipe de profissionais, substituindo a Romário, machucado. O jovem centroavante marcou dois gols (Vivinho fez o outro) e ajudou a garantir a conquista daquele turno.

    – Nos jogos decisivos do campeonato o Vasco derrotou novamente os rubro-negros por 2 x 1 e 1 x 0 (gol de Cocada), respectivamente, obtendo com isso a terceira vitória consecutiva em decisão contra os rubro-negros (repetindo 1975, 76, 77) e um bicampeonato após 38 anos. Quatro vitórias seguidas sobre o tradicional rival foram conseguidas, àquela altura, em apenas 45 dias.

    – Em excursão à Europa o clube obteve o Bicampeonato do Troféu Ramon de Carranza, derrotando na decisão o Atletico Madrid-ESP por 2 x 1.

    – No Campeonato Brasileiro a equipe cruzmaltina terminou em primeiro lugar na fase regular da competição.

    – Revelações lançadas naquele ano: Célio Silva (zagueiro), Tiba (ponta direita), Sorato (centroavante).

    – Principais contratações: Cocada (lateral direito), Zé do Carmo (volante), Ernâni (ponta de lança).

    1989
    – O Vasco no segundo semestre conquistou o Torneio de Metz, na França, derrotando o Estrela Vermelha da Iugoslávia por 3 x 0.

    – O clube conquistou ainda o inédito tricampeonato do Troféu Ramon de Carranza, após vencer o Nacional-URU, na época campeão da Copa Toyota, por 2 x 0. Diz-se inédita a conquista, pois apenas o Vasco obteve três títulos consecutivos, excetuando as equipes espanholas.

    – Naquele ano o Vasco conquistou, após 15 anos, o Campeonato Brasileiro (seu segundo na história), após derrotar o São Paulo na decisão realizada no Morumbi, por 1 x 0, gol de Sorato.

    – Revelações lançadas naquele ano: Cássio (lateral esquerdo), França (volante), Anderson (centroavante).

    – Principais contratações: Luís Carlos Winck (lateral direito), Quiñonez (zagueiro), Andrade (volante), Marco Antonio Boiadeiro (armador), Tita (ponta de lança). Bebeto (centroavante), Tato (ponta-esquerda).

    1990
    – O Vasco pela primeira vez em sua história sagrou-se Campeão Invicto da Taça Guanabara tendo conquistado 9 vitórias e 2 empates na ocasião. O título veio por antecipação de uma rodada, após a vitória sobre o Campo Grande (6 x 0, gols de Bismarck (3), Bebeto (2) e Tita) e uma feliz combinação de resultados a seu favor.

    – No triangular final do Campeonato Carioca o Vasco derrotou o Fluminense por 1 x 0 classificando-se para a decisão contra o Botafogo e vingando-se das duas eliminações frente ao tricolor nos anos de 1975 e 1984, respectivamente.

    – Na disputa da Taça Libertadores da América pela primeira vez o Vasco passou de fase e obteve ainda a classificação para as quartas-de-final frente ao Colo-Colo-CHI, fora de casa, após empate de 3 x 3 e vitória nos pênaltis por 5 x 4. Detalhe: a equipe chilena seria campeã da competição no ano seguinte vencendo todas as partidas que disputou em casa desde a primeira fase.

    – No final do ano o Vasco conquistou o Torneio de Verão Adolpho Block disputado entre os três primeiros colocados no Campeonato Carioca daquele ano, mais o Bangu. A conquista do Vasco se deu de maneira invicta e por antecipação.

    – Revelações lançadas naquele ano: Carlos Germano (goleiro).

    – Principais contratações: Jorge Luís (zagueiro), Sérgio Araújo (ponta direita).

    1991
    – O Vasco conquistou seu primeiro e único título na África. Foi Campeão do Torneio da Amizade, no Gabão derrotando o Sogara, equipe da casa por 3 x 0 e o Bahia pelo placar de 2 x 1.

    – Após sete anos o Vasco voltou a conquistar o Campeonato Carioca de Juniores.

    – Revelações lançadas naquele ano: Pimentel (lateral direito).

    – Principais contratações: Torres (zagueiro), Eduardo (lateral esquerdo), Luisinho (volante), Geovani (armador).

    1992
    – Em janeiro daquele ano o Vasco conquistou a Copa São Paulo de Juniores, principal competição brasileira da categoria, derrotando o São Paulo na decisão por 5 x 3 nos pênaltis, após empate de 1 x 1 no tempo normal e 0 x 0 na prorrogação.

    – No Campeonato Brasileiro a equipe cruzmaltina terminou em primeiro lugar na fase regular da competição.

    – Na Copa Rio o Vasco sagrou-se campeão de forma invicta, derrotando o Fluminense nos dois jogos decisivos por 2 x 0 e 2 x 1, respectivamente. Esta seria a segunda vitória consecutiva diante do adversário em decisões.

    – O Vasco conquistou a Taça Guanabara invicto após empatar com o Flamengo na última rodada por 1 x 1, marcando Carlos Alberto Dias para os cruzmaltinos.

    – O Vasco sagrou-se Campeão da Taça Rio e, por conseguinte, Carioca, após vencer o Bangu por 1 x 0 (gol de Valdir), com duas rodadas de antecedência, ou seja, faltando duas rodadas completas ainda para o campeonato acabar, repetindo o recorde do Expresso da Vitória no título de 1949.

    – No dia 29 de novembro daquele ano, penúltima rodada do campeonato, o Vasco derrotou o Fluminense por 1 x 0 contabilizando a centésima vitória na história do clássico. Mais do que isso, fecharia pela primeira vez, após 23 anos, o ano em vantagem no confronto direto contra o tricolor. De lá para cá a diferença só aumentou contando o Vasco atualmente com 20 vitórias a mais que o rival.

    – O Vasco após a última rodada da competição, obteve a ratificação da conquista invicta do Campeonato Carioca daquele ano ao empatar com o Flamengo em 1 x 1. Esta foi a quinta conquista invicta de Campeonatos Cariocas pelo clube e sua obtenção se deu depois de decorridos 43 anos da última até ali.

    – O Vasco obteve ainda o Bicampeonato de Juniores naquele ano.

    – Revelações lançadas naquele ano: Leandro Ávila (volante), Edmundo (atacante), Valdir (atacante), Jardel (atacante).

    – Principais contratações: Carlos Alberto Dias (armador), Roberto Dinamite (centroavante).

    1993
    – O Vasco sagrou-se campeão da Taça Rio pela quarta vez em sua história, classificando-se para a decisão do campeonato contra o Fluminense, ao empatar com este (já eliminado do turno) na última rodada em 1 x 1, gol de Valdir.

    – O Vasco conquistou o Bicampeonato Carioca após empatar com o Fluminense na terceira partida decisiva em 0 x 0. Foi esta a terceira decisão consecutiva vencida contra o tricolor das Laranjeiras.

    – Após o Campeonato Estadual o Vasco participaria, na qualidade de Campeão Carioca, da Copa João Havelange, competição oficial da CBF disputada por 4 equipes: o campeão do Torneio Rio-SP (Palmeiras), Campeão Paulista (o Corinthians entrou como vice, já que o Palmeiras havia sido também campeão em São Paulo) e o Campeão da Copa Ricardo Teixeira, Mogi-Mirim-SP.

    A equipe cruzmaltina passou pelo Palmeiras na semifinal (3 x 0 e 1 x 1) e pelo Mogi-Mirim na decisão (4 x 0, 0 x 4 e 4 x 3 nos pênaltis) garantindo a taça. A partida decisiva foi realizada no dia 24 de agosto.

    – Em excursão à Europa o Vasco obteve já no dia seguinte, com o time titular, o troféu Cidade Zaragoza derrotando a equipe da casa por 4 x 2 nos pênaltis, após empate em 0 x 0 no tempo normal.

    – Dois dias após, o clube conquistaria o Troféu Cidade de Barcelona, também na Espanha, ao derrotar o Espanyol, time da casa por 3 x 1. Com isso, em apenas quatro dias (entre 24 e 27 de agosto) o Vasco obteve três troféus no futebol profissional, algo inédito em sua história.

    – No final daquele ano o clube conquistaria o bicampeonato da Copa Rio derrotando na decisão o tradicional rival, Flamengo por 2 x 0 e 1 x 0, respectivamente.

    – Revelações lançadas naquele ano: Bruno Carvalho (lateral esquerdo), Yan (armador), Gian (atacante).

    – Principais contratações: Bernardo (volante), Silas (armador).

    1994
    – O Vasco, após manter-se invicto na fase classificatória para o quadrangular final do Campeonato Carioca ganhou o direito de disputar a Taça Guanabara junto ao Fluminense.

    No jogo decisivo derrotou o tricolor por 4 x 1, sagrando-se campeão com este resultado. Com isso o Gigante da Colina contava a quarta vitória consecutiva em decisões contra o Flu. Os artilheiros do Vasco na partida foram Valdir (2), Pimentel e Yan.

    – Pela primeira vez em toda a sua história o clube obteve um tricampeonato carioca. Na decisão o Gigante da Colina derrotou o Fluminense por 2 x 0, com gols de Jardel, superando o trauma da perda do craque Dener, em meio ao quadrangular final da competição. A vitória foi a quinta consecutiva em decisões diante do tricolor.

    – Revelações lançadas naquele ano: Preto (armador).

    – Principais contratações: Ricardo Rocha (zagueiro), Luisinho (volante), Dener (atacante).

    1995
    – Em agosto daquele ano o Vasco conquistou o Troféu Cidade de Palma, na Espanha derrotando na decisão o Real Malorca, equipe da casa, por 2 x 0.

    – Neste ano o Vasco voltou a se sagrar Campeão Carioca de Juniores.

    – Revelações lançadas naquele ano: Pedrinho (armador), Richardson (ponta de lança), Brenner (atacante).

    – Principais contratações: Juninho (armador), Alessandro (atacante), Clóvis (atacante), Leonardo (atacante).

    1996
    – O ano de 1996 evidenciou a formação de um grande time para a temporada seguinte, tendo se iniciado o processo desde 1995.

    – Eurico Miranda conseguiu em 1996 que após 48 anos fosse reconhecido um conquista alcançada pelo Vasco em 1948: o Campeonato Sul-Americano de Clubes Campeões. Além de ter sido este o primeiro título obtido por um clube brasileiro no exterior (a competição foi realizada no Chile) foi ganho ainda de forma invicta. A conquista teve status de Taça Libertadores e em razão disso o clube passou a ter o direito de participar da Supercopa Libertadores – certame do qual participavam apenas os campeões da Libertadores – já no ano seguinte.

    – Revelações lançadas naquele ano: Felipe (lateral esquerdo).

    – Principais contratações: Assis (armador), Valber (ponta de lança), Ramon (ponta de lança), Edmundo (atacante).

    1997
    – No Campeonato Carioca o Vasco conquistou o terceiro turno, após tirar a invencibilidade do Botafogo com uma vitória por 2 x 0 e na última rodada vencer o Flamengo, por W.O.

    A equipe rubro-negra não foi a campo por entender que deveria jogar com o Vasco em outra data e não aquela, embora sob o aspecto legal o Vasco estivesse amparado para o adiamento concedido pela FERJ naquela ocasião.

    – Durante a disputa do Campeonato Brasileiro o clube conquistou na Itália o Troféu Bortollotti em Bérgamo, após empatar com o Padova-ITA em 0 x 0 (derrota nos pênaltis por 4 x 3) e vencer o Atalanta-ITA por 2 x 1, contando ainda com uma feliz combinação de resultados no confronto entre os italianos.

    – A equipe cruzmaltina terminou em primeiro lugar na fase regular do Campeonato Brasileiro.

    – Na vitória sobre o Flamengo pelo placar de 4 x 1 que garantiu vaga para a decisão do campeonato diante do Palmeiras, o vascaíno Edmundo bateu o recorde de gols na competição (29), superando Reinaldo, centroavante do Atlético-MG que marcara 28 em 1977. Naquele mesmo ano Edmundo bateu o recorde de gols numa mesma partida (6), na vitória frente ao União São João por 6 x 0.

    – No dia 21 de dezembro, após empatar com o Palmeiras no Maracanã por 0 x 0 o Vasco se sagrou Campeão Brasileiro pela terceira vez em sua história.

    – Revelações lançadas naquele ano: Géder (zagueiro), Fabiano Eller (lateral esquerdo), Luís Claudio (atacante).

    – Principais contratações: Cesar Prates (lateral direito), Odvan (zagueiro), Mauro Galvão (zagueiro), Valber (volante), Nasa (volante), Mauricinho (atacante), Evair (atacante).

    1998
    – Em decisão diante do Flamengo o Vasco conquistou a Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca. O empate de 0 x 0 foi suficiente para a conquista do título.

    – No dia 14 de maio, exatamente 99 dias antes de completar 100 anos de vida o Vasco obteve o vigésimo primeiro Campeonato Carioca de sua história ao derrotar o Bangu por 1 x 0, gol de Mauro Galvão, no campo do adversário. A conquista se deu por antecipação e nela ficou óbvio o temor dos adversários em enfrentar o Gigante da Colina. Botafogo e Flamengo tomaram vergonhosos W.Os, sendo ridicularizados pelos vascaínos, campeões irretocáveis.

    – Com 100 anos e cinco dias o Vasco conquistava o Bicampeonato Sul-Americano ao derrotar o Barcelona-EQU em Guayaquil pelo placar de 2 x 1, gols de Luisão e Donizete, após vitória no Rio de Janeiro por 2 x 0. Na conquista o Vasco, a partir dos play-offs, enfrentou os campeões da Taça Libertadores dos anos de 1995 (Grêmio), 1996 (River Plate) e 1997 (Cruzeiro).

    – Revelações lançadas naquele ano: Henrique (zagueiro), Dedé (atacante).

    – Principais contratações: Vágner (armador), Donizete (atacante), Luisão (atacante), Guilherme (atacante).

    1999
    – Já no início de março o Vasco conquistou o terceiro Torneio Rio-SP de sua história. A equipe não vencia a competição de forma isolada – em 1966 fora campeão empatado com Botafogo, Santos e Corínthians – desde 1958, portanto, há 41 anos ou 11 edições (devido à extinção do Torneio em 1966 e retomada na década de 90). Na decisão o Gigante da Colina derrotou o Santos por 3 x 1 no jogo de ida disputado no Maracanã e 2 x 1 (gols de Zé Maria e Juninho) na partida de volta realizada no Morumbi, em São Paulo.

    – Na maior transação do ano no futebol brasileiro o clube trouxe de volta Edmundo, junto à Fiorentina-ITA por 15 milhões de dólares no mês de maio.

    – No início de junho o Vasco se sagrou Campeão da Taça Rio, invicto, ao derrotar o Flamengo na decisão por 2 x 0, gols do recém contratado Edmundo.

    – Em junho o Vasco foi confirmado com um dos participantes do I Campeonato Mundial de Clubes organizado pela FIFA.

    – No mês de novembro o Vasco trouxe de volta o craque Romário, vindo do Flamengo. Romário, após 11 anos, retornava à sua casa. O Vasco revelou para o mundo o craque e este regressava já consagrado em nível mundial para o clube que o projetou.

    – Revelações lançadas naquele ano: Hélton (Goleiro).

    – Principais contratações: Zé Maria (lateral direito), Paulo Baier (lateral direito), Jorginho (lateral direito), Junior Baiano (Zagueiro), Gilberto (lateral esquerdo), Amaral (volante), Alex Oliveira (armador), Paulo Miranda (armador), Edmundo (atacante), Romário (atacante), Viola (atacante).

    2000
    – No Mundial Interclubes, disputado no início do ano, o Vasco venceu o Manchester United-ING – campeão da Copa Toyota um mês antes – por 3 x 1 e apesar de não conquistar o título, tendo perdido na decisão para o Corínthians nos pênaltis, terminou invicto a competição, teve a melhor campanha dentre os oito disputantes do Mundial e ainda contou com o artilheiro da competição (junto a Anelka do Real Madrid-ESP), Romário autor de três gols em quatro partidas.

    – Na final da Taça Guanabara diante do Flamengo o Gigante da Colina venceu por 5 x 1, maior goleada já vista numa decisão contra o rival e ainda com um gostinho especial, pois Romário, recentemente trazido do rubro-negro à época, marcou três gols na partida (Felipe e Pedrinho completaram o marcador). Com esse resultado o Vasco obteve sua décima Taça Guanabara (primeiro turno do Campeonato Estadual) de forma invicta e com apenas um empate. Sua melhor campanha na história da competição.

    – No dia 20 de dezembro de 2000 o Vasco conseguia uma virada inédita na história do futebol em termos de decisão. Jogando contra o Palmeiras, de São Paulo, na casa do adversário, os cruzmaltinos foram para o intervalo perdendo por 3 x 0. Na segunda etapa o Gigante da Colina diminuiu o placar para 2 x 3, mas teve seu zagueiro Junior Baiano expulso aos 35 minutos. Mesmo assim obteve o empate aos 40 e conseguiu a virada aos 48 minutos, conquistando a Copa Mercosul de maneira quase que inacreditável. Eurico Miranda esteve presente com a equipe no banco de reservas, disse no intervalo junto aos jogadores que confiava na reação e testemunhou a maior virada do século no futebol mundial. Romário, com três gols, e Juninho Paulista foram os artilheiros vascaínos naquela partida.

    – Revelações lançadas naquele ano: Fabio (goleiro).

    – Principais contratações: Torres (zagueiro), Juninho Paulista (ponta de lança), Euller (atacante).

    2001
    – No dia 18 de janeiro de 2001 o Vasco conquistou seu quarto título brasileiro ao vencer no segundo jogo decisivo o São Caetano, de São Paulo por 3 x 1, gols de Juninho Pernambucano, Jorginho Paulista e Romário.

    – Durante o Campeonato Carioca de 2001 o Vasco aplicou a maior goleada da história do clássico contra o Botafogo. O placar foi de 7 x 0 para o Gigante da Colina.

    – O Vasco conquistou sua sétima Taça Rio (segundo turno do campeonato) de forma invicta e por antecipação de uma rodada, vencendo o América por 5 x 0 com três gols de Romário um de Jorginho Paulista e outro de Euller, contando ainda com uma combinação de resultados que lhe garantiu a taça.

    – Pela Taça Libertadores, o Vasco igualou o recorde de vitórias consecutivas na competição (oito) obtido pelo Cruzeiro de Belo Horizonte em 1976.

    – No Campeonato Brasileiro, o Vasco aplicou nova goleada de 5 x 1 diante do rival Flamengo, número de gols jamais feito pelo rubro-negro contra o Gigante da Colina em uma só partida, em toda a história do Maracanã.

    – Ainda no Campeonato Brasileiro, o Vasco aplicou a maior goleada da história do clássico contra o São Paulo (7 x 1). De quebra obteve a maior goleada da história dos confrontos contra um antigo algoz, o Guarani de Campinas, também por 7 x 1 e goleou ainda o Campeão Brasileiro daquele ano, Atlético-PR por 4 x 0.
    – Em 2001 o Vasco se sagrou Campeão Carioca de Juniores, após seis anos.

    – Revelações lançadas naquele ano: João Carlos (zagueiro), Ricardo Bóvio (volante), Léo Lima (armador), Souza (atacante).

    – Principais contratações: Donizete Oliveira (volante), Jamir (volante), Bebeto (atacante).

    2002
    – Neste ano o Vasco, em pleno torniquete financeiro, teve que se desfazer de uma série de atletas. Saíram Felipe, Romário, Euller, entre outros destaques do clube nos anos anteriores. A aposta voltava a ser a base e a constituição de um clube vencedor em 2003, com atletas da casa e a contratação de alguns nomes de destaque já no segundo semestre.

    – Revelações lançadas naquele ano: Rodrigo Souto (volante), Cadu (atacante).

    – Principais contratações: Leonardo Moura (lateral direito), Ramon (ponta de lança), Petkovic (ponta de lança), Valdir (atacante).

    2003
    – O Vasco conquistou a Taça Guanabara após empatar com o Flamengo na decisão por 1 x 1, gol de Wellington Monteiro. Foi a décima primeira conquista daquela taça para o Gigante da Colina, oito delas com Eurico Miranda participando de forma direta no clube.

    – O Vasco conquistou seu vigésimo segundo Campeonato Estadual após vencer o Fluminense na decisão em dois jogos, duas vezes por 2 x 1. Foi essa a sexta vitória em decisões contra o tricolor. Na partida decisiva Léo Lima e Souza foram os autores dos gols vascaínos.

    – Com quatro vitórias em quatro jogos, desde as semifinais, o Vasco conquistou também a Taça Rio de 2003.

    – Revelações lançadas naquele ano: Wescley (zagueiro), Morais (armador).

    – Principais contratações: Henrique (zagueiro), Beto (armador), Marcelinho (ponta de lança), Edmundo (atacante), Marques (atacante).

    2004
    – O Vasco conquistou neste ano o bicampeonato da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca daquele ano, ao derrotar o Fluminense por 2 x 1. Foi esta a sétima decisão seguida vencida contra o tricolor das Laranjeiras. A conquista reverteu de vez a escrita em decisões. A vantagem passou a ser vascaína: 8 x 7. Uma virada sensacional, após 16 anos das mais variadas conquistas diante do adversário. Os gols vascaínos foram marcados por Valdir e Beto.

    *Em 2012 o Fluminense empataria novamente os confrontos decisivos, derrotando o Vasco na final da Taça GB por 3 x 1.

    – Revelações lançadas naquele ano: Ygor (volante), Coutinho (volante), Muriqui (atacante).

    – Principais contratações: Petkovic (armador), Marcelinho Carioca (ponta de lança), Róbson Luiz (ponta de lança), Alex Alves (atacante).

    2005
    – Neste ano a equipe vascaína obteve a classificação para a Copa Sul-Americana do ano seguinte, após vencer o Paraná na última rodada da competição em São Januário.

    – Revelações lançadas naquele ano: Bruno Meneghel (atacante).

    – Principais contratações: Wagner Diniz (lateral direito), Fernandinho (armador), Morais (ponta de lança), Alex Dias (atacante), Romário (atacante).

    2006
    – O Vasco chegou naquele ano pela primeira vez à final da Copa do Brasil, após derrotar o Fluminense na semifinal em dois jogos (1 x 0 e 1 x 1).

    – No Campeonato Brasileiro a equipe chegou à sexta colocação terminando a competição classificado novamente para a Copa Sul-Americana do ano seguinte. O time chegou a frequentar a zona de classificação para a Taça Libertadores por 9 rodadas.

    – Revelações lançadas naquele ano: Madson (armador)

    – Principais contratações: Andrade (volante), Ramon (ponta de lança), Edilson (atacante), Leandro Amaral (atacante), Jean (atacante).

    2007
    – O Vasco neste ano terminou o Campeonato Brasileiro na décima posição, classificado pela terceira vez para a Copa Sul-Americana. Isso após ter frequentado a zona da Libertadores por 19 rodadas.

    – Na Copa Sul-Americana a equipe chegou pela primeira vez nas quartas-de-final da competição.

    – Revelações lançadas naquele ano: Vilson (zagueiro), Guilherme (lateral esquerdo), Alan Kardec (atacante).

    – Principais contratações: Dudar (zagueiro), Andrade (volante), Conca (armador), Romário (atacante).

    2008
    – Durante o primeiro semestre de 2008 o Vasco chegou aos dois play-offs semifinais no Campeonato Carioca, sendo derrotado pelo apito na Taça Guanabara e na decisão por pênaltis na Taça Rio; chegou à semifinal da Copa do Brasil perdendo para o Sport em função do apito e na decisão de pênaltis, por sinal a quinta consecutiva entre os anos de 2005 e 2008.

    No Campeonato Brasileiro a equipe foi deixada, em junho de 2008, no nono lugar na tabela, posição que garantiria a disputa da Copa Sul-Americana pela quarta vez consecutiva no ano seguinte. O Vasco havia, até então, frequentado a zona da Libertadores numa das oito rodadas até ali disputadas.

    Entre os oito jogos realizados até ali, o Gigante da Colina enfrentou o Grêmio (vice campeão ao fim do certame e invicto até enfrentar e perder do Vasco por 2 x 1 em São Januário), Cruzeiro (terceiro colocado), Palmeiras (quarto colocado), Internacional-RS (campeão da Copa Sul-Americana daquele ano e sexto colocado no Brasileirão) e Botafogo, no Engenhão, atuando o time cruzmaltino naquela ocasião com 10 reservas. Além disso, o clube estava classificado para a disputa da Copa Sul-Americana no segundo semestre.

    – Revelações lançadas naquele ano: Pablo (lateral esquerdo), Rodrigo Antônio (volante), Mateus (volante), Bruno Gallo (armador), Souza (armador), Alex Teixeira (ponta de lança).

    – Principais contratações: Thiago (goleiro), Edmundo (atacante), Jean (atacante)

  65. Dodô da Bahia Says:

    Parte 5 – Resumo de ações em prol do Vasco

  66. Dodô da Bahia Says:

    Euricófobos, continuem!

    Caros amigos, hoje venho falar sobre o patente DESESPERO que toma conta de parte de nossa torcida (felizmente a minoria). Trata-se do desespero dos Euricófobos; aqueles que acreditam nos nossos inimigos e adversários, aqueles que conduziram esta DESGRAÇA chamada MUV ao poder do Vasco e colocaram o nosso amado clube nesta situação lastimável que hoje vive.

    Quem frequenta as redes sociais já até conhece o perfil destes “Vascaínos”. Metidos a intelectuais e “entendedores da política Vascaína”, entendem o Vasco como um “animal de estimação” que tem que fazer gracejos diante de seus amigos (ganhar títulos no futebol para “zoar” os amiguinhos de colégio); ou então um instrumento de promoção de imagem pessoal, que dá a “medalha” de conselheiro a quem supostamente “tem opinião e não é pau mandado de mentor espiritual”.

    Além disto, motivados pelo ódio – e não só isto, mas principalmente INVEJA – sugerem nomes como Rodrigo Caetano, Juninho e até (pasmem) Franck Assunção para PRESIDENTE DO VASCO. Além de outros pretensos “candidatos” que sequer fazem sombra à história de Eurico Miranda no Vasco. Com todo o respeito a alguns destes personagens, QUEM SÃO ELES PERTO DE EURICO MIRANDA? Qual é o dirigente vivo mais emblemático do Brasil? Qual o mais vitorioso no Vasco? Quantos clubes almejariam ter um Eurico Miranda no Vasco? Estamos diante de uma LENDA VIVA, temos uma oportunidade que poucos clubes tem, de ter a oportunidade de contar com um EURICO MIRANDA para o mesmo!

    Os Euricófobos elogiam publicamente e pedem apoio de todos; puxam saco de gente antiga no Vasco, fazem agrados a ex-presidentes do clube, fofocam na livraria e dão tapinhas nas costas de ex-muvianos; igualmente responsáveis pelo desastre previsto durante anos e infelizmente concretizado desde meados de 2008 até agora. Tudo para eles é o seguinte: O Vasco pode ir para a segunda, terceira, quarta divisão do Brasileiro, fechar as portas, acabar com a essência do clube e deixar órfãos milhões de torcedores desde que Eurico Miranda não esteja no clube.

    O desespero é visível. Com a indecisão de vários adversários na corrida eleitoral deste ano, ainda não elegeram o “messias dos títulos” para entregar o que restou do Vasco aos nossos inimigos. Com palavras vazias e evasivas, publicam pensamentos hipócritas, do estilo “Não sou Dinamite e nem Eurico, sou Vasco”; esquecendo-se, portanto, de que em 2008, para eles, quem era Eurico não era Vasco e quem era Dinamite era… Afinal de contas, em 2008, ter lado político não excluía a condição de Vascaíno de ninguém, mas agora exclui?

    Peço licença para usar um termo do amigo João Carlos Nóbrega “Vão pela sombra”. Ou então, o “F@#$%-SE TODOS”.

    Nós, Vascaínos, aceitamos ao nosso lado todos os que quiserem ajudar, desde que se alinhem com nossa concepção de Vasco, com a concepção do CLUBE, muito bem representada por EURICO MIRANDA. Sim, nós gostamos, concordamos em quase tudo, apoiamos, admiramos e CONFIAMOS em EURICO MIRANDA. Como já disseram aqui, o Casaca é barato para uns, e caríssimo para outros. E para outros, ainda, não está à venda.

    Para mim (opinião pessoal), ninguém melhor do que EURICO MIRANDA, ou alguém com sua concepção, para fazer o clube voltar a ter força institucional, política, jurídica e esportiva. Os títulos nós também os queremos, como fomos acostumados por Eurico Miranda. Mas eles são consequência da boa administração – aliás, nem sempre eles vêm – e não o único e principal objetivo; já que pelo que conheço, Eurico Miranda não fará loucuras apenas para levantar sua imagem pública, como fez esta DESGRAÇA de MUV que aí está.

    Assim, eu peço através desta coluna: Continuem. Continuem assim, Euricófobos. Vocês estão cada vez mais em descrédito com os Vascaínos, a cada dia que passa vocês mostram que o negócio de vocês não é o bem do Vasco, mas sim evitar a volta do Eurico e ter que dar o braço a torcer. Já dizia Karl Popper, antigo filósofo austríaco: “Não é possível discutir racionalmente com alguém que prefere matar-nos a ser convencido por nossos argumentos”. Continuem assim, pois assim a vitória do Vasco, que virá pela vitória de nossa chapa nas eleições deste ano, ficará mais fácil.

    Saudações Vascaínas!

  67. Dodô da Bahia Says:

    Obrigado Paulinho

    A mais jovem “Lenda viva” do nosso jornalismo esportivo!

    Ass.

    AFSampaio

    dododabahia@hotmail.com

    a quem interessar possa!

  68. Jones 8-1-1 Says:

    isso só mostra quem manda nesse país… a péssima e parcial Globo

    manda mais que a presidente

  69. Hilario Muylaert Says:

    De fato, o enfraquecimento do Vasco, com a queda do Eurico, foi “startado” pela Rede Globo. Eurico “enfrentou” o poderio global, e a partir daí, sofreu campanha diuturna do império ( agora, em processo de decadência ). Contou, para isso com a aliança dos rivais, dado que Roberto Dinamite é um inepto, além de corrupto — o que levaria o Vasco a se enfraquecer.

    Com a ascensão das redes sociais, a mídia corporativa —- basicamente Globo, Abril, Estadão e Folha —– vêm perdendo audiência, negócios e patrocínio.

    A sociedade brasileira, seu parlamento precisa regular e controlar as concessões federais de rádio e TV, através de uma moderna lei de mídia, esvaziando a concentração de poder desses quatro grandes grupos citados acima.

    Existem vários modelos mundo afora que poderão servir como ponto de partida, tipo limites por região, ou quem tem concessão de rádio não pode ter concessão de TV e vice versa. Etc..etc…

    Voltando à celeuma da Lusa/ CBF: a “necessidade da Globo/Esportes não permitir a queda de dois clubes do R.J. para a Série B. Por isso armaram esquema em que um deles seria salvo ( Vasco ou Flu ), pois estatisticamente um carioca já estava na Série B de 2014. Enfim, do ponto de vista esportivo, é indamissível a Lusa cair.

    As redes sociais estão sacudindo a corja da Globo e seus parceiros.

  70. Jackson Says:

    Só tenho a agradecer pelo fato do Eurico existir.

    Ele acabou com o Vasco e ajudou a alavancar ainda mais Flamengo criando a Copa do Brasil.Sem falar que,com suas estapafúrdias e desrespeitosas declarações antes dos clássicos,era um motivo a mais pro Flamengo calar a boca do charuteiro.

  71. Dodô da Bahia Says:

    Quando o ódio pessoal leva o ser humano às raias do ridículo!

    Vivi os dias de chocolates em cima da Mulambada 5 x 1 , 4 x 0, e outras goleadas com o nosso Reimário e o ED avacalhando com o time do Império do Mal. De 2008 pra cá com a nova desadiministracão MUV / Dinamite foram só derrotas para o eterno Rival!
    Cuidado Eurifóbico, que tenho todos os jogos registrados, mas não quero mais perder tempo com quem se cansou de ler as vitórias e toda a glória trazida ao Vasco pela atuação do Almirante EURICO DE ANGELO MIRANDA!
    CASACA COM CHAPA! CHORA MULAMBADA!

  72. Dodô da Bahia Says:

    Prezado Hilario Muylaert, parabéns pelo lúcido comentário.

Deixe uma resposta


%d blogueiros gostam disto: