Advertisements

São Marcos faz milagre e salva o Palmeiras

O Atlético/MG deixou de vencer o Palmeiras hoje no Mineirão.

Dominou totalmente a partida.

Marcou seu gol ainda na primeira etapa, em cabeçada de Eduardo.

O Palmeiras errava muito e apenas se defendia.

A segunda etapa continuou na mesma toada.

Até que veio o castigo.

Em cobrança de falta perfeita de Diego Souza.

Mas quem salvou o alviverde foi São Marcos.

Jogador extraordinário e que ainda faz a diferença.

O Atlético perdeu dois pontos que seriam merecidos.

O Palmeiras ganhou um na bacia das almas.

Facebook Comments
Advertisements

37 comentários sobre “São Marcos faz milagre e salva o Palmeiras

  1. Justiceiro

    Pô, considerando que o Palmeiras jogou sem 5 titulares (praticamente meio time) e a arbitragem horrenda do vagabundo que apitou hoje (caseiro demais, inventando faltas, pênaltis e ignorando escanteios claros), até achei que o resultado não foi tão ruim.

    Na verdade, ganhamos um ponto. Está de bom tamanho, dadas as circunstâncias do jogo.

    PS: Tem muito goleiro que gosta de dividir a bola com o cobrador na hora do pênalti e justifica dizendo que “todo goleiro se adianta, senão não pega a bola”. Pois é, mas hoje o Marcos fez uma defesa perfeita, ele não deu nem meio passo à frente pra executar a defesa. Fantástico, Marcão é outro nível, não tem jeito.

  2. Justiceiro

    Ah, Paulinho, seria interessante se você ou o Fiore comentassem a arbitragem de hoje, que apitou quase tudo contra o Palmeiras e só não teve influência direta no resultado do jogo porque o Marcos acabou fazendo uma grande defesa na hora do pênalti. Até escanteio claro a nosso favor o juiz ignorou na cara larga. Uma vergonha…

    É até engraçado, mas estou com uma sensação estranha de que apesar disso ainda vai ter gente falando que o juiz favoreceu o Palmeiras (?!!!?). Não tenho a menor idéia do que vão inventar agora, mas algo me diz que o chororô continuará a todo vapor…

  3. geraldo lina

    PAULINHO, tem como vc postar a falta que originou o gol dos FASCISTAS ? e a expulsao do Cesar Prates ? o esquema nao para, eh todo jogo.

    e assim caminha de maos dadas, CBF, MADUREIRA, W TORRE, JOSE SERRA, DEL NERO, DELEGACIAS DE POLICIA e a impunidade…

  4. geraldo c araujo

    O Marcos forneceu régua e compasso a seus colegas para neutralizarem os efeitos da tal paradinha. O VT mostrou: visto de frente, na hora da cobrança, o goleiro encara bola e só se movimenta quando parte o chute. Com a velocidade da bola diminuida pela proximidade da perna do cobrador, a defesa fica até bem fácil. É só os treinadores de goleiro aperfeiçoarem nos seus aquilo que no Marcos é intuitivo e a tal paradinha perderá grande parte de sua eficácia.

  5. Pedro Leibel

    Paulinho voce começou como um cara que parecia serio e imparcial, mas pelo jeito já esta ” a paulistado” pois nao escreveu sequer um linha sobre o Flamengo x Nautico ?!?!?! o que houve ? assunto sem importancia por acaso ? time sem expressao ? fala serio…. esta contaminado pelo Binner, outro doente regionalista que acha que o Flamengo nao tem nem a primeira, nem a segunda torcida.. mude de atitude ou acabara como aqueles que vem criticando…

  6. Denilson Martins

    É bom citar que o Palmeiras foi beneficiado por uma falta de Diego Souza no lance do gol.

    O meia recebeu a bola, e com a chegada do marcador mineiro, desferiu uma cotovelada no mesmo, que ficou estatelado a altura da meia lua de sua área.

    Na sequência do lance, a bola sobrou no para o jogador palmeirense que sofreu a falta.

    Diego Souza, que deveria ter sido expulso pela agressão covarde, cobrou a falta e fez o gol de empate do Palmeiras.

    César Prates, que não fez nada no lance, foi expulso pelo mal intencionado árbitro, que mostrou ser mais um pelêgo da Traffic e do Madureira.

    Tá uma vergonha este campeonato Paulinho.

    Alguém precisa investigar o Sujo Palmeiras, e seus esquemas.

  7. Rafael

    Nossa…
    teve gente aqui que não viu o jogo mesmo heim??
    É bom falar que o Marcos SALVOU a arbitragem, quando defendia os “erros” do juiz e seus auxiliares..
    Como o penalti, como em impedimentos e jogadas irregulares do time do Atletico…

    Falar que o Palmeiras ganhou um ponto é correto.
    Agora falar que o Palmeiras ganhou na bacia das almas é forçar a barra Paulinho…

    O Palmeiras teve mais de 55% de posse de bola durante o Jogo…

    Durante o Segundo Tempo jogo, o Palmeiras ficou a maior parte do jogo com 3 atacantes, enquanto o Galo investia nos contra-ataques.

    Será que realmente o Palmeiras não merecia o empate??
    Saudações Palestrinas

  8. Denilson Martins

    Marcos, Grande Goleiro, isso é inegável.

    Mas Gladstone DIVIDE a bola com o batedor mineiro.

    Por que quando este chutou, o zagueiro do Sujo Palmeiras, já estava do seu lado.

    Invasão clara, e o pênalti deveria voltar.

    Mas sabe como é, nenhum árbitro da “cesta” Traffic, vai cumprir as regas nos jogos do Sujo Palmeiras.

  9. Denilson Martins

    TAmbém não entendi porque o zagueiro palmeirense não foi expulso no lance do pênalti.

    Afinal, chutar a cara de um adversário é agressão, portanto, cartão vermelho.

    Bom, mas se atendo a Sujeira que é o Palmeiras, a gente começa a entender as razões da não expulsão.

  10. geraldo c araujo

    Pedro Leibel, enquanto todos fazem questão de ignorar o “modesto cavalo paraguaio”, a gente vai comendo o mingau pelas beiradas, deixando os “poderosos candidatos” ao título se enredando por si próprios e ignorando o acúmulo da diferença de pontos que os afasta da liderança. Obnubilados pela própria prosápia, quando finalmente se derem conta…já era!

  11. alessandro

    A pouca vergonha chegou a tal ponto em que os jogadores da Traffic (antiga Parmalat) pedem para o juiz expulsar o jogador do Atletico e são prontamente atendidos… V E R G O N H A !!

  12. Orlando Carisio

    Acho que o resultado foi justo pelo que os dois times desempenharam. O Galo incompetente para marcar e o Palmeira com seu Santo no gol com muita competência evitou mais gols e com a categoria de um dos seus jogadores, Diego Sousa, que alíás não vem jogando nada, mas tem categoria, foi lá e empatou. E, aliás, poderia ter vencido, não fosse o Denilson um mascarado, que ao invés de pensar na vitória, pensou em si e em mais nada quando tentou um gol por cobertura no final do jogo. Quanto à arbitragem, péssima, para os dois lados. Sorte que o resultado salvou a pele do trio. E dá-lhe porco!!!!!!!!!!!!

  13. Alviverde/SP

    Bom, ignorando comentários estapafúrdios, ignóbeis e sem nexo de alguns detratores, só digo o seguinte: quem tem Marcos, tem TUDO…

  14. Alessandro-Palmeirense

    Prezados São Paulinos do blog,
    Vocês acham que o ódio que babam em cima do teclado de vocês fará que algum palmeirense vire são paulino? Será que alguma criança olhará o comentário
    de vocês e falará: “Nossa, vou virar são paulino, um time sem preconceito algum”.? Vocês acham que vomitando o ódio de vocês farão algum palmeirense ter raiva,
    mas os únicos que passam raiva são vocês. “Ter ódio é como tomar veneno e esperar que o outro morra”…
    Mas vocês me divertem. Sim, acho engraçado vocês. Na verdade, também os admiro. Sim, torcem para um time sem preconceito, que incentiva o amor
    entre iguais. Sim, esse amor, bem espelhado na diretoria do seu time, contagia a torcida, Deixando que eles fiquem mais sensíveis as grandes injustiças cometidas
    com os são paulinos.
    Sim, imagino o amor que o Alessandro , Geraldo “lina” (próprio, não?) o Denilson nutrem um pelo outro. É um amor diferente do que estamos costumados a ver, mas nem por isso, menos intenso
    e válido. E um comportamento que espelha em seu próprio time, a paixão deles.
    Continuem assim, meus amigos. Sim, somos facistas, como A Itália na segunda guerra. Somos católicos como a instituição que abençoou o massacre de milhões
    de índios. Somos brasileiros como ACM, Lulla, Collor, José Dirceu…
    Mas na boa: Ao contrário da opção que vocês fizeram, não troco meu heterossexualismo por 3 libertadores, dois torneio Toyota e um torneio Fifa Interclubes. Espero
    que respeitem minha opção, como respeito a de vocês.
    Continue a luta de vocês, que tem meu respeito. De onde estiverem, Freddy Mercury, Cazuza, Renato Russo abençoam a luta constante de vocês contra as injustiças que vocês
    sofrem pela coragem de amar pessoas iguais a vocês..

    Parabéns pela coragem de desafiar essa sociedade careta e preconceituosa e fazer valer o amor que vocês tem um pelo outro..
    Respeitosamente,
    Alessandro

  15. Ricardo Lopes

    Alguns comentários carregam uma carga colossal de bestialidade e ignorância.

    Este impulso primitivo, das cavernas, de destruir, essa ferocidade no julgar e sentenciar, essa vontade de que o outro se dê mal.

    São doentes de ansiedade por ver alguém enxovalhado, por baixo, sem remissão. querem sangue – ainda que seja o sangue moral, o sangue da alma.

    Agridem levianamente, interrogatórios em vez de diálogos, ataques de qualquer ângulo, a execução moral, e sempre dispostos a ver o mal em tudo.

    Cair na armadilha do rancor primitivo e da atitude destrutiva torna o esporte uma selva onde pessoas honradas são impedidas de executar projetos positivos, e às vezes têm sua vida injustamente aniquilada.

    E assim temos um mundo mais sombrio.

  16. geraldo lina

    o nosso ilustrissimo ALESSANDRO-PALMEIRENSE conseguiu ultrapassar a barreira do que eh ilusorio e real, do que eh brincadeira de torcidas pra escolha sexual, misturou religiao, escolha politica tudo demonstrado em um texto mal escrito. deveria estar surpreso mas nao estou.

    DE ODIO E INTOLERANCIA ELES ENTENDEM BEM.

    O TORCEDOR DO TIME PROSTITUTA, que tem como um dos seus idolos um tecnico que fala na tv a todo instante e que nao consegue proferir mais que alguns chavoes tao conhecidos. esse eh o retrato desta agremiacao NAZI-FASCISTA-VENDIDA.

  17. geraldo lina

    PENTA CAMPEAO BRASILEIRO, E TRI MUNDIAL
    A G E N T E I N C O M O D A P R A B A R A L H O !!!!!
    SAUDACOES TRICOLORES.

  18. Ricardo Lopes

    É dura a vida de quem se propõe a falar sobre o que não está perfeitamente informado, especialmente quando se pretende criticar.

    O problema maior, nesses casos, é que a ignorância, combinada com julgamentos afoitos e precipitados, é o caminho mais curto para o dogmatismo.

    DENILSON, GERALDOS E ALESSANDRO falam do que não conhecem, ou melhor, que ouviram o galo cantar mas não sabem exatamente onde nem por quê.

  19. geraldo lina

    caro RICARDO LOPES, entendo que vc se refere aos seus genitores certo ?
    entao tah certo. abracos

  20. Felipe

    Ora… com 6 reservas você queria o quê? Que o Palmeiras vencesse o Atlético por 5 x 0 no Mineirão, com a Galoucura cantando sem parar? Acho que o comentário é de um corinthiano que queria estar na primeira divisão. Como o Juca Kfouri, que disse que o Galo merecia ganhar por 4×0… menos juca!!!

    O Marcos fez três grandes defesas, além do pênalti (que não existiu, aliás… isso sim merecia um comentário). E o Palmeiras teve duas grandes chances, em duas faltas. E fez um gol.

    Foi um belíssimo resultado. Porque 1×1 contra o Galo, no Minerão cheio, e com 6 reservas, merecia um comentário mais positivo. Mas tudo bem, boa foi a vitória do Corithians na Série B. Parabéns! E até 2009!

  21. Luisa Soares

    Paulinho, com todo o respeito, achei que depois de tao bem falado, eu iria entrar no teu blog e me deparar com credibilidade, informacao e principalmente respeito mutuo, aquilo que vc prega na TV quando diz que nao permite palavras ofensivas aos 4 grandes.

    Mas para minha profunda insatisfacao, vc permite que bandidos travestidos de torcedores do SP entrem no teu blog e facam dele um boteco rampeiro de esquina cujo linguajar deve se adaptar ao da mae do Geraldo Lina por exemplo;

    FASCISTAS, TIME DE PROSTITUTA, AGREMIACAO NAZISTA ?!? Como alguem em sa consciencia pode admitir palavras desse cunho em seu blog e depois ter a pachorra de cobrar etica, moral e credibilidade ?!

    Desculpe Paulinho, mas vc ou quem for o responsavel pela aprovacao dos comentarios deste blog, esta se mostrando uma pessoa abaixo dos limites do bom senso. Que fiquem vcs desfrutando dessa onda de imbecilidade fomentada pela coitada da mae do Geraldo Lina, que nao teve como ensinar ao filho educacao, ou sequer o significado das palavras que emitiu.

    Como cumulo da hipocrisia, so faltava o Sr. nao ter a credibilidade dita e nao me dar o direito de discordar das estupidas colocacoes desse riquinho do morumbi !!

    Obrigada

  22. Luisa Soares

    E pelo que vi em posts anteriores, vc esta perdendo alguns blogueiros sensatos e com qualidade, em detrimento de continuar permitindo tais palavras ofensivas.

    Vale a pena ?

    Porque permite isso apenas dos tricolores ?

  23. Denilson Martins

    Vejam um tópico que um santista fez no orkut

    Palestra Itália remetendo aos bons tempos da máfia
    *Palmeiras 2 x 1 Inter – 2 jogadores do Inter expulsos. 1 com 20 minutos.
    *Palmeiras 1 x 0 Atletico – PR – Gol extremamente mal anulado do Atletico. Ah, jogador expulso.
    *Palmeiras 5 x 2 Cruzeiro – Jogador do Cruzeiro expulso no meio do primeiro tempo.
    *Palmeiras 2 x 0 Nautico – Penalti roubado qndo o jogo estava duro e jogador expulso por cotovelada no Kleber, q não era pra estar em campo por cotovelada no primeiro tempo.

    Mas não precisa ser no Palestra. Basta ser em sp:
    Palmeiras 1 x 1 Portuguesa – 2 penaltis nao marcados pra Portuguesa. Nao expulsao do Martinez.

    Logico q vai ter palmeirense falando q as expulsoes eram merecidas.

    Porem, além de nesse meio terem penaltis absurdos a favor e contra e gols anulados, temos q alertar para o seguinte:
    Há injustiça qndo o critério só é severo para um lado. Falta acontece todo jogo, mas rigor só no Palestra Italia.

    MAIS SUJEIRA:

    Pesquisa do historiador Alfredo Oscar Salun aponta que na época da entrada do Brasil na Segunda Guerra Mundial, em agosto de 1942, Corinthians e Palmeiras foram forçados a expulsar cerca de 150 sócios de origem estrangeira, inclusive alguns de seus dirigentes. Os dois clubes estavam entre as entidades atingidas pela legislação repressora do Estado Novo, especialmente de 1941 até 1945, quando aumentou o rigor na vigilância da polícia política aos grupos estrangeiros e seus descendentes.

    Equipes mais populares da época, Palestra Itália (antigo nome do Palmeiras) e Corinthians atraíam grande número de torcedores de origem imigrante, muitos dos quais operários, caracterizando-os como times populares. “Quando o Brasil declarou guerra à Itália, Alemanha e Japão, a vigilância aos estrangeiros pela Delegacia de Ordem Política e Social (DEOPS) aumentou, devido a suspeitas de espionagem”, conta Salun.

    “No Palestra Itália, predominavam os italianos, e no Corinthians havia também italianos, além de espanhóis, alemães e até árabes”, explica o historiador, que pesquisou os efeitos das medidas de nacionalização para sua tese de doutorado no Núcleo de Estudos de História Oral (NEHO) na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP.

    Após a entrada do Brasil na guerra, o Conselho Nacional de Desportos (CND) baixou uma série de regulamentações para o esporte, em acordo com o projeto nacionalista do regime do Estado Novo (1937-1945). “Os clubes de futebol foram atingidos, tendo que expulsar dirigentes e associados estrangeiros, principalmente os ligados aos países do Eixo, rotulados como ‘Súditos do Eixo’.”

    Vigilância
    A desobediência às normas de nacionalização poderia levar ao fechamento dos clubes. “No caso do Palestra Itália, isso gerou RUMORES NÃO CONFIRMADOS de que dirigentes do São Paulo manobravam nos bastidores para tomar seu patrimônio”, relata Alfredo Salun. “Os boatos e a mudança de nome para Palmeiras, em 1942, tornaram o episódio marcante na história do clube e dos seus torcedores, ao contrário dos fatos ocorridos no Corinthians.”

    A aplicação das leis levou a destituição do presidente do Corinthians Manuel Correncher, espanhol de nascimento. “O clube conquistou vários títulos na gestão de Correncher, considerado uma figura folclórica, comparada a de Vicente Matheus”, conta Salun. “A presidência foi assumida por Mario de Almeida, interventor indicado pelo CND, que ocupou o cargo por alguns meses, até o clube escolher um novo presidente.”

    Em um clube é uma história conhecida e celebrada e no outro, silenciada e apagada”, destaca o historiador. Nesse aspecto, o pesquisador desenvolve um trabalho em História Oral, com torcedores, jogadores e dirigentes. “Esses clubes não foram os únicos na capital paulista que foram alvos da repressão, mas tinham maior torcida e prestígio.”

    Reuniões de diretoria dos dois clubes só eram feitas com autorização da DEOPS e a presença de um agente do órgão. “Os clubes também precisavam de permissão oficial para jogos fora de São Paulo, especialmente no litoral, devido a importância estratégica das regiões costeiras na Segunda Guerra Mundial.”

    Após as expulsões, Corinthians e Palmeiras realizaram uma “campanha de nacionalização” para atrair novos sócios, nascidos no Brasil. “A imprensa da época viu essa iniciativa como uma prova de patriotismo”, diz Salun. “Os estrangeiros expulsos começaram a retornar aos clubes após 1945, como reflexo do final da Guerra, de medidas liberalizantes adotadas pelo governo de Getúlio Vargas e o fim da perseguição à ‘quinta-coluna’, espiões e os ‘Súditos do Eixo’.”

    http://www.usp.br/agen/repgs/2007/pags/002.htm

  24. Denilson Martins

    Governador usa dinheiro público pra ajudar clube
    Com prova

    É dando que se recebe

    Um gavião travestido de periquito resolveu sobrevoar as alamedas do Parque Antártica para saborear com exclusividade alguns segredos do arqui-rival Palmeiras. Após bater asas ao longo de uma manhã festiva no terreno do inimigo, descobriu que o governador de São Paulo, José Serra, merece pelo menos uma placa ao lado do busto do divino Ademir da Guia.

    Coração verde apaixonado, Serra foi o grande responsável pelo acordo de patrocínio da Fiat, apesar do oba-oba da diretoria comandada com mão de gelatina por Afonso della Monica, sob as bênçãos da mídia caolha, que se contenta com a palavra oficial.

    O governador paulista aproveitou a viagem do presidente da Fiat ao país para persuadi-lo a aplicar uma pequena parte do rico dinheirinho da montadora na bola palmeirense. Em princípio, o poderoso chefão da Fiat queria apenas conversar com o presidente Lula sobre investimentos de R$ 5 bilhões no Brasil. Futebol, para ele, só o da Juventus, de Turim. E olhe lá!

    Entre os argumentos usados pelo mandachuva da Fiat para colocar o Palmeiras para escanteio, uma primária lição de marketing: o risco de perder uma bela fatia do mercado ao colocar o logotipo da empresa apenas no enxoval verde, o que poderia revoltar os torcedores dos outros grandes de São Paulo. Para evitar tal rejeição em Minas, por exemplo, a Fiat abriu o cofre para Cruzeiro e Atlético/MG; na Bahia, o mesmo já aconteceu com a dupla Ba-Vi.

    Serra não jogou a toalha. E propôs em troca do patrocínio um inesquecível presente de Papai Noel: impostos mais baixos e facilidades de pai para filho numa futura fábrica da montadora em São Paulo. Com tantas benesses, o presidente da Fiat não resistiu, sob pena de perder o emprego na volta à Velha Bota. Ganharia muito em troca de pouco. Topou investir R$ 9 milhões – e não R$ 12 milhões como foi cantado em prosa e verso pela diretoria do Palmeiras. O resto é conversa fiada para p**co dormir feliz.

    Coluna Completa
    http://espnbrasil.terra.com.br/colunistas/materia.aspx?Colunista=

  25. Weslley

    inclusive Luisa os torcedores do seu time são santos franciscanos que não ofendem ninguem, as palavras ofenssivas só partem dos são paulinos…

  26. Diego Toscano

    E aposto que esses Ricardo’s Lopes e Denilson’s Martins jamais falariam isso de frente um para o outro. No fundo são covardes por trás da internet.

    Paulinho, cade a moderação??????????????????????????????????

  27. Gustavo Lina

    Caros, encontrei meu PC aberto e queria me desculpar pelo meu irmao de 18 anos o Geraldo. Como bom adolescente que ele representa, econtramos diversos problemas para educa-lo, inclusive sobre os absurdos que ele disse aqui que novamente peco desculpas pois foram postados com meu sobrenome, e como descendentes diretos de italiano, nao poderiamos jamais citar o que foi citado.

    Infelizmente o Gera e so um adolescente mimado pelas regras da sociedade que anda com um Ford K gls, camisa do Palermo e morre de medo so de passar perto de favelas, ou seja, fazem apenas 3 meses que a opiniao dele vale alguma coisa pois fez 18 anos, entao por favor paulinho, me ceda esse espaco para me desculpar perante ao blog pelo imoral do meu irmaozinho.

    Muito Obrigado

    Gustavo Lina

    E por favor, desconsiderem as aberracoes que ele escreve.

  28. Gustavo Lina

    Obs: Que a mae desse Denilson possa orienta-lo tambem, pois as palavras que emite podem ser cobradas na justica por qualquer palmeirense como crime, afinal estao registradas no teu blog. E cuidado paulinho, alguem pode te responsabilizar.

  29. Alviverde/SP

    Parabéns, Gustavo…finalmente alguém com a CABEÇA NO LUGAR.
    Lugar de “comentários” estapafúrdios e desconexos é no HOSPÍCIO.

  30. geraldo lina

    o gustavo lina nao eh meu irmao. deve ser mais alguma brincadeira do pessoal que lancou gas de pimenta no vestiario, nada mais caracteristico…

  31. ZECA

    kkkkkkkkkkkkk ta bom geraldo….e vc quer que a gente acredite em garotinho de 18 anos…..kkkkkkkkkkk

    O paulinho, nao tem como bloquear esse ai..?? Ja disse poucas e boas, so ataca as pessoas …. nao tem uma palavra dele que de pra aproveitar…..assim como o Denilson…..talvez tirar os 2 daqui seja a melhor forma de dar nivel ao blog….

  32. geraldo lina

    aquele barulhinho de novo… parece uma maquina de lavar antiga…
    melhor jogar no lixo, nao presta pra nada mesmo…

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: