Advertisements

O reino de J.Hávilla

A pouca vergonha continua no futebol brasileiro.

Agora é o Santos que sinaliza com uma parceria no mínimo suspeita.

A TRAFFIC se dispõe a pagar a divida do Peixe em troca de gerir o seu futebol.

Qualquer semelhança com a MSI pode não ser coincidência.

A situação é imoral e tem que ser investigada.

Como dos clubes rivais podem ter o mesmo parceiro sem que interesses sejam prejudicados ?

Há algo de podre no reino de J.Hávilla.

Facebook Comments
Advertisements

8 comentários sobre “O reino de J.Hávilla

  1. zeca

    Paulinho, a TV globo, apos as tentativas da Hicks em 99 de formar uma liga independente da CBF, a ser transmitida pela PSN, forcou a implantacao do paragrafo 27A na lei pele que diz; “Que uma emrpesa nao podera atuar na gestao de mais de uma equipe no mesmo certame”.

    Pois bem, legalmente a Traffic tem um contrato de gestao apenas com o Ituano, enquanto as parcerias com Santos e Palmeiras se da na contratacao e valorizacao de atletas. A traffic nao gere o futebol de nenhum dos dois clubes, o que se fizesse, seria ilegal e impossivel perante a lei,

    Portanto a todos que criticam a Traffic por “achar” que ela manda em mais de um clube, favor antes de informar….E o que eu disse nao eh minha opiniao, eh a lei, se alguem se acha acima dela, que va la tentar mudar !!

  2. Marcelo Soares

    Entendo o que diz o zeca… mas temos que lembrar que quem aplica e interpreta a legislação não é um robô… também não é burro… se, a partir da análise de cada caso, perceber-se que a empresa, mesmo que sob o disfarce de um contrato com outros objetivos, na prática, está realizando a gestão do clube, evidentemente deverá aplicar o dispositivo…

    Além disso, o mais preocupante não é a gestão de mais de um clube em si pelo mesmo fundo… é que a Traffic, além de gerir a carreira de muitos atletas, ter participações em outros tantos, ser gestora de um clube e parceira de outros, ainda negocia os direitos de transmissão de muitos torneios que os mesmos clubes participam. Além disso negocia também direitos de publicidade estática nos estádios.

    Além disso, há uma informação errada. Ela não gere apenas o futebol do Ituano. Ela é dona do Deportivo Brasil, com sede em Barueri, do Miami FC e o Ituano FC.

    Porém, mais temerário ainda é saber que a Traffic é acionista ou dona de dois jornais no interior de São Paulo. A TV TEM e o Bom dia.

    No mínimo é temerário. Mas eu duvido que esta situação sobreviveria se a questão fosse levada à SDE.

  3. Rafael

    Ahhh sim.. a partir de agora começo a acreditar em Ética no PT; o mensalão não existiu; o Lula não sabe de nada, só deve ter umas 51 idéias; Não houve corrupção no BNDES, inclusive a história de salvar a globo cabos é mentira; Cartão corporativo!?!? que isso, não existe… é confusão de cartões…. dentre outros folclores que existem no paí….

    TRAFFIC – sem concorrência no país a pelo menos uns 20 anos – não intererferir no futebol brasileiro, seja como parceria, seja como gestão de clube, ou mesmo agenciando jogadores de vários outros clubes… é começo a crer que algumas pessoas são muito maldosas……

  4. LUIS

    Vc como jornalista conhece a fundo a proposta de parceria da Traffic e do Santos…. vc sabe se como parte desse possivel acordo a Traffic tiraria os jogadores do Palmeiras e emprestaria ao Santos???

    Aposto que vc ainda não conhece detalhes como esse e já saiu vomitando suas besteiras na Internet com sempre faz…

    HÁ ALGO DE PODRE NO REINO DO JORNALISMO!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: