Advertisements

O ex-atleta e o doutor.

 

Tenho tido dificuldades para responder aos comentários do blog, embora todos sejam apreciados com muita atenção.

Durante toda a semana fui perguntado sobre a diferença entre o caso do ex-atleta e comentarista divulgado, em minha opinião, de maneira equivocada e do médico de um grande clube que sofre de alcoolismo.

Por que um caso poderia ser contado e o outro não ?

É simples.

O ex-atleta já estava internado há meses, não oferece risco à sociedade, a família era contraria a divulgação e o assunto não era de interesse público.

Quanto ao doutor o caso é diferente.

Sua patologia atinge diretamente a sociedade por intermédio dos pacientes que por ele são atendidos.

Um profissional em seu estado coloca em risco a vida de outro ser humano.

Acredito até ser passível de uma intervenção do Conselho Regional de Medicina.

O caso dele nunca foi algo “discreto” para a sociedade.

Foram inúmeros vexames em diversos locais públicos.

Várias são as testemunhas.

No próprio clube em que trabalha sua condição é conhecida e estimulada por falsos amigos de roda de Whisky.

Não há como comparar os dois casos.

O ex-atleta é um risco para si mesmo.

O doutor, para todos nós.

Facebook Comments
Advertisements

30 comentários sobre “O ex-atleta e o doutor.

  1. luiz

    O que é isso Paulinho, voce quer dizer que uma pessoa drogada dirigindo é um risco só para si? e se esse mesmo drogado causar um acidente e matar alguem?

    Paulinho: Esse é o ponto, ele não dirige há meses porque está “internado” nesse periodo e nessa condição ele não oferece risco a ninguem.

  2. Paulo de Tarso

    Paulinho me parece que tanto o caso do ex-atleta quanto o do doutor em sendo verdade devem ser divulgados como sinal de alerta aos novos atletas que trilham o mesmo caminho. O caso do ex-atleta tornou-se plublico em face ao grave acidente por ele causado que divulgado por todos os meios de comunicação do país, dai o inicio dos comentarios e das suspeitas sobre as causas desse acidente que depois foram confirmadas por uma revista.
    No caso do doutor parece que até agora as supostas “bebedeiras” não afetaram sua imagem profissional, e torço para que ele consiga vencer o vicio por se tratar de um profissional de altissimo nivel em sua area de atuação e tambem de uma pessoa que a decadas milita no esporte e que ja recuperou tantos atletas importantes. Seria uma pena que depois de tanto trabalho, estudo, dedicação e experiencia alguem que chegou tão alto em sua profissão fosse vencido por um copo.
    Aos dois eu desejo boa sorte! E que o atleta não desperdisse a segunda chance que a vida lhe deu. E que o doutor não deixe seu talento se esvair em um copo de bebida.

    Paulinho: Se a situação do atleta tivesse sido revelada no momento do acidente seria justificável, agora que esta internado foi totalmente desnecessário

  3. Paulo Considera

    Quem seria esse médico, de qual clube?..responde ae alguem se puder..assim poderei mexer meus pauzinhos no CRM..

    Paulinho: O CRM será informado

  4. Zefa

    Paulo, e o Joquim Grava, semana passada ele chegou exalando odor de alcool as 8 da manha no Parque…

    Paulinho: Uma lástima…

  5. Randal

    Conveniente o seu comentário.
    Mas pelo menos a mim, não convenceu.
    Os casos são similares.
    Contudo, respeito sua opinião, embora discorde totalmente.
    Parece que aqueles que são do “lado do bem”, mesmo fazendo coisas erradas, são anistiados.
    O mais recente caso é o Muricy. Considerado do “lado do bem”.
    Destrata jornalistas a todo momento, é deselegante e arrogante.
    Mas como está do “lado do bem” é tratado apenas como alguém “mal humorado e engraçado”.
    Agora , se o Luxemburgo, bocejar durante uma entrevista, por ser do “lado do mal”, provavelmente, irão procurar algum motivo tenebroso para tal ato.

    Paulinho: Compare as biografias de Muricy e Luxemburgio e vai entender o porquê

  6. sidnei pereira dos anjos

    Paulinho acho incrivel a capacidade de pessoas se entrometerem na vida alheia, por uma caso você ouviu a abertura do programa do ” MN ” no domingo, lá ele diz muita coisa que você e seu idolo não conseguem explicar, já disse e repito vamos falar de ESPORTE que é uma coisa saudavel !!! sera que você publica isso ??? em tempo a justiça inglesa não ve motivos para extraditar o Boris e o Kia o que você tem a dizer ???

    Paulinho: Eu não ouvi, o que ele disse ?

  7. Anderson Viana

    Um é amigo e o outro não é… Durante anos foi extremamente divulgado a doença ou problemas com entorpecentes de vários atletas e celebridades, por todos os veículos de mídia. Mas como é o Casagrande né, amigo de longa data de alguns, até questionam a qualidade de dois excelentes profissionais, como André Rizek e Serginho Filho.

    Paulinho: Não sou amigo dele

  8. Anderson Viana

    E tenho amigos que são pacientes do Dr. Grava, inclusive até eu já tenho consulta marcada, e eles disseram que no exercício da profissão em atendimento a eles, nunca houve qualquer problema.

    Paulinho: Há testemunhas que atestam o contrário

  9. marco

    vc tem alguma noticia que este médico errou em alguma cirurgia??? pois pelo que lemos ele é um dos melhores do pais. Acho que vc pega meio pesado com alguns.

    Paulinho: Tenho

  10. Beto

    “Quem seria…”?
    Vc é alienado, dissimulado ou está dando uma de “Migué”, prá cima do blogueiro?

  11. Alexandre

    PÔ Paulo Considera…

    É óbvio q estão falando do Dr. Joaquim Grava.

  12. João Luís

    Se a matéria da Placar tivesse sido publicada antes do Casagrande ser internado, e portanto, ainda se drogando, dirigindo e convivendo com “nós”, aí sim, não teria sido uma matéria condenável?

    Paulinho: No momento do acidente, sem duvida

  13. André Nogueira

    Paulinho,

    Acredito que assumir a doença e tratá-la é o melhor para todos, independente de sua profissão.

    Seria um caso para análise do CRM caso ele trabalhasse alcoolizado. Não acredito ser o caso.

    Qto ao Casão, o que diriam todos se no acidente ele tivesse prejudicado gravemente um terceiro? Atropelado uma criança ou pai de família? Seria ainda assunto particular?

    Por sorte e proteção divina só ele e a namorada ficaram feridos.

    A comparação entre o Casão internado e o Dr atuando profissionalmente me incomoda um pouco, pois assim como o ex-atleta está afastado das drogas, o Dr. não fica embriagado o dia inteiro.

    Ou fica?

    Coloquei alguns pontos nesse texto apenas para justificar minha opnião:

    Não acho adequado expor publicamente a vida de um dependente químico. Seja o Casão ou o Dr. Por respeito às famílias dos mesmos, que já devem sofrerbastante com essa história diariamente.

    Paulinho: O caso do atleta não poderia ter sido divulgado no momento em que está internado, sem defesa e impossibilitado de causar risco a sociedade.

  14. Daniel

    legal a informação Paulinho…mas ninguém aqui é mãe Dina pra adivinhar à quem vc se refere.

  15. Felipe

    Então quer dizer que a partir do momento que o dependente químico resolve se isolar do mundo, se internando em uma clínica, ele passa a ser uma ótima pessoa.
    O que mais se fala na mídia é o financiamento do crime, através da compra de entorpecentes pelos viciados. Sem contar no enriquecimento dos traficantes que passam a exercer grande influência dentro da sociedade.
    O uso de drogas pode ser uma doença, mas ninguém chega a esse estado à toa ou picado por um mosquito.
    Muito tempo se perdeu discutindo sobre a exposição ou não do caso, esquecendo-se de discutir o próprio assunto em si. Se a exposição do caso é certa ou errada, eu não sei.
    Mas o uso de drogas é totalmente errado e condenável. E todo mundo tá cansado de saber o porquê. Não sejamos hipócritas.

  16. Irving

    Paulinho,
    Reforço o que disse o amigo João Luís e lhe faço uma pergunta:
    Quer dizer, então, que se a matéria de Placar tivesse sido publicada no momento em que Casagrande estava colocando a vida de outros em risco, quando dirigia sob o efeito de entorpecentes, você teria concordado com a dita-cuja?
    Sabe o que eu acho: Boa parte da imprensa, neste caso específico, praticou condenável benevolência com Casão porque ele é gente boa e querido pelos jornalistas.
    Eu também gosto do Casa, mas não vou ficar cerceando a liberdade de imprensa por sua causa.
    Acho que está ficando cada vez pior essa preocupação de justificar o injustificável.
    Quem condenou Placar pela reportagem errou, ora bolas.
    Assumam o erro e aceitem esse episódio corporativista no currículo de vocês, pombas.

  17. Anderson Viana

    Se o Casagrande tivesse feito algum delito, aliás cometeu, pois dirigia seu veículo embriagado e drogado, talvez muitos teríam falado, como agora, que ele é um doente, coitado, etc. E tantas outras situações semelhantes que acontecem e o cidadão de bem como o Casagrande tenho certeza que seja, é preso e paga pelo seus delitos. Porque a PM ao verificar a situação do Casagrande não o autuou e prendeu seu registro e o veículo ? Duvido que tenham feito algo…

  18. Marcelo Soares

    Olha, até hoje nem vc, nem o Juca Kfouri, que, aliás, foi quem levantou a tese para defender a privacidade do amigo, foram convincentes. Não é de interesse público que um ídolo de tantos torcedores esteja se drogando? Não é de interesse público que um homem público esteja alimentando a roda do tráfico de drogas ao comprar substâncias ilícitas? Não é de interesse público um caso em que este homem público sofreu um acidente de automóvel e só não matou ninguém por sorte? Não é de interesse público que o Casagrande tome atitudes que geram reflexos negativos na esfera da segurança pública, que a todos interessa? Se vc acha que um médico pode colocar, por via reflexa, a vida de outras pessoas em perigo (e eu concordo com isso), por que alguém que ajudou por tanto tempo a financiar o crime organizado, através da compra de substâncias ilícitas, e que, portanto, coloca toda a sociedade em perigo, deve receber tratamento diferente?

  19. Gilberto Minhoca

    Tudo começa por uma cervejinha e termina dessa forma…Merchan Neves empurra o pé em meio mundo com suas investidas…Futebol poderia ter merchan de produtos naturais que combinam com o esporte…Tudo incentivado pelo Merchan Neves que hj deve tá com a barriga crescendo de tanto tomar cervejinha…

    A moda está pegando e muitos kras aí não conseguem segurar a bronca e partem pra drogas e tudo mais….

    Ser pobre e ser limpinho vive mais..

  20. Nicolau de Cerqueira Cesar

    Porque não falaram, voce,o Juca etc. quando o Casão provocou o acidente?Todo mundo sabia e ao não divulgar está acobertando , quando deveriam divulgar e ajuda-lo.Ele , como um ser humano tem que ser ajudado a sair desta.O Dr.Joaquim,quando estava no Santos era algum santo?Tem estes problemas ha muito tempo e inclusive atrapalha seu desempenho profissional.Será que não deveriam divulgar abertamente para tambem interna-lo,se é verdade esta sua afirmação?

  21. André Nogueira

    Paulinho,

    Os comentários sobre o alcoolismo do Dr. Joaquim não têm nenhuma ligação com o fato dele fazer parte do Instituto Wanderlei Luxemburgo como coordenador da disciplina de Medicina Esportiva? Têm?

    http://www.iwl.com.br/grava.html

    Além desses fatores (alcoolismo, IWL), vc tem conhecimento (e não quer falar) sobre algum diagnóstico ou prescrição de tratamento incorretos?
    É mau médico?

    Abraço!

  22. Alexandre Amaral

    Ta na kra q o médico eh o dr. JG q tb eh professor “emérito” das faculdades Madureira na cadeira d medicina esportiva! Eh mais um escova-botas do Luxemburgo…

  23. Anderson Viana

    Paulinho, dois pontos: 1 – Se você acha que é um desrespeito ao cidadão e a sua família, porque a divulgação de todos esses casos, ou divulga ou não ? 2 – O ônus da prova cabe a quem acusa, se você sabe de algum caso dele que ele tomou atitute incorreta, já que pode-se divulgar, mostre-nos…

  24. William

    Concordo totalemente com o Marcelo Soares.
    Paulinho, você e o Juca falharam nessa…

  25. raul

    paulinho, como eu disse antes, sou frequentador do clube e conheço bem as histórias do JG, assim como o conheço tb, e posso afirmar que são todas verídicas, antigamente ele tomava 02 copos de wisk e ficava bêbado, hj a dependeência é tanta que ele toma 02 copos de cerveja e já fica bêbado.

  26. Renato

    Paulinho, não seja ridículo, reconheça que a diferença é só a sua opinião pessoal. Você acha e pronto, as explicações são péssimas, o cara capotou um carro numa via de grande movimentação. Aí você pode dizer que era de madrugada. Ma a rua é frequentada justamente nesse horário. Aí você diz, ele está internado e não oferece risco a ninguém. Mas quando estava dirigindo oferecia, o que torna as situações análogas, não iguais, mas parecidas.

  27. Ricardo

    Concordo com sua postura…….só colocando uma outra faceta dessas situações: a hipocrisia da sociedade!

    Existem milhares de drogados e alcolatras no país e assumir isso parece que é crime.

    Um bom exemplo de atitute distinta foi a do jogador de basquete Magic Johnson que na decada de 90 assumiu publicamente estar com AIDS publicamente e passou a defender a causa da inclusão desse tipo de doente. E olha que era o auge da crise de Aids nos EUA.

    Mas claro que todos e todas familias tem o direito de não querer divulgar.

  28. Marcelo

    Tenho 2 parentes que estavam em frente ao restaurante em que ocorreu o acidente do Casagrande.
    Não morreram por sorte, viu seu Paulinho. Muita sorte, por sinal.
    5 carros foram danificados e o motorista, Casagrande, ainda queria brigar com o pessoal.
    Mas como ele é “considerado”, fica por isso mesmo, né!?

  29. Marcelo

    Paulinho, vou mudar um pouco a pergunta: o fato do Casagrande ter dado prejuízos financeiros pra alguns e físicos somente pra ele e a mulher é irrelevante, neste caso?

  30. Marcelo

    Desse jeito, Paulinho fica difícil.
    Responda, cara, responde.
    E pra sua informação, concordo com muita coisa que você escreve, mas neste caso Casagrande…….

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: