Advertisements
Blog do Paulinho

Bolsonaro merece prêmio de humor, e Carla Zambelli, Oscar de pornochanchada

Da FOLHA

Por FLÁVIA BOGGIO

Após medalha a Daniel Silveira, poderiam dar uma cadeira da ABL a Carluxo e prêmio Inovação a Flávio Bolsonaro

O deputado federal Daniel Silveira compareceu na última sexta-feira à Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro para receber a medalha da Ordem do Mérito do Livro.

A comenda, dada às pessoas que contribuem com a literatura, gerou inúmeros protestos. A única produção literária do deputado, conhecido por quebrar a placa em homenagem à Marielle Franco e ser preso após xingar ministros do STF, foi a criação de atestados médicos falsificados para faltar ao trabalho.

Nos bastidores de Brasília, fala-se que, faltando apenas seis meses para o fim do mandato, a equipe de Bolsonaro resolveu avacalhar geral, assim como inquilinos delinquentes prestes a devolver o imóvel.

Uma das medidas é distribuir prêmios a torto e a direito aos apoiadores. Afinal, será a única oportunidade de eles serem homenageadas por algo na vida.

Em breve, o governo deve dar uma cadeira na Academia Brasileira das Letras a Carlos Bolsonaro por poemas do Twitter como: “Facas cegas e amuletos de plástico simulam a concretude postiça que serve apenas a roseiras espinhentas”. “As lâmpadas de vidro estão queimando. Logo virá a égua descorada e, depois dela, os outros”. Ou “teu c*”.

O prêmio Inovação será dado a Flávio Bolsonaro por sua incrível habilidade de comprar uma mansão de R$6 milhões com salário de advogado, mesmo sem nunca ter um caso registrado.

Carla Zambelli deve ser indicada ao Oscar de melhor atriz. Nesta semana, ela negou ter votado a favor do aumento do fundo eleitoral, embora tenha votado, com uma interpretação cheia de palavrões que relembrou os tempos áureos da pornochanchada. Quase uma estrela nacional, se não fossem as unhas encravadas e a falta de modos.

A possibilidade da cozinha do Planalto receber um guia Michelin está descartada, já que o presidente só come macarrão instantâneo. Para compensar, foi criada a Estrela Michellão, para premiar a habilidade da primeira-dama em cozinhar a imprensa e não esclarecer os cheques de R$89 mil recebidos de Fabrício Queiroz.

O prêmio Humor Brasileiro vai para Jair Bolsonaro que, depois de quase quatro anos espinafrando a Rede Globo e ameaçando não renovar a concessão, elevou os gastos em publicidade na emissora em 75%. Seria uma ótima piada, se ainda restasse a alguém a vontade de rir.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: