Advertisements
Blog do Paulinho

Corinthians toma calote de outra empresa ‘fundo de quintal’, mas erra ao protocolar ação

No dia 01 de julho de 2020, o Corinthians, através do ex-presidente Andres Sanches, firmou contrato de parceria com o laboratório LBBIO, pequena empresa localizada à Rua Perseverança nº 20, no bairro de Riachuelo, Rio de Janeiro/RJ.

A previsão era lucrar com royalties sobre a venda de diversos produtos, principalmente álcool em gel, todos com a marca do Timão.

O dono da LBBIO é Marcos Aurélio Alves da Silva, vulgo Marquinhos Carioca, ex-atleta, amigo de Sanches.

Estabeleceu-se que o rendimento alvinegro seria de 8% dos lucros.

Desde outubro de 2020, os pagamentos cessaram.

Em fevereiro de 2021, após notificação extrajudicial, assinada pelo presidente Duílio ‘do Bingo’, descumprida pela empresa, o Timão rompeu o acordo.

Repetia-se o sistema de fechar contratos com empresas ‘fundo de quintal’, seguido de pagamentos apenas das primeiras parcelas – talvez suficientes para abranger comissionamentos -, e posterior calote para cobrança judicial através de escritório terceirizado.

No último dia 30, o Corinthians protocolou ação de indenização contra o LBBIO no valor de quase R$ 50 mil.

Ainda assim errou de Foro.

O juiz Fábio Rogério Bojo Pellegrino, da 1ª Vara Civel do Tatuapé, determinou que o caso seja redistribuído a uma das Varas Empresariais e de Conflitos relacionados à Arbitragem da Comarca da Capital.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: