Advertisements
Blog do Paulinho

Fuga da patrocinadora de criptomoedas deixa Corinthians em péssimos lençois

Duílio ‘do Bingo’ ao lado dos diretores da Mercado Bitcoin

Como previsto por este Blog do Paulinho, a ‘parceria’ entre Corinthians e Mercado Bitcoin durou o tempo necessário para prejudicar milhares de consumidores, boa parte destes fanáticos e iludidos alvinegros.

Nove meses após a assinatura do contrato e inserção da marca da corretora na camisa do clube – nove meses antes da data prevista para o encerramento (que previa renovação automática), tudo o que foi prometido virou fumaça.

Os caixas do Timão não receberão os valores acordados – inseridos na Previsão orçamentária, impactando em prejuízos presentes, entre as quais contratações que contavam com os recursos contabilizados como certos, e também em futuros, desde a ausência de alternativa – ao menos por algum tempo, de patrocinadores para a vaga do desistente, até a possibilidade, enorme, de condenações a indenizações.

Muitos foram os lesados pelas lorotas, boa parte delas compartilhadas pela cartolagem alvinegra.

O clube, solidariamente, pode ser condenado a ressarci-los.

Principalmente os que aderiram à ‘moeda’ ligada à marca do Corinthians, que, meses atrás, já valia menos da metade do investimento e, agora, após o anúncio do descordo, tende a se esfacelar por completo.

Vale lembrar que à compra deste ‘produto’ estavam atrelados outros benefícios que, por óbvio, não serão honrados.

Tão estranho quanto o comunicado da Mercado Bitcoin ao dizer que deixava o Timão para criar um clube próprio foi a passividade da nota oficial alvinegra, como se combinados em não dizer mais do que poderiam.

Num mercado desregulado e utilizado, em muitos casos, para crimes de lavagem de dinheiro e ocultação de bens, em que comissões generosas são pagas a quem realiza a cooptação de investidores, o negócio entre a corretora e o Corinthians, que já era suspeito na origem, precisa sem minuciosamente investigado no encerramento.

Se alguém pode ter se beneficiado com o desacerto dificilmente estaria fora do escopo da cartolagem e dos donos da empresa.

Prejudicados, certamente, estão consumidores e o Corinthians, neste caso no bolso e também na imagem.

TAUNSA, Mercado Bitcoin e demais espertezas, todas terminadas em calote e desligamentos abruptos, tornaram-se regra nas parcerias alvinegras, o que acaba por gerar a suspeita de que estes ‘equívocos’ podem se tratar de bem mais do que apenas incompetência.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: