Advertisements
Blog do Paulinho

Em áudio, conselheiro ‘oposicionista’ do Corinthians defende TAUNSA e as contas da diretoria

O Blog do Paulinho teve acesso a áudio do conselheiro do Corinthians Max Anselmo Carvalho, funcionário do ex-diretor de finanças Raul Corrêa da Silva, tentando convencer seus pares sobre a lisura das contas da gestão Duílio ‘do Bingo’ Monteiro Alves, razão pela qual teria votado pela aprovação.

Uma mistura de distorções, delírios e inverdades.

Max exalta o suposto superavit de R$ 5 milhões, ocultando, porém, as ausências no balanço de pendências importantes, como a dívida de quase R$ 50 milhões com o Arena Fundo – reconhecida pela empresa de auditoria que realiza trabalho de fiscalização em ambas as partes.

O conselheiro diz, sem constrangimento, que o clube estaria realizando o mesmo trabalho que Bandeira de Melo executou no Flamengo.

Na sequência, Anselmo reverbera, sem nenhuma comprovação – sequer indício, o discurso da diretoria de que a dívida com a CAIXA seria quitada nos próximos “três ou seis meses’.

Faz quatro anos que estes meses não chegam.

O negócio com a TAUNSA também foi defendido.

Max Anselmo assegura que, apesar de ser da ‘oposição’, verificou a documentação da empresa e constatou que possui faturamento para quitação do calote, até aquele momento, de R$ 28 milhões.

Trata-se de absoluta inverdade comprovada em diversas peças judiciais.

Criativo, o conselheiro diz que o grande problema da TAUNSA foi a guerra entre Ucrânia e Rússia.

“O Corinthians não vai perder o valor porque nós vamos entrar com uma ação judicial’, promete.

Ninguém, em processo algum – e existem vários contra a empresa, sequer consegue citar representantes da TAUNSA, quanto mais executá-la.

Outra inverdade contada foi a de que a renda do estádio de Itaquera seria 100% do Corinthians e não precisaria mais ser repassada à CAIXA.

Inexiste qualquer documento, neste momento, que comprove esta afirmação.

Pelo contrário.

Em não formalizado este acordo, qualquer apropriação destes recursos é indébita e passível de sanções.

Dentre diversas outras ‘revelações’, dentre as quais a de que o Corinthians segue dando calote no FGTS de seus funcionários, além da explicação de que ‘endividamento’ não seria ‘dívida’, Max criticou os ‘cinco ou seis’ que votaram contra a aprovação das contas.

“É um movimento que está trazendo muito problema para o Corinthians”

Diante deste desempenho, descompromissado com a realidade, não estranharia se o conselheiro mudasse de lado e fosse contratado para a Assessoria de Comunicação do Corinthians.

Nem mesmo os cartolas, responsáveis pelo caos, se defenderam com tamanha capacidade.

Para escutar o áudio basta clicar no player logo abaixo:

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: