Advertisements

Vitória de Celsinho é um marco na luta contra o racismo no futebol brasileiro

Júlio Antônio Petermann

Ontem, o STJD decidiu que o Brusque perderá três pontos na Série B do Campeonato Brasileiro por ofensas racistas dirigidas por um de seus conselheiros ao atleta Celsinho, do Londrina.

Júlio Antônio Petermann, o ofensor, terá que pagar multa de R$ 30 mil e cumprir suspensão de um ano.

Trata-se, talvez, da mais relevante punição a um crime frequente do futebol brasileiro.

É pouco, mas indício de que os racistas não passarão mais impunes.

Caberá agora à sociedade atentar-se ao julgamento do pleno do STJD, em provável recurso dos perdedores, exigindo que peso semelhante da Lei seja aplicado em casos, por ventura, ocorridos em meio a equipes mais relevantes.

Não faltam conselheiros tão ou mais preconceituoso que Petermann nos grandes clubes brasileiros.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: