Advertisements

CBF segue brigando na lama

Nos últimos dias, os bastidores da luta pelo poder no futebol brasileiro movimentaram-se bastante, com Gustavo Feijó, vice-presidente da Casa Bandida, com diversas acusações de corrupção, pregando ‘moralidade’, e a ilibada Justiça da Barra da Tijuca, quatro anos depois, anulando modificações no sistema de votação da entidade, em processo marcado pelo traseiro do magistrado que, até então, sentava nos autos.

Para deixar essa verdadeira ‘guerra na lama’ ainda mais imunda, o presidente do Flamengo, em contrariedade com a Lei Pelé, foi escolhido ‘interventor’, tendo como parceiro Reinaldo Carneiro Bastos, mandatário da FPF.

O objetivo, óbvio, é o de acelerar a troca de comando.

Novas eleições, que teriam que ser marcadas para os próximos trinta dias.

Os fatos, pensados com sobriedade, indicam que a manobra fracassará.

É improvável, diante de decisão atemporal e destemperada da justiça carioca, que liminar não seja concedida até julgamento do mérito em Instância Superior.

Landim, por óbvio, não trocará o lucrativo comando do Flamengo pela indefinição reinante na CBF.

Por fim, apenas para pontuar, Rogério Caboclo, que merece todo o repúdio pelos atos recentes diante do comando da confederação, é ‘coroinha’ se comparado à extensa lista de imoralidades que cercam Feijó e seus familiares.

Facebook Comments
Advertisements

Um comentário sobre “CBF segue brigando na lama

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: