Advertisements

Expulsão de Marco Aurélio Cunha seria ótima para o ambiente do São Paulo

No próximo dia 1º, o Conselho Deliberativo do São Paulo decidirá se deve ou não expulsar Marco Aurélio Cunha do quadro associativo do clube.

O cartola infringiu o Estatuto ao trabalhar para o Avaí estando ligado ao Tricolor.

Cunha é reincidente.

Tempos atrás, ocupou cargo relevante no Santos, com direito a ser flagrado, efusivamente, cantando o hino alvinegro.

Obviamente, a manifestação, espontânea, não constava como obrigação contratual.

Apesar das motivações da atual gestão Tricolor para afastá-lo não sejam das mais nobres – recentemente, por perseguição política, dois opositores foram expulsos -, a ausência de MAC da agremiação, ainda que por linhas tortas – embora legais, previstas do Estatuto – seria muito benéfica ao ambiente.

Não é interessante ter no Conselho, com sonhos presidenciais, alguém que confessou, em programa do CQC, utilizar-se de funcionário para bater ponto na Câmara de Vereadores, ou que não se constrangeu ao fazer parte de uma diretoria da CBF comandada pela gente que lá está.

Existem outros cantos do Conselho que merecem atenção, sejam situacionistas ou oposicionistas, mas para que a limpeza ocorra, a bem do São Paulo, se faz necessário iniciá-la.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: