Advertisements

‘Democracia Corinthiana’ é desrespeitada em reinauguração de bar histórico do Parque São Jorge

Joel e Cristiano, com Rachid no centro

Ontem (22), no Parque São Jorge, houve a pré-inauguração do histórico ‘Bar da Torre’, localizado dentro da sede do Corinthians.

A antecipação se deu para coincidir com o aniversário de André Negão, ‘dono’ dos novos ‘proprietários’, que completou 61 anos de idade.

São eles Joel de Jesus e Cristiano Ramos – que, pelo estatuto alvinegro, eleito conselheiro, comete infração ao se envolver em negócios com o Timão.

Joel, recentemente (no início do ano), ao encontrar-se com este jornalista no Parque São Jorge deu ‘piti’, rodou a baiana e ameaçou: “vou te pegar lá fora’.

Não pegou.

Talvez porque o objetivo, mais do que a habitual demonstração de truculência, fosse o de, apenas, agradar a plateia.

Essa gente, segundo informações, teria tomado de assalto, com a conivência dos atuais gestores, o direito de explorar o bar, colocando para correr a antiga proprietária, sem que nenhuma indenização tenha sido negociada.

Para ampliar o desrespeito a um estabelecimento que, nos anos 80, reunia, em alto nível, jogadores, jornalistas e dirigentes, ao lado da placa ‘Bar da Torre’ está o logo da ‘Democracia Corinthiana’.

Os dois, além do ‘chefe’ André Negão, votaram em Jair Bolsonaro, o adversário natural de qualquer regime democrático.

Se Duílio parece não se importar com a desmoralização à história alvinegra, refém que é de cumprir as promessas de loteamento do Parque São Jorge, é vergonhoso que os cartolas que viveram aquele período – alguns ocupantes de cargos na gestão – não se manifestem.


Vídeo em que Andre Negão faz campanha em favor de Jair Bolsonaro

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: