Advertisements

Dó dos torcedores, associados e conselheiros do Palmeiras

Amplamente divulgada, a postagem de Venê Casagrande com trecho da reunião entre clubes e CBF serviu, entre outras coisas, para comprovar o que já era informado por diversos jornalistas que cobrem os bastidores da bola.

Rogério Caboclo demonstrou limitações de educação e comunicação, além de um estilo ‘mafioso de boca de fumo’, compatível, a bem da verdade, com boa parte dos interlocutores de suas determinações.

Que os cartolas tremiam as pernas em reuniões da Casa Bandida ninguém duvidava, mas a covardia demonstrada pelo presidente do Palmeiras, Maurício Galliote, foi digna de pena.

Não dele, que é submisso contumaz e já deve ter perdido as contas de quantas vezes ajoelhou-se diante da Madame que comanda, de fato, o Verdão, mas dos torcedores, associados e conselheiros palestrinos, representados na reunião pela desencorajada figura.

O Palmeiras, gigante do futebol brasileiro, não à toa, há tempos é tratado como se fosse um clube qualquer pela FPF e também nos corredores da Casa Bandida.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: