Advertisements

A incapacidade e a covardia do presidente do Corinthians

Duílio ‘do Bingo’ Monteiro Alves

Logo mais, às 21h, o Corinthians enfrentará o Mirassol pelo desimportante Paulistinha, colocando em risco não apenas seus jogadores, mas todos os trabalhadores que estiverem presentes em Volta Redonda.

O jogo será realizado num estádio que possui uma clínica, debaixo das arquibancadas, que atende infectados pelo coronavírus no Rio de Janeiro.

Inadmissível que agremiações do porte do Timão, ou do Palmeiras – que deverá entrar em campo amanhã, nas mesmas condições – ambos imensamente maiores do que a FPF, submetam-se a esse tipo de barbaridade.

Qual a necessidade de bajular a Federação?

É certo que o Corinthians sobreviveria, e bem, sem disputar o Paulistinha.

O campeonato, certamente, morreria sem o Timão.

Duílio ‘do Bingo’ Monteiro Alves demonstra, não apenas por este episódio, mas, principalmente nele – que coloca os atletas do clube de peito aberto para o COVID-19, covardia e incapacidade incompatíveis com o cargo que ocupa.

A situação é pior do que manter, como ele tem feito, os balcões de negócio nos departamentos de futebol profissional e de base, além das inúmeras ‘feiras do rolo’ no submundo do Parque São Jorge.

Ao aderir, por não ter coragem de se impor, à cultura do desprezo com a saúde dos jogadores, e, por consequência, do ser-humano, Duílio expõe mais de si do que nos tempos em que apenas ‘se virava’, com as contas e bens bloqueados, enquanto dirigente não remunerado de futebol.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: