Advertisements

O péssimo exemplo de Covas

Bruno Covas, prefeito de São Paulo, assiste ao jogo entre Palmeiras e Santos, no Maracanã

Errou feio o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, ao aceitar convite da CBF para assistir, em meio à pandemia, a derrota de seu Santos diante do Palmeiras na final da Libertadores.

Digamos que estivesse com a saúde plena, ainda assim, estaria dando mal exemplo.

E não é o caso.

Covas sequer está podendo trabalhar em seu gabinete, afastado por recomendação médica em meio a tratamento de um câncer agressivo.

Nesse contexto, o Prefeito foi flagrado desrespeitando seu próprio estado de saúde, em meio a cinco mil irresponsáveis que colocaram-se em risco diante do vírus e a seus mais próximos, na condição de potenciais retransmissores da doença.

Não há jogo de futebol, nem ato político, que justifique a loucura.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: