Advertisements

Pai do Presidente, ‘novo’ cartola do Corinthians é réu em ação por improbidade administrativa

Duílio ‘do Bingo’ Monteiro Alves e Adilson Monteiro Alves

Pai e sócio de Duílio ‘do Bingo Monteiro Alves, novo presidente do Corinthians, Adilson Monteiro Alves, dentre diversos problemas (comerciais e judiciais) é réu, desde 1997, de Ação Civil Pública, acusado de Improbidade Administrativa.

À época o cartola ocupava o cargo de Secretário de Cultura do Estado.

O TJ-SP demorou vinte e três anos para validar a perícia utilizada pelo MP-SP para embasar a denúncia.

Desde março de 2020, o processo voltou a andar.

Adilson teria facilitado diversas irregularidades no contrato de locação (avaliação fraudulenta de preço, dispensa de licitação, etc.), à época, do Teatro Ruth Cardoso com a Prefeitura de São Paulo.

Selecionamos trechos de extenso relatório do Ministério Público, assinado pelo então Procurador Geral de Justiça Luiz Antonio Guimarães Marrey, datados de 11 de novembro de 1997, que explicam bem a participação de Adilson Monteiro Alves no suposto esquema.

Vale lembrar que, no dia das eleições do Corinthians, Adilson confirmou, em entrevista, que aceitou convite do filho Duílio para participar, a partir de 2021, da nova gestão alvinegra e que ambos, somados, devem, somente em impostos, quase R$ 30 milhões, sem contar dezenas de pendências trabalhistas, além doutros calotes diversos.

Facebook Comments
Advertisements

Um comentário sobre “Pai do Presidente, ‘novo’ cartola do Corinthians é réu em ação por improbidade administrativa

  1. Pingback: Cartola corinthiano, pai do presidente, foi condenado, novamente, à prisão por sonegação de impostos – Blog do Paulinho

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: